História Forbidden love -- Imagine JHope. - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Tags Blackpink, Bts, Hentai, Incesto, Shoujo
Visualizações 101
Palavras 1.823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AAAAA OOOOOOOI GENTE, DESCULPA, DESCULPA, DESCULPAAAA TER SUMIDO POR 3 OU 4 SEMANAS, NSEI KSKSKSK, MAS TÔ DE VOLTA, EU IA POSTAR DOMINGO, MAS MINHA PREGUIÇA FALOU MAIS ALTO KAKAKA

VOU VOLTAR A POSTAR NORMAL AGORA, DESCULPA MESMO TER SUMIDO, NÃO DESISTI E NEM VOU DESISTIR DA FANFIC, OBRIGADA PELO APOIO QUE VCS ESTÃO ME DANDO, OBRIGADA PELOS FAVORITOS E PELA PACIÊNCIA DE TER ESPERADO EU POSTAR NOVAMENTE ✨, A FIC TÁ QUASE CHEGANDO A 100 FAV AAAA, FICO MUITO FELIZ DE SABER QUE ESTÃO GOSTANDO, MUITO OBRIGADO GENTE, AMO VCS 💞❤️💕

DESCULPA O CAP NÃO ESTAR TÃO BOM ASSIM, MAS É SÓ PARA ATUALIZAR, O PRÓXIMO VAI SER MELHOR, PROMETO.




Boa leitura. ^^

Capítulo 15 - Socorro!!!


Fanfic / Fanfiction Forbidden love -- Imagine JHope. - Capítulo 15 - Socorro!!!

Capítulo anterior.

- Ei s/n, posso perguntar algo? - Fala olhando para a mesma.

- Pode sim. - Sorri de canto.

- Se eu te beijar agora, você vai retribuir? - Coloca a mão no rosto da mesma.

- C-Como assim Namjoon?... - Cora.

- Isso é um sim? - Fala se aproximando mais.

- Namjoon... - Fala baixinho.

- Xiu... Não precisa falar mais nada. - Fala beijando a mesma.

18:30 PM Seul / Coréia.

- Quando Namjoon fez aquele tipo de pergunta para mim eu fiquei sem reação alguma, mas no fundo eu queria falar um "sim", mas quando eu ia dar uma desculpa qualquer ele me impede selando seus lábios com os meus, o mesmo pediu passagem e eu aceitei, aquilo realmente estava bom, sua língua sincronizada com a minha e aquele calor entre nós, claro, não foi como quando beijei o Hoseok, mas era bom da mesma forma, infelizmente paramos pela falta de ar e porque a roda gigante já havia acabado, saímos de lá e fomos caminhamos até um banco, Namjoon fica me encarando por um tempo percebendo que eu estava muito corada, o mesmo pega em minha mão e ficamos sentados ali olhando para o parque, quando eu ia quebrar o silêncio que estava ali, mas o celular de Namjoon toca, me interrompendo, o mesmo solta minha mão pegando o celular em bolso e atendendo a chamada.

- Alô?

...

- Fica calmo Kook, já tô indo.

...

- Tchau

(Desliga)

- Tá tudo bem Namjoon? - Olha preocupada para o mesmo.

- Mais ou menos, você pode pedir para seu responsável vir te buscar? - Olha para a mesma. - Eu preciso resolver um problema lá em casa, desculpa por não te deixar em casa. - Fala um pouco triste e com pressa.

- Tá bom, não tem problema...Vamos nos ver de novo?... - Fala tímida.

- Claro, eu te mando mensagem quando chegar e me manda uma também, se não vou ficar preocupado. - Sorri olhando para a mesma.

- Tá bom. - Sorri.

- Agora eu vou indo e quem vem te buscar? 

- Meu tio, daqui a pouco ele chega aqui. - Fala olhando o mesmo.

- Tá bom, até s/n. - Fala roubando um selinho da mesma indo embora com um sorriso no rosto.

- A-Até... - Fala surpresa e com vergonha.

