1. Spirit Fanfics >
  2. Força aquática; new hero >
  3. Capítulo nove.

História Força aquática; new hero - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Eu nem vou falar o motivo de naoter postado ontem, minha raiva sobre o assunto com certeza iria voltar!

Capítulo 11 - Capítulo nove.


Fanfic / Fanfiction Força aquática; new hero - Capítulo 11 - Capítulo nove.


"Isso é o que eu tenho que fazer apenas?" Perguntei ao ver o esverdeado sendo segurado por Asu...Tsui e mineta.

"Hai! Apenas crie o que eu falei para que não fique sobrecarregada e o resto nós cuidamos." Dou um leve Balançar de cabeça e subi na parte mais alta do barco, inclinei meu corpo mais para frente junto com ambos braços.

Me concentro o máximo que posso e rapidamente começo a sentir familiaridade na palmas de minhas mãos azuis.

CONTINUA —>


<—CONTINUAÇÃO

"Contra vilões, última parte"


Eu sentia uma parte específica de minha costa, aquela parte eu escondia por receio e medo de algo acontecer com ela, um líquido passava por essa área e se direcionava diretamente para a palma de ambas mãos esticadas para frente, onde estavam os vilões.

Quase que imediatamente, após eu sentir que estava funcionando parte do plano, meu corpo deu um passo para trás e afirmei ainda mais usando parte de minha individualidade para criar algo sólido para prender. Olhei para frente do barco buscando o que foi que havia acontecido e encontrei um dos homens com o braço esticado, tocando no barco enquanto fazia força.

Com um simples balançar com o dedo indicador, o corpo do intruso foi jogado para longe do barco mas mesmo assim permaneceu na água. retornando a concentração que fora interrompida e um fechar de olhos, senti novamente a sensação familiar e aconchegante envolver certas partes do meu corpo.

A sensação se aproximava e eu sentia ela sair nas minhas mãos e como esperado nada saiu ao olho humano, era como o vento empurrando algo e esse algo agora era o centro do lago onde estavam os vilões, um redemoinho foi feito sugando para baixo cada um deles. O plano de Midoriya era simples mas que havia um satisfatório resultado, eu deveria usar minha individualidade para fazer qualquer coisa que possa junta-los e mineta iria usar as bolinhas de seu cabelo grudento para prende-los.

Originalmente quem era para ter feito isso seria Midoriya mas por que ele sacrificar parte de seu braço, se eu estou aqui?

"AGORA!" grito atraindo atenção de alguns que ainda estavam na superfície do redemoinho feito, vi mineta jogar as bolas de seus cabelos no centro do redemoinho. "merda!" Digo ao ver que o barco também começava a ser puxado para o centro da minha criação.

Quando tudo terminou fiz uma ponte com a água do lado se solidificar e ir até os três que estavam na terra.

"Eu vou ajudar os outros, saiam e tentem ajudar com cuidado Aizawa-sensei!" Desviei o olhar quando  o trio concordou e enquanto deslizava com a ponte de gelo que se formava por cada passo dado. Procurei a área mais perto e era do fogo, o que infelizmente eu não podia ajudar por que mesmo que tentasse apagar aquilo, parte da minha energia já fora utilizada e não teria uma capacidade para tamanho uso. O que podia fazer somente era ajudar aqueles que estavam em algum lugar favorável.

Ainda na ponte de gelo que se criava avistei na área de deslizamento Todoroki, fui na direção do bicolor e parei no seu lado, ele estava falando com dois homens congelados quando me viu.

"Precisa de ajuda?" Pergunto observando os intrusos congelados com apenas algumas partes fora do gelo.

"Não...está tudo sobre controle." Não olhou para minha direção, estava ocupado tirando alguma coisa dos adultos congelados.

"Sei, tenha cuidado Todoroki." Aviso antes de subir e localizar em outros lugares os alunos.


AUTORA NARRANDO.


Yoko após sair de perto do garoto bicolor que conseguia respostas dos vilões que ele congelou, ela foi voando com um pouco da água do lago que havia sobrado e quando acabou não havia conseguido encontrar ninguém, deslizou na direção do chão e perto dele pulou aterrisando em um solo de concreto. Arqueou a sobrancelha esquerda se perguntando que área era aquela, com curiosidade olhou para os lados em busca de descobrir sua localização e viu o que perto dela, havia um símbolo de um raio na parte superior da entrada do edifício cinza.

