1. Spirit Fanfics >
  2. Forgivable

História Forgivable


Escrita por: zandollar

Fanfic / Fanfiction Forgivable
Sinopse:
Eu costumava dizer que melhores amigos são uma via de mão dupla, ou você se apaixona, ou você se destrói. Quando estamos falando dos desencontros que não correspondem aos caminhos oblíquos, querendo ou não, o amor acaba se transformando em uma armadilha àquele quem se ama, e mesmo consistindo em enredar idealizações de um relacionamento suficiente, acabei entendendo que foi a minha vez de cair na teia de frustração que todo casamento trazia de brinde, descobrindo que tudo aquilo que eu idealizava sobre minha melhor amiga e esposa não passava de uma cilada que o amor me armou. Mais uma vez provando que eu sou e sempre serei, suscetível à escolhas ruins.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 1.752
Favoritos 64
Comentários 96
Listas de Leitura 11
Palavras 95.604
Concluído Sim
Categorias One Direction, Paul Walker, Zayn Malik
Tags Criminal, Halsey, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama / Tragédia, Famí­lia, Literatura Feminina, Policial, Romântico / Shoujo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de difamar ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
O sabor da maçã era Eva e uma cobra
6
214
1.173
 
2.
Felicitações de um coringa
7
156
4.412
 
3.
Os vinte anos de ouro ao pó
5
113
3.180
 
4.
Alguns diamantes azuis bebem tequila
4
105
3.542
 
5.
Um bom marquês manda em uvas e carvalho
4
96
3.580
 
6.
A faca e o machado na encruzilhada
4
77
2.898
 
7.
Faíscas e mentiras sob a lua no ápice
5
83
3.174
 
8.
Os malditos corvos do amanhecer
6
67
3.849
 
9.
Uma taça vazia vale mais que o vinho branco
4
70
3.183
 
10.
O fogo consome o silêncio
3
72
4.154
 
11.
Sob a mira de duas armas
7
96
4.759
 
12.
O café de Deus sempre mata e nunca morre
5
71
4.704
 
13.
Barão vermelho surfando em mentiras
3
65
6.037
 
14.
A droga do chá branco
3
60
3.544
 
15.
Chorando nas asas do demônio
6
62
3.727
 
16.
À espera do sol em Valerie
3
56
4.754
 
17.
A falsa alegoria de um amanhã
4
55
4.950
 
18.
Dólar de areia e vinho da Califórnia
4
50
6.511
 
19.
A lua é a mãe das ondas
4
40
3.973
 
20.
O café da manhã das notícias ruins
3
52
3.773
 
21.
O preço caro da Eudaimonia
2
45
6.884
 
22.
Os quereres perdoáveis
4
47
8.843

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por paynedesire
Capítulo 17 - A falsa alegoria de um amanhã
Usuário: paynedesire
Usuário
+quando tu te desprende do apego porque é impossível não apreciar o que tu ta lendo.
eu teorizo muito e viajo muito e interpreto muito e às vezes as coisas não passam de >coisa da minha cabeça<, mas eu interpretei esse final como algo maior. eu sei que na tua mente criativa tu pode ter tentado passar infinitas mensagens com esse lance de tacar fogo na casa, mas eu vou humildemente dizer aqui como foi que eu li isso.
o zayn queria muito ter uma casa pra ficar só com a maddie e ele foi até o fim com isso. a cada, só dos dois, significava exatamente isso, só os dois juntos, um do outro, um com o outro, um pelo outro. mas, no fim das contas, o quanto a gente gosta de uma pessoa (no caso deles, o quanto a gente é apaixonado e ama alguém) não se mede pela quantidade de tempo que a gente passa, pelo quão próximo nós ficamos, pelo quanto de coisas que a gente divide e têm em comum porque, no fim das contas, sentimentos são imensuráveis. é maior do que a casa e queima igual o fogo. o fogo que queima a madeira, queima os móveis, queima os lugares onde as más decisões foram tomadas, onde as lágrimas foram derramas, onde tudo parecia desmoronar por baixo dos lençóis ou em um tom tão alto que soava como