1. Spirit Fanfics >
  2. Forbiden Love (Imagine - Hwang Hyunjin) >
  3. Ciúmes

História Forbiden Love (Imagine - Hwang Hyunjin) - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


안녕하세요!! Cheguei com mais um capítulo super maravilhoso!
Mas antes, um aviso importante! Minhas aulas voltam hoje, então vou estar super ocupada de hoje em diante. Então caso eu sumir por um tempo, é pq eu estou muito ocupada com a escola e meus outros afazeres.
(Obs: esse capítulo ficou comprido. Pensei me dividí-lo em dois, mas vocês vão me xingar se eu fazer isso.)

Boa leitura!❤🌌

Capítulo 15 - Ciúmes


Fanfic / Fanfiction Forbiden Love (Imagine - Hwang Hyunjin) - Capítulo 15 - Ciúmes

07 de novembro(domingo) 11h02 (horário de Brasília)

°•●S/N on●•°

E aqui estou eu na frente da casa dos meninos. Eu e o Hyunjin ainda estamos no carro, já que acabamos de estacionar aqui. Viemos o caminho todo conversando sobre coisas aleatórias, como por exemplo como foi esses últimos dias que não nos vimos. Quando ele estacionou o carro aqui, senti minha ansiedade aumentar em um nível inexplicável, meu coração acelerar mais que o normal e minhas mãos soarem tanto, que eu diria que se eu chacoalhasse elas, é bem capaz de caírem gotas de suor. Estou respirando fundo para ter coragem de sair desse carro e entrar naquela casa.

(Conversa traduzida do coreano para o português)

Hyunjin: você tá meio pálida... tá tudo bem?

: c-claro! Por que não estaria?

Hyunjin: certeza? *não respondo sentindo o nervosismo aumentar. Ele percebe e segura minhas duas mãos apertando as mesmas* olha pra mim! *encaro ele* eu sei que tá nervosa, eu também ficaria se eu estivesse no seu lugar. Sei que estar prestes a realizar o seu maior sonho e por mais que seja completamente incrível, é meio assustador. Mas não precisa ficar assim! Eu te prometo que eles vão te receber bem e te tratar como prioridade, ainda mais sabendo que você é muito importante pra mim.

: eu sou importante pra você?

Hyunjin: você é uma das pessoas mais importantes pra mim, S/N! *se aproxima de mim e junta nossos lábios em um beijo rápido. Sentir o beijo dele naquele momento de puro nervosismo me acalmou muito. Ah, Hwang Hyunjin... se eu te dissesse todos os efeitos que você causa em mim... Eu diria que eu já estou pronta pra entrar na casa agora* isso já tá virando costume. desculpa...

: tudo bem! Eu gosto disso... *sorrio, envergonhada*

Hyunjin: é, eu também! *sorri* vamos?

: vamos!

Saímos do carro e fomos pra frente da casa, parando na frente da porta de entrada.

Hyunjin: *pega a chave da casa* tá pronta?

: sim!

Ele abre a porta e entramos na casa, fechando a porta em seguida. Eu esperava entrar e ver todos eles ou pelo menos um deles na sala. Mas, não... não tem ninguém aqui.

Hyunjin: MENINOS! *chama eles mas ninguém aparece* ué... espera aqui! Vou ver onde eles estão. Fique a vontade! *sai da sala*

Fiquei parada na porta por alguns segundos.

Acho que vai ser meio estranho eles aparecem e eu estar aqui parada no mesmo lugar, né?

Me sento no sofá e começo a olhar em volta da casa. Eles estão ficando em uma das casas mais chiques e lindas da minha cidade. Que sorte! Eu estava distraída olhando alguns quadros que eles colocaram na sala com fotos deles, que não percebi alguém aparecendo na sala.

??: AAAAAAAHHH!

: *me assusto, olho pra pessoa e grito também* AAAAAAAHHH!

??: QUEM É VOCÊ?

: *respiro fundo e abaixo o tom de voz, tentando me controlar* Oi, Minho!

Minho: *me encara* CHAAANN!! UMA STAY INVADIU NOSSA CASA!

: *me levanto do sofá* QUE? NÃO! O HYUNJIN ME TROUXE AQUI!

Minho: CHAAAANN!!

: XIIIU!!

Hyunjin: *aparece na sala e vem até mim* o que tá acontecendo?

