1. Spirit Fanfics >
  2. Forever - My love Story (CHOI SOOBIN) >
  3. Capítulo 06

História Forever - My love Story (CHOI SOOBIN) - Capítulo 7


Escrita por: _SummerStar_

Notas do Autor


Postando agora porque vou esquecer de postar mais tarde.

Capítulo 7 - Capítulo 06


__ Oh meu Deus! E qual foi a reação dela? - a mulher que entrevistava o moreno perguntou entusiasmada, arrancando um risada do maior -

__ Bom... eu pensei que ela não gostava de mim do mesmo jeito, pensei que eu tinha estragado nossa amizade, pois a reação dela não foi uma das melhores. - comentou o menino, abaixando a cabeça envergonhado, lembrando daquela noite -

.

.

.

.

Quando o moreno se distanciou da menina, o mesmo teve a visão do rosto da mesma levemente corado, a garota abaixo de si ainda mantinha os olhos fechados e a respiração levemente inrregular.

__ S/n... - o menino sussurrou o nome da mais nova, que lentamente abriu os olhos, corando mais ainda ao ver que Soobin ainda estava muito próximo de si - Eu-

Antes que o mesmo pudesse completar sua frase, a menina o interrompeu:

__ E-eu vou entrar. - gaguejou a menina, se afastando e caminhando em direção a casa, tropeçando nos próprios pés vez ou outra.

Aquele foi o momento em que Soobin maldiçoou a si mesmo, xingando-se e arrependendo-se de ter se declarado, deveria ter esperado mais tempo, e se tivesse estragado a amizade dele com a mai nova? Não tinha como saber ainda, mas de algum modo, o garoto sabia que os próximos dias seriam um pouco cansativos.

No dia seguinte, a menim agiu normalmente em frente aos pais, mas quando estava a sós com o moreno, a mesma evitava o olhar e sempre que ele tentava tocar no assunto, a menina inventava alguma desculpa e se afastava do moreno.

Quando voltaram da pequena viagem, a menina se afasfou ainda mais, não indo mais à livraria onde Soobin trabalhava. Não o acordando com os gritos pela manhã, até mesmo seu chefe questionou o motivo do sumiço da menina, e Soobin se encontrou obrigado a mentir, dizendo que era porque a menina estava doente.

Era uma tarde estressante de quinta feira, o menino não podia enganar a si mesmo, sentia falta da amiga de cabelos longos, da risada escandalosa e até mesmo dos tapas que recebia com frequência, uma tarde sem ela era mais estressante do que uma tarde cheia de clientes ignorantes.

Suspirando frustado com a situação deplorável em que se encontrava.

O menino deitou a cabeça sobre o balcão, fechando os olhos, torcendo para as horas passarem rapidamente. Porém, quando a porta foi aberta, o menino levantou sua cabeça, esperançoso, porém ao ver Felix e Arin entrando no estabelecimento, suspirou derrotado.

__ Eita, alguém está de mal humor hoje. - o loiro cutucou o braço da mais baixa, que concordou com uma careta em seu rosto -

__ Pode nos dizer o porque do mal humor Choi Soobin?

__ Vocês não compreenderiam.

__ Quando falam isso é um claro sinal de que está no nosso nivel de compreensão.  - a menina de cabelos curtos falou, debochando do moreno que pareceu mais irritado ainda com a fala da mais nova -

__ Vamos, conte para nós! - Felix falou numa tentativa falha de "amolecer" o coração do amigo  -

__ Somos seus amigos. - Arin continuou, com um falso sorriso de inocência  -

__ É assunto pessoal, entre mim e a S/n.

__ Pessoal a que nível? Se beijaram? - o menino loiro falou, fazendo Soobin arregalar os olhos assustado - Mentira...Foi isso mesmo!? - exclamou, caindo na gargalhada ao notar o rosto do outro vermelho -

__ E o que aconteceu depois? Como ela reagiu? - Arin questionou, curiosa sobre o assunto -

__ Ela está me evitando... - o menino mumurrou, virando a cabeça constrangido enquanto a garota de cabelos curtos sorria -

