História Forbiden Love - Imagine Jeon Jungkook - BTS - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amor Proibido, Babygirlsadd, Bangtan Boys (BTS), Forbiden Love, Hoseok, Jeon Jungkook, Jimin, Jungkook, Namjoon, Romance, Seokjin, Taehyung, Traição, Yoongi
Visualizações 383
Palavras 4.766
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu tô muito fudida!

Capítulo 18 - Bônus : Mil motivos pra te amar


Fanfic / Fanfiction Forbiden Love - Imagine Jeon Jungkook - BTS - Capítulo 18 - Bônus : Mil motivos pra te amar


Acordo pela manhã escutando o barulho do chuveiro, levanto da cama e vou até o banheiro abrindo a porta podendo ver o vidro do box todo embaçado. Faço um biquinho e me apoio na pia de mármore.

- Jeon jungkook imnida... - Jungkook abre o box do banheiro dizendo palavras estranhas. - Ah amor, você tá aí.

- Não jungkook, tô em Marte. - Sorrio de canto e o mais novo me olha com tédio.

  Jungkook pega sua toalha e passa sobre seu corpo molhado, fico literalmente hipnotizada olhando seu corpo tão perfeito. Eu precisava tanto do meu marido em questões sexuais...precisava muito.

- Amor, já vai trabalhar? - Pergunto quando Jungkook sai do banheiro indo para nosso quarto seguindo-o.

- Já sim, por que? - Jungkook se vira ficando de frente pra mim.

- Dez minutinhos? - Me aproximo do seu corpo ainda nu, coberto apenas por uma toalha enrolada na sua cintura.

- Amor, bem que eu queria, mas não dá, não posso chegar atrasado. - Jungkook segura minha cintura deixando nossos corpos colados.

- Vamos aproveitar que a Minah tá dormindo. - Deixo um selinho nos seus lábios.

- Na verdade ela não está... - Jungkook abraça meu corpo com um braço.

- Como? - Pergunto olhando-o.

- Ela acordou mais cedo chorando, eu fui lá, fiz massagem achando que era cólica, mas ela continuou chorando. Então eu dei leite na mamadeira, não queria te acordar. - Jungkook entrelaça nossos dedos deixando um beijo na minha bochecha.

- Provavelmente ela já voltou a dormir... - Sussurro sentindo-o morde minha bochecha de leve.

- Mas hoje eu não posso chegar atrasado amor, tenho reunião.

- Jungkook, seja sincero...o problema é comigo? - Pergunto olhando-o rapidamente. - Assim, meu corpo mudou muito depois da Minah e...

- Claro que não! Não mesmo! Amor, o problema não é com você. Amo você, não seu corpo, gosto dele também, mas amo você em primeiro lugar. Estamos muito ocupados ultimamente, muito cansados. O problema não é com você e nunca será.

- Tá bom. - Faço biquinho.

- Te amo muito. - Jungkook segura meu rosto me dando um selinho que transformei em beijo. - Meu Deus amor, você tá muito fogosa!

- Não tô não! - Me defendo rindo.

- Tá sim. Acho melhor a gente parar porque não quero ir pra reunião de pau duro. - Jungkook diz rindo indo se trocar.

- Gostoso... - Murmuro baixinho observando seu corpo.

[...]

   Logo meu marido sai pra ir trabalhar, de segunda a sexta é assim, ele sai e eu fico cuidando da nossa pequena Minah. Meu amor por nossa cópia é tão grande que mal cabe em mim, eu simplesmente fico boba com qualquer ato que a pequena faz.

   Vou até o quarto da minha filha e a pego no colo ao perceber que minha princesa já estava acordada. Desço com Minah até a sala brincando com ela tirando lindos sorrisos que me matava de amor. Coloco minha filha na cadeirinha vendo-a brincar com os diversos objetos.

- Coisa linda de mãe! - Falo ao ve-la sorrir  por estar se divertindo com os objetos.

