1. Spirit Fanfics >
  2. Forever Mine - Drarry >
  3. A Arco-Iris

História Forever Mine - Drarry - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 12 - A Arco-Iris


Draco Pov

Desci pras masmorras, e parei em frente a entrada do Salão

 – Cristal Blue! – Falei 

Entrei na Salão Comunal, avistando vários tons de verde, e as inconfundíveis paredes de pedra,  e a Lula Gigante passando no mesmo momento que entrei. 

E uma Cassandra lendo um livro

Estavam todos chegando antes do informado ou e impressão minha? 

– Hey Cassie! – Chamei, me sentando ao seu lado

– Oii Draco! – Disse dando um sorriso se arrumando para me dar um abraço 

– Chegou cedo, sua carta falou que chegaria amanhã – Me desvencilhei dos braços dela

– Ah, minha mãe não me aguentava mais, minha irmã não estava lá em casa por esse meio tempo, então não tinha como encher o saco dela, ai parti pro plano B: infernizar a vida da minha mãe, ai um belo dia fui comprar umas tintas pra pintar meu quarto, porque como você sabe que gosto de por a mão na massa não ficar usando magia pra tudo, e quando voltei minhas malas já estavam prontas e basicamente minha mãe me jogou dentro do carro e falou pro motorista: "Pelo amor de Deus leva essa guria daqui por que eu não aguento mais!" E aqui estou eu! 

Gargalhei, aquilo definitivamente era a cara da mãe dela. 

– Entendi – Disse entre risos

Cassandra era uma garota muito, muito, muito linda, seus cabelos radicalmente loiros quase iguais ao meu, com mexas de cores azuis e rosa – bem peculiar pra uma bruxa mas eu adorava ficar mexendo nas mexas – muito lisos porém ela adorava cachear, dizia que ficava Fahion – e eu não posso discordar – sua cor de pele era branca, não pálida como eu, mas chegava perto, seu rosto não era fino, mas também não era gordinho – embora se fosse gordinho iria ficar muito mais fofa –, sua boca um pouco carnuda rosinha, e inacreditávelmente bem desenhada, seus olhos de uma cor castanha muito claros

Era super engraçada e inteligente, mas nunca encontrei alguém que fosse mais lerda do que ela em alguns assuntos, ela e um pouquinho agressiva as vezes, era mestiça, não sabia da existência do mundo bruxo até receber sua carta aos 13 anos – bem atrasada porém e tão inteligente que conseguiu atingir nosso nível em um estalar de  dedos – por isso ela fala algumas gírias de la e se considera mais Trouxa do que bruxa

Ela ama os trouxas, ama o mundo trouxa e sua criatividade... 

N/T. Autora-Chan: Vem aqui pro Brasil pro 'c ver o tanto de criatividade dos bixo, aqui nois nasce arquiteto, fazendo as gambiarra.    Faculdade?? Aqui a gente cresce vendo nossos pais fazendo gato nos fio pro valor da conta vir menor amor, faculdade e pros fracos

– Por que esta todo sorridente, hum? – Perguntou

– Nada não, so lembrei de uma coisa boa no caminho... 

– Aham, sei. Chegou aqui todo sorridentezinho só porque lembrou de algo bom? Ah vai, quem e o sortudo? Ou a sortuda, claro – Perguntou abrindo um sorriso malícioso

– Do que esta falando? – A olhei falsamente confuso

– Ai Ai, Draco, não precisa fazer a egípcia pra cima de mim não amor, você chegou aqui quase dando pulinhos com um sorriso bobo na cara, e óbvio que se encontrou com alguém meu querido. – Eu fui burro o suficiente pra tentar mentir pra ela – Vou perguntar mais uma vez: Quem e o sortudo ou a sortuda? 

– Tudo bem, mas olha só, não é nada do que você esta pensando Ok? E sim, eu encontrei com alguém, mas e bem possível que você fique bem surpresa, bem surpresa mesmo

– Draco, você sabe que eu odeio quando enrola, vai! Fala logo! 

– Ta, mas não e pra você surtar ou dar uma de minha don- 

– DRACO! 

– Ok, ok, eu estava com o Potter... 

Tive que me segurar pra não rir, quando o queixo dela foi em Hogsmeade pra passear e voltou. 

– Potter?? Harry Potter?

– Sim? 

– Filho de Thiago Potter e Lílian Potter? O-menino-que-sobreviveu? 

– Uhum... 

– Harry James Potter? O Potter que você odeia desde que seu primeiro dia de aula? 

– SIM! Já falei que sim!! 

