História Forget him - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Isaac Lahey, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Sciles, Stisaac
Visualizações 408
Palavras 1.412
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello meus anjos
Obrigada pelos favoritos e comentários <3
Eu tenho o problema de ser muito dependente de motivação, se não tiver pelo menos um "continua", eu vou me sentir desmotivada e aí começo a atrasar as att, ter bloqueios e essas coisas chatas que nenhum leitor gosta que eu sei xkdmdomdkdmdkdmd
Bem, enjoy!

Capítulo 2 - II



A visão de Stiles dormindo sobre seu peito ao acordar sem dúvidas era a melhor que poderia ter naquele dia. Sorriu de leve, olhando o horário no despertador e como ainda era cedo resolveu aproveitar e prolongar aquele momento o máximo que podia.

Acariciou os cabelos castanhos bagunçados do menor, admirando seus cílios grossos, o nariz empinado, a pele com as várias pintinhas espalhadas e a boca levemente aberta e vermelha, mas sem soltar som algum além do ressonar.

Desceu a mão até suas costas, deixando-a ali parada enquanto imaginava como seria bom poder fazer aquilo todos os dias de manhã, poder dizer que Stiles era seu e ter todo o carinho e atenção do menor voltados para si.

Suspirou quase rindo de si mesmo.

"O único que tem o amor de Stiles é o Scott."

Ignorou o pensamento, segurando o queixo do menor delicadamente para não o acordar e beijando seus lábios, se lamentando por não ter liberdade de fazer isso quando quisesse.

O despertador tocou, atrapalhando o seu momento de contemplação e acordando o castanho que se esticou para desliga-lo e voltou para o peito do outro.

— Bom dia! - sorriu com a voz rouca arrepiando o loiro. - Achei que estivesse de camisa quando fomos dormir ontem.

— Senti calor. - explicou vagamente. - Escutei seu pai chegar um pouco depois que você dormiu.

— Ele deve estar cansado. - suspirou. - Vou fazer o café da manhã. - anunciou já se levantando e indo ao banheiro escovar os dentes.

Quando saiu Isaac ainda estava jogado sobre a cama então foi para a cozinha começando a preparar a refeição.

— Bom dia. - um tempo depois escutou a voz do Sheriff, que se sentou a mesa e se serviu de bastante café.

— Bom dia, fiz panquecas! - disse já pondo-as no prato do outro.

— Por que tem três pratos? - perguntou confuso e na mesma hora Isaac entrou na cozinha, com camisa, para o alívio de Stiles. 

— Bom dia, senhor John. - o loiro cumprimentou e recebeu um aceno de volta. Juntou-se aos Stilinskis a mesa, afinal segundo o humano já não era mais visita, e começou a comer também.

[...]

Quando o sinal do intervalo tocou o beta foi para o refeitório, pegou sua refeição e olhou em volta procurando rostos conhecidos. Encontrou apenas Stiles e Scott, eles riam e o alfa mantinha uma mão na cintura do menor. Sentiu seu rosto fechar e as mãos apertarem a bandeja com força.

— Hey! - o menor disse ainda rindo um pouco quando o loiro sentou também. - o Scott estava me contando como o professor de química quase explodiu a sala hoje, quer escutar?

— Não. - respondeu curto sem olhar para eles, concentrando sua atenção na comida.

— Cara, o que você tem? - o moreno perguntou pondo uma mão no ombro do outro, que a tirou dali.

— O que eu tenho? O que você tem pra furar a noite da pizza ontem pra ficar com a sua namoradinha e hoje agir como se não tivesse acontecido nada! - devolveu a pergunta vendo os dois arregalarem os olhos com sua pequena explosão. Bufou se levantando e indo para o corredor abandonando a comida quase não tocada, ouvindo os chamados do humano.

— Isaac! - o menor foi atrás do amigo o puxando pelo braço quando o alcançou. - Não precisava de tudo isso! A Alisson precisava do Scott ontem, ele não teve culpa. - disse e o outro riu irônico.

— Ela precisava dele?! E quando você precisa dele?! Ele não te dá a mínima importância e sou eu quem fica ao seu lado! - disse e no mesmo momento o alfa apareceu.

— Isso não é verdade, o Stiles tem muita importância pra mim! - repreendeu realmente ofendido.

— Quando a Alisson não está perto e você não tem mais opções! - retrucou e o castanho o olhou magoado, mas sabia que era verdade.

— Por que você sempre tem que pôr a Alisson no meio?! Por acaso gosta dela e tem inveja de mim?! - empurrou o peito do outro que revidou com o rosto começando a ficar vermelho de raiva.