__ Era isso que eu estava esperando. - falou a mais baixa, atraindo um olhar confuso de Soobin -

__ O que você que dizer com isso?

__ Soobin, porque você acha que a S/n está te evitando?

__ Eu não sei, talvez ela só não goste de mim. - adimitiu o menino em um triste tom de voz ao pronunciar tais palavras -

__ Está errado, ela gosta de você sim.

__ E como você sabe?

__ Eu sou a melhor amiga dela, noto coisas que nem mesmo ela é capaz de notar.

__ Ainda não entendi o que você que dizer. - respondeu honestamente, fazendo o loiro gargalha mais ainda, o que resultou em um tapa que foi dado pela mais baixa -

__ Desculpa. - mumurrou, segurando a risada que insistia em escapar -

__ Acontece que, eu conheço a S/n a mais tempo que você, eu sempre notei em como ela falava de você antes de nos apresentar, sempre estava animada e tinha um olhar diferente, mais... entusiasmado ou encantado, uma combinação mais ou menos assim, ela gosta de você sim.

__ E porque ela está me evitando então?  - a pergunta foi direta, surpreendendo um pouco o loiro que estava atrás de Arin, mas ela, não se surpreendeu nem um pouco, parecia que estava preparada a anos para dizer tais coisas ao moreno -

__ Soobin, a quanto tempo vocês são amigos? Dois anos? Três? Ela se acostumou com isso e tem medo de que as coisas mudem no futuro, ela está insegura, apenas isso. Ela tem medo de que no futuro, vocês dois se afastem e não possam mais ser como são agora.

A últimas palavras da menina pareceram ter acertado um soco no estômago do moreno, que se sentiu fraco, um pouco tonto, ele também não gostava de pensar daquela forma, tinha medo do futuro e por isso hesitou na hora de se declarar para sua melhor amiga.

__ Como você sabe disso? Está falando com tanta certeza... ela te disse alguma coisa? - questionou novamente, inclinando-se um pouco para frente, não escondendo seu interesse no assunto -

__ Meio que disse e não disse.

__ Está me deixando confuso de novo. - exclamou o mais alto arrancando risadas baixas da menina a sua frente -

__ Eu sei eu sei. Acontece que, ontem, ela foi na minha casa e me disse isso, "Eu tenho medo do futuro, as coisas estão tão boas agora... e se ela mudarem? O futuro é imprevisivel... eu tenho medo dele." Foi isso que ela me disse.

Um silêncio se formou entre os três adolescentes por longos minutos, quando os dois mais novos se assustaram ao verem Soobin se afastando do balcão e pegando seu casaco.

__ Eu vou atrás da S/n!

Falou indo até a porta da livraria e saindo do local, deixando Arin e Felix sozinhos ali, olhando em volta.

__ Já está fechado?

__ Ainda são três horas da tarde, só pode fechar as sete... - mais alguns minutos de silêncio se estabeleceram naquele local -

__ O que fazemos? Eu nunca trabalhei em uma livraria antes! - falou apressadamente, fazendo a mais nova rir alto -

__ Vamos ter que fechar mais cedo, ou aceita o risco de aprender a trabalhar aqui? - o menino não demorou muito para agir, correu até a porta virando a pequena placa que estava na porta de vidro, mostrando que estavam fechados, o que arrancou risadas da menina -

__ Você acha que eles vão começar a namorar?  - questionou o menino, olhando para a mais baixa -

__ Provavelmente, se isso não acontecer eu irei acertar um tapa na cara da S/n! - respondeu sincera, fazendo o mais alto rir -

__ O que fazemos agora? 

__ Topa irmos assistir um filme? - sugeriu a menina, e o garoto apenas sorriu, envolvendo os ombros da menina pelo seu braço e a puxando para fora da livraria -

Soobin corria desesperadamente, havia ido na casa da garota que ocupava seus pensamentos, mas a mesma não se encontrava lá, então, passou a correr pelos lugares em que a mesma gostava de ir, pensando que poderia encontrar ela em um desses lugares.

O moreno abriu a porta do pequeno café com pressa, olhou em volta e não viu nem mesmo um sinal da menina que estava proucurando.

Um suspiro de frustação escapou de seus lábios e então o menino voltou a correr, inddo até um pequeno mercado onde vendia alguns salgados que a mesma gostava, o garoto olhou em volta, não vendo a mesma, se direcionou a senhora idosa que fazia os salgados, a mulher já o conhecia bem o bastante para que quando o visse já notasse o que o mesmo estava pensando ou desejando.

