1. Spirit Fanfics >
  2. Forjado nas estrelas >
  3. Por todas as estrlas

História Forjado nas estrelas - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo 2

Capítulo 2 - Por todas as estrlas


      "Minha mãe fala que as pessoas nos amam pelo que somos por dentro, que isso é o que importa , eu concordo mas me sinto inseguro, com medo dela dizer não".

* Bob como está a escola, muitas namoradinhas?

*Bob: Namoradinhas? Não, eu sou um homem comportado tio Beto.

*Beto: Esse é meu garoto, homem de uma mulher só,  qual é o nome dela?

*Bob: Helena. 

*Beto: Helena, bonito nome,  quando vamos conhecer ela.

*Mãe: Não é Benjamin,  porque nunca falou dela pra mim, está  vendo Beto,  meu filhinho já está crescido e eu nem sabia. Quando vamos conhecer a Helena?

*Bob: Provavelmente nunca. 

*Beto: Por que? Está com vergonha de apresentar a namorada pra sua família?

*Bob: Esse é o problema ela não é minha namorada, acho que ela nem sabe que existo. 

*Mãe: Há meu filho,  desculpa não sabíamos, então fale com ela, aposto que ela vai gosta de você.

*Bob :Não é fácil assim mãe,  eu não tenho coragem,  o que eu ia falar?, ela ia rir de mim.

*Beto: Se ela rir de você é  porque não merece o que sente por ela. Eu sei que é difícil, mas você tem que tentar , como vai saber Se não falar com ela, se ela disser não,  vai doer mais isso não faz de você menos merecedor. Vamos  lá fora quero te mostrar um coisa.

*Beto: O que está vendo? 

*Bob:Milhões de estrelas. 

"Nunca tinha visto um céu tão lindo".

*Beto: Que espetáculo! Está vendo, estamos todos debaixo do mesmo céu, somos todos especiais por adimirar essa maravilha de graça.

*Mãe: É  verdade,  eu e seu pai antes de nos casarmos íamos para o nosso lugar espacial só para adimirar as estrelas, no dia que ele me pediu em casamento,  a noite etava assim, estrelada,  ele disse que o nosso amor seria infinito como o brilho das estrelas. 

*Beto: Meu irmão era um romântico incurável, acho que isso é de família. Aposto que se você convidasse ela para ver o céu assim com você ela não resistiria, ainda mais você carregando o charme da família.

*Bob: Acho que ela ia gostar. 

Quebra de tempo 

"Acho que tomei coragem, ainda mas depois da noite de ontem,  minha mãe e meu tio tem razão,  não pode ser tão ruim assim , se ela disser não... Há eu não posso pensar assim, vai dar tudo certo , vai ser tudo certo,  ou vai dar tudo errado,  Não Benjamim lembre-se do que o papai dizia, ele vai me dar coragem. Será que eu levo flores? Ela saberá que sou eu, e se ela não gosta de mim? Acho que perdi a coragem e se ela achar que sou só um menininho? Mas a mamãe disse que eu já sou um homenzinho,  droga ela diz isso no diminutivo,  o que eu faço? Se o papai estivesse aqui ele saberia o que fazer. Vou levar flores e entregar depois da aula, e vou convidar pra ver as estrelas comigo,  será que vai soar extranho? Eu nunca falei com ela antes,  e seu eu entregar as flores e dizer que ela é  linda, isso não , aposto que todos dizem isso, acho que vou entregar as flores e sair correndo, esse sem dúvida é o meu melhor plano."

Chegando na escola, me deparo com aqueles olhos  brilhantes como a lua, ai meu Deus ela esta olhando pra mim, sai correndo Benjamim.

*John: Ei vai pra onde desse jeito, o que foi Bob?

*Bob:Nada, não foi nada, eu estou bem.

*John:Sei, tem certeza , que água,  eu posso pegar pra você,  me dásua garrafa. 

* Tá dentro da bolsa. 

*Jhon: Ok, você precisa relaxar cