1. Spirit Fanfics >
  2. Forget You, Lauren >
  3. Capítulo 13

História Forget You, Lauren - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Então pessoal, hoje é meu aniversário mas quem vai ganhar presente são vocês. A cada uma hora e meia vai sair dois capítulos, provavelmente essas atualizações acontecerão até umas 18:30.

Capítulo 14 - Capítulo 13


Naquela época: 16 anos

Lauren POV

ASSUNTO: CARONA DE HOJE

Cara Lauren,

Hoje não vou precisar de carona para casa depois da escola. Estou pegando carona com meu novo namorado.

Me Esqueça,

Camila

PS - Não votei em você para a Srta. Popular

***

ASSUNTO: RE: CARONA DE HOJE

Cara Camila,

Como hoje é o dia da mentira, não tenho certeza se levamos a sério essa piada de e-mail. Te espero no carro por cinco minutos.

Se você não estiver lá, eu vou embora.

Me Esqueça,

Lauren

PS - Obrigado por me avisar. Os professores estavam imaginando quem votou na outra caixa...

***

Camila nunca apareceu no meu carro, então eu assumi que ela não estava mentindo sobre ter um namorado. Eu também tinha certeza de que não duraria muito tempo. Os dois primeiros caras que ela tentou namorar a largaram porque ela se recusava a "se vestir como todas as outras garotas" sempre que saíam, e ela se recusava a pentear a esfregona que chamava de cabelo mais de três vezes por semana.

Voltando para casa, subi para o meu quarto e mandei uma mensagem para minha nova namorada, Chelsea.

Eu: Ei. O que está rolando?

Chelsea: Fazendo minhas unhas com Sara (ugh. O cabelo novo dela é tão nojento). E aí?

Eu: Fiquei me perguntando se você queria vir assistir a nova série de terror hoje à noite.

Chelsea: Não. Prefiro que você me leve para jantar... Você pode me buscar em algumas horas?

Eu não a mandei uma mensagem de volta. Estávamos namorando há apenas algumas semanas, e tudo o que ela queria era ir jantar (gastar meu dinheiro) e fofocar sobre suas amigas. Ela nunca fez nada do que eu queria fazer, e eu já havia dito a ela que séries e filmes de terror eram algo que eu gostava.

A resposta dela? "Os filmes de terror não são bons?".

Peguei meu caderno e comecei a escrever um plano para terminar com ela na próxima semana.

Fiquei tentada a ir na porta ao lado e perguntar a Camila se ela iria assistir a série de terror hoje à noite, mas quando olhei para cima, vi Glen Easton pela janela.

Ele estava sentado na mesa dela, dando-lhe um sorriso que eu já o vira dar para muitas outras garotas da nossa escola antes.

Mesmo que Camila fosse imperfeita como o inferno, ela poderia conseguir melhor - muito melhor - que Glen Easton.

Na semana passada, ele se gabou para todos os caras da aula de ginástica sobre como ele havia fodido Taylor Redding e como ele iria "pegar outra virgem este mês".

Eu duvidava muito que Camila já tivesse feito sexo. Ela ainda revirava os olhos sempre que eu lhe contava relutantemente sobre minhas aventuras (apenas porque meus amigos não estavam disponíveis), e mesmo que eu a odiasse, não achava que Glen deveria ser o seu primeiro.

O segundo dela? Talvez.

O primeiro dela? Sem chance.

Eu me certifiquei de que minhas persianas estivessem completamente fechadas e decidi que não diria nada a menos que eu achasse que Camila tentaria ir até o fim.

Eu assisti Glen passar os dedos pelos cabelos dela. Ela riu quando ele tentou tocá-la, e eu finalmente aceitei que ela seria sempre imperfeita, até que ela se inclinou para frente e o beijou.

Glen deslizou as mãos sob a blusa dela enquanto acariciava seu peito, e ela estava sorrindo contra a boca dele.

De repente, senti raiva e não sabia por que. Eu não queria Camila - de modo algum -, então achei que o sentimento no meu peito era raiva de Camila mostrando a minha mãe onde Brody havia escondido seus cigarros no meu quarto na semana passada.

Definitivamente é isso...

Vi o carro da mãe dela na garagem e decidi fazer o que qualquer amiga "preocupada" faria.

Eu: Olá, Sra. Cabello. Estou do outro lado da rua e ouvi um grito alto vindo do quarto da Camila. Ela esta bem? Eu sei que ela tem essas dores de estômago todos os meses...

Sra. Cabello: Uma boa vizinha, Lauren! Eu vou subir e checá-la. Obrigada!

Levou dez segundos para eu ouvir as consequências. A mãe de Camila tem os pulmões mais altos do quarteirão, e eu não tive que me apoiar na minha janela para ouvir cada palavra.

"Entrando um garoto no seu quarto, Karla Camila Cabello? Você está maluca! Está de castigo! Indefinidamente!".

Uma parte de mim quase se sentiu mal por delatar.

Até que vi a mãe dela puxando um maço de preservativos de uma gaveta.

Ela realmente ia fazer sexo com ele?

Os gritos de sua mãe continuaram por duas horas, e foi tão duro e brutal que me fez nunca querer trazer outra garota para o meu quarto...

***

Mais tarde naquela noite, Camila olhou para mim da janela segurando "Foda-se, Lauren!" no quadro dela toda vez que eu olhava para ela.

Eu estava prestes a perguntar por que ela não podia simplesmente ligar a TV para a série de terror e me deixar em paz, mas notei que sua tela plana sumira. Que sua mãe havia aceitado as consequências.

Suspirando, abri minha janela e empurrei minha TV o mais perto possível da borda.

Camila olhou para cima da mesa - ainda olhando para mim -, mas um leve sorriso cruzou seus lábios. Aumentei o volume o máximo possível e vi quando ela pegou o copo de papel que estava do lado dela da nossa linha telefônica improvisada de anos atrás.

"Lauren?", ela disse.

"Sim?".

"Você pode inclinar a tela um pouco mais?".

Eu obedeci, empurrando um pouco mais.

"Obrigada". Ela abriu um saco de batatas fritas. "Ah, e Lauren?".

"Sim?".

"Eu odeio você".



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...