    Aconteceu tanta coisa depois que conversamos e tivemos uma noite bem...intensa, se posso dizer assim. Eu e Jungkook conversarmos e decidirmos começa de novo, dessa vez de uma maneira " certa " e sem ninguém para nos atrapalhar. Com esse novo começo, nos apaixonamos mais ainda e dessa vez, não precisávamos nos esconder para se beijar ou para dizer um " Eu te amo " .

   Com esse novo começo, veio o pedido de casamento e dessa vez foi, saiu um casamento lindo, resolvemos tudo juntos. Depois de dois anos de casados, descobri estar grávida de uma menina, foi uma surpresa e tanto. Jungkook ficou sempre presente, sempre muito cuidadoso e quando Minah nasceu, ele simplesmente passou a ser super protetor e sempre  mimando muito ela.

    Sorrindo feito boba eu olhava o fruto do nosso amor, que com apenas cinco meses era bem esperta. Acabo levando um susto ao ouvir a campainha tocar, esfrego minhas mãos nas coxas e me levanto indo até a porta, olho no olho mágico mas não vejo nada e quando  abri a porta, levei  outro susto.

- Oieeee! - As meninas gritam me assustando.

- Meu Deus! Quanta animação logo pela manhã! - Coloco a mão no coração.

- É assim que é né amada! - Kimi e as meninas entram quando dou espaço para elas.

- Ah meu Deus! Olha a princesa! - Hanna sorri boba olhando Minah.

- Da licença que eu sou madrinha dela! - Sook diz e começo a rir.

- Na verdade todas vocês são. - Falo pensativa e sorrio com a cara das duas.

- Ela é a cara de você e do Jungkook! - Min-Hee diz sorrindo.

- Claro né tonta! Ela é filha dos dois! - Hyun-Ae cutuca Min-Hee.

- Mas então S/n, falando no Jungkook, cadê ele? - Kimi diz brincando com Minah.

- Ele tá trabalhando, saiu a alguns minutos. - Olho no relógio.

- E como ele está com esse negócio de pai? - Sook pergunta sorrindo. - Namjoom surta a cada dia.

- Ele tá se acostumando. - Amarro meu cabelo me sentando no carpete junto com as meninas. - Ele se esforça, os meninos estão ajudando ele muito.

- Vai ser o contrário com o Hoseok. - Hyun-Ae acaricia sua barriga de sete meses.

- Então, como tá a vida de vocês dois? - Kimi pergunta.

- Como assim a vida? - Cruzo as pernas confusa.

- Kimi deixa de ser intromedita! - Min-Hee diz fazendo cara de brava. - Ela quer dizer S/n, como anda sua vida...íntima com o Jungkook.

- Ah... - Suspiro ao entender. - Ela não anda.

- Como não? - Kimi literalmente surta. - Amada tu tem que transar!

- Olha a Minah Kimi! - Hanna diz sem paciência.

- Eu esqueci! Desculpa! - Começo a rir pela " briguinha " que as duas começou a ter. - Enfim, qual foi a ótima vez de vocês dois?

- Ah...foi a um tempinho, antes de descobrir que estava grávida. - Penso um pouco me lembrando da nossa última noite.

- Calma, então tem... - Sook diz fazendo as contas. -  um ano e dois meses por aí que vocês não fazem nada?!

- É. Já tentamos, mas ou estamos muito cansados ou a Minah chora. - Explico para as meninas.

- S/n, S/n meu amor! - Kimi segura minhas mãos. - Sempre que precisamos você nos ajudou, você sempre ficava de babá pra nós.

- Isso é verdade! - Hanna diz medindo sua mão com a da Minah.

- Então tá na hora de retribuimos!

- Como assim?! - Falo totalmente confusa.

- A falta de sexo tá de deixando lerda! - Kimi suspira. - Hoje, essa noite, iremos levar a Minah pra dormir na nossa casa, e você e o Jungkook iram fazer....sexo!

