História Forever and Always Imagine Kang Daniel ( Yaoi, Gay ) - Capítulo 2


Postado
Categorias Black Pink, EXO, Neo Culture Technology (NCT), Wanna One
Personagens Baekhyun, Daehwi, Guanlin, Jaehwan, Jihoon, Jinyoung, Jisung, Kang Daniel, Lisa, Lucas, Minhyun, Personagens Originais, Seongwoo, Sungwoon, Woojin
Tags Baekhyun, Blackpink, Boy X Boy, Colegial, Daniel, Exo, Gay, Imagine, Imagine Gay, Kang Daniel, Kpop, Lisa, Lucas, Romance, Wanna One, Yaoi, Yaoi(gay)
Visualizações 57
Palavras 2.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiramente, agrademos a todos pelos favoritos! Estamos muito felizes!

Segundamente, pedimos desculpas pela demora pra trazer um capítulo novo pra vocês! Vocês não sabem o quanto nós dois estávamos ansiosos para trazer um capítulo novinho para todos!

Terceiramente, sobre a minha fanfic do Mingyu, eu estou com um pequeno bloqueio de criatividade, mas não estou em Hiatus e queria falar isso para aqueles que acompanham a minha fanfic. Uma boa parte do próximo capítulo já está escrito, e espero trazer logo logo!

Nesse capítulo teremos um novo personagem!

Vocês viram o MV novo do Red Velvet? O MV novo do Stray Kids? E o Pré-debut do Loona?

Pra quem não acompanha Loona, recomendo bastante, vocês não vão se arrepender! As meninas são bastante talentosas e carismáticas. Acompanho Loona há bastante tempo e estava muito ancioso por esse MV.

Eu amei o MV das meninas do Red Velvet, tem um conceito bem de verão mesmo, me lembra um pouco "Rookie" e "Red Flavor" e tá bem no estilo delas.

O do Stray Kids? Nem se fala, amei demais! Os meninos estão maravilhosos!

Bem, espero que gostem do capítulo. Ele foi escrito por mim ( Paulinho ) e também revisado por mim, a Geovana me ajudou em algumas coisas.

Boa leitura a todos!

Capítulo 2 - O menino do gemido


Fanfic / Fanfiction Forever and Always Imagine Kang Daniel ( Yaoi, Gay ) - Capítulo 2 - O menino do gemido

                      

Acordei e fiz o mesmo ritual que fazemos toda manhã, pra ir a escola ou trabalho. Vamos confessar, não é nada legal ficar se arrumando todo santo dia. Às vezes dá vontade de largar tudo e ir pra escola todo descabelado mesmo né? Mas fazer o que? Ser chamado de feio também não é nada legal. 

Nunca entendi o porque das pessoas serem desse jeito, digo... 

Se importarem demais com a vida alheia, sabe? A preferência sexual, a cor ou o peso de alguém não vai interferir em nada da sua vida poxa! Qual o problema em ser gay, lésbica ou até mesmo bi? Nenhum! É cada coisa que a gente vê hoje em dia viu? Aí aí. Fora aqueles "homens" que se acham melhores do que as mulheres só por ter um pinto no meio das pernas, como algumas mulheres dizem, #MorteAoPênis. Claro que ele pode ser usado para coisas bem prazerosas e sabemos disso, mas também pode ser usado para coisas horríveis que nem preciso comentar.

- Vamos S/N! 'Tá demorando muito hein!? - Disse Lisa, que estava no andar de baixo.

- Calma aí! Já 'to terminando!

Hoje eu e Lisa combinamos de ir juntos a escola. Fazia um bom tempo que nós não andávamos juntos só nós dois. Sempre íamos juntos a escola, mas com o tempo isso foi diminuindo. 

Lisa e eu somos amigos desde pequenos. Quando meus pais vinham fazer viagens á trabalho aqui na Coréia, eu sempre vinha com eles. Tinha uma pequena escola que eu frequentava quando eu vinha, já que eu ficava por volta de meses aqui. Foi na escolinha que eu conheci Lisa, ela me ajudava a praticar coreano e me adaptar com as pessoas e costumes daqui. Eu falava algumas coisas em português que eu sabia, e falava os pontos bons de morar no Brasil. E assim, desde pequenos somos melhores amigos.