— Eu não gosto dela! Do que adianta toda essa super visão de lobisomem se você nao consegue ver nem mesmo quem realmente gosta de quem aqui?!

— Já chega, os dois! - o humano tentou por um ponto final naquilo mas nenhum dos lobisomens deram atenção.

— Do que você está falando? - Scott perguntou confuso e para o desespero do menor, quando o loiro percebeu o que disse já era tarde de mais.

— Fala sério! Vai me dizer que nunca tinha percebido que Stiles é apaixonado por você?! - apenas quando o silêncio reinou no local o beta filtrou as palavras ditas, a vermelhidão no rosto indo embora e os olhos azuis arregalados indo de encontro ao humano que o encarava desacreditado.

— O que?! - perguntou o alfa, esperando uma confirmação do menor, que tinha o rosto voltado ao chão agora.

— Você não tinha o direito de fazer isso! - o Stilinski disse para o beta.

— Stiles, eu... - tentou mas o menor já corria para fora da visão dos dois, sumindo no meio dos alunos que agora voltavam para suas salas. Ia correr atrás dele mas o moreno não deixou.

— Deixa ele, pelo menos por enquanto. - ele pediu parecendo meio atordoado e incerto e saiu, provavelmente indo para sua sala.

Não queria, mas fez o que o outro disse. Pelo bem de Stiles, o deixaria sozinho por um momento.

[...]

Não sabia como, mas no final das aulas conseguiu driblar os lobisomens e todo o resto da sociedade, dirigindo até sua casa com um nó na garganta.

A primeira coisa que fez ao chegar em casa foi trancar a porta e ter certeza de que a janela de seu quarto estava bem fechada, e depois se atirou na cama, deixando que as lágrimas presas até agora saíssem.

Não queria que Scott soubesse de seus sentimentos daquela maneira, a verdade sendo praticamente jogada em sua cara. Na verdade nem mesmo queria que ele descobrisse. 

Agora provavelmente seria odiado por ele.

Teria continuado a se remoer se não fosse uma mensagem sendo anunciada pelo seu celular, que iria ignorar mas era de Derek, convocando uma reunião da pack em seu loft.

— Droga! - todos estariam lá, incluindo obviamente Isaac e Scott, as pessoas que mais queria ignorar no momento.

Pensou em não ir, mas na mensagem constava que era muito urgente, então não teria jeito.

Ao menos trocou de roupa, apenas vestiu seu moletom vermelho e secou o rosto.

Dirigia até o local de encontro mas percebeu que a gasolina do Jeep estava acabando, parando no posto mais perto para abastecer.

Cobriu a cabeça com o capuz e saiu, pegando a mangueira e enchendo o tanque. Virou para voltá-la no lugar e quando se virou de novo tinha um cara alto e forte, encostado no carro e o encarando. Deu um pulinho, que foi percebido pelo outro já que ele sorriu de lado.

— Não era minha intenção te assustar. - a voz grave foi ouvida e Stiles se arrepiou, mas não de um jeito bom.

— Não assustou! - respondeu rapidamente - Agora se puder me dar licença eu estou atrasado.

— Não precisa ter pressa. - ele sorriu mais e Stiles se arrepiou de novo. A convivência com lobisomens o ensinou que devíamos confiar em nossos instintos, e os seus gritavam para correr dali. — Meu nome é Tom.

— Olha cara, eu realmente não estou tendo um bom dia, então me deixa em paz! - tentou chegar a porta do carro mas o maior o puxou, colocando-o contra a lataria de modo bruto. - Me solta!

— Calado! - apertou os braços do outro que se debatia. - Você tem o cheiro de mais de um lobo, mas é humano, provavelmente é o mascote deles. - cheirou o pescoço do outro, que tinha travado ao escuta-lo falar. 

— Você é um lobisomem. - afirmou e outro o olhou, os olhos antes negros brilhando vermelhos - A-alfa.

— Você é bom em identificação. Que tal me dizer agora onde está o alfa desse território? - perguntou e o outro pareceu acordar voltando a se debater e a tentar socar o maior de alguma maneira - Ok, escute o que eu vou te dizer vadiazinha! - apertou o pescoço do menor o erguendo do chão. - Você vai me levar até a pack dessa cidade por bem ou por mal.

— Vai pro inferno! - foi o que conseguiu dizer e pareceu irritar o alfa.

— Então vai ser por mal!





Notas Finais


Eita hein
Muita merda pra um capítulo só DJDNDKXNDKDNDODMDKMD
Sorry meus anjos
Já devem ter percebido que fui eu quem inventei o Tom, né?
Digam o que acharam e me desculpem se tiver algum erro que passou despercebido
Kisses <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...