Minho: *aponta pra mim* ELA INVADIU NOSSA CASA!

Hyunjin: que? Tá doido?? Eu que trouxe ela. *pega na minha mão*

Minho: ... Sério?

Hyunjin: sim?!

Minho: quem é você? *pergunta, me encarando*

: S/N, prazer!

Minho: o prazer é meu! *sorri* Desculpa te receber desse jeito...

: tudo bem! Kkkk

??: MAIS QUE GRITARIA FOI ESSA? *diz Chan, chegando na sala, me encarando* oh, Olá! *sorri* você deve ser a S/N!

: sim! *sorrio* como sabe?

Chan: o Hyunjin me falou muito sobre você.

: falou? *olho para o Hyunjin*

Chan: sim! Desde o sonho que ele teve com você, até o primeiro e o último encontro de vocês. *senta no sofá, ainda olhando pra mim*

Minho: oi? Encontro? Sonho? Cara, alguém me explica por favor? Buguei total! *encara o Hyunjin* você tá namorando e nem me falou? Ótimo amigo você em! *cruza os braços e faz bico*

: *rio da expressão do menino* não estamos namorando. Estamos nos conhecendo melhor... *olho para o Hyunjin e sorrio e ele retribui*

Chan: ah, já shippo!

??: nossa, gente... Eu tava gritando vocês a um tempão, pra vocês estarem aqui? *reclama Jisung entrando na sala, acompanhado do Felix e do Changbin*

Felix: vocês estão surdos? *dá um tapinha na cabeça do Minho*

Minho: oh caralho! Pra que isso? 

Chan: dá pra parar vocês dois? Esqueceu que estamos com visita?

Os meninos param de discutir e me encara. Admito que nesse momento, vendo todos eles me olhando, comecei a ficar nervosa.

: ah... oi!

Jisung: oi! *sorri e vem até mim* você não me é estranha... nos conhecemos de algum lugar?

: talvez você tenha me visto na escola onde vocês apresentaram esses dias atrás. Eu sou aluna de lá.

Felix: ah, verdade! Eu vi você lá junto com seu grupo de amigos. Na verdade, eu vi porque o Hyunjin não parava de te encarar... *olha para o Hyunjin* vocês estão tendo algo?

Hyunjin: estamos nos conhecendo...

Changbin: vocês formam um belo casal! *sorri*

: aish... *abaixo a cabeça e sorrio fraco, sentindo meu rosto esquentar*

Changbin: não precisa ficar com vergonha kkkk mas é verdade...

Hyunjin: é... Eu tenho que concordar com o Changbin. *sorri*

Chan/Minho/Jisung/Felix/Changbin: woooww que direto!

??: que gritaria... o que tá acontecendo? *diz Jeongin chegando na sala junto com o Seungmin*

Seungmin: *me olha* ah, você não é uma das alunas do colégio lá? Eu me lembro de você!

: oi Seungmin! Sou sim! *sorrio*

Jeongin: ah, eu também me lembro! Fiquei sabendo de algumas coisas entre você e o Hyunjin. Por que vocês não namoram logo?

: é... acho que tá meio cedo pra isso né...

Hyunjin: pois é... mas quem sabe daqui uns dias. *me olha e sorri*

ele gosta de me provocar né...

Felix: to amando!! Felicidades pro casal aí em.

Chan: você veio passar o dia com a gente, certo?

: Sim, o Hyunjin me chamou.

Chan: ótimo! O que podemos fazer?

Minho: *olha no relógio* já são 11h53. Quem vai fazer o almoço?

Seungmin: vamos pedir alguma coisa.

Hyunjin: ótima ideia! Que tal pizza? S/N, nos indica alguns sabores.

: ah, eu gosto bastante de quatro queijos, de frango com catupiry e portuguesa. Na minha opinião, são as melhores.

Seungmin: vou pedir essas então. *pega o celular e entra em um app de comida*

Ficamos conversando por um tempo até que as pizzas chegam. Fomos pra cozinha e comemos. Pelo que os meninos falaram, eles amaram as pizzas brasileiras. É... tenho que concordar que comida brasileira é melhor que muitas outras comidas. Depois que terminamos, fomos pra sala e sentamos no sofá.

Minho: tô entediado... *diz, brincando com os próprios dedos*

: eu também...

