História Forbiden love - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter Rowland, Jack & Jack, Shawn Mendes
Personagens Hunter Rowland, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Adultério, Álcool, Amor, Drama, Drogas, Fanfics, Hunter Rowland, Jack G, Jack J, Linguagem Imprópria, Magcon, Multilação, Romance, Sexo, Shawn Mendes, Traição
Visualizações 57
Palavras 1.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, me desculpem a demora para postar o capítulo, mas é que eu estive muito ocupada com as votações que o Shawn está concorrendo. Aliás, ontem abriu o Biggest Fans e estamos perdendo feio para os fãs da 1D.

Enfim, ontem foi o aniversário do Andrew, mas faz de conta que é hoje, tá? Tô meio atrasada, mas faz parte. Lahskahjshdn

Capítulo 11 - Andrew's birthday


1 SEMANA DEPOIS...


Mais uma manhã naquela casa. Me acordei no horário de sempre (às 08h00), vesti uma roupa confortável, fiz minhas higienes e fui para a cozinha, tomar meu café da manhã.

- Bom dia! - digo, ainda com a voz rouca.

- Bom dia!

- Parabéns, Andrew! - vou até ele e o abraço. Um sorriso surge em seu rosto e ele agradece.

Me sento na mesa, pego uma panqueca e coloco calda de chocolate por cima. Depois, a como.

...

Shawn, Geoff, Andrew e Teddy estavam na praia, jogando bola. Resolvo vestir meu biquíne e também vou para a praia. 

- Também quero jogar - falo, me aproximando deles.

- Hm... - Shawn responde me olhando da cabeça aos pés, e morde o lábio inferior - Vem!

Ficamos jogando bola por muito tempo. Tipo, muito mesmo. Sempre fui apaixonada por futebol, mas o Hunter preferia Vôlei, aí toda vez que a gente vai para a praia é uma confusão para ver qual dos dois esportes jogamos. 

- Cansei - murmuro me jogando na areia e sentindo as ondas molharem meus pés.

- Você cansa muito fácil - Shawn responde, se sentando do meu lado.

- Me respeita, Mendes.

- Não estou lhe desrespeitando, amorzinho. Só falei a verdade.

- Uma verdade mentirosa.

- Haha.

Os três amigos de Shawn se aproximam e se sentam do nosso lado.

- Não estamos atrapalhando vocês, né? - perguntou Andrew.

- Não - respondo rindo - Então, quantos anos você está fazendo, Andrew?

- 29.

- Já tá velho, 92 fucking anos - disse Teddy.

- AH TÁ - gritou Andrew.

Rimos e voltamos a nos concentrar no mar.

- Já estamos aqui há uma semana e só produzimos duas músicas... - disse Geoff.

- Mas a gente precisa de inspiração para compôr - digo.

- Já sei - disse Teddy se levantando - Me acompanhem.

 ...

Peguei meu celular, vesti uma "saída de banho" por cima do meu biquíne e os outros também pegaram suas coisas.

Teddy ligou o carro e fomos para algum lugar. Ele não queria nos falar onde íamos, mas garantiu que ia ser divertido. 

Liguei meu telefone e no mesmo momento surgiu uma chamada de Hunter.

Ligação ON*

- Bom dia, meu amor! - ele diz.

- Bom dia!

- Tudo bom?

- Sim. E aí?

- Tudo bem também. Então... tô com saudades.

- Eu também. Aliás, hoje é o aniversário do Andrew.

- Sério? Diga a ele que desejei um feliz aniversário.

- Sim, eu direi. Agora preciso desligar.

- Am, para onde você vai?

- Na verdade, eu não sei ao certo. É uma "surpresa" que o Teddy vai fazer para a gente.

- Ah, entendi... Então tá. Beijos, te amo. Se cuida, em?

- Também te amo. Sim! - rio fraco e desligo a chamada.

Ligação OFF*

- O Hunter te desejou um feliz aniversário, Andrew.

- Aah, obrigado.

Teddy ligou o rádio e estava tocando Crying in the club.

- Espero um dia fazer uma parceria com a Camila. Ela canta muito bem - disse Shawn.