- Não acho uma boa ideia...mesmo que a Minah não esteja aqui, ele vai chegar bem cansado. - Falo gesticulando as mãos.

- Aí vai ser eu que vou da na cara dele! - Hyun-Ae diz e começo a rir.

- A Minah pode ficar na minha casa, Taehyung adora ela. - Hanna ajeita sua roupa.

- Eu não sei... - Falo olhando Minah.  - Vai ser a primeira vez que ela vai dormir longe de mim...

- E vai ser a primeira vez que você vai transar depois que ela nasceu! - Kimi retruca rapidamente.

- Sexo não é tudo! - Faço biquinho olhando para as meninas.

- S/n, não complica! Eu sei que sexo não é tudo, mas vai ser um momento seu e o do Jungkook! Vocês tem que curtir a vida a dois, se não vocês vão ficar igual dois estranhos! - Kimi diz e ela realmente tinha razão.

- Tá bom...mas qualquer coisa da Minah me liga. - Digo vencida pelas meninas e elas comemoram.

- S/n, mulher, hoje você vai dar! - Kimi balança meus ombros me fazendo ficar envergonhada.

[...]

  Aconteceu que ficamos conversando por horas e horas, almoçamos juntas, algo que não fazíamos a um tempo. Quando foi mais tarde, elas foram embora e Hanna ficou de passar aqui mais tarde pra buscar a Minah, que agora, está tomando um banho comigo na banheira.

- A dona aranha subiu pela parede, veio a chuva forte...a sou péssima cantando. - Falo vendo a menina rir. - Papai canta melhor né? - Faço cosquinha na sua barriguinha e Minah ri mais ainda.

   Saio da banheiro junto com minha filha nos braços e a levo até o quarto enrolando-a na sua toalha. Visto meu roupão e me sento na cama, ajeito-a sobre meus braços colocando a menina para mamar. Amamentar com toda a certeza era a melhor parte, sentir a nossa conexão ainda maior me faz sentir bem.

  Assim que Minah acabou de mamar, a coloquei para arrotar e troquei sua roupa, coloquei um bodyzinho e uma calça confortável, arrumei uma malinha com suas coisas e desço com ela até a sala esperando por Hanna, que não demorou a chegar.

- Pode ficar despreocupada S/n, eu vou cuidar muito bem dessa princesa. - Hanna diz baixo por Minah estar dormindo.

- Tá bom, qualquer coisa me liga. - Digo fechando a porta aos poucos.

  Assim que Hanna foi com Minah, eu senti um apertinho no coração, mas eu estava tão cansada que a única coisa que fiz, foi deitar e dormir. Meu cansaço era tanto que dormi por cerca de cinco horas direto e quando acordei, já eram 20:30.

  Levanto da cama, tomo outro banho e lavo meus cabelos. Rapidamente me seco e vou até meu closet  procurando por uma lingerie que me coubesse, mas estava difícil. Depois que Minah nasceu, eu nem refiz meu guarda-roupa e nele só tinha lingeries pequenas, até que achei uma que usei na nossa lua de mel, a usei apenas uma vez e por incrível que pareça, ela coube no meu corpo. Visto uma blusa do meu marido preta, pra combinar com a lingerie, passo meus cremes corporais e passo perfume, soltando meus cabelos.

    Como sabia que Jungkook iria demorar um pouco, pego meu livro e meu óculos descendo com os dois até a sala. Me sento no sofá e coloco o óculos, começando a ler o livro da onde parei. O livro que contava um romance sobre dois vizinhos me deixava mais curiosa com cada página que estava por vim.

- Boa noite. - Dou um pulinho no sofá ao escutar seu sussurro no meu ouvido. - Não queria te assustar, amor.

- Tenta me convencer do contrário. - Olho para trás.

- Estava tão concentrada lendo que nem percebeu minha presença, tive que te assustar. -  Jungkook sorri tirando meus óculos me dando um selinho.