Changbin: Que tal um jogo da garrafa?

: verdade ou desafio?

Changbin: isso!

Todos: eu topo!

Felix: vou lá pegar uma garrafa. *vai pra cozinha e logo volta com uma garrafa de vidro* pronto! *senta no sofá e coloca a garrafa no centro da mesa* quem começa?

Jisung: eu! *roda a garrafa e para em Minho pra pergunta e Changbin pra resposta*

Minho: hmm... Changbin, verdade ou desafio?

Changbin: não confio em você... então, verdade.

Minho: nossa, tabom... é verdade que você e o Felix já ficaram? *o Changbin e o Felix se encaram, pensativos* não vale mentir em!

Changbin: nunca ficamos.

Hyunjin: certeza?

Changbin: claro! Posso rodar a garrafa agora?

Minho: vai!

Changbin roda a garrafa e para em Felix como pergunta e Minho como resposta.

Felix: maravilha!

Minho: merda!

Felix: verdade ou desafio, Minhozinho?

Minho: nem vem com essa de Minhozinho! *respira fundo* verdade.

Felix: é verdade que você já ficou com o Jisung?

Minho: quem te disse isso?

Felix: responde logo, Lee Know! É verdade ou mentira?

Minho: tá, é verdade...

Felix: sabia! *sorri, convencido*

Jisung: mas foi só uma vez!

Minho: dá logo essa garrafa!

Minho roda a garrafa e para em Chan como pergunta e Hyunjin como resposta.

Chan: *olha para o Hyunjin* olhaaaa!! Maravilha em!

Hyunjin: lá vem...

Chan: desafio ou desafio, Hyunjin?

Hyunjin: que? Não! Eu quero verdade.

Minho: não pode mais. Já foi 2 verdades. A terceira tem que ser desafio.

Hyunjin: que regra é essa?

Felix: é a regra do jogo ué! Escolhe desafio logo.

Hyunjin: tá... desafio!

Chan: desafio você ficar abraçado na S/N até o final do jogo.

Hyunjin: tá bom! *me abraça por trás* tudo bem pra você? *diz baixo no meu ouvido*

: sim... *falo, sentindo um arrepio e tento desfarçar*

Hyunjin: ok! Alguém roda a garrafa aí pra mim?

Seungmin roda a garrafa e para em Jeongin como resposta e Seungmin como pergunta.

Seungmin: hmmm *olha pro Jeongin* verdade ou desafio?

Jeongin: verdade!

Seungmin: é verdade que foi você que quebrou o carregador do Chan e colocou a culpa no Jisung?

Jeongin: ah... como é que--

Seungmin: fala a verdade, Jeongin!

Jeongin: aff... *olha pro Chan* desculpa Chan...

Chan: tudo bem, pequeno!

Jisung: QUE? SÓ ISSO? QUANDO VOCÊ ACHOU QUE ERA EU, VOCÊ QUASE ME MATOU!

chan: O JEONGIN É UMA CRIANÇA INOCENTE!

Jeongin: EU NÃO SOU CRIANÇA!

Chan: *olha pro Jeongin* QUER LEVAR BRONCA MESMO?

Jeongin: tá, eu sou uma criança...

Jeongin pega a garrafa e gira a mesma, parando Changbin como pergunta e Hyunjin como resposta.

Changbin: hihi! Verdade ou desafio?

Hyunjin: óbvio que escolho verdade!

Changbin: é verdade que você e a S/N já se beijaram?

Hyunjin: tá... é verdade!

Changbin: hmmm e foi mais de uma vez?

Hyunjin: o certo não é só uma pergunta por rodada? Alguém roda a garrafa aí pra mim.

O Minho pega a garrafa e gira a mesma, parando em Felix como pergunta e em mim como resposta. Por que estou sentindo que estou bem ferrada agora?

Felix: ohh maravilha! O mundo está ao meu favor hoje! *sorri e esfrega as mãos uma na outra em sinal de contentamento*

: por que sinto que você vai aprontar comigo?

Felix: relaxa, gatinha! Não vai ser nada demais. Desafio ou desafio, S/N?

: e eu tenho escolha? Desafio!

Felix: desafio você beijar o Hyunjin agora, na nossa frente.

: o que?

Hyunjin: você falou que não ia pegar pesado!

Felix: eu não falei isso!