espelhos quebrando, pessoas gritando e portas sendo batidas. o fogo literal. e o fogo metafórico. que arde tão forte, brilha de um jeito tão intenso, é tão tão tão quente que chega a ser azul e, dessa forma, consome os erros porque, no fim das contas, o fogo não decide o que vai afligir, ele não é racional. o fogo surgiu da descoberta do homo erectus que, ao esfregar uma pedra na outra, viu surgir faíscas e se elas fossem colocadas em algum lugar de combustão fácil, pegava fogo. pedra. dura, fechada, fria. igual a maddie e o zayn têm sido, né? ou, pelo menos, tentado ser.
e sobre a casa e tudo o que ela representa: limites. imposição de limites. os dois, uma vez que a porta é fechada, estão trancados um com o outro. aliança no dedo, porta trancada, cerca branca do lado de fora. o casal feliz. mas a gente sabe que não é assim.
acho que, no fundo, a maddie e o zayn tão muito mais perto um do outro do que os limites que qualquer casa pode estabelecer. acho que um consome o outro mais do que fogo. sabe aquela frase mto clichê e batida que diz que home is where the heart is? no fim é isso. eles já têm morada um no outro, queimam um no outro e juntos principalmente.
eu acredito fielmente em um final feliz pra maddie e pro zayn, mesmo com todos os erros um do outro e um para com o outro. acho que amar é, também, sobre errar, quebrar a cara, perdoar, aprender que tanto quanto eu não sou a mesma pessoa que eu era ontem, a pessoa que tá comigo também não vai ser.
eu acho, de verdade, que eu nunca quis tanto um final feliz em uma fanfic antes. também nunca me apeguei tanto aos personagens desse jeito.
é incrível saber que eu sou amiga da pessoa por trás dessa história e que eu tenho a HONRA de poder trocar ideia com alguém tão inteligente, criativa e única. a cada capítulo tu me deixa mais bestaaa por forgivable.
não demora pra continuar!!!!!!!!!11 eu quero muito muito ler mais
e desculpa se eu viajei muito nesse comentário kkkkkkk mas queria dividir contigo minha interpretação. se eu viajei demais vou fingir que eu tava bêbada e seguir o baile rs
Postado por paynedesire
Capítulo 15 - Chorando nas asas do demônio
Usuário: paynedesire
Usuário
sim eu li esse capítulo de novo ouvindo everytime da britney spears pq eu ignorei tua indicação de música rs e foi muito doloroso
eu sei que a tua intenção com forgivable foi sair um pouco desse lance criminal e focar mais neles dois enquanto um casal, com problemas que um casal de verdade tem e isso tá dando muito certo, tu ta conseguindo demais isso, só que ainda assim eles têm esse lado e, querendo ou não, eu enxergo eles sob essa ótica ainda. uma das coisas que mais diferencia zaddie (zayn e maddie, rs) de zadele (zayn e adele kkkkk), e isso eu não sei se tu fez de propósito ou se foi eu emocionada que interpretei dessa maneira, é que zaddie me passa uma vibe de "tinha que ser" e eu até te falei esses dias que quando eu tava lendo unapologetic e tu achava que a amizade entre o zayn e a maddie não tava suficientemente desenvolvida eu só conseguia pensar no quão grande era a tensão entre os dois, sexual e sentimental também, e no quanto isso colocava os dois meio distantes um do outro como se eles soubessem que uma vez que atravessassem esse limite que eles mesmos impuseram não teria mais volta, como se eles não fossem mais conseguir se separar, enquanto entre a adele e o zayn não tem tanto isso de "eu já sabia que tava lá", eles só ficam sabendo quando já era kkkkk e a maddie e o zayn eu sinto q eles sentiram a cada vez que os sentimentos um pelo outro ficavam mais intensos. e, além disso, também tem toda a questão de como as relações, no geral, são retratadas