História Forever - Destiel - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Culpa É Das Estrelas, Supernatural
Personagens Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Chuck Shurley, Claire Novak, Dean Winchester, Ellen Harvelle, John Winchester, Mary Winchester, Naomi, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Supernatural Destiel
Visualizações 26
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


*desviando das pedras, tochas, facas, bombas*
DEMOREI
MAS CHEGAY
*please não me matem*
Sim, sorry por ter ficado sumida, era pra eu ter atualizado domingo passado, PORÉM, tinha (e ainda tenho) vários trabalhos de escola para entregar e etc. But okay, Agora estou de volta bitches!
(Zayntchy fiz algumas pequenas alterações no primeiro Cap. Então se puderem ler, ficaria mais fácil de entender.)
(Destiel versão feminina é minha morte💕)
Desculpe pelos erros e falta de coerência ^^

É isso Boa leitura!💕

Capítulo 2 - Prazer, Gracinha


Fanfic / Fanfiction Forever - Destiel - Capítulo 2 - Prazer, Gracinha

Quando vi aquele mesmo loiro entrando pela porta, meu coração parou. Dean Winchester...Winchester...de onde conheço esse nome...? Usava uma jaqueta de couro marrom e um Jeans surrado. Andava a passos largos em nossa direção.

 - FINALMENTE WINCHESTER! - disse Charlie dando um tapa no loiro - ONDE É QUE TU TAVA SEU FILHO DA MARY!? 

Filho da Mary...? Não...não pode ser...

-Opa calma ruivinha. Só me atrasei um pouco - disse rindo enquanto a ruiva lhe dava vários tapinhas no braço - e...quem é a gracinha?

- Castiel Novak. E não me chame de gracinha.- disse e o loiro deu um sorriso divertido.

- bem...É um prazer, Gracinha.- disse apertando minha mão - Sou Dean Winchester. 

No momento em que nossas mãos se encontraram, senti um choque percorrer por todo meu corpo. O que está acontecendo?! Mantivemos os olhares fixos um no outro por vários segundos, até que Charlie nos tirou do transe.

- Heyy! Terra para Dean Winchester! Responda, Dean! 

- o-oi, desculpe Lie, não escutei. - Disse se virando em direção à ruiva.

- Estava no mundo da lua é Deanno? Só queria avisar que sua mãe chegou e já estão todos sentando.

É...ele é mesmo o filho da Mary...

- Bom dia gente, vamos nos nos sentando e vamos começar hoje com uma música para dar uma energia positiva nesse ambiente! - disse loira entrando na sala com seu violão.

Mary é nossa "instrutora" assim dizer. Seu passado não foi dos mais felizes, logo após seu pai morrer em um grave acidente de carro quando tinha 22 anos, foi diagnosticada com câncer de mama. Mary sofreu por diversas complicações por ter descoberto o câncer em um estágio mais avançado, quase morreu 5 vezes, mas, por algum milagre ou coisa parecida, está bem. Virou hippie, conheceu o amor da sua vida e teve dois filhos, e hoje mostra aos jovens que, se tivermos sorte, podemos ser iguais a ela.

Depois de algum tempinho cantando, ela nos fala para nós falarmos um pouco de nos para o resto do grupo.

Depos de algumas pessoas falarem, chegou minha vez. Levantei da minha cadeira e fui recebido com um "olá" por parte do grupo.

- Bem...Sou...Castiel, tenho 17 anos e fui diagnosticado com leucemia.

- E como está se sentindo Cas?

"Por que todos estão tão interessados em saber como estou?" Pensei

- Estou bem...eu acho... - me sentei e observei ao meu redor. Notei que Dean me observava com um sorrisinho sacana. O que tem naquele loiro de olhos verdes que faz com que eu queira olha-lo o tempo todo?

Dei um olhar para ele como se dissesse "perdeu algo?".E ele deu uma piscadela. 

Daí nos no a mente desse transe por Mary chamando Dean. 

- Bem grupo, esse é meu filho mais novo, Dean. - disse abraçando o loiro.

- Olá, sou Dean, tenho dezoito anos, e...bem...estou ótimo.

