História Forbidden Love - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Seokjin (Jin), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys (BTS), Cosmuz, Gay, Jikook!flex, Jimin!bottom, Jimin!top, Jk!bottom, Jk!top
Visualizações 120
Palavras 2.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ola amores de minha life
já faz um tempinho que não apareço por aqui né? akdjahjd a ultima vez foi em outubro e olha ca onde estamos. Dezembrouu galera akjdkahjkhak

mas eh isso meus xuxus, nos vemos lá embaixo :3

e aaaaaaa ontem fez um aninho que eu comecei a repostar FL. Então parabéns pra essa bb que ficou velhinha jkajdkwjd

Capítulo 12 - Sobre o triste natal


Fanfic / Fanfiction Forbidden Love - Capítulo 12 - Sobre o triste natal

[Busan – 2016, 24 de dezembro]

A véspera de natal estava começando, finalmente depois de tantos anos estávamos reunidos como uma família trocando sorrisos e conversando normalmente.

Jeon não desgrudou de mim um momento sequer e por mais que eu dissesse que precisava de um pouco de espaço, eu estava adorando tudo aquilo. Principalmente pelo fato de meus pais não terem abrido a boca para falar sobre nossa união.

Na verdade, eles mesmos disseram que estavam sentindo falta de nos verem unidos daquela forma. Fiquei sem entender, pois quando cheguei aqui a primeira coisa que minha mãe fez, foi parecer querer me jogar na cara que JungKook não estaria mais ao meu lado – ela era bipolar ou algo assim?

O fim daquele dia estava próximo e eu estava ansioso, meu irmão disse que queria me dar um presente, mas isso só aconteceria depois que todos estivessem dormindo. Por hora; eu apenas cumprimentava a cada um, como há 4 anos atrás, desejando um feliz e majestoso natal a todos.

Como sempre, os abraços de Suji eram mais enrolados, mas dessa vez foi diferente pois meu irmão ficou o tempo todo ao nosso lado enquanto falávamos algumas coisas. Mais uma vez ela parecia animada, eu me perguntava o que havia com ela, como ela fazia para nunca ficar triste? Por que a mesma estava sempre sorrindo?

- Feliz natal, hyung. - Jeon me puxou para um abraço, não podendo esperar até que nossa conversa acabasse

- Feliz natal Kook! Estou feliz por te ver esse ano e também grato por não ter se afastado dessa vez - Me referi aos anos anteriores, aonde ele sempre ia para o sofá sozinho.

- Acho que isso é uma prova de que eu estou me esforçando para controlar meu ciúme. - Ouvi um riso em minha orelha, que infelizmente durou poucos segundos - Se quiser pode dar um beijinho nela, Suji parece ter esperado por isso. - Nós continuávamos abraçados enquanto batíamos um papo, e isso era bom. Matávamos toda a saudade que sentíamos de nos abraçarmos no natal

- Não vou fazer isso! - Eu não tinha aquela intenção, não queria mais trocar esses tipos de carinhos com ela.

- Eu te peço. Por favor, faça! - O que estava dando nele? E por que ele parecia tão amargurado? Droga, até parece que ele está querendo machucar a si mesmo. - Se não fizer, eu jamais lhe darei seu presente - Agora eu estava sendo ameaçado? Me pergunto com que tipo de ‘mafioso’ estou lidando..

Mas de qualquer forma, eu não queria ficar ansioso e curioso em relação ao meu presente, por isso não demorei e voltei para perto de Suji, que prontamente começou a conversar comigo.

- Ei, feliz natal! - Repeti aquelas palavras, puxando a mesma pelo braço, beijando sua testa.

- O-obrigada - Ela estava tão envergonhada que não sabia o que dizer, então apenas retribuiu aquilo com um beijo em minha bochecha.

Já não era tão raro aquilo para mim e assim como naquele dia que eu a beijei, eu não sentia nada e isso era o que eu mais temia. Não sentia mais prazer em assistir pornô e muito menos desejava transar com minha amiga, meu corpo infelizmente só queria o de JungKook

--xxx---

A noite fria passou a ficar mais quente desde que todos foram descansar para o dia seguinte, agora só estávamos Jeon e eu acordados.

Dessa vez nós estávamos em seu quarto, fazendo coisas que não se era muito comum entre dois homens.

- E-eu serei seu presente! - Depois das preliminares e de muita preparação, JungKook soltou aquelas palavras, vermelho igual uma pimenta - Eu sou seu presente! - Repetiu, soltando um gemido baixinho em seguida, terminando de se sentar completamente em meu colo.

Naquele momento eu me sentia todo dentro dele. Minha respiração estava ofegante, JungKook era apertado e ainda por cima contraia seu ânus, me provocando a todo instante.

