1. Spirit Fanfics >
  2. Forever 3 >
  3. Capítulo 21

História Forever 3 - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura ❤

Capítulo 21 - Capítulo 21


*Matthew*

Terminei de fechar o meu notebook, por hoje eu já tinha encerrado. Eu estava ansioso, pois mês que vem seria a minha formatura e eu iria poder ter um tempo de descanso.

Meu telefone toca.

Olho no visor e vejo que é a Amanda.

*Alô*

*Matt, você está ocupado?*

A voz dela estava fraca.

*Estou indo para casa . Você está bem?*

*Não muito.*

*O que você está sentindo?*

*Eu hoje na parte da tarde comecei a passar mal, e não foi pouco. Vim para casa e tudo, mas meus pais vão viajar hoje, então vou ficar aqui sozinha.*

*Eu até iria agora direto ficar com você, mas eu tenho uma prova hoje super importante.*

*Eu entendo amor.*

*Vou fazer o seguinte, peço a Lorena para ir ficar com você enquanto estou na faculdade, e quando eu sair, vou direto para sua casa.*

*Sua irmã não vai gostar disso, tenho certeza.*

*Eu converso com ela, pode ficar tranquila. Agora descansa*

* bom.*

Desligo o celular.

Dirijo até em casa. Assim que chego, estaciono e entro.

Vejo a Lorena deitada no sofá de cabeça baixa.

-Oi Lo.(digo)

Ela me encara.

-Oi.(ela diz)-Antes que pergunte, minha mãe e meu pai foram levar o Arthur na festinha de futebol dele lá.

Eu assinto.

Ela se vira no sofá.

-Você não foi por quê?(pergunto)

-Não estava com vontade.(ela diz)

Eu me aproximo e ela se levanta.

-Lorena, o que está acontecendo?(pergunto)-Eu nunca te vi dessa forma.

-Não é nada.(ela diz)-Só estou cansada.

Eu a encaro.

-Eu te conheço a dezoito anos, sei muito bem que não é só isso.(digo)-Você sabe que pode contar comigo para tudo, eu sempre vou estar com você.

Ela me abraça e começa a chorar.

Eu aperto ela.

-O que tá acontecendo pequena?(pergunto)

-Eu não quero falar nada agora.(ela diz)-Eu só preciso desse abraço.

Eu assinto.

Eu sei que quando ela tiver pronta, ela vai me contar.

Depois de passar cinco minutos, ela me solta.

-Eu tenho que te pedir um favor.(digo)-Você pode não gostar, mas peço que faça isso por mim.

Ela me encara.

-Eu não vou matar ninguém.(ela diz)

-Vejo que a gracinha já está melhor.(digo rindo)-Mas falando sério agora. A Amanda está passando mal, será que você pode ficar com ela? Até eu voltar da faculdade.

-Aaaa Matt, logo com ela.(ela diz)

-Por favor Lo.(digo)-Te levo pra onde você quiser depois.

Ela me encara.

-Sendo assim, só vou com uma condição.(ela diz)

-E qual é?(pergunto)

-Me leva pra acampar? Igual nos velhos tempos.(ela diz)-Mas só eu e você.

Eu sorrio com a ideia.

-Claro que sim.(digo)

Ela me abraça.

-Agora vai tomar banho, que antes de ir para a faculdade eu te deixo lá.(digo)-Pode deixar que aviso a nossa mãe.

Ela assinte e sobe.

*Laysa*

Estava na festinha do time do Arthur, ele estava todo eufórico.

-Olha mãe, aquele garoto que tomou cartão vermelho por me chutar.(ele diz)-Eu falei para ele que isso ia ter volta.

-Que isso menino.(digo)-Nada de violência.

-O Christhofer me ensinou que a vingança é um prato que se come frio.(a Laura diz)-Então espera ele esquecer ai você vai e quebra o dente dele.

-Alguém separa essas crianças por favor.(o Luan diz)

-Grande Luan Maldonado.(um moço fala)-Que honra te receber aqui. E essa deve ser a sua esposa e sua filha?

-Sim, essa é minha esposa Laysa.(ele diz)-Essa é minha sobrinha Laura. Minha menina já está bem crescida.

-Ah sim.(ele diz)-E nosso craque, como anda?

-Vou bem.(Arthur diz)-Estou doido pra jogar logo a copinha.

-Esse menino tem muito talento senhor Maldonado.(ele diz)-Ele é um dos nossos melhores.

-Eu tenho muito orgulho do meu pequeno.(o Luan diz)

-Vocês não tem treino com meninas não?(a Laura pergunta)

-Só treinamos meninos.(o homem diz)-Futebol não é para meninas.

-E quem disse que não?(ela pergunta cruzando os braços)

-Laura...(digo)

-Pode deixar, ela é só criança.(ele diz)-Eles não sabem o que dizem e nem entende das coisas.

-Você que pensa.(ela diz)-Você é preconceituoso em achar que futebol é só para homens. Estamos no século vinte e um e você parece estar travado ainda no século anterior.