tanto em unapologetic e forgivable. de novo, não sei se é de propósito ou se existiu uma influência de fast and furious, mas eles têm esse lance de se verem como uma família, cada um deles dá força um ao outro mesmo que os laços entre alguns mais especificamente não seja tão forte e eu nem sinto que é pura e simplesmente porque todos eles tão no mesmo barco, sujando as mãos c coisas erradas e, se vacilarem, tão fodidos porque se a polícia achar 1 é fácil achar os outros, parece que é por uma questão realmente de afetividade. tanto que eles todos moram juntos, cuidam um do outro. isso ficou muito claro nesse capítulo, que eles são uma família, e acho que isso me deixa ainda mais triste quando à questão da maddie kkk rindo pra não chorar
eu já falei que entendo que ela não queria falar pro zayn sobre o câncer dadas as circunstâncias e eu tbm já disse que eu provavelmente agiria do mesmo jeito mas como eu sempre digo: faça o que eu falo, não faça o que eu faço rs, eu queria taanto que ela contasse porque eu não acho que ele sentiria pena dela, acho que ele pensaria de outra forma. acho que todo esse lance de viver fora dos conformes, fora da lei, do próprio jeito, dá uma sensação de poder, de invencibilidade e até de imortalidade. eu não sei se tu já te sentiu desse jeito, parando no tempo, como se tu e os teus amigos e a tua juventude e brilho e selvageria fossem durar pra sempre, mas os momentos em que eu me sinto desse jeito (normalmente acontecem quando eu to muito feliz com as pessoas q eu amo) são realmente mto especiais pra mim e parece que essa galera do crime (pelo menos na ficção kkkkkk) se sente assim boa parte do tempo. então vai ser um choque fodido quando o zayn perceber que a traição da maddie, que pode até ter parecido um soco no meio do estômago e uma quebra de expectativa fodida em relação ao relacionamento deles e a essa ideia de "ride or die" da relação dos dois, não é nada perto do que vem pela frente e que além da fragilidade emocional e psicológica da maddie ainda existe a fragilidade biológica da qual ele meio que não pode fazer nada sobre e eu sei também que isso vai foder o psicológico dele também.
em unapologetic o que mais teve foi perdão, eu espero que forgivable faça jus ao nome ok queridinha? não sei mais se eu espero que ela conte ou que ele fique sabendo por um acontecimento maior tipo ela passando mal ou sei la, a única coisa que eu sei é que a maddie não vai morrer de jeito nenhum porque se ela morrer nossa amizade morre junto
+
Postado por paynedesire
Capítulo 11 - Sob a mira de duas armas
Usuário: paynedesire
Usuário
forgivable eh a melhor história que esse spirit ja viu meu deus sua MALUCA PESTE CADELA eu achava que unapologetic era insuperável mas forgivable veio pra acabar comigo 100% eu cheguei num ponto assim que eu amei TANTO esse capítulo que eu, nem por 1 momento (até agora), pensei como que o zayn vai perdoar a maddie porque eu fui ENGOLIDA pelo momento desse capítulo e eu vivi ele tão intensamente que eu nem consegui pensar no futuro q eu tava presaaaaaaaaa!! eu não consigo nem imaginar ou outro jeito que esse capítulo poderia ter sido conduzido porque eu acho que tu atingiu a perfeição. amiga, eu realmente não to exagerando, esse é o meu capítulo preferido de todos os capítulos de todas as coisas que eu há li na minha história de leitora de fanfics. e essa foi a primeira vez na vida tbm que eu me senti dos dois lados da mesma história pq ao mesmo tempo que eu super concordava com o zayn e sentia uma raiva maluca da maddie igualzinho a ele, eu ficava triiiiste por ela e queria tanto q ele ajoelhasse chorando e perdoasse, uma coisa bem dramática triste os dois fodido.