- Como foi seu dia? - Pergunto marcando a página do livro o fechando em seguida.

- Cansativo. - Jungkook diz afroxando sua gravata se sentando ao meu lado. - Mas, não quero encher sua cabeça com meus problemas de trabalho.

- Amor...a gente sempre conversa sobre tudo. - Digo manhosa me deitando no sofá.

- Falando manhosa assim, quem resiste? - Jungkook me puxa devagar pelas coxas ficando literalmente entre minhas pernas. - Eu fui na reunião e fechei negócio, depois tive que assinar um monte de papel. Minha nova secretaria fala muito, quase dormi.

- Hum...nova secretaria. - Coloco as mãos em seus ombros.

- Ciúmes senhorita Jeon? - Jungkook sorri provocativo.

- Talvez... - Reviro os olhos escutando sua risada.

- E como foi o dia da mulher mais linda dessa mundo? - Sinto seus dedos se enrolar em uma mecha do meu cabelo.

- As meninas vieram aqui, passaram o dia comigo, conversamos, foi literalmente isso. - Subo minhas mãos para seu cabelo quando senti seu nariz se esfregar no meu pescoço.

- Se divertiu com elas? - Jungkook me olha brevemente.

- Uhum... - Sinto sua mão passar por minha coxa esquerda.

- Quem é a gatinha mais cheirosa desse mundo? Uh? - Jungkook deixa beijinhos sobre meu pescoço.

- Não sei.. - Deixo um beijo nos seus lábios rosados.

- Não sabe? Hum, gatinha cheirosa. - Jungkook diz e me dá um selinho demorado. - Eu vou tomar um banho.

- Te espero no quarto. - Falo e dou-lhe outro selinho.

- Tá linda. - Sorrio com suas palavras. - Te amo.

- Também te amo. - Falo o observando sair de cima de mim e subir as escadas, porém ele parou de andar e me olhou.

- Minah já está dormindo? - Jungkook pergunta me olhando.

- Ela foi dormir na casa da Hanna hoje, amor. - Digo e Jungkook concorda com a cabeça subindo as escadas rapidamente.

   Volto a ler meu livro enquanto meu marido tomava seu banho, então lembrei que se acontecesse algo Hanna iria me ligar, mas sempre deixo o celular no silencioso. Me levanto, vou até a cozinha e pego o aparelho eletrônico, colocando seu volume no máximo. Aproveito e bebo um pouco de água.

     Ando devagar até a sala encontrando Jungkook sentado em cima do nosso edredom forrado ao chão. Em cima do edredom tinha dois travesseiros e algumas almofadas. Assim que jungkook percebi minha presença, ele sorri abertamente.

- Vem cá. - Jungkook me chama estendendo as mãos, ando até o mesmo segurando suas mãos macias me sentando na sua frente. - Já disse que tá linda?

- Já, e não faz nem uma hora. - Digo irônica.

- Mas eu vou dizer de novo, você tá linda demais.. - Jungkook desliza seus dedos sobre meus cabelos. - você é linda.

- Você também é um bebezinho. - Falo e meu marido faz biquinho.

- Bebê não. - Ele diz risonho. - Não é porque você é mais velha que tem o direito de me chamar de bebê.

- Tenho sim, se fosse o contrário você me chamaria assim. Te conheço tá Jungkook?

- Prefiro quando me chama de coelho. - Seu sorrisinho me deixou toda mole. - Vira de costas pra mim, quero te fazer uma massagem.

- Você que merecia uma massagem, tá tão cansado ultimamente. - Faço biquinho encarado seu rosto tão bonito.

- No momento, quem vai ganhar massagem é você, porém se você quiser fazer em mim depois...ja é outro assunto. - Jungkook diz pensativo me fazendo rir.

   Suspiro e me viro de costas para meu marido, sinto suas mãos em minha cintura me puxando para mais perto.