Ele encara perplexo.

-Você sendo um treinador deveria saber que existe grandes nomes no futebol feminino.(ela diz)-Eu poderia citar vários, mas tenho certeza que perderia meu tempo, pois seu preconceito ocupa a maior parte do seu cérebro.

-Vem, vamos tomar algo.(digo pegando ela)-Me desculpe por isso.

Saio.

-Laura, você não pode sair falando assim com as pessoas.(digo)

-Eu não tenho culpa tia Lay, se ele é um preconceituoso.(ela diz)

-Eu sei que você é apaixonada por futebol, mas não é assim que as coisas funcionam.(digo)-Temos que procurar uma escola que treine meninas.

-Eu não quero uma escola que treine meninas, porque aposto que são todas frescas.(ela diz)-Eu quero jogar de verdade.

-E você vai meu amor, é só ter paciência.(digo)-Agora vamos voltar para lá, e se ele ainda estiver lá, se comporte.

Ela assinte.

-A mini jogadora chegou.(o homem diz)-Sabia que nenhuma criança na vida tinha falado dessa forma comigo? Onde foi que você aprendeu a falar assim?

-Minha mãe é advogada e minha irmã é a mais inteligente.(ela diz)-Elas me ensinam e nunca baixar a cabeça pra homem e muito menos deixar que preconceitos bobos atrapalhem meus sonhos.

-Realmente tenho que dar os parabéns para elas.(ele diz)-E sabe de uma coisa? Eu nunca treinei meninas, mas posso abrir uma vaguinha para uma garotinha muito esperta.

Ela abre o sorriso.

-Quero ver você usar essa inteligência toda em campo.(ele diz)-Luan, se você puder levar ela no próximo treino do Arthur.

-Me leva tio, por favor.(ela diz implorando)

-Claro que te levo jogadora.(o Luan diz)

-Então te espero lá Laura.(ele diz e sai)

Ela começa a pular.

-Eu disse que você conseguiria.(digo)

*Lorena*

O Matt tinha acabado de estacionar enfrente ao apartamento dela.

-Quando sair da faculdade venho direto para cá.(ele diz)-E peço o motorista para te levar embora depois.

-Tá bom.(digo)

Abraço ele e desço.

Subo e respiro fundo antes de apertar a campanhia.

Vejo a porta sendo aberta e uma Amanda pálida atende a porta.

-Oi.(digo)

-Oi.(ela diz)-Entra.

Eu entro.

-Pode ficar avontade.(ela diz)

Eu assinto.

Ela se senta no sofá com uma xícara de chá. Ela coloca em um filme e eu começo a assistir.

Ela do nada levanta e vai para o banheiro. Essa garota tá estranha. Ela leva cinco minutos e nada.

-Lorena...pode me ajudar?(ela chama)

Eu vou até ela. Vejo que ela está apoiada na pia.

-O que você tem?(pergunto)

-Estou tonta, não consigo voltar para sala.(ela diz)

Eu me aproximo e a ajudo a voltar e se deitar no sofá.

-Você deveria ir ao médico.(digo)-Você não sabe o que tem.

-Eu vou ir amanhã.(ela diz)

Eu dou de ombros.

------------------------------------------------------------

Eu fiquei basicamente vidrada no meu celular, aqui estava o maior tédio. A campainha toca e ela se levanta para abrir a porta. Quando ela abre, ela cai nos braços do Matt.

-Amanda.(ele chama ela)

Eu levanto correndo.

Ele deita ela no sofá.

-Merda, eu preciso levar ela no médico.(ele diz)-Mas não sei onde está os documentos dela.

-Provavelmente no quarto dela.(digo)

Subo correndo e acho por sorte na escrivaninha os documentos dela. Desço rápido e ela ainda desmaiada.

-Vamos.(digo)

Ele pega ela e descemos. Ele coloca ela no banco de trás, com a cabeça deitada no meu colo e entra no lado do motorista.

Ele está dirigindo feito doido.

-Merda Matt, vai com calma.(digo)-Se não vamos ser três pessoas indo para o hospital ser atendidas.

Ele bufa.

O sinal fecha bem na hora que íamos passar.

-Droga.(ele diz socando o volante)

Ela começa a acordar.

-Matt.(ela o chama)

-Fica deitada amor, nós já vamos chegar no hospital.(ele diz)

O sinal abre e ele dirige novamente.

Ele estaciona o carro e abre a porta pegando ela.

Eu sigo eles para dentro. O Matt faz a ficha dela e eu me sento aguardando junto com ela.

-Quer um copo d'água?(pergunto)

Ela assinte.

Pego e entrego ela.

-Obrigada.(ela diz)

Logo o médico vem e chama ela.

-Me espera aqui, eu já volto.(o Matt diz)

Eu assinto.

Como se eu tivesse opção para onde ir. 


Notas Finais


Até o próximo capítulo 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...