- Eu pego meu celular com a intenção de ligar para Hoseok vir me buscar, mas no momento quero evitar o mínimo contato com ele, já era quase 19 horas, estava um pouco tarde, mas não dou importância e saio do parque sozinha tentando seguir o caminho que Namjoon fez quando estávamos vindo para o parque, não era longe, mas eu não conhecia muito bem a cidade ainda, depois de uns 10 minutos andando paro um pouco para descansar em um banco, a rua era um tanto deserta e eu estava com um mal pressentimento então levanto do banco e volto a andar. Eu não sabia se estava perdida ou se estava no caminho certo, mas quando olhei para trás vi dois homens atrás de mim, eu não me importei tanto até que eles começaram a andar mais rápido me alcançando e me pegando pelo braço fazendo com que eu entrasse em um beco, os dois começam a passar a mão em mim e falar coisas como "hoje a gente teve sorte" "Você é muito gostosa princesinha", naquele momento eu não sabia o que fazer, eu só queria que Hoseok aparecesse ali e me salvasse, mas sei que isso não vai acontecer, eu não estou em uma novela, um dos homem estava tirando sua calça, enquanto o outro me segurava e passava suas enormes mãos sujas em mim, então eu rapidamente dou um chute em seu membro fazendo com que ele gritasse de dor, saio correndo daquele lugar até que vejo uma lojinha de conveniência, entro na mesma e rapidamente ligo para Hoseok.

- H-Hoseok, me ajuda, por favor!!!

O que aconteceu s/n???

Onde você está???

- E-Eu não sei, eu explico depois, só vem me buscar

Tá bom, fica calma e me fala onde você tá

- É... é em uma lojinha de conveniência, chamada (nome a sua escolha) 

Ok, eu sei onde fica, eu tô indo aí agora, não saia daí 

- O-Ok tio

(Desliga)

.

.

Hosoek on.

- Já fazia um bom tempo que s/n havia saído de casa, eu estava um tanto preocupado, mas se ela está com esse tal amigo dela, não devo me preocupar tanto ou devo?... Mas a verdade é que eu não queria deixar ela sair com esse cara, eu nem ao menos perguntei a idade ou vi como ele era, foi um erro meu, porém eu não quero ser um tio que prende a sobrinha em casa e muito menos demonstrar o meu ciúmes por ela, eu queria que s/n fosse somente minha, mas eu simplesmente não posso vê-lá dessa forma, não porque eu não desejo isso, mas sim por ela ser minha sobrinha e ainda por cima é mais nova que eu... 

- Era quase 19:00 horas da noite e nada da s/n chegar em casa ou mandar uma mensagem, eu já estava ficando preocupado com a mesma e quando pego meu celular para ligar para ela, ele toca mostrando que a mesma estava me ligando, atendo e ouço s/n pedindo ajuda com uma voz quw parecia estar desesperada, pergunto para a mesma o que aconteceu e onde ela estava, a mesma me informa o nome do local que era uma lojinha de conveniência que graças a Deus eu sabia onde ficava, me visto rápido e saio do apartamento indo até o estacionamento entrando no carro e dando partida até o local, chego lá em 15 minutos, pois eu acelerei um pouco a mais que o limite, o bem estar de s/n era mais importante que uma multa de merda, a minha única preocupação naquele momento era estar com ela em meus braços a salvo. Saio do carro e entro na lojinha e logo vejo s/n escondida em um canto, a mesma me vê e vem correndo até mim, a como eu estava com saudades desse abraço, vejo que a mesma estava tremendo e com lágrimas querendo sair de seus lindos olhos, compro um chá de limão para ela e pego em sua mão saindo daquele lugar indo até o carro, dou partida para casa e permaneço em silêncio, mas a mesma decide quebrar ele.

- O-Obrigado... - Fala baixo.

- De nada... Mas agora pode me falar o que aconteceu??? - Fala preocupado.

- E-Eu estava voltando sozinha para casa e percebi que dois caras estavam me seguindo, mas quando olhei para trás eles não estavam mais lá e então eles me puxaram para o beco em que eu iria passar reto, os dois começaram a passar a mão em mim... E a falar coisas... Mas por sorte eu consegui escapar dando um chute em dos cara...  - Fala com a cabeça baixa. 

- COMO ASSIM S/N, COMO VOCÊ VOLTA NESSE HORÁRIO SOZINHA PARA A CASA, O QUE CARALHOS VOCÊ TEM NESSA SUA CABEÇA, E SE ELES TIVESSEM TERMINADO DE ABUSAR DE VOCÊ??? E ESSE SEU AMIGO DE MERDA, POR QUE NÃO LEVOU VOCÊ PARA CASA, EU SABIA QUE NÃO DEVERIA TER DEIXADO VOCÊ IR!!!! - Fala gritando parando o carro no meio da rua.