- Chega mais pertinho, eu não mordo amor. - Me arrepio ao sentir um beijinho seu no meu pescoço.

   Apoio minhas mãos em suas coxas ficando mais perto. Jungkook coloca meu cabelo pro lado começando a  massagear meus ombros, fecho os olhos sentindo suas mãos macias tocar minha pele de forma calma.

- Minha gatinha é tão cheirosa. - Sorrio com seu comentário.

   Jungkook me fez massagem por alguns minutos, na verdade, ele mas me elogiou e me deixou beijinhos do que me massagiou, mas o que vale é a atenção. Agora estamos aqui, deitados curtindo o carinho um do outro enquanto conversávamos sobre tudo o assunto que vinha em mente.

- Amor do céu, você é doida. - Jungkook diz rindo.

- Mas eu queria saber qual era o gosto! - Digo e Jungkook ri mais ainda.

- Eu tenho a mulher mais doidinha do universo! - Jungkook aperta minhas bochechas.

- E eu tenho o marido mais lindo do universo. - Acaricio seu rosto.

   Ficamos nos olhando por um tempo, Jungkook sorri negando com a cabeça e se aproxima de mim roçando seus lábios nos meus, até que finalmente pode os sentir de verdade. Nosso beijo calmo e lento me fazia desejar nunca mais querer com que ele acabe, lentamente sinto sua língua adentrar minha boca e assim começamos um beijo profundo.

- Ah não morde assim... - Jungkook sussurra quando mordo seu lábio inferior.

   Sorrio contra seus lábios sentindo sua mão por baixo dos meus seios. Intensifico o beijo quando sinto suas mãos subir um pouco e massagear meu seio esquerdo devagar, afasto um pouco minhas pernas querendo mais contato com meu marido, mas Jungkook para nosso beijo de repente.

- O que foi? - Pergunto baixo o olhando.

- Não quero machucar você.. - Jungkook diz baixinho.

- Você não vai. Confio em você. - Seguro em seu rosto deixando a ponta no seu nariz se encostar na ponta do meu nariz. - Quero você. Desejo você.

  Seguro na sua mão vaga levando-a até meu seio outra vez. Beijo seus lábios novamente fazendo nosso momento continuar, Jungkook fica entre minhas pernas beijando-me com calma. Curtimos o momento e isso se tornava mais que especial.

  Seguro nós seus braços ao sentir sua ereção, sinto minha calcinha ficar úmida quando Jungkook preciona seu quadril contra o meu me fazendo suspirar. Fecho os olhos aproveitando o momento, sentindo seus beijos descer pelo meu pescoço.

- É daqui que esse fogo todo vem? - Jungkook desliza sua mão até minha intimidade coberta pela calcinha.

- Por pura culpa sua é sim. - Falo rente a seus lábios.

- Culpa minha? Amor, eu conheço você, essa sua carinha de tesão não me engana.

   Jungkook sussurra me beijando em seguida, eu ansiava tanto meu marido que até parecia que era nossa primeira vez, sentir seus toques me deixava arrepiada da cabeça aos pés. Ansiosa e impaciente, puxo sua blusa pra cima fazendo Jungkook parar  com nossos beijo para poder retirar a blusa.

  Após o ato, beijo-o novamente jogando sua blusa por algum canto da sala. Passo minhas mãos por seu corpo curtindo o momento. Jungkook era tão carinhoso que me deixava cada vez mais relaxa em estar com ele, seu jeito cuidadoso me deixava completamente boba.

   Com sua ajuda consigo tirar sua blusa do meu corpo, seu olhar se prendeu sobre mim no momento em que me viu apenas de lingerie.

- Você é tão linda. - Fecho os olhos sentindo sua mão deslizar pelo meu corpo.

  Jungkook volta a ficar entre minhas pernas mas dessa vez ele retira meu sutiã. Agarro seus cabelo sentindo seus beijinhos precionados sobre minha pele, seus lábios deixavam leves mordidas por meu pescoço, clavícula e busto.