Lisa não era coreana, veio morar na Coréia pelo mesmo motivo que eu, viagens a trabalho feitas pelos nossos pais. Hoje em dia o seu cabelo que antes era castanho ela tingiu de loiro, sua pele antes que era meio bronzeada se tornou mais clara, tem um corpo bonito e magro, assim como muitas outras tailandesas. Ela também sempre me dizia que a Tailândia era um país ótimo de se morar. E deve ser mesmo.

Terminei de passar o perfume e escovei os dentes, já descendo em direção à sala.

- Olha só... - Lisa disse me olhando de cima abaixo - 'Tá um gatinho, eu pegava.

- Ahahaha muito engraçadinha você, mas obrigado. 

Por algum motivo, hoje eu passei maquiagem, que eu não usava há anos. Sempre gostei de usar mas raramente as-utilizava, geralmente quando ia a eventos mais especiais como casamentos, festas e essas coisas. Uma base tomava conta do meu rosto, corretivo abaixo dos olhos para disfarçar algumas olheiras e um delineado leve preenchia o canto dos meus olhos. Nem sei como consegui passar esse troço, sempre que eu tentava fazer um delineado descente, o negócio estourava e sujava meu rosto todinho. 

Nos despedimos de minha mãe e partimos em direção ao colégio.

- S/N... eu acho que eu 'to gostando de uma menina da nossa sala. 

- Hmm e quem é a sortuda? - Perguntei animado

- Não sei o nome dela direito mas é algo como Park... Park Chaeyoung... é ruiva, cabelos ondulados e bonita... muito bonita na verdade. 

- Já 'to vendo que esses dias você vai ficar bem bobinha. Olha só pra seu rosto! Parece uma criança que acabou de ganhar um  doce dos pais. - Falei rindo.

- Hey, você não pode falar nada também. Vai me dizer que você não acha o Daniel bonito?

- Cl-claro que n-não!

- 'Tá vendo só? Você até ficou corado! - Disse, caindo na risada. 

Kang Daniel era de fato, muito bonito. Mas, não é por isso que eu tenho que sair dizendo pros outros o quanto eu acho ele bonito, né? Além do mais, eu nem sei se ele é igual aqueles meninos do outro segundo ano, um bando de preconceituosos.

Chegando nos portões do colégio avistamos Geovana, Lucas e Baekhyun. Geovana e Lucas formavam um casal bonito, sempre achei os dois bonitos juntos. Mas, nunca falei. Baekhyun? Se não me engano, ele estava ficando com um menino lá do terceiro ano, como era mesmo o nome dele? Chany? Chaniel? Ah, lembrei! É Chanyeol!

E eu? No fundo do poço.

- Mas olha só o que temos aqui! - Exclamou Geovana surpresa. - Faz tempo que não te vejo assim, deveria usar maquiagem mais vezes.

- Concordamos - Disseram Lucas e Baekhyun.

- É muito chato ficar se arrumando todo dia, e dá muito trabalho fazer esse treco. - Falei apontando pro delineado fazendo meus amigos rirem.

- Baekhyun-hyung, me carrega até a sala? 'To cansado de andar. - Fiz meu famoso biquinho que sempre dava certo quando eu queria algo do Baekhyun.

- Tá vai 

- Iupiii!

Subi nas costas de Baekhyun e entrelacei meus braços em seu pescoço. No caminho notei alguns olhares sugestivos em cima de mim mas nada de mais. Conversávamos sobre algumas coisas aleatórias como, o porque do céu ser azul ou até mesmo o motivo dos meninos do outro segundo ano serem tão filhos da puta. Baekhyun me deixou na sala com um agradecimento e um beijo em sua bochecha de minha parte e foi embora com os outros dois, deixando eu e Lisa na sala.

- S/N, 'tá vendo aquela menina ali? - Falou apontando pra uma ruiva de cabelos longos. - É  ela, a garota que eu gosto.

- Wow, ela é realmente bonita... - Lisa que me desculpe mas, que garota linda. - Boa sorte com ela.

