História Forever is a long time - Capítulo 69


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Demally, Norminah, Romance
Visualizações 162
Palavras 1.127
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem apareceu
Boa leitura

Capítulo 69 - Estrela de Bronze


POV Lauren

Me sento na ponta da cama, coloco minha mão entre suas coxas por baixo do lençol e começo a aperta- las

-Lauren não... Pode entra alguém aqui, é perigoso- diz tentando me afastar.

-Por favor Camz, é rapidinho, é só eu trancar a porta... E não se esquece que ja fizemos isso a uma tempo atrás... E você amou- sussurro e fico beijando o seu pescoço.

-Ok, mas você tem que ser rápida, Jauregui. Ninguém pode desconfiar- diz e eu vou trancar a porta. Me viro e ela estava se ajeitando na cama.

-Vem, senta aqui no meu colo, Camz- digo me sentando na cama e ela vai se sentando no meu colo.

-O que você quer que eu faça? Quer que eu te beije? Quer que eu gema seu nome bem gostoso? Hum? Quer me ver quicando nos seus dedos?- diz beijando e mordendo o meu pescoço.

-Você é uma provocadorazinha, Cabello. Só não te dou o que você merece aqui mesmo, por que você precisa descansar, mas você vai ver quando o médico te liberar- falo apertando sua bunda por baixo daquela roupa de hospital- Levanta um pouco o quadril, gostosa- digo colocando minha mão por dentro da sua roupa e afasto sua calcinha para o lado.

-Hum... Tão receptiva, já está pronta pra mim. Tão molhada... Eu vou te foder tão gostoso que você vai gritar o meu nome- massageio seu clitóris e em seguida penetro dois dedos na sua entrada.

- Hum, Lo... Que saudade de sentir você entrando em mim...- geme manhosa.

POV Camila

-Isso... Rebola nos meus dedos, vai... Rebola que nem a safada que eu sei que você é- diz estocando fundo dentro de mim, comecei a rebolar em seus dedos até ela atingir meu ponto G.

-Isso Lauren... Porra!...Bem ai... Ohh mais forte... Me fode, Lauren!- comecei a gemer alto e a quicar em seus dedos como uma puta.

-Geme baixo... Assim todo no hospital vão saber que eu to fudendo você... E que você é uma passivinha escandalosa- ela diz divertida e eu mordo seu ombro.

-Não... me chama... de passivinha escandalosa... Sua puta- digo ofegante e continuo rebolando nos seus dedos.

-Não to falando nenhuma mentira... Goza pra mim, vai... Quero tanto te chupar gostoso... Só pra poder sentir você gozar na minha boca de novo.

-Lo... eu... Eu tó quase lá... Eu vou... Eu vou gozar pra você...- digo indo ainda mais rápido.

-Vem pra mim... Não para... Vou te contar uma coisa, eu também to quase gozando pra você, só de sentir o quanto você ta molhada me dá vontade de gozar pra você, ainda mais você gemendo assim pra mim.

Paro de quicar em seus dedos e encaixo nossas intimidades, começo a rebolar e a gemer alto. Depois de alguns minutoa sinto meu corpo relaxar e gozo junto com ela, depois coloquei meu rosto na curva do seu pescoço.

-Uau... Deveriamos fazer isso mais vezes- diz e me beija.

-Quero tanto te provar... Vamos fazer um 69? - falo mordendo seu lábio de leve.

-Hum... Essa rapidinha está me saindo melhor do que eu imaginava.- ela fala e tira sua calça e sua calcinha. Nós posicionamos se posiciona e ela aperta minha coxa. Começo a lamber seu clitóris até sua entrada.

-Hum... Que lingua gostosa, Cabello. Que saudade disso- fala e começa a me chupar. Ela penetrava sua lingua e apertava minhas coxas. Começo a penetrar minha lingua nela e cada vez que uma de nós geme, leve vibrações para a intimidade da outra. Depois de alguns minutos gozamos juntas.

-Porra... Isso foi incrível... Precisamos fazer mais rapidinhas assim- ela diz suada e começa a se vestir.

-Você é louca, Jauregui! Ja pensou se alguém escutou, se alguma das meninas escutou! Vão comentar pelo hospital todo que eu tava transando no quarto- digo preocupada.

-Mas você não tava pensando nisso enquanto gritava o meu nome e pedia pra eu te foder- fala sorrindo, tento dar um tapa na cara dela, mas ela segura minha mão.

-Bate vai, eu amo quando você fica violenta assim, fica parecendo uma leõa na cama, me mordendo, arranhando. Eu amo isso- fala sorrindo e me beija, e durante o beijo eu mordo seu lábio com força.

-Ai! Viu? Ta até querendo arrancar sangue de mim, mas guarda essa agressividade pra quando voltamos pra casa, ai sim vc vai pode me morder a vontade.- ela fala e se deita na cama. Me deito no peito dela e ficamos em silêncio, com ela fazendo carinho no meu cabello.

POV Lauren

-Sabe... Quando eu fiquei sabendo que você tava aqui... Eu me desesperei... E fiquei ainda mais desesperada quando fiquei sabendo do nosso filho... Foi aquele verme que me contou... Ele descobriu que você tava grávida e mandou o capanga dele te envenenar... Quando ele me contou eu quase matei ele.. Mas o Mike não deixou... Eu pegou o canivete da minha mão e praticamente me expulsou da sala, eu vim o mais rápido que eu podia, e quando cheguei aqui o médico confirmou que você tava grávida, mas perdeu a criança... Eu não ia aguentar perder vocês dois- falo emocionada.

-Mas agora está tudo bem, Lo. Podemos tentar de novo, o somos novas, você é uma delegada respeitada, tem um bom emprego e eu também trabalho, temos bons empregos, podemos tentar outras vezes, não fica assim, você não vai me perder- fala olhando nos meus olhos .

Escutamos batidas na porta, ela ajeita sua roupa e eu vou abrir a porta. Dinah entra que nem um furacão.

-Mas que porra, Jauregui. Não acredito que vocês ja estavam transando. Ta o maior cheiro de couro aqui- diz tampando o nariz.

-Vai se fuder, Hansen. Não sei do que você ta falando- me faço de desentendida.

-Ahh é? E como você explica essse chupões no seu pescoço? O no da Camila? E essa mordida no seu ombro? E esse seu lábio sangrando? Caralho, a foda de vocês foi bem violenta, né? - diz dechocada.

-Ahhh... Quer saber? Tava transando mesmo! E dai? Não é da sua conta. Ou por acaso você ta interessada na delagada aqui?- falo apontando pro meu corpo.

-Eu en?!Sai fora! Ja tenho a minha mulata e ela dá de mil que qualquer mulher, sai fora.

-O que você veio fazer aqui? Não tava cuidando da delegacia?

- Tava, mas o prefeito ligou, ele que te dar a Estrela de bronze.

-Não! Tu ta de sacanagem comigo! A Estrela de bronze?! Puta que pariu!

-Eu não brincaria com isso, Lauren. E você merece, você pegou o maior traficante de Miami, praticamente sozinha. O cara comandava um esquema gigantesco de contrabando e tráfico de armas, drogas, aparelhos eletrônicos, o cara era terrível e você pegou ele, porra!

-Puta que pariu, eu não acredito.

-Gente... Alguém me explica o que ta acontecendo...- diz Camila confusa.

-Eu vou ganhar um medalha por bravura, amor. Afinal eu prendi o maior traficante de Miami.

-Nossa, que incrível, amor. Você merece mesmo, depois de tudo que passamos.


Notas Finais


Eai?
Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...