– ESPERA! Então o motivo daquele seu sorriso bobo e seus quase pulinhos, é O salvador do mundo bruxo? O garoto que até  uma semana atrás tinha todo seu odio mortal de graça? Harry Potter o garoto que rejeitou sua amizade na cara dura porque você foi um babaca preconceituoso? Aquele Potter qu-

– Cassandra!!! 

– Uis falou meu nome inteiro, raro isso... 

– Quer parar de me insultar? E mais uma vez: Sim, entendeu agora? 

– Eu não acredito

– Merlin, e tão difícil assim? E sério Cassie – Questionei

– Óbvio que e, você pode muito bem estar me pregando uma peça, e ainda incluiu o Potter? Claro que esta tirando com minha cara – Falou impaciente, mas logo um sorriso animado tomou sua expressão – Ah, agora que parei pra pensar no que minha mãe disse pra minha irmã... 

– Ah, lá vem... 

– Ela disse que entre o Ódio e o Amor, existe uma linha muito tênue, agora entendo oque significa. – Falou semicerrando os olhos com um sorriso malicioso

N/T: 👁👄👁

– O oque você quer dizer com isso...? – Exclamei assombrado com oque aquilo significava

– Ó meu querido Draquinho, agora parando pra pensar, não preciso ficar supresa com você e o Potter se darem bem do nada... Esta acontecendo, o-

– Não ouse terminar esta frase! 

– E o amoooor!!! – Cantou e eu fiquei vermelho de raiva

– Cassandra eu vou te cruciar agora mesmo se você não calar a boca! – Exclamei sentindo cada parte do meu corpo se  esquentar em odio e vergonha

– Que veio como um tiro certo no meu coração...!!! 

– Que derrubou a base forte do meu coração!!! – Completou Pansy

– Que fez eu entend- AI CREDO!!! – Exclamou Cassie – De onde você veio garota?! 

– Não estraga a Vibe Arco-Íris.~ 

– Gente, pera ai quase que eu me vô. – Falou Cassie com a mão no peito respirando e inspirando fundo. 

– Mas iai, porque estávamos cantando essa música?? Você está apaixonadinha Cass?? – Perguntou Pansy com o mesmo sorriso malicioso. 

Cassie olhou pra mim com um sorriso maroto e deu uma picadela. 

– Quem me derá... Enquanto vinha pra cá, tocou no rádio do carro e agora está na minha cabeça, nada de mais. – Deu de ombros e eu agradeçi mentalmente, não queria ter que aguentar uma Pansy histérica. 

– Entendo, mas e ai Draco, você sumiu depois das escolhas dos monitores, estava aonde?

– Ah, estava com o Potter, foi uma tarde beem cheia.  

– Hm, Potter né, já está com amizade com ele? 

– Deve ser, a gente conversa bastante. 

Bom, mentindo eu não estou. 

– Ah, e depois dessa "tarde cheia" ele chegou aqui com um sorriso bobo na cara e dando pulinhos de alegría. – Exclamou Cassie animada. 

Sabia que tinha comemorado antes da hora, e claro que a Cassie não poderia ficar calada, eu sou muito burro de acreditar nisso. 

– Eu não estava dando pulinhos de alegria nada! 

Pansy soltou um gritinho histérico. 

Como eu temia... 

– Não acredito! Ownt, que amorzinho! 

– Não é?? É tão fofo ver o Draquinho desse jeito! 

– E verdade, ele sempre e tão arrogante e frio, e muito bom ver ele se dando bem com alguém que não seja a gente, se bem que não sei quem aguentaria essa chatisse toda, já e uma guerra pra fazer ele sorrir no dia a dia – Falou Pansy casualmente e eu a olhei incrédulo. 

Ok, eu sou difícil de lidar e não sorrio muito, muito menos elogio alguém. Ok, eu não dou a mínima pra opinião dela, mas precisava me agredir verbalmente? 

– Oh Draco, sem ofensas esta bem? 

Eu não acredito... 

– Não se diz "Sem ofensas" Pra uma pessoa que você acabou de ofender de vários jeitos Pansy – Disse Blasio aparecendo ao lado de Nott, e Cassie deu um pulo no sofá. 

– Ai Meu Deus! Vocês são fantasmas ou oque?! Vieram do Lago Negro?! 

– Ah, oi Cassie – Falou Blaise indo dar um abraço nela. 

– É depois de eu quase ter um infarto aqui, DE NOVO, você me vem com um "Oi Cassie" – Reclamou retribuindo o abraço – Oi Neguinho! 

– Iai Arco-Iris! – Já Nott a recebeu com um toque    de  mãos     que ela ensinou, e eu sinceramente não sabia qual era a necessidade daquilo. 

Trouxas são realmente estranhos. 

