História Forgive me - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Ash Stymest, Daniel Sharman, Dominic Sherwood, Evan Peters, Gage Golightly, Holland Roden, Jai Courtney, Theo James
Personagens Ash Stymest, Daniel Sharman, Dominic Sherwood, Evan Peters, Holland Roden, Jai Courtney
Tags Ash Stymest, Daniel Sharman, Dominic Sherwood, Evan Peters, Holland Roden, Jai Courtney, Misterios, Revelaçoes, Suspense
Visualizações 14
Palavras 1.200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei? Pra caralho! Me arrependo? Todo santo dia! Mas eu ando muito ocupada, minha vida em todos os lados ta uma correria sem fim, não tenho tempo nem pra coçar o olho então me perdoem, vou tentar postar com mais frequência, mas vocês sabem.... Não é uma promessa.
Desculpa por tudo, pela demora e pela escrita aushauhsuahsuahs
Aproveitem

Capítulo 14 - I Will Destroy All Of You


Fanfic / Fanfiction Forgive me - Capítulo 14 - I Will Destroy All Of You

-Para.... Por favor.... -Minha voz sai como um sussurro enquanto um gemido de prazer chega aos meus ouvidos. -Eu imploro... 

Olho envolta vendo os barcos das docas entre as grades da janela enquanto as lagrimas escorrem. 

-Holland? -Ash me tira das lembranças fazendo eu o olhar sem nenhuma reação. -Você ta bem? Como você ta? 

Olho envolta vendo toda a minha família me olhando, minha mãe está com um olhar cansado, mas cheio de brilho sobre mim. Dou um breve sorriso vendo Dom se aliviar com tal ato. 

-Eu... -Abro a boca com dificuldade, ela parece uma lixa, sem saliva e áspera. -Eu to bem... 

-Deus seja louvado minha pequena. -Minha mãe se aproxima tocando meu rosto com muita calma e delicadeza. -Você daqui a umas semanas vai pra casa e vai ficar bem melhor. 

-Espero. -Dou mais um sorriso e vejo que Jai não acreditou em nada. 

-Dona Vanessa? -Um medico a chama fazendo ela se levantar e caminhar com rapidez. 

Vejo ela passando pela porta e saindo do meu campo de visão, em compensação sinto quatro pares de olhos sobre mim. 

-Não vou falar nada. -Digo rápido fazendo eles reclamarem. 

-Você só pode ta de brincadeira com a nossa cara. -Evan se senta na minha cama me encarando. -Sabia que foi um inferno deste que você se jogou daquele telhado Holland? 

Reviro os olhos pousando meus olhos em Ash que ne olha com os olhos fixos nos meus braços machucados. Sinto um aperto em meu coração em ver todos os quatro desesperados por respostas. 

-Holl... -Jai me chama me tirando dos meu transe. -Por que se jogou? -Desvio o olhar vendo minha mãe se aproximar da porta, mas o medico a chama novamente. -Tem haver com o Daniel? Gage? Sean? 

Me viro rápido o encarando com o coração na boca. Aqueles três nomes fez crescer uma ancia de vomito dentro de mim, escuto aparelho acelerar com as batidas do meu coração. 

-Acho que isso é um sim. -Ash agora me encara nos olhos implorando por respostas. -Mana... Por favor. 

Olho para os rapazes parados a minha frente, todos sempre cuidaram de mim, sempre me colocaram em primeiro lugar, sempre contei tudo pra eles do mesmo modo que eles sempre contaram tudo pra mim e deste que eu comecei a guardar as coisas pra mim tudo na minha vida começou a se despedaçar. 

-O que vocês precisam saber é que.... Cada um deles vão pagar pelo que fizeram comigo... -Digo rápido levantando a cabeça olhando para eles. 

-Do que você ta falando? -Dom me encara. 

-Eu... Eu quis tirar a minha vida... -Olho para eles vendo o olhar curioso por um de preocupação, desapontamento, tristeza e raiva. -Vocês não tem ideia de como é aquela escola, de como aquelas pessoas são, de como elas tentam de destruir o tempo todo pedaço por pedaço... -Começo a chorar me lembrando de cada tormento. -Eles... Eles fizeram coisas horríveis comigo... Coisas que não tenho coragem pra contar... Pelo menos não agora... O que eu preciso saber agora... É que... Vocês vão me ajudar? Porque não tem nada que vocês façam que vai tirar essa vingança de mim. 