Chan: realmente você exagerou um pouco agora, né Felix? *olha pra mim* não precisa fazer se não quiser.

Minho: se ela não fazer, vai ter que pagar outro desafio.

: vai ser pior que esse né?

Hyunjin: me beijar é ruim?

: eu não falei isso!

Felix: hmmm então é bom?

: Felix!!

Felix: desculpa kkkkkk mas e aí? Vai fazer esse desafio ou vai querer outro "pior"? *faz aspas com os dedos*

: *respiro fundo, olho para o Hyunjin que ainda está abraçado comigo e falo baixo apenas pra ele ouvir* tudo bem pra você? *ele sorri e confirma* ok! *sorrio, seguro o rosto do menino delicadamente e dou um selinho demorado nos lábios do mesmo. Separo e olho pra cara dos meninos, especificamente para o Felix* pronto!

Minho: ca-ra-lhoooo!! Eu achei que você não faria.

: tá satisfeito agora, Felix?

Felix: porra, achei que ia ser beijão! *cruza os braços*

Chan: você também não tá satisfeito com nada, né?

: você não especificou o beijo.

Felix: tá né! Ai, cansei desse jogo! Já consegui ver oque eu queria. Vamos fazer outra coisa?

Changbin: tipo, o que?

Pensamos um pouco mas não conseguimos escolher nada.

: já foram na sorveteria daqui do Brasil?

Todos: não!

: topam ir em uma?

Chan: é uma boa... Eu topo!

Todos: eu também!

Hyunjin: ok, então vamos!

Saímos da sala e fomos pra garagem.

: nós vamos de van?

Chan: um carro não cabe todos nós.

: ah, legal!

Minho: eu dirijo hoje!

Saímos da casa e fomos pra sorveteria mais próxima. Por sorte, não tinha ninguém a não ser os sorveteiros. Entramos, escolhemos os sabores, pegamos os sorvetes e sentamos em uma mesa em um lugar mais escondido. Os meninos amaram os sorvetes e assim que terminamos esses, pedimos mais. Conversamos e comíamos tranquilamente, até que vejo duas pessoas bem familiares entrando na sorveteria.

: merda...

Hyunjin: o que?

: fiquem aqui!

Me levanto e vou até as duas meninas, levando as duas pra fora da sorveteria.

(Conversa em português)

: oi gente! *dou um sorriso forçado* quanto tempo né?

??: S/N? O que tá fazendo aqui?

: eu que pergunto pra vocês duas. Vocês sumiram, nunca mais ví vocês, nunca mais me mandaram mensagem e do nada aparece aqui? Poxa, Bia! Poxa Mayara!

Bia: o que você tá fazendo aqui?

: o que uma pessoa vem fazer em uma sorveteria?

Mayara: disso nós sabe! Mas, por que aqui? Longe pra caramba da sua casa.

: digo o mesmo pra vocês.

Bia: tá, desculpa a gente. Tá sozinha?

: sim!

Bia: ótimo! Podemos sentar juntas.

: não vai dar. 

Mayara: e por que não?

: porque... Eu já tô indo embora. Mas se vocês quiserem, podemos ir em outra sorveteria.

Bia: por que em outra? Podemos ficar nessa.

: NÃO! ... não. Tem uma nova que abriu recentemente na rua debaixo, dizem que é a melhor dessa região.

Mayara: sério?

: sim! Vamos lá dar uma olhada?

Bia: ainda prefiro essa.

mais que menina existente do caralho!

: *respiro fundo* mas--

??: Mayara? Bia? *alguns meninos se aproxima da gente*

Bia/Mayara: oi meninos! O que estão fazendo aqui?

??: estamos indo pro comércio da cidade. Passamos por aqui e vimos vocês. Estão afim de ir com a gente?

Bia/Mayara: claro! *me olham* é... acho que você não vai poder ir com a gente.

: de boa! Se eu quisesse ficar de lado e sendo humilhada de forma não direta, vocês podem ter certeza que eu arrumaria um jeito de ir com vocês. *as duas me encaram com olhar de ódio e eu retribuo o olhar da mesma forma, enquanto os meninos nos olhava sem entender nada*

???: ah... você é a S/N, prima das duas?