- Verdade. Sem contar que ela é muito linda e tem um corpão - respondeu Geoff, nos arrancando risadas.

- Safado - digo.

- Você também tem um corpão, tá? Não precisa ficar com ciúmes, tem Geoff para todo mundo - responde.

- Que convencido! - respondo. 

- Voltando ao assunto Camila, ela vem fazer show esse mês aqui na Califórnia. Bem que a gente podia ir, né? Aí o Andrew pode tentar conversar com os produtores dela e quem sabe ela pode nos ajudar a compôr, né?

- Isso.

...

Chegamos ao lugar onde o Teddy pretendia nos levar. Era uma praia, mas ao lado tinha uma espécie de montanha e havia várias pessoas voando de paraquedas de lá até a areia da praia.

- Você não quer que a gente vá nisso, né Teddy? - perguntei, receosa.

- Sim, era isso que eu planejei para a gente.

- Que dahora - disse Shawn.

- Tão vendo? O Shawn convive tanto comigo que já sabe até gírias em português.

...

Estávamos na fila para pular de paraquedas. Eu estava muito nervosa. Eu sempre tive medo de altura e apesar de a montanha ter uma altura de dois mil pés até o chão e eu já ter ficado em alturas do dobro desta, eu ainda estava com um certo receio.

...

Eles nos equiparam e eu estava tremendo. Senti o abraço quente de Shawn me envolvendo e me senti melhor.

- Se você não quiser, não precisa ir.

- Eu quero.

Ele sorriu e segurou minha mão. 

- Prontos? - perguntou o instrutor, que já havia nos instruídos de como manusear tudo.

Afirmamos com a cabeça.

(não vou entrar em detalhes de como aconteceu porque apesar de ser um sonho meu, eu nunca passei por uma experiência parecida, então né?)

...

Sério. Foi muito incrível. Isso é melhor do que voar de avião. 

- Meu Deus, que incrível! Você vê Malibu de cima! AAAAAAAA - falei - Obrigada, Teddy, por essa experiência.

O abracei. 

- De nada!

...

Já estava tarde. Eram umas 20h00 e eu, Teddy, Geoff e Shawn havíamos preparado uma surpresa para Andrew, que saiu com uma "moça" que ele havia conhecido hoje à tarde.

- Tem certeza que ele volta hoje pra cá, né?

- Tenho.

Na sala havia balões com seu nome e decoramos tudo com notas musicais. Shawn ia dedilhar o "parabéns para você" enquanto todos cantávamos. 

Esperamos por mais dez minutos e logo a campainha de casa toca. Abro a porta e vejo Andrew de mãos dadas com uma jovem bonita.

Shawn começa a dedilhar no violão a música "parabéns pra você" e Geoff e Teddy aparecem batendo palmas. 

- Nossa, gente, eu não imaginava que vocês iam fazer uma surpresa para mim - disse Andrew.

O abraçamos coletivamente e ele apresentou Sarah, a garota que ele havia saído. Quando o Geoff não estava por perto, ela dava em cima de Shawn. De cara já não gostei dela.

Eu estava no Spotify, procurando uma música para ouvir quando escuto Shawn:

- Desculpas, mas primeiro: já sou casado. Segundo: eu jamais pegaria a garota que meu amigo também tá pegando, então, né?

Coloquei em TURN DOWN FOR WHAT e minha vontade era de rir por esse fora que ela levou. A menina ficou com cara de "c*" e foi para onde Andrew estava. 

- Que fora, em? - respondo, me aproximando de Shawn. O mesmo ri.

- Ué, ela é doida. Eu sou casado e eu nunca seria talarico.

- Nossa, aprendeu as expressões brasileiras facilmente, né?

- Foi graças a você.

Ele puxa meu queixo e aproxima nossos rostos. Sinto seus lábios nos meus e começamos um beijo suave e calmo, mas logo coloco minhas mãos em seu peito, nos afastando.

- Acho melhor não nos beijarmos aqui. Essa tal Sarah pode ser uma ameaça. 

[...]


Notas Finais


haha, é isso :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...