- Estava com tanta saudade de te tocar assim... - Seu sussurro saiu baixinho.

- Estava com saudade de te sentir me tocando. - Olho em seus olhos sorrindo. 

   Por causa da amamentação, meus seios estavam bem sensíveis, mas que o normal e Jungkook sabia disso. Então bem devagar Jungkook encosta seus lábios sobre o biquinho do meu seio, me fazendo ter um leve espasmo.

- Se machucar me fala tá bom? - Jungkook me encara e concordo.

   Fecho os olhos sentindo sua boca em torno dos meus seios, o movimento que sua boca fazia era bem devagar, as vezes, Jungkook apenas passava sua língua pela minha auréola e sempre observando minhas feições de prazer. Meu corpo se aquece ainda mais quando seus beijos descem por minha barriga, a cada beijo um elogio diferente que me fazia sorrir boba.

   Enquanto seus lábios passava pelo meu corpo suas mãos acariciava minhas pernas, meu marido sobe seus beijos novamente para meus seios enquanto sua mão vai até minha intimidade. Respiro fundo sentindo-o me estimular por cima da calcinha, por mais que o fino pano atrapalhasse um pouco, era prazeroso.

- Sua calcinha já tá toda encharcada amor. - Deixo um gemido baixinho escapar quando seus dedos precionam sobre meu clitóris. Eu sentia tanto prazer com apenas seus toques.

    Sem se controlar, Jungkook se ergue e devagar puxa minha calcinha para baixo, ergo minhas pernas o ajudando a tirar a peça por completo. Jungkook desliza sua mão por toda minhas pernas até a parte  interna da minha coxa, onde ele deu um aperto e se abaixa deixando beijos pelo local.

   Meu marido segura uma das minhas pernas e a coloca sobre seu ombro, respiro fundo ao sentir seus dedos estimular meu clitóris lentamente,seus dedos subiam e desciam facilmente por minha umidade. Acabo por gemer quando Jungkook desliza sua língua pelo meu clitóris, seus dedos descem até minha entrada acariciando o local.

- A-amor... - Fecho os olhos com força quando o mais novo começa a chupar meu clitóris fazendo leves sucções

- Gosta quando chupo assim? Uh? - Jungkook passa a ponta da sua língua sobre minha intimidade.

- Uhum. - Me apoio nos cotovelos o olhando.

    Sinto dois de seus dedos me penetrar  fazendo eu gemer um pouco alto, o moreno os movimenta lentamente olhando para mim. Com seus lábios me chupando e seus dedos me penetrando, era impossível não gemer, era impossível meu corpo não ter uma reação e por estar a tempos sem senti-lo, ficava cada vez mais próxima do meu orgasmo.

- Por que tá se contraindo tanto uh? - Jungkook movimenta seus dedos mais devagar. - Já vai gozar amor?

- V-vou. - Fecho os olhos com força sentindo meu orgasmo próximo.

   Jungkook segura em uma das minhas mãos quando volta a me chupar, seus dedos começam a se movimentar com mais facilidade e todo meu corpo tremeu quando senti aquela deliciosa sensação.  Minha boca se abre, porém nenhum som sai, meu corpo se relaxa quando me deito por completo sobre o edredom.

- Ah amor... - Jungkook sussurra manhoso chupando seus dedos, me apoio nos cotovelos olhando-o se aproximar de mim. - Que bucetinha mais gostosa.

   Seus lábios se encaixam nos meus perfeitamente mesmo eufóricos para sentir um ao outro, nos beijamos calmamente. Respiro fundo quando seus lábios se distanciam dos meus, aos pouquinhos me deito por completo observando Jungkook tirar o resto de suas roupas até ficar nu sobre meus olhos.