- H-Hoseok, calma!!! - Fala olhando para o mesmo. - Você está me deixando mais assustada do que já estou. - Fala em um tom alto.

- CALMA S/N??? COMO VOCÊ QUER QUE EU TENHA CALMA, QUANDO QUASE ESTUPRAM VOCÊ, NINGUÉM PODE TOCAR EM VOCÊ, VOCÊ É SÓ MINHA!!! E ESSE SEU AMIGO, VOCÊ VAI CHAMAR ELE PARA IR LÁ EM CASA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL!!! - Fala nervoso batendo no volante.

- H-Hoseok... Eu tô bem, tá bom? A culpa não é do Namjoon... Eu que fui orgulhosa demais e não te liguei para vir me buscar... Desculpa... - Pega na mão do mesmo.

- Não importa s/n, você vai chamar esse inútil algum dia para ir lá em casa ou você não sai mais de casa sozinha e muito menos com ele. - Fala sério.

- Tá bom Hoseok... Agora fica calmo, por favor... - Olha para o mesmo.

- S/n... Se acontecer alguma coisa com você, vai doer em mim também, vai doer muito... - Fala colocando a mão no rosto da mesma.

- Eu também penso isso Hoseok... Tenho medo de perder você, você é a única pessoa que me ajudou mesmo antes de saber que sou sua sobri... Sobrinha... - Fala calma.

- Bom, vamos para casa, você precisa descansar. - Fala dando partida no carro.

Tá bom... - Fala se virando para a frente.

S/n on.

- Finalmente eu estava a salvo, na hora que eu vi Hoseok entrando lá, eu não resisti e fui correndo abraçar ele, o mesmo retribuiu e percebeu que eu estava apavorada e então comprou um chá de limão para mim, ele pegou em minha mão fazendo com que saíssemos de lá indo até o carro, a gente parecia um casal naquele momento, mas eu não queria pensar nisso, eu tenho que parar de sentir esses sentimentos pelo meu tio e focar no Namjoon! Hoseok continuou dirigindo sem falar nenhuma palavra sequer, então decido quebrar o silêncio, o mesmo pergunta o que aconteceu e eu conto tudo de forma resumida e rápida, a reação dele não foi nada boa, eu nunca vi ele tão bravo e irritado daquela forma, aquilo me assustou, mas quando ele disse "você é só minha", eu fiquei um pouco feliz, mas decidi não perguntar o que ele quis dizer com isso, Hoseok se acalmou e depois de 20 minutos chegamos em casa, Hoseok vai para a cozinha e pergunta se eu queria comer algo, eu aceito e subo para meu quarto, entro no mesmo deixando minha bolsa encima da cama e me sentando na mesma, mando uma mensagem para Namjoon avisando que eu havia chegado, coloco o celular para carregar e entro no banheiro para tomar um banho quente para tirar aquela sujeira toda de mim, depois de 20 minutos saio do box e me enrolo na toalha indo até ao guarda roupa, coloco um shortinho rosa bebê e uma blusa branca que era um tanto comprida, penteio meus cabelos que estavam molhados e desço as escadas indo até a cozinha.

- O cheiro tá bom. - Fala sentando na cadeira.

- Verdade, também, sou eu que está fazendo. - Ri.

- Eu também sei cozinhar viu, algum dia vou fazer algo para você. - Sorri olhando o mesmo cozinhando.

- Eu vou amar provar sua gororoba, digo, comida. - Ri fraco olhando para a mesma.

- Hum, pois saiba que eu sou uma ótima cozinheira e dona de casa. - Fala fazendo bico.

- Sei. - Ri fraco. - S/n, aconteceu algo no passeio de hoje? Além desse acontecimento horrível. - Fala olhando para a mesma.

- A-a C-Como assim? - Fala nervosa.

- Ele fez algo com você s/n? - Fala indo até a mesma.

- C-Como assim Hoseok? - Ri nervosa.

- Conta, agora. - Fala sério.

- E-ele... Me beijou... - Fala corada.

- T-TE BEIJOU??? - Fala em um tom alto e grosso.



Continua.










Notas Finais


Espero que tenham gostado. ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...