eu to arrependida de nao ter lido quando tu postou porque queria escrever lost minds aaaa eu vou ficar relendo esse capítulo pra sempre pelo resto da minha vida!!
acho que eu sou tão apaixonada por love the way you lie porque, além de ter feito parte da minha infância e ter mt memória afetiva envolvida, ela é uma música absurdamente sincera, cheia de sentimentos mesmo que eles sejam confusos e eu quase sinto as coisas sobre as quais o eminem e a rihanna falam nessa letra. eu achava que as sensações eram inexplicáveis mas tu traduziu tudo. não consegui não passar o capítulo inteiro imaginando tudo detalhadamente como se fosse um filme, eu ficava até pensando nos ângulos e love the way you lie tocando no fundooooooo meu deus linda o que tu fez comigooooooo
eu senti tanta coisa lendo esse capítulo, fiquei me tremendo real. linda, tu é muitoooo talentosa, eu nunca mais quero ouvir tu falando pra gente não ler o que tu escreve ou reclamando ou colocando defeitos. eu vou repetir: ESSE CAPÍTULO FOI A MELHOR COISA QUE EU JÁ LI NESSA CACETA DE SPIRIT!!!!!!! eu não sei que espécie de bruxinha que tu é ou se tu simplesmente é fodidamente genial mas TUDO o que tu tentou e te propôs pra forgivable e pra esse capítulo em especial tu conseguiu. esse foi o ápice mais ápice que eu já li na vida, eu to hipnotizada. e eu to me achando mto porque eu sou tua amiga e as pessoas que lerem isso vao pensar "carai ela eh o bichao mesmo" e eu to tipo pois eh mores eu posso mandar foto surtada lendo pra ela bjs :*
tu elevou o nível agora pra patamares muito muito muito altos. isso foi mto intensooooooooooooo, quem tá assistindo os dois queimando e amando as mentiras agora sou euuuu e eu nao to nem ai mais se a maddie precisou colocar chifre no zayn pra esse capítulo acontecer pois tudo valeu a pena e eu to mto feliz e mto acabada também. mas eu sinceramente to mais feliz pela preciosidade e pela perfeição desse capítulo que quase nao sobra espaço pra ficar triste pelos dois kkkkkkkkk mas daqui a pouco eu vou estar triste
amiga desculpa se eu fui mto confusa nesse comentário, eu provavelmente não consegui me fazer entender sobre quase nada mas é que eu to tão em choque ainda e tremendo que nem consigo organizar as ideias
continua logo esse caralhoooooooooo tu é mto talentosa linda tu escreve com a mesma maestria com que eu faço merda na minha vida
to mto orgulhosa e explodindo de emoção com esse capítulo, quero imprimir e encadernar e colar uma cópia no teto do meu quarto bem em cima da cama pra eu ler toda vez antes de dormir e quando eu acordar
acho que esse capítulo também exemplifica o que acontece quando um tornado encontra um vulcão
e tu é tão destruidora quanto os dois
te amo caralho
Postado por zanye
Capítulo 11 - Sob a mira de duas armas
Usuário: zanye
Usuário
platão disse: “não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida”
infelizmente, aqui está a prova viva de que é isso que o ser humano faz. apesar de entender a madison bem mais do q eu gostaria de admitir, ainda q não esteja passando por um câncer, eu entendo. não quero justificar traição de jeito nenhum, nunca, somente o sentimento dela de não ser ouvida. você fala, passa a gesticular, desenhar, gritar e nada funciona, e no final, você ainda sai como rude, grossa, maluca. o problema é que a pessoa passa tanto tempo com os ouvidos ocupados escutando a própria voz, falando apenas de si, que ela esquece do outro. e esse outro esse dele mesmo, e cada vez mais vai se fechando. e aí vem o desespero, o tiro no escuro, ou como é resumido pq meio q é oq acaba se tornando: o erro. a pessoa ignorada faz uma atitude de desespero, pela primeira vez pensando em si, e sempre acaba sendo vista como um erro. não vou dizer q tem vezes não é, pq é, mas a maior parte das vezes é puro e simples desespero. pra chamar atenção, não de maneira narcisista, mas uma tentativa de ter a voz ouvida.