   Passo minhas mãos pelo seu corpo tão bonito olhando em seus olhos. Jungkook segura meus pulsos colocando meus braços acima da minha cabeça, sua respiração pesada se misturava com a minha e todo meu corpo se tremia perante ao seu olhar.

- Eu vou bem devagarzinho tá? - Jungkook diz me dando um selinho rápido.

- De ladinho? - Pergunto sorrindo e Jungkook concorda sorrindo.

- Como quiser minha gatinha. - Jungkook solta meus pulsos e se deita por trás de mim.

   Me deito de lado sentindo suas mãos me puxarem para mais perto, mordo os lábios quando começamos a nos esfregar apenas para nos deixar ainda mais lubrificados. Jungkook procura por minha mão e assim que a acha, a segura firmemente entrelaçando nossos dedos.

- Se machucar, se doer, se incomodar, por favor me fala. - Jungkook sussurra deixando um beijo na minha bochecha. Uh?

- Tá bom amor. - Digo sorrindo, adorava quando ele ficava manhoso e todo melosinho assim.

    Jungkook move seu quadril fazendo seu membro entrar bem devagar em meu interior. No começo senti um desconforto e uma pequena dor, mas nada que pode impedir de continuarmos. Gememos juntos quando pude senti-lo por completo dentro de mim, a sensação de tê-lo era incrivelmente boa.

- Tá tudo bem minha gatinha? - Jungkook diz suspirando. - Tá machucando? Tá doendo?

- Não... - O olho por uns segundos.

- Certeza? - Ele estava preocupado, dava pra se ver.

- Uhum.. - Beijo seus lábios lentamente.

  Sinto o mais puro prazer quando Jungkook começa a se movimentar, seu quadril fazia movimentos de vai e vem me deixando completamente louca. Sua mão que não parava quieta sobre meu corpo deixava tudo mais gratificante, seu jeito de me olhar me deixava ainda mais excitada e louca de tesão por ele. Ficamos tanto tempo sem sexo que parecia que era nossa primeira vez transando e isso era bom.

- Ah minha gatinha...tão gostosa. - Jungkook sussurra descendo sua mão para meu clitóris o massageando. - Sei que gosta quando toco aqui...

- C-como sabe? - Pergunto sentindo-o morder o lóbulo da minha orelha.

- Pelo jeito que se contrai...quando preciono assim. - Jungkook sussurra precionando seus dedos os movendo bem devagar.

- A-ah J-jungkook... - Mordo os lábios evitando um gemido.

- Safada. - Sorrio com seu comentário.

   Dessa vez rebolo contra seu membro escutando seu gemido surpreso. Suas mãos seguram minha cintura com força fazendo-o ir profundamente no meu interior enquanto movia o quadril devagar.

- Quero que você goze bem gostoso comigo dentro de você... - Jungkook sussurra ofegante. - eu amo te sentir gozando, fica uma delícia essa sua bucetinha.

    Aperto seu punho com força sentindo todo seu membro entrar dentro de mim, Jungkook para de se movimentar deixando beijos entre meu pescoço e ombro. Sua mão vai até meus seios os tocando devagar me fazendo gemer baixinho.

- Adoro quando se contrai assim.. - Jungkook sussurra beijando meu pescoço. - Fica de joelhos, amor. - Jungkook se retira de dentro de mim e então me ergo ficando de joelhos sobre o edredom.

    Me arrepio ao sentir sua mão colocar meu cabelo para lado enquanto deixava beijos pelo meu ombro. Jungkook passa um de seus braços sobre minha cintura me puxando para mais perto fazendo-me senti-lo duro. Bem devagar Jungkokk me penetra novamente me fazendo sentir o maior prazer. Fecho os olhos deitando minha cabeça sobre seu peito quando seus movimentos iniciam.

    A posição fazia com que Jungkook gemesse bem no meu ouvido podendo tocar meu corpo como bem entendesse, eu me sentia entregue a todo seus toques e até mesmo um pouco submissa dele.