: Sim, prazer! *dou a mão*

???: prazer! *sorri e aperta minha mão em sinal de cumprimento* gostei de você! *se aproxima de mim e fala baixo perto perto do meu rosto* que tal marcarmos de sair algum dia desses?

Bia: acho melhor irmos logo, né? Daqui a pouco já fica tarde!

???: claro! *se afasta de mim* até logo, S/N!

: até...

Vejo eles se afastando até que somem da minha vista. Respiro fundo e volto pra mesa dos meninos.

(Conversa traduzida do coreano para o português)

: essa foi por muito pouco... *me sento na cadeira que eu estava sentada antes*

Minho: ainda bem que voltou rápido. Tive que segurar o Hyunjin aqui pra não ir lá fora quebrar a cara do menino que tava falando com você.

: como assim?

Hyunjin: cala boca, Minho!

Felix: ele tava tentando desfarçar o ciúme dele mas não deu muito certo, né Hyunjin?

Hyunjin: aish... *olha pro chão* eu vou matar vocês dois!

: *encaro o Hyunjin, sorrindo* hmmm, então uma certa pessoa aqui estava com ciúmes de mim?

Hyunjin: hm... *me olha* desculpa... *abaixa a cabeça novamente e faz bico*

: oh meu Deus... *abraço ele* fica assim não kkkkkk nem sei porque você ficou assim, mas de qualquer forma, não precisa. Eu nem conheço aquele cara.

Changbin: não é por nada não, mas pra mim vocês pareciam bem próximos.

Chan: não piora as coisas, Changbin!

Changbin: foi mal...

Ficamos na sorveteria por mais um tempo e logo voltamos pra casa dos meninos. Conversamos mais um pouco e quando parei pra ver o horário, percebi que já era 19h20 e já estava quase completamente escuro lá fora.

: eu acho melhor eu já ir embora... já está bem tarde.

Hyunjin: ok, eu te levo.

Felix: posso ir junto? *sorri*

: claro!

Hyunjin: *encara ele, sério* não!

Felix: *cruza os braços* a S/N deixou!

Hyunjin: mas eu não! Fica aqui!

Felix: aff! Muleke chato! *mostra a língua pra ele*

Hyunjin: mimado! *mostra a língua pra ele*

: kkkkkk tá muito engraçado a discussão de vocês, mas infelizmente eu tenho que ir embora.

Chan: tudo bem, S/N! Marcamos outro dia pra você vir aqui denovo.

: ok! *sorrio*

Dou um abraço em cada um dos meninos em forma de despedida e saio da casa, indo direto pra casa. Entramos no carro e o Hyunjin logo liga o mesmo. Ele passou a metade do caminho em total silêncio e parecia meio bravo e triste. Eu precisava perguntar pra ele oque aconteceu antes de chegar em casa. Mas ele está dirigindo, não é bom atrapalhá-lo.

: *olho para os lados, até que percebo que estamos passando perto de uma praça, onde tem uma vaga pra estacionar* Hyunjin, para ali rapidinho, por favor?

Hyunjin: por que?

: você já vai ver.

Hyunjin: *estaciona o carro e desliga o mesmo, olhando pra mim com a mesma expressão de antes* o que?

: por que você tá assim comigo?

Hyunjin: assim como?

: você parece bravo e triste comigo. Eu fiz alguma coisa?

Hyunjin: não, tá tudo bem... *olha para os próprios pés*

: olha pra mim! *coloco dois dedos no queixo dele e levanto a cabeça do mesmo, fazendo ele olhar nos meus olhos. Percebo que os olhos dele estão cheios de lágrimas, me fazendo se preocupar mais ainda* o que foi? Me diz, por favor! Eu sei que tem alguma coisa te incomodando.

Hyunjin: é besteira, S/N! Deixa pra lá! *vejo uma lágrima escorrendo pelo rosto lindo dele*

: *enxugo a lágrima dele e coloco uma mão de cada lado do seu rosto* te conheço o suficiente pra saber que mesmo você sendo muito dramático, você não chora por qualquer coisa. Por favor, me conta oque está acontecendo.

Hyunjin: tá... *respira fundo* eu não quero te perder!

: e você não vai! Mas por que está chorando por isso?