Sem nem pensar muito, seguiu em direção a área que tinha certeza que era de ventania e entrou pela porta onde encontrou vários edifícios e é claro um temporal chuvoso, altas ventanias. Com a geração de sua própria água criada empurrou, ajudando kota e Fumikage que estavam cercados.

"Uma ajuda garotos?" Socou com seu próprio punho o rosto de um vilão antes de se virar para ambos. O garoto com cabeça de pássaro negou levemente antes de lutar contra os vilões e o outro de aparência que lembrava de uma rocha com a cabeça de formato irregular, pontiagudo no topo e a mandíbula quadrada fechou ambos olhos e sorriu para azulada.

Passaram-se um tempo lutando contra os vilões que nunca acabavam e escutaram algo, se posicionaram em posição de defesa procurando por aquele que sussurrou.

"Três simples crianças contra tantos vilões, ssi" o trio buscou quem era que estava sussurando e encontraram um homem lagarto com garras na ponta dos dedos e atrás do mesmo um grande número de vilões. "Acham que vão vencer?" Sarcasticamente perguntou olhando de cima para baixo os jovens.

Automaticamente Futasa e Fumikage forçaram ainda mais a defesa, a sombra de Fumikage cresceu um pouco mais e se preparou na frente do trio enquanto Futasa fazia as pequenas gotas ficarem sólidos, formando espinhos que estavam apontados para o grupo oponenete.

Era claro que a presença deles não traziam boas sensações e uma pressão enorme foi aparecendo.


(...)


Destruída e cansada.

Yoko estava acabada, com vários ferimentos leves e graves pelo corpo e que se não fosse os heróis terem aparecidos....não queria bem pensar. A luta na zona tormenta fora difícil para ambos lados, com direto a gesso em ambos braços da azulada, por usar demais sua individualidade sua presença na luta foi um tanto quando atordoada.

Sua visão desfocava e girava a cada momento e os inimigos aproveitando disso a atacavam sem hesitação. Felizmente não havia durado muito a luta e os heróis profissionais chegaram ajudando todos.

Atualmente ela estava na enfermaria, fingindo dormir enquanto escutava Midoriya, All Might e um tal de Tsukauchi conversar. Ela sabia que não era nada educado ouvir conversas alheias mas não pode evitar quando escutou "está tudo ele te ver nessa forma?" Vindo do esverdeado.

Prestou atenção no que falavam, principalmente sobre todos os colegas estarem bem e os professores também. Após os dois adultos sairem e Midoriya também, Yoko abriu os olhos e ficou encarando o teto, pensando sobre o dia cheio.

Fingindo acordar naquele momento, chamou Recovery girl para ajuda-la a sentar e quando fora ajudada olhou ambos braços erguidos engessados, suspirando perguntou para a senhora.

"Vou ficar muito tempo assim? Não pode curar?"

"Claro que não! Eu precisaria de sua energia, o que você não tem! Como pode ter usado tanto sua individualidade em um dia só?" Bateu sua bengala na cabeça da azulada que grunhiu de dor. "Tenha cuidado com o uso Futasa! eu sei seu potencial pelo o que me falaram e sei que você não utiliza de forma irracional. Hoje foi um dia cheio jovem, isso não era para ter acontecido com vocês, crianças...." Futasa a observou procurar algo e dar uma balinha na boca dela.

Quando a senhorinha saiu resmungando algo sobre Midoriya também...., colocou-se para pensar novamente sobre o que havia acontecido e nem se deu conta quando começou a dormir, com os pensamentos sobre a conversa que havia escutado.

.

.

.

.

.

.

Andando sozinha pela escura cidade, logo avistou sua casa com as luzes acesas e Hinata sentada na calçada, apressou o passo e foi direto cair nos braços da mãe.

Os olhos azuis da garota estavam segurando as lágrimas que forçavam a saida e não pode conte-las quando o braço fora retribuído pela mãe preocupada. Naquele tempo ela chorou não se preocupando em mais nada, se focou apenas na presença dos pais e irmão enquanto soluçava deixando tudo escapar.


Notas Finais


Eu tava pensando em juntar essa parte com a outra mas decidi que não vou fazer isso ;-;

Segunda parte está chegado! E com a aproximação vou parar esta fic e fazer outros capítulos em outra história que havia postado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...