- Tá gostoso assim amor? - Jungkook sussurra.

- Com você tudo é gostoso. - Levanto um pouco a cabeça olhando-o sorrir.

   Arranho seu antebraço quando seus dedos começam novamente a estimular meu clitóris me dando ainda mais prazer. Jungkook coloca a mão no centro das minhas costas me abaixando um pouco me posicionando de quatro.

- Que buceta inchadinha amor. - Jungkook acaricia minha intimidade antes de me penetrar novamente fazendo-me gemer arrastado. - Tá todo molhada. Gostosa...minha gostosa. 

   Jungkook diz me estocando devagar me fazendo revirar os olhos de prazer. Todo o tempo que ficamos sem nos sentir valeu muito a pena, poder sentir todo seu tesão acumulado ser liberado é a melhor coisa, pois Jungkook não se controla.

- A-amor...deixa eu ir com força? - Jungkook diz entre gemidos. - Prometo não machucar.

- Rápido e com força? - Pergunto mesmo sabendo que sua resposta seria " sim ".

- Com certeza. - Jungkook diz risonho segurando minha cintura firmemente. - Amor você não tem noção do quão gostoso é ver meu pau entrando e saindo dessa bucetinha gostosa.

   Jungkook geme sôfrego começando a se movimentar rápido e com força, seguro no edredom gemendo pela intensidade de suas estocadas. Seus gemidos me deixavam ainda mais excitada, nossos corpos fazia barulho sempre que Jungkook entrava dentro de mim com força e rapidez.

   Sinto todo meu interior se contrair fortemente fazendo o moreno gemer alto e rouco. Sinto seus tapas sobre meu bumbum e sobre minha coxa, provavelmente deixando o local avermelhado.

- Goza pra mim meu amor, uh gostosa. - Sem perceber acabo gemendo alto quando Jungkook encontra meu ponto " G ". - Eu conheço seu corpo amor.

   Jungkook diz risonho passando a estocar apenas naquele lugar, deixando-me sedenta de prazer. Sinto todo meu corpo formigar e deixo a sensação invadir todo meu corpo, me deixando relaxada e se não fosse por Jungkook segurando minha cintura, provavelmente teria caído.

- Que delícia amor... - Jungkook deixa beijos sobre minhas costas se retirando de dentro de mim. - Você é muito gostosa, meu Deus!

   Sorrio soprado com seu comentário enquanto Jungkook me deita por completo sobre o edredom. Respiro fundo e acaricio seu rosto quando Jungkook se deita ao meu lado.

- Machuquei você? - Jungkook pergunta me abraçando.

- Não... - Falo o olhando.

- Tá cansadinha? - Jungkook pergunta deixando vários beijinhos sobre meu rosto me fazendo rir.

- Uhum...porém, você não gozou. - Faço biquinho.

- Não tem problema, o importante é que você gostou. - O olho com a sobrancelha levantada escutando-o rir. - O que foi? Quer me fazer gozar gostoso? - Jungkook sussurra sua última frase beijando meus lábios brevemente.

- Vem tranquilo. - Falo e Jungkook ri subindo em cima de mim me beijando.

   Enquanto nos beijavamos, bem devagar Jungkook me penetra novamente me fazendo gemer contra seus lábios. Jungkook roça seu nariz no meu entrelaçando nossos dedos.

- Eu te amo. - Jungkook sussurra mordendo os lábios olhando em meus olhos.

- Também te amo muito. - Sorrio beijando-o rapidamente.

- Depois vamos pro quarto, porque hoje eu não vou te deixar dormir..



Notas Finais


Queria o Jungkook nesse exato momento pra não me deixar dormir pq tá foda! Minha vontade é de dormir agora e acordar só em janeiro. 2019 o pior ano pra mim!!!!! Esse final de ano tá uma merda, tá tudo dando errado pra mim....

Enfim, espero que tenham gostado do primeiro bônus!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...