- Jung.. mmm - Não conseguia completar minhas palavras, apenas levei minhas mãos ao encontro de seu rosto, fazendo-o se inclinar até mim

- Eu só permiti aquilo porque sabia que você seria só meu essa noite - Se referiu aos beijinhos que troquei com Suji - Eu não te perdôo, por isso você vai sofrer hoje

Prontamente o garoto começou a cavalgar sobre meu membro, se inclinando ainda mais para alcançar meus lábios.

Naquela noite Jeon cumpriu sua promessa, já que quando eu estava prestes gozar ele buscou por algo entre suas coisas. A única coisa que vi foi ele colocando aquele objeto em mim, voltando a rebolar contra minha virilha.

A sensação era ótima, mas eu queria derramar meu sêmen dentro dele e toda vez que tentava fazer isso sentia minha virilha arder. Estava decidido por ele que eu não gozaria tão cedo; mas por que caralhos eu tinha que pagar por algo que ele mesmo me pediu para fazer?

[...]

Por mais que a noite tenha sido maravilhosa, eu acordei com dores no quadril, pois meu querido irmão transou como um louco ontem. Parecia não se satisfazer em nenhum momento. E eu, o pobre Jimin teve que pagar por uma coisa que não fazia sentindo.

Mas quando JungKook finalmente se satisfez e decidiu me deixar gozar, eu me derramei em seu interior tão apertadinho. Aquela fora a melhor noite de minha vida, pois de tanto segurar acabou que meu ‘orgasmo’ veio com uma sensação mais prazerosa. Com certeza Jeon era o melhor irmão do mundo, sabia muito bem me satisfazer, não há ninguém que me conheça tão bem quanto ele.

Por outro lado, a tarde de natal foi um completo tédio, JungKook dormiu quase a tarde inteira e eu pude passar mais tempo com Suji, e isso sem me sentir culpado – apesar de estar tentando me afastar dela.

Eu me sentia mal todas as vezes que via meu irmão com ciúmes, parecia estar fazendo algo errado, mas tudo era apenas amizade.

Minha família estava decidida a trocar presentes após o jantar e eu e JungKook nos sentíamos idiotas porque não pensamos nenhuma vez que isso aconteceria.Acabou que nós aparecemos de mãos vazias enquanto pedíamos incontáveis desculpas por aquilo.

Mas eu sinto que a culpa é de meus pais, já que não nos avisaram em nenhum momento que isso aconteceria. Por sorte, eles nos perdoaram dizendo que não havia nenhum problema.

Não foram algo muito grande nossos presentes, mas eu gostei de ter ganhado um casaco, eu sempre gostei disso e se pudesse faria coleção. Jeon acabou por ganhar um relógio – que inveja – minha mãe disse que como ele estava se formando em advocacia, aquilo combinaria consigo. De qualquer forma, eu concordo com isso, por isso não achei ruim.

Tudo acontecia em frente à árvore enorme e iluminada de natal, Suji me olhava tímida o tempo todo, parecia querer falar algo, mas estava sem coragem.

- Tenho certeza que isso vai ficar lindo em você! - Sorri para JungKook, que acabará de me entregar seu relógio, pedindo para que eu o colocasse em seu pulso.

- Você acha? - Esticou o braço para que eu fizesse tal ato. Apenas assenti, sentindo meu rosto queimar enquanto lhe ajudava com aquilo - E não é que ficou bom? - Levantou o braço, mostrando o objeto para todos.

- Oppa.. - Enquanto eu estava distraído com Jeon JungKook, minha amiga se aproximou de mim, pedindo por minha atenção. - Tem algo que eu quero lhe dar.. - Pediu para que eu a esperasse, enquanto a mesma pegava uma pequena caixinha embaixo da árvore

Quando a mesma voltou até mim, eu já estava certo do que aquilo se tratava, apenas abri o presente para confirmar minhas suspeitas. Encontrei uma pequena caixinha de veludo ali, logo a tirando do embrulho.

Ao abrir a mesma encontrei um par de alianças ali dentro, senti como se estivesse sendo pedido em namoro, aquilo estava me deixando em apuros. JungKook provavelmente estava se zangado por ver aquela cena e isso não era bom.

- Alianças? - Olhei para aquele círculo pequeno e prateado.

- Sim, são para você. - Naquele instante fui puxado pela garota, que me beijou novamente na bochecha, sussurrando algo em meu ouvido logo em seguida.

- Dessa forma parece que você está me pedindo em namoro! - Sorri, sendo retribuído pela mesma com um sorriso de orelha a orelha

- Mas eu estou! - Droga, eu não esperava por isso.. eu não quero que JungKook fique com ciúmes, mas sinto que não há nada que eu possa fazer.

De qualquer forma eu estava corado e lisonjeado agora, aquele fora um presente em tanto, jamais esperava ganhar algo assim.

Desculpei-me com Suji por não ter como pagar aquilo ali, pois realmente não era de nosso costume trocar presentes. Graças aos céus ela disse que estava tudo bem, e que nunca havia esperado nada em troca daquilo.

Talvez agora eu estivesse entrando em um compromisso, apesar de estar confuso até alguns dias atrás, eu me sentia preparado para o mundo depois do que Suji me disse. Realmente, ela era uma mulher e tanto e eu quero levar isso a sério.