Hyunjin: quando eu vi você com aquele menino lá na frente da sorveteria, eu vi ele dando em cima de você. Você sabe que eu moro do outro lado do mundo e logo eu vou ter que ir embora. E se tudo isso que estamos tendo hoje acabar assim que eu for embora? *vejo mais lágrimas escorrendo pelo rosto do menino*

Percebi que não importa oque eu dissesse, ele não vai se acalmar. Então, juntei nossos lábios antes que ele pudesse falar mais alguma coisa. Senti que ele estava realmente triste, mas logo foi se acalmando. Separamos por falta de ar e deitei a cabeça dele em cima dos meus seios, enquanto acariciava seus cabelos. Ele foi se acalmando, até que finalmente ele consegue relaxar um pouco.

: *falo baixo, perto do seu ouvido* você nunca vai me perder e eu nunca vou te perder. Não importa a distância que estaremos um do outro, não importa quem entrar no nosso caminho, sempre vamos nos encontrar novamente, de uma forma ou de outra. *dou um beijo no topo da sua cabeça*

Hyunjin: *sorri, ainda "deitado" em mim* eu te amo!

Senti o meu coração acelerar assim que ele pronunciou essas palavras. Ele nunca tinha me falado isso antes...

: *sorrio* eu também te amo!

Ele levanta e junta nossos lábios novamente. Esse beijo foi mais intenso que todos os outros que ele já me deu, me fazendo sentir amor e carinho misturado com desejo vindo de ambos. Nos separamos depois de um tempo, ele junta nossas testas e sorri e eu retribuo.

: acho melhor irmos para o banco de trás.

Hyunjin: você não tinha que ir embora?

: acho que temos um tempinho ainda...

Fomos para o banco de trás e ficamos abraçados enquanto trocamos carinhos e beijos. O Hyunjin está muito manhoso por causa do tal menino que eu nem se quer conheço. Mas admito que estou amando ver ele assim. Ele fica tão fofo... Continuamos naquele clima maravilhoso por um bom tempo. Até que paro pra ver o horário e percebo que já passa das 20h10. De tanto eu fazer carinho nele, ele acabou cochilando no meu colo.

: Hyunjin... Hyunjin, acorda!

Hyunjin: hm? Que foi?

: já está bem tarde. Acho melhor você já me levar pra casa.

Hyunjin: ah, claro!

Voltamos pro banco da frente, ele tomou água pra dar uma acordada e ligou o carro. Chegamos na frente de casa 20h28.

Hyunjin: entregue na sua casa! *desliga o carro, olha pra mim e sorri* quando vamos nos encontrar novamente?

: vamos marcar um dia *sorrio* mas agora tenho que entrar em casa. Minha mãe já deve está preocupada.

Hyunjin: ok! Então, até logo!

: até! *sorrio e me viro pra abrir a porta do carro*

Hyunjin: *segura meu braço* espera!

: *olho pra ele* O que?

Ele me encara ainda sorrindo, até que se aproxima de mim e me beija. Foi um beijo rápido, mas cheio de amor e carinho.

Hyunjin: agora sim! *sorri* tchau!

: *retribuo o sorriso* tchau!

Saio do carro e vou direto pra dentro de casa. Paro na porta, olho pra ele novamente e percebo que ele está me encarando. Aceno pra ele e ele retribui, ligando o carro e indo embora. Entro em casa e não vejo ninguém na sala. Vou pra cozinha e encontro minha mãe fazendo janta.

(Conversa em português)

: oi mãe! *falo sorrindo e indo até ela, dando um abraço na mesma*

Mãe S/N: oii! *retribui o abraço* nossa, que animação! Foi tão bom assim o seu dia lá no seu amigo?

: foi sim! Vou tomar um banho, ok? Tô cansada. Se precisar de mim, estou no meu quarto.

Mãe S/N: ok, vai lá!

Saio da cozinha e vou direto pro meu quarto. Entro no mesmo e me jogo na cama enquanto penso no dia maravilhoso que eu tive hoje. Eu estava muito distraída, até que sinto algo embaixo de mim, me incomodando e trazendo minha mente devolta pro planeta terra. Pego o objeto e o encaro.

um celular?

Ligo o mesmo e vejo que no plano de fundo da tela de bloqueio tem uma foto do Pedro, irmão da Beca.

o que isso está fazendo aqui no meu quarto? Será que...


Notas Finais


[Capítulo mal revisado por causa do meu excesso de sono...]
^-^
Até a próxima🌌❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...