– Beleza Loiro – Mais uma coisa que eu também não entendia – Ah Draco, parece que viu um fantasma, e só um toque e uma giria, nada de importante, quando eu trazer o celular, quero ver se você não vai pirar. 

– Ah, eu imagino – Falei revirando os olhos. 


Harry Pov


– Adiós, senhor não perfeito! – Falei alargando o passo. 

– Ah, seu... 

– Olha a boca perfeitinho! – Alarguei o passo. 

Fui saltitando com um sorriso de orelha a orelha até o quadro da mulher gorda. 

– Ola! Como esta?? 

– Oh, estou bem Sr. Potter e vejo que você também, não? – Falou ela aqueando o cenho sorrindo, com sua taça na mão. 

– Muito bem! 

– Oh, que ótimo, estava mesmo a espera de alguém     para     mostrar a meu mais novo método para quebrar está taça só com minha, modéstia parte, belíssima voz. 

– Hã... É que... Eu estou atrasado sabe... Tenho que voltar, então... Ibilius! – Falei mordendo meu lábio inferior com medo de ouvir a voz dela de novo. 

– Ah, não se preucupe é rápido, olhe só A-hem... Aaaaaaa-. 

– Olhe, Minerva! Ela não parece estar muito bem... Parece um pouco nervosa...–Exclamei apontando um corredor que não estava a vista do quadro. 

Por favor Merlin, faça ela acreditar. Não quero ouvir está "belíssima" voz. 

– Oh Céus, entre, entre!

Entrei aliviado, com a mão no peito. 

Ouvi alguns gritos femininos, e quando entrei de vez no lugar, avistei uma cena nada inédita. 

–...então pare de falar! Leia que você entende, e nem ouse reclamar mais uma vez! – Mione fala batendo o livro na cabeça de Ron. 

– Ai!!! Qual é Hermione! As aulas nem começaram a ainda, vamos aproveitar! Você não cansa não?! E isso aqui não da pra entender mesmo que eu tente, olha o tanto de ingredientes, e eu não sei nem o nome da poção! 

– Por Deus Ronald! As aulas começam depois de amanhã! E eu só vou repetir mais uma vez: Leia que você entende! Poções e uma das matérias mais fáceis! E o nome dela esta bem aqui em cima seu preguiçoso! 

Quando Ron percebeu que eu estava no recinto parecia que Merlin tinha retornado a vida. 

– Ah Harry! Você veio me salvar deste monstro que me prende nas profundezas do tedio e do desentendimento? Por favor diga que si- AI! – Ri quando Hermione deu um beliscão no braço de Ron. 

– Pra que agredir?! Você viu isso Harry? 

Mione negou com a cabeça, enquanto eu me sentava na poltrona entre risos. 

Era bem normal eles brigarem.

Bom, brigar em uma palavra forte mas, ficarem trocando farpas e tudo mais. 

Principalmente quando Ronald e irresponsável ou preguiçoso com algo, e na maioria das vezes Hermione está certa em beliscar e bater, nada muito extremo. 

Mas ele se quer liga pra alguma lição de moral que ela tenta ensinar pra ele. 

E toda vez que ela fazia isso Rony buscava por minha ajuda falando que ela era um monstro e estava tentando fazer minha cabeça, porque claro, Mione sempre estava certa então todas as vez eu dava a razão pra ela. 

- Harry me salve! - Pediu com as mãos em minha direção. 

– Eu não sei de nada, nem vem me meter nessas suas encrencas com Hermione. 

– Viu! Se ela não tivesse feito uma lavagem Cerebral em você, estaria me ajudando a escapar deste terrível monstro! 

– Ronald, cala a boca e lê! – Mione aumentou a vóz. 

Ele resmungou mas logo atendeu as ordens. 

– E você Harry? Não vai estudar não, um monitor tem que ser o exemplo – Falou como quem não quer nada, sem me olhar, mas estava óbvio que ela não tinha gostado quando ouviu que eu seria o monitor. 

Desde sempre Hermione quis ser monitora, e estudou muito pra isso, puxou saco de todos os professores, virou amiga dos outros monitores, até tentou mandar um indireta pra professora Minerva. 

E sabemos que ela pode ser bem persuasiva quando quer. 

Mas nos surpreendemos quando ela chegou a dar em cima de um dos monitores só pra ela ganhar alguma indicação. 

Foi um choque pra eu e Ron quando soubemos que ela estava se atirando, por que sabe, ela e a Hermione, A inteligênte do trio, A sensata do trio, A conselheira, A Santa. 

E ela estava dando em cima de um dos monitores, e é claro que eu e Ron zoamos ela até um tempo atrás. 

Hoje ela diz que foi a pior decisão que ela já tomou na vida, e que se ela ainda estivesse com o Vira-Tempo, faria algo diferente, por que ela fala que no momento da paquera não era ela que tinha o controle do seu corpo. 