__ Oh, Soobin, como você está meu pequeno? Está atrás de S/n? - a senhora questionou para o menino, que agradeceu mentalmente por não ser necessário explicar que estava atrás da menina de cabelos longos -

__ Sim Sra.Kim, estou atrás da S/n, ela passou por aqui hoje?

__ Infelizmente não meu jovem, já faz alguna dias que a menina não vem aqui, se a encontrar avise que sinto saudades dela. - respondeu para o moreno que ficou um pouco decepicionado por não encontrar sua amiga ali, mas não demonstrou isso, ao invés disso ele apenas se curvou para a senhora e sorriu -

__ Pode deixar, quando eu a encontrar eu a carregarei até aqui. - falou, arrancando um risada da senhora -

__ Se quiser pode puxa-la pela orelha, tem minha permissão.  - dessa vez foi o menino que riu, agradecendo a senhora e se despedindo da mesma antes de voltar a correr pelas ruas, esbarrando em algumas pessoas mas nem se preocupando em pedi perdão -

O menino correu por vários minutos, foi até varios dos lugares em que a menina costumava ir, cansado, o mesmo apoiou as mãos no joelho respirando ofegante, olhou para o relógio em seu pulso e viu que já passavam das quatro horas, não sabia ao certo quanto tempo estava correndo, mas suspeitava que podia ser a uma hora ou quarenta minutos, não tinha certeza.

Já um pouco sem esperanças, e bastante cansado, o menino passou a caminhar lentamente, olhando em volta, pensando que por um acaso do destino ele encontrasse a menina por quem tanto proucurava.

E como se Deus ouvisse seus pensamentos, o menino a viu, a poucos passos de distância, olhando para o céu nublado, com os braços esticados. O menino demorou para perceber que as pessoas haviam começado a correr desesperados e de que gostas grossas de chuva caiam sobre si.

Ele não se importou nem um pouco com isso, apenas correu.

Correu como se não existisse amanhã, como se sua vida dependesse disso, e de fato dependia, S/n podia ser considerada sua vida, afinal, era ela quem tornava tudo divertido, tudo mágico e tolerável, até mesmo o pior dos dias poderiam ser considerados os melhores, se estivesse ao lado dela.

Não demorou muito para que ele estivesse ao lado dela, segurando seh braço, a olhando nos olhos. E, acima de tudo, feliz, muito feliz.

__ Finalmente te achei... - falou ofegante, tentando controlar sua respiração -

__ Como assim? Estava me proucurando?

__ Mas é claro! S/n, você estava me ignorando a dias, estava preocupado, você não gosta de mim como eu gosto de você? Você se incomdou quando eu a beijei? Me fala. - disparou, se irritando um pouco ao perceber que a menina evitava o olhar no olhos -

__ Me responda S/n! - exclamou, olhando para o rosto molhado da menina, que estava baixo -

__ Eu... eu tenho medo...

__ Medo... do que?

__ Do futuro, e se nos afastarmos? E se não dê certo? Eu não quero abrir mão da nossa amizade, eu não quero que tudo o que estamos vivendo sejam apenas lembranças, eu quero que estajamos lado a lado para sempre mas... mas...

A menina não teve tempo de completar sua frase, seus lábios foram selados com os de Soobin, que a beijava com delicadeza, com amor, do mesmo jeito que beijara no dia em que se declarou para ela.

Quando se afastaram, o menino sorriu ao notar as bochechas vernelhas da menina.

__ Então você gosta de mim também, não é? - a menina concordou, com um simples aceno de cabeça -

__ Diga... em voz alto, eu quero ouvir sua voz.

__ Eu gosto de você Soobin, gosto de tudo em você, dos seus olhos, do seu sorriso, das suas covinhas, gosto de tudo em você. - a menina falou, voltando a sentir os lábios do moreno sobre os seus -

Quando se afastaram novamente, o menino sorriu para ela, e a abraçou fortemente.

__ S/n, a parti de hoje, podemos namorar? Seja minha namorada, eu também tenho medo do futuro mas, eu não quero passar um dia sem poder dizer o quanto gosto de você e que você é minha, então... - antes que o menino completasse sua frase, S/n se pôs nas pontas do pés e depositou um selar nos lábios do moreno -

__ Eu aceito, Soobin.

Continua...



Notas Finais


Talvez os capítulos se atrasem porque estou lendo uns livros nos ultimos dias, e acabei de entretando na história e esquecendo do mundo todo kkkkk
Espero que tenham gostado do cápitulo de hoje, Bye bye, amo vcs ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...