- Obrigado e se prepara que o Daniel vem aí, boa sorte amiguinho. - Traíra.

ELA IA MESMO ME DEIXAR SOZINHO?! COM KANG DANIEL AINDA POR CIMA? HOJE SEU ROSTINHO NÃO ESCAPA DE UNS TAPINHAS NÃO! 

- S/N-Hyung!? - Disse Daniel, sentando-se na carteira a minha frente. - 'Tá bonito hoje! Passou maquiagem né? O delineador caiu bem em você hyung.

- Olha, bonito eu sempre fui - Falei rindo um pouco. - mas, obrigado.

- Bem, não posso discordar que você é mesmo muito bonito. - Apertou os olhinhos, dando seu típico eye-smile.

- O-obrigado novamente. - olhei para o lado, envergonhado pelo elogio. - você... também é... m-muito bonito.

- Obrigado hyung. A professora está chegando vamos fazer silêncio.

- Tudo bem 

A professora Sook entrou na sala com seu sorriso e expressão irradiantes de sempre, - Nem parece que faz a gente se lascar nas provas de física - pensei. Eu gosto bastante da professora Sook, o seu jeito de ensino não é tão chato e ela não é nada rabugenta como o professor Chan, o de matemática, que eu falei pra vocês semana passada, lembram? Ela é alegre e divertida, mas nas provas de física ela sempre arruma um jeito de foder todos nós, seja com fórmulas difíceis ou questões muito complexas. Eu nunca gostei de física, admito. Mas sempre tentava estudar ao máximo pra conseguir tirar pelo menos uma nota azul.

- Bom dia turma! 

- Bom dia! - Respondemos em uníssono, já dando início à aula.

...

Triiiiiiing - fez o sinal, todos já fechavam os livros e caminhavam em direção ao refeitório. Estava terminando de guardar meu livro quando Lisa disse :

- Daniel, você não quer sentar conosco? 

- Me desculpe... Lisa? Mas, vou ter que recusar. - Disse Daniel sorrindo amarelo. - Vou me sentar com os garotos do outro segundo ano.

- Você quer dizer... o "Wanna One"? - Perguntei

- Sim, eles são legais. - E preconceituosos também. - Até depois. - Falou Daniel, se retirando da sala.

- S/N eu vou indo na frente, vou dar uma passadinha no banheiro. Pode ir sem mim, te encontro na mesa com os meninos.

- Ok - Terminei de guardar meus livros e saí em direção ao refeitório.

Fiquei um pouco chateado por saber que o Daniel iria se sentar com o grupinho lá do outro segundo ano. É que, ao meu ver, eles não pareciam nada legais. 

Mas, a vida segue.

Peguei minha bandeja com o famoso frango frito que eu tanto amava, uma porção de arroz e meu refrigerante que estava aberto, já que eu havia tomado um pouco do líquido para saciar um pouco de minha sede. Caminhava tranquilamente até a mesinha onde ficávamos no refeitório, eu acabei esbarrando em alguém, me fazendo tropeçar e cair em cima do indivíduo que, depois de um tempo, reconheci ser um garoto do outro segundo ano. Sua camisa se encontrava suja por conta da comida e do líquido gelado. 

Todos no refeitório observavam a cena atentos, como se fosse uma cerimônia ou algo do tipo, mas o pior não era isso, ERA O FATO DE EU TER CAÍDO EM CIMA DO COLO DO GAROTO.
 
- Oh! M-me desculpe! Eu juro que não foi por mal! - Disse, com certo medo de sua reação. 

- Es-está tudo bem... Mas, você poderia sair de cima de mi- aah.

Na minha tentativa falha de sair de cima do garoto, acabei fazendo com que minha bunda se esfregasse em cima de seu membro, senti algo meio duro bater no meio de minhas nádegas, ISSO SERIA UMA SEMI-EREÇÃO!? QUE VERGONHA! DEVERIA ESTAR PARECENDO UM PIMENTÃO AGORA! S/N SEU IDIOTA! BURRO! BURRO! BURRO! SÓ FAZ MERDA! 