Todos me encaram e por algum motivo olham para Jai, ele está com comendo a unha sério. 

-Vocês não me conhecem mais... -Digo encarando o Jai, vendo que todos vão fazer o que ele decidir, sempre foi assim. -Eu não sou mais a garota sorridente que vocês têm em sua mente, as coisas... As coisas que eu vivi, que presenciei naquela escola não podem me fazer voltar ao que era antes. 

-Você vai nos contar? -Jai fala sem mudar sua expressão, sem mostrar curiosidade, mas sei que por dentro ele está louco pra saber. 

-Não... Pelo menos não agora... Eu não consigo. 

Ele concorda com a cabeça e chama Dom pra conversar no canto da sala. 

-Por que a gente sempre fica de fora dessas reuniões deles? -Ash olha para Evan que apenas revira os olhos. 

Jai e Dom se viram sérios, sempre fiquei impressionada de como nós cinco éramos totalmente diferentes, mas ao mesmo tempo muito semelhantes, Dom e Jai não eram irmãos de sangue, mas o olhar severo, o modo de como ficavam irritados e dando bronca os tornava bem parecidos. O olhar deles passam pelos rapazes e pousam em mim. 

-A gente sempre esteve do teu lado Holland –Dom começa a falar com o rosto baixo, ele o levanta e da um sorriso discreto. -E não vai ser agora que a gente vai dar pra trás. 

Dou um sorriso sentindo um peso saindo dos meus ombros, u precisava daquilo, precisava daquele apoio que eu sei que nunca me faltou, mas naquela situação não tinha certeza se iam estar do meu lado. 

-E por onde começamos? -Ash me pergunta dando um largo sorriso de menino travesso. 

-Gage. -Escuto o parelho apitar mostrando que meu coração acelerava, dou uma bufada e arranco os fios do meu dedo fazendo um barulho agoniante se espalhar pelo quarto. -Ela começou com isso. 

-O que ela fez? -Evan me olha curioso. 

-Ela me odiava, sempre fazia algo para eu parecer a errada, a prostituta... Por causa dela que tudo isso começou e vai começar com ela também. 

*Semanas depois* 

-Holland vai logo! -Jai grita meu nome na porta da frente e eu reviro os olhos arrumando meu vestido. 

-Já vou! -Pego minha bolsa e bato a porta fazendo alguém no andar de baixo reclamar. Desço as escadas rápido e paro vendo meus quatro irmãos me olharem preocupado. 

-Certeza que vai fazer isso? -Ash me pergunta fazendo cara de coitado. 

-Eu só to voltando para a escola. 

-Você sabe que não é só isso. 

Reviro os olhos e cruzo os braços, não posso culpa-los por se preocuparem comigo, mas já estava na hora de voltar, não apenas pela minha vingança e sim para a minha vida, tanto acadêmica quanto a social. 

-Eu to legal, tudo vai dar certo.... Podemos ir? 

*** 

Saio do carro vendo algumas pessoas já me encararem, olho envolta vendo meus irmãos atrás de mim, dois de cada lado, ando ouvindo os sussurros e os estalos do meu salto alto. Dou risada ao ver um grupo parado na porta, todos estão conversando até que um deles me ve e fala algo fazendo todos me olharem, subo as escadas ficando a centímetros de Daniel e Gage. 

-Ora ora ora... -Gage se aproxima de mim. -Voltou para escola então?  

-Pois é... -Dou uma risada a encarando. -Tenho problemas pra resolver. 

Olho para o grupo atrás dele e vejo o medo estampado em seus rostos, eles sabem que se eu resolver abrir a boca todos se ferram. 

-Que problemas? -Daniel fala fazendo eu sentir um arrepio percorrer meu corpo acompanhado com uma raiva crescente. 

-Acabar com vocês. -Todos ficam sérios enquanto escuto Evan e Dom dando uma risada.  

-Você não vai nos alcançar. -Gage estufa o peito. 

-Te alcançar? Minha querida você está na palma da minha mão... E você vai pagar. - Dou uma risada no momento que ela tenta me dar um tapa na cara, mas eu seguro, vejo seu rosto de surpresa. -Eu vou acabar com você Gage, vou acabar com cada um na hora certa. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...