Suji me disse para guardar aquela caixinha muito bem e não perde-la, pois se tratava de algo muito especial para nós, justamente por ter sido um presente de natal.

[...]

A noite seguiu-se normalmente, exceto pelo fato de eu ter ignorado todos os olhares de ódio que Jeon lançava contra mim. Acho que realmente estou em apuros, mas talvez eu pudesse recompensá-lo agora, fazendo uma visita surpresa em seu quarto enquanto ele tomava banho.

Só me resta deitar e esperar até que ele venha dormir, então poderemos nos resolver com uma boa transa.

- O que está fazendo aqui? - Aquilo não saiu tão bem quanto eu esperava, pois ele me encarava com as sobrancelhas arqueadas enquanto enxugava o cabelo em uma toalha.

- Resolvi te fazer uma visita! - Mesmo que o rosto dele estivesse assustador agora, talvez sorrir para si me ajudasse.

- Não é uma boa hora - Desviou seu olhar do meu, indo em direção a sua cama, se preparando para dormir - Estou cansado hoje, por favor, vá para seu quarto - Eu estava.. sendo rejeitado?

- O que está dando em você? Por que isso tão de repente? Por que não me quer aqui hoje sendo que todo o dia insiste em dormir comigo? - Estou com um péssimo pressentimento sobre essa discussão, mas eu quero ouvi-lo falar o que está acontecendo

- CHEGA JIMIN! EU SÓ NÃO ESTOU AFIM HOJE, É TÃO DIFÍCIL COMPREENDER? - Gritou, me deixando ainda mais surpreso. Em todos esses anos ele nunca havia falado assim comigo - Por favor, já chega de me incomodar, estou cansado de você.

- Eu não aceito, não aceito que você mude comigo assim como fez há quatro anos atrás! Da última vez você não foi capaz nem mesmo de responder uma mensagem! - Estava pronto para sair dali agora, eu queria que ele soubesse que a culpa por eu estar tão desiludido e o renegando no começo era totalmente dele.

Eu não suporto a ideia de ele ter me conquistado novamente, para um mês depois agir frio como fez naquela noite de natal.

- H-hyung - Jeon olhou-me surpreso, talvez por que era a primeira vez que eu estava tendo coragem para tocar naquele assunto de anos atrás.

- Acho que terminamos aqui então..  - Estava mais calmo agora, tudo parecia ter feito sentido - Prometo nunca mais incomodar você...

- Espera hyung! - Eu não daria tempo para ele falar, não queria ouvir e nem mesmo me forçar a acreditar em suas desculpas esfarrapadas mais uma vez.

Apenas bati a porta com força, voltando para meu quarto em prantos. Não queria estar terminando minha noite de natal assim, eu queria ter aproveitado um pouco mais com meu irmão aquelas férias.

Mas não importa como, todos esses anos onde apenas enxerguei o que eu queria e desejava ver, eles ficaram claros em minha mente com apenas algumas palavras do mais novo.

“- Não me incomode mais, huh?”

Não sabia como ou porque, mas a sua voz se fez presente em minha cabeça. Eu sentia meu coração falhar as batidas, parecia que iria me sufocar com meu próprio choro. Que sentimento era esse tão parecido com aquele que carreguei no peito durante 4 anos? Eu achei que eles tivessem mortos desde quando conheci o novo JungKook, mas por que eles estão tomando posse de mim novamente?

- Continua -


Notas Finais


Oppaaaaaa que esse capitulo ta inexplicavel dkajkdjajk

Primeiro de tudo: Os Jikooks finalmente estavam se dando bem??????
Tivemos um pedacinho de JungKook bottom nesse cap-- amo dms viu

Suji deu alianças pro Jimin? Por que? Eu juro que vcs vão entender isso nos proximos caps, mas por enquanto quero que me digam nos comentarios o que pensam sobre isso kkk

e por ultimo, tivemos uma briga entre os Jikooks justo quando eles estavam se dando bem e quando o Jimin aceitou que estava interessadinho nele klsajkdja ai mds, que confusao meu pai

O Jimin ficou todo magoadinho :(

e galera, só lembrando que o "fim" da fanfic é no capitulo 14 okay? então temos apenas mais dois caps até lá
(porem, relaxem, a historia conta com dois extras que são os finais oficiais mesmo akdjakj)

eh isso gareris, obrigadão a quem leu. e tbm muito obg pelos 815 favs. Comentem xuxus de minha horta, pois estou querendo ver se as coisas melhoram nas minhas fics para trazer uma surpresa em breve hehehe <333

amo vcs guys~~

~~LINKS~~

FANFIC NO WATTPAD: https://www.wattpad.com/story/169652049-forbidden-love

PERFIL NO WATTPAD: https://www.wattpad.com/user/Cosmuz

TWITTER: https://twitter.com/cosminhx

me sigam lá :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...