e aí vem a seguinte fase, se a pessoa entende oq aconteceu “pq vc não falou nada?”. a lista de resposta é maior do q eu posso dar aqui, mas no caso da maddie, eu posso adiantar as respostas pra ela: “vc não estava me ouvindo” e “vc estava ocupado com trabalho e eu não podia atrapalhar”. pode ser q o zayn entenda q ela tá falando q ele não da atenção pra ela, e tal, e acabe querendo reverter a situação pra fazer ela se sentir culpada por estar expondo oq ela sente. e ela vai abaixar a cabeça e pedir desculpas por um erro q não foi todo dela.
eu entendo a maddie, mas não deixo de achar ela bunda mole. finalmente eu achei q ela ia botar ele abaixo de cachorro por causa da arma, e eu juro por deus, q enquanto eu estava lendo, precisei me lembrar em quase todo parágrafo q eu tava lendo uma fanfic, não lendo um livro ou assistindo um filme. eu pensei em milhões de saídas pra maddie entregar a arma descarregada, afundar a arma na pia transbordando, chutar a mala dele pra fora já q era tanto oq ele queria. pq isso não tem mt a ver com o sentimento q mencionei, é mais com a ideia dela ser bunda mole. mas, de qualquer forma, eu amei cada vírgula, ponto, palavra, espaço q vc colocou nesse capítulo. é meu preferido de todos os q vc já escreveu. vc vai me odiar por isso, mas é a verdade.
e eu vou dizer de novo sim q eu estou orgulhosa de vc, e não vem usar minhas palavras contra mim mesma sobre o poder do leitor pq eu não tive poder nenhum nesse capítulo. ele foi todo mérito seu.
te amo.
beijos, gi ♡
(a frase no início faz parecer que eu sou culta, mas eu não sou, foi só uma coisa que eu li em uma das minhas aulas de filosofia ano passado e me marcaram. a prova é q eu tive q pesquisar no google pq não decorei ela direito, mas era oq eu queria dizer do mesmo jeito.)
Postado por paynedesire
Capítulo 1 - O sabor da maçã era Eva e uma cobra
Usuário: paynedesire
Usuário
linda entenda eu te amoooooooo!! ai eu nao acredito que tu fez issoooooo
eu acho que eu e tu somos as pessoas que mais amam o erro, no mundo todinhoooo eu duvido que haja alguém que fantasie tanto com isso como eu e tu fizemos. eu amo ler sobre coisas reais assim, pessoas que pisam na bola, relacionamentos que desmoronam, falhas e mais falhas. acho que pra nós duas essa coisa de contos de fadas ficou pra trás quando a gente era criancinha, né? eu sinto isso, pelo menos.
eu amo como tu traz isso pras coisas que tu escreve. tu diz que as coisas são a minha cara quando têm personagens problemáticos, crimes e putaria mas tu gosta tanto quanto eu kkkkkk e nem vem dizer que não. acho que a maior diferença, na verdade, é que eu pendo um pouco mais pro lado dramático e cheio de tragédias e tu curte mais a velocidade e ação nessas coisas, mas a essência é a mesma. e se é por isso que eu gosto tanto do que tu escreve eu não sei, mas me identifico demais e parece que tu sempre adivinha o que eu quero ler e acerta direitinho na minha vibe.
e se eu achei que a sinopse tava de cair o queixo, MULHER, esse prólogo ta de cair o cu da bunda! obrigada por ter coragem de trazer mais conteúdo pra uma história que acabou tão bem na primeira temporada —e, de verdade, se eu achasse que tu ia cagar com tudo eu não ia ter apoiado a segunda temp.
espero que tu não abandone forgivable.
e continua logo, eu to muito apaixonada por esse zayn bravinho rs ♥️

ps: sim, eu fiz a capa bem rápido porque queria ler logo