Nos não demos a mínima e continuamos a zoar ela. 

– Olha Mione, não quero que fique com raiva de mim, eu vou tentar sair e dar o cargo de monitor pra você. 

– Não Harry, eu não estou brava com você, como que eu poderia? Só... Não faz sentido algum. 

Foi a mesma coisas que eu disse...

– Eu também penso isso, por esse motivo quando eu sair, vou te indicar pra-

– Não Harry, eu não quero que você saia, se a professora Minerva escolheu você, foi por que você e uma boa escolha, ela sabe oque faz, e eu não iria conseguir nada mesmo só puxando o saco dos professores... 

– Falamos isso todas as vezes Hermione... – Resmungou Ron

– Mas, como pode ser você? Assim, ssem querer te ofender ou me exibir, você e bom com as materias, muito bom na verdade, mas eu sou melhor, e mais uma coisa... 

– Mione, eu só fui escolhido por que o Remo me indicou, e por que eu sou O Salvador Do Mundo Bruxo, tenho certeza que se não fosse por isso você teria sido escolhida. 

– Acho que não, mas ok, aonde foi depois do anúncio, depois de conversar com a Minerva e claro. 

– Ah, eu tava com o Malfoy... – Quando lembrei dos acontecimentos começei a rir imediatamente. 

– Malfoy?! – Perguntou Rony. 

– E... A gente.. Ai pera ai... A-ham... Sim, o Malfoy, aconteceu bastante coisa hoje... – Respondi tentando parar de rir, já sentindo a dor na barriga voltando

– Porque estava com o Malfoy? –Perguntou Ron mais uma vez parecendo bem surpreso. 

– Ué, a gente saiu da sala da Minerva junto, e como eu fui pra mesa dele e deu tudo certo, a gente não se matou nem nada, começamos a conversar e tudo mais, por que? 

– Cara, eu pensei que quando ele tinha te convidado ele tava te zoando, ai ia rolar briga e eu ia poder socar a cara dele depois de tanto tempo, não achei que fosse sério – Falou Ron

Bom, faz sentido oque ele pensou mas ele já tava se adiantando pra socar a cara de  alguém?

– Merlin Ronald, e depois fala que eu sou agressiva? Você já estava fazendo planos pra bater em alguém? – Questionou Mione incrédula

– Ele não e uma pessoa qualquer Mione, ele e o Malfoy... 

– Eu sabia que você não tinha levado a sério oque eu te disse aquele dia! – Acusei – Mas e verdade Ron, ele mudou, está até legal. 

– Ele não vai acreditar Harry, ele odeia o Malfoy mais do que nos dois juntos – Disse Mione suspirando

– E claro que eu o odeio, ele esnobou minha família, te chamou de Sangue-ruim diversas vezes  Mione, e arrumou briga com o Harry mais vezes do que eu consigo contar nos dedos! Querem mais motivos? –Exclamou

– Ron, já conversamos sobre isso, ele foi criado pra nos odiar, criado de uma forma horrivel, e fez muitas escolhas erradas, mas pelo menos tentou concertar depois, ele me salvou, se não fosse por ele talvez o mundo bruxo ainda estaria lutando contra Voldemort, ele e uma pessoa boa... Ele mudou Ron, e sério... 






Continua?? 


Notas Finais


Hey, Tudo bom com vcs?
GENTE BATEMOS 100 FAV
Mt obrigada a cada um de voces gente, vocês não sabem o quanto isso e importante pra mim, mesmo que nem seja tanto, muito obrigada 💖
Mas se arruma ai pq a nota vai ser bem grande.

Gente, desculpa a demora, eu fiz um CP bem melhor do que esse mas o Spirit deu uma bugada e eu perdi TUDO.
Mas ta ai, espero que tenha atendido as expectativas de vocês!
Se a história estiver faltando detalhes e estiver acontecendo rápido de mais e só me falar que eu tento arrumar Sksks
O meu jeito de escrever eu me inspiro muito na @Kashi_ (a propósito, amo ela Deusa de mais, as Fics dela são as melhores, sério, Eroda meu bbzinho 💖)
Eu tento colocar detalhes pra não deixar nada em branco, deixar as coisas fluírem e não ir rápido de mais, mas acho que não estou conseguindo muito kkkk mas eu tento fazer com que esteja tudo muito bem explicadinho...
Prometo que a próxima fic vai ser bem melhor que essa Ok
Então... Gostaram da Cassie??
E isso, bjss gente, fiquem com Deus 🤗
Qualquer duvida, estou ai 😜
( Amo seus comentários @Gabriiellee ❤🖤)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...