1. Spirit Fanfics >
  2. Forever and ever amen >
  3. Ciclo

História Forever and ever amen - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Oi, gente!!!
Gostaria de agradecer a todos os que estão acompanhando a história!! Chegamos a 30 visualizações!! Comecei a fanfic no intuito de me divertir, buscando trazer de forma detalhada a minha série favorita, jurando que a fic ia flopar!

Fazem 13 anos que Moonlight foi ao ar e eu tinha apenas 10 quando assisti pela primeira vez. Foi amor a primeira vista hahaha. Desde então, eu tenho assistido alguns episódios aleatoriamente. Revi recentemente todos os episódios para trazer as informações de forma correta, focando mais no nosso casal.

Espero que vocês estejam se divertindo também. ♥
Qualquer dúvida, sugestão, ou crítica, podem escrever, vou responder todos.

Se cuidem!

Capítulo 7 - Ciclo


Fanfic / Fanfiction Forever and ever amen - Capítulo 7 - Ciclo

Mick POV’s

Chegamos na papelaria. Eu e Coraline. Ela me contou tudo o que passou nesses três anos no lugar desconhecido. Sessões de tortura, com lança chamas, partes do corpo arrancadas...Por sorte, nós vampiros, nos curamos rápido. Mas nada apaga, de fato, o trauma vivenciado por ela.

Confesso que cheguei lá procurando por Beth. Coraline me olhou e com um sorriso irônico, me disse:

- Ela não está aqui, mas EU estou, como sempre estive.

Revirei os olhos. Fingi não escutar, pra não entrar no jogo dela.

A dona do local nos atendeu prontamente. Eu estava começando a interroga-la quando escutei a voz de Beth. Olhei em sua direção. Coraline me encarou. Ignorei. Continuei com as questões. A mulher era amiga de Emma e Jackson e também era vampira. Contamos tudo, mostramos as provas e ela decidiu que iria se mudar da cidade buscando permanecer segura.

Jackson havia imprimido as fotos, a lista com os nomes, comprado o envelope, tudo lá. Ele pediu para Natasha (a proprietária) avisar todos os seus contatos no telefone. A mensagem foi para Guillermo e depois, Josef também recebeu uma mensagem, desse mesmo número, indicando que Talbot estaria com esses documentos.

Eu entendi isso como uma ajuda para Emma, por amor. A questão da ameaça, ao menos. E o aviso, como um possível pedido de desculpas. Preferia acreditar nisso.

Beth parecia menos brava. Vi que ela revirou os olhos quando Coraline a encarou por fazer uma brincadeira comigo. Eu não sei o que fazer com essas duas. Não culpo a Beth por isso, afinal Coraline a raptou, ainda criança. Eu a amo. Preciso falar com ela.

Passei em meu apartamento, deixar a minha ex esposa. Quando estava saindo, ela me questionou.

- Onde você vai, Mick?

- Vou ver a Beth.

Coraline fez uma cara feia e me puxou pela gola da camisa, devagar.

- Ei, o que você está fazendo?

- Vem comigo, Mick. Vamos reviver os velhos tempos.

Nos beijamos e num piscar de olhos, tiramos nossas roupas. Começamos a transar. Eu estava morrendo de saudade dela e da vida cheia de perigos que ela me oferecia. O sexo entre vampiros é algo normal, diferente de um vampiro e uma mortal, por exemplo. O desejo da transformação não existe. E bom, vampiros são inférteis (e isso explica o porquê Coraline sequestrou Beth, já que não poderíamos ter um filho biológico).

Beth...

Escutei um barulho na porta. Será que era ela? Eu preciso sair daqui. Levantei em um pulo, vesti minha cueca e minha calça me dirigi até a porta. Coraline gemia gritando. Respirei fundo.

- Ei.

- Oi, Mick. Pelo jeito, as coisas estão boas por aqui, não é? Mas eu não quero atrapalhar a sua transa. Podem continuar, eu vou embora.

- Beth, nós precisamos conversar.

- Nós não temos mais NADA pra conversar. Está tudo muito claro. Não me procure mais. Acabou.