- Quer compartilhar algo mais com.o grupo Dean? Seus sonhos? 

- Hm...meus sonhos? Bem...sonho fazer algo que ninguém nunca fez. Algo extraordinário.

"Deus o abençoe, Dean" disse o grupo em coro.

                            ***

Depois de uma hora, o encontro acabou, Me despedi da Charlie e, como de costume, permaneci na sala,  já Naomi só chegaria mais tarde. Peguei meu violão e comecei a tocar All In Our Stars. 

It's just another night

And i'm staring at the moon

I saw a shooting star

I sang a lullaby 

By the waterside and knew

If you were here

I'd sing to you 

You're on the other side

As the skyline splits in two

I can see the stars

From America 

I wonder, do you see them, too?

(É apenas outra noite

E estou encarando a lua

Vi uma estrela cadente

E pensei em você 

cantei uma canção de ninar

Na beira d'água e soube

Que se você estivesse aqui

Eu teria cantado para você 

você está do outro lado

A linha do horizonte se divide em dois

E estou a milhas longe de te ver

Posso ver as estrelas

Da América 

Me pergunto se você pode ver elas 

também?)

Estava tão concentrado cantando e tocando que nem percebi o loiro, agora denominado Dean, parado na porta me olhando com um sorriso no rosto.

Quando percebi, parei de tocar imediatamente.

- Não pare, estava ótimo, continue! - disse entrando na sala e sentando-se em uma cadeira de frente para mim.

Hesitei um pouco mas continuei a tocar. Dean me olhava fascinado, seus olhos brilhavam como uma criança em uma loja de doces. Depois de um tempo, parei e ele aplaudiu. Corei um pouco e ficamos nos encarando por um tempo.

- Sua voz é linda, gracinha.

- Qual é o do "gracinha"

- Não gosta? Se não se sente a vontad-

- Não...tudo bem. - o cortei antes que terminasse de falar. 

- tudo bem. - Ele se ajeitou na cadeira. - fale-me sobre você, gracinha. - nos levantamos e seguimos até a saída.

- Bem, como sabe, tenho 17 anos. Aos 14, fui diagnosticado com leucemia. Desde então, minha vida tem sido isso. Consultas, quimioterapia, consultas a psicólogos, milhões de remédios... - dei uma pausa - mas...quando tinha 15 anos, meu estágio piorou, foi quando tive minha experiência de quase morte. - suspirei - depois daquele dia, começamos um tratamento experimental com um novo tipo de medicamento, daqueles famosos na câncerlandia por não darem certo. E, hoje digamos que estou...estável.

- e você voltou a estudar?

- Eu terminei o ensino médio e agora estou esperando meu resultado para entrar na faculdade.

- Olha só, estou impressionado.

Então vejo o Porsche da Naomi adentrando no estacionamento.

- Bem...eu tenho que ir...- disse me virando em direção ao loiro.

- Podemos nos ver de novo? Quero conhece-lo melhor, Castiel.

-  Olha só, vejo que conseguiu decorar meu nome! - Ele riu - Bem...eu estou mais livre no fim de semana...

- está ótimo. Me dá seu celular? - entreguei meu celular para ele e o vi digitar algo - pronto. Agora tem meu número.

"Contato salvo com sucesso.

Deanno <3"

- Não quer meu número também?

- Quero, mas quero que me chame, então...- ele deu um sorriso sacana.

- CASSIE! - ouvi Naomi me chamar - Desculpe atrapalhar sua conversa dos pombinhos mas se programa já começou!

- NAOMI! - a repreendi. Sinto minhas bochechas corarem - Bem...até mais Dean...

- Tchau gracinha - disse acenando em minha direção.

Entro no carro e vejo uma Naomi super feliz no Banco do motorista.

- Você não tem jeito dona Naomi... - e ela começa a rir.

Continua...


Notas Finais


HEY SWEETS! O QUE ACHARAM?
Sorry pelo capítulo meio pombo. Os próximos serão mais emocionantes, I Promisse.
Favoritem se gostaram e se possível comentem,irei amar responder cada um de vocês 💕
É isso, bye zayntchy💕
~Chuu💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...