- Me descul-ahh - SÉRIO MESMO S/N!? VOCÊ GEMEU NA FRENTE DO REFEITÓRIO TODO!? 

Tentei sair de cima do garoto novamente, e dessa vez consegui. Ele me olhava envergonhado e com a mão no pescoço, já eu não tinha nem coragem para olhar em seu rosto. Todos no refeitório ainda olhavam a cena, surpresos com o ocorrido. 

- M-me d-desculpe por tudo isso, ve-venha comigo... vou te ajudar a-a limpar... sua roupa...

- C-claro 

Caminhamos em direção ao banheiro masculino que não ficava tão longe dali e agradeci aos deuses por isso, já bastava os olhares e risos de todos no refeitório.

- Vo-você, não prefere... tirar a blusa? Pode usar a minha, não tem problema fico só com o moletom.

- Ah, claro - Disse o garoto que eu notei ser um pouco mais alto que eu. - Q-qual o seu nome?

Não consegui responder sua pergunta porque estava concentrado em outra coisa. 

ZÉUS, QUE ABDÔMEN MARAVILHOSO! 

S/N você já passou da sua cota hoje, não acha!? Já não basta ter caído em cima do garoto!? Agora fica o-comendo com os olhos!? 

QUE PERVERTIDO VOCÊ ESTÁ SE TORNANDO!

Afastei meus pensamentos sujos e respondi um - S/N - com as bochechas queimando de vergonha.

Tirei minha blusa e o-entreguei, mesmo ele sendo mais alto que eu, minha blusa ainda serviria, já que era comprida.

- M-me desculpe pelo transtorno - Falei ainda envergonhado - irei levar sua blusa pra casa, pode ficar com a minha, amanhã você me devolve e eu devolvo sua blusa limpinha. 

- N-não se preocupe, eu mesmo posso lavar.

- Não, eu que causei isso. Fique tranquilo, amanhã ela estará em suas mãos. V-você pode me encontrar no refeitório novamente? Amanhã? 

- Está bem... sim, eu posso.

- Aliás - deixei a vergonha um pouco de lado - qual o seu nome?

Já que agora estava menos envergonhado, pude olhar o garoto melhor. Só digo uma coisa: Que gato! Sério, ele tem traços tão bonitos! Não mantinha um sorriso no rosto, mas os seus olhinhos transmitiam um brilho suficientes para alegrarem o mundo todo.

 Que fofo!

- Hyunjin, Hwang Hyunjin.

- O-ok, então... nos vemos amanhã? 

- Nos vemos amanhã...

Saí do banheiro indo em direção ao refeitório novamente. Só pensava no ocorrido e em como eu era descuidado por ter causado tudo isso. Deus que me perdoe, mas o tal Hyunjin é um pedaço de mal caminho. 

Agora que eu lembrei, eu vou ter que pegar a comida novamente! O frango frito já deve ter acabado! Como vou sobreviver sem meu frango frito!?

Voltei ao refeitório indo em direção aos bufês onde a comida ficava, para refazer o meu almoço. 

Algumas pessoas ainda me olhavam, talvez pelo ocorrido. Não os-julgo, afinal não é todo dia que um garoto cai no colo de outro e ainda por cima os dois gemem no meio do refeitório. Agora eu iria ficar conhecido como "O garoto atrapalhado" ou "O menino do gemido", coisas do tipo. A vergonha que eu estava sentindo voltou a me consumir, um leve rubor já era visível em minhas bochechas.

- S/N VOCÊ 'TÁ BEM!? - Perguntou a loira de farmácia correndo em minha direção.

- Claro, não foi nada demais. 'Tá tudo bem Lisa.

- Não sei como te contar isso mas... me disseram que o Daniel tava quase pulando em cima do garoto que você derrubou.

O QUÊ!?

- Mas, porque!?

Bem, não fazia sentido o Daniel querer fazer isso. Não é como se o garoto fosse me comer ou algo do tipo. Além do mais eu e o Daniel  somos só amigos. 

- Também não sei... vamos logo que o intervalo já 'tá acabando. Pega logo tua comida e vem sentar com a gente.

- Ok, já estou indo.

 

 

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...