DROGA. Eu realmente não consigo ser racional com Coraline por perto.

Coraline desceu as escadas.

- Ué, a Beth já foi? Queria tanto oferecer uma água ou um café pra ela...

- Cala a boca.

- Você não falou isso pra mim há alguns minutos atrás...pelo contrário...

Precisei me afastar por alguns minutos. Eu estava enjoado de mim mesmo. Vou até o escritório de Josef.

Josef POV’s

Estava resolvendo alguns problemas com as empresas, quando Mick chegou completamente desnorteado.

- Josef, por favor, você precisa me ajudar. – ele estava quase chorando.

- Estou bem e você?

- Sem brincadeira, Kostan.

Engoli seco.

- Prossiga.

- Transei com Coraline e Beth viu.

-O que? Não sei se você sabe, mas existe um negócio que vai na porta, chama-se fechadura e tem a chave que serve pra trancar, seguro pra esse tipo de situação. Mas não era nem pra você estar fazendo isso. Como você traiu Beth? Você ama ela ou amava, não sei...

Eu estava incrédulo. É, realmente, Mick não pensa com a cabeça quando se trata da ex esposa.

- Você já tentou conversar com Beth sobre?

- Se ao menos ela atendesse as minhas ligações...ela acabou com tudo, cara, disse que não quer mais me ver.

- Olha, eu não sei o que te dizer. De verdade. Mas sempre que Coraline aparece, você age como se Beth não existisse, como se ela não fosse importante. Você afasta as pessoas porque a sua ex te manipula. Ela joga com você.

- Eu sei, irmão. Eu sei.

- Dê tempo ao tempo. As coisas vão melhorar, mas você tem que dar um basta em Coraline.

Beth POV’s

Fui até o escritório, com o rosto inchado de tanto chorar. Óbvio que Talbot iria me questionar.

- Olá, Beth. Tudo bem? Eu preciso que você reveja alguns relatórios dos casos mais recentes e adicione essas pis... – Você está bem?

- Estou sim.

- Não parece. Mick?

Apenas assenti com a cabeça.

- Brigaram?

- Terminamos.

- Quer saber? Esqueça os relatórios. Venha, vamos tomar um café juntos.

Concordei. Havia uma cafeteria há algumas quadras dali. Enquanto eu tomava meu expresso com chantilly, Talbot se deliciava com um cappuccino sem açúcar.

- Pode tirar o restante do dia para ficar em casa, Beth. Você precisa descansar. Não se preocupe com os relatórios, tá?

- Obrigada, Talbot. Estou precisando.

Quando voltei meus olhos para a rua, Mick estava lá, nos observando. Fingi não ver. Talbot olhou para trás.

- Parece que temos companhia.

- É, parece que sim. Melhor ignorar.

O meu chefe parecia surpreso com a minha resposta.

- Vamos, vamos embora daqui.

- Quer que eu te acompanhe até sua casa?

- Não precisa, Talbot. Eu sou maior de idade.

Ele sorriu e eu retribui.

- Qualquer coisa, me liga.

- Ligo sim.

Entrei no carro e segui em direção ao meu apartamento. Mick já não estava mais no mesmo local me observando.

Coraline POV’s

Eu finalmente consegui o que queria! Com Beth fora do caminho, o Mick seria só meu!

Foi no momento certo...Nós voltamos da livraria. Ele ia correr para casa de Beth. Eu o puxei e o beijei, lentamente. A medida que o tesão aumentava, a velocidade das nossas mãos seguiam o mesmo ritmo, até todas as nossas roupas caírem ao chão.

A namorada dele decidiu entrar em seu apartamento. Eu sabia que St. John não resistiria a mim, afinal, ele nunca resiste. Foi só eu beijá-lo que ele se entregou. Transamos como nunca. Até a Beth chegar. Ouvi toda a conversa no andar de cima, rindo. Ela terminou com ele. T-E-R-M-I-N-O-U. Saiu chorando, enquanto eu continuava a rir.

Pra mim, eu não preciso nem de redenção mais. Agora eu posso fugir com Mick. Nós seremos muito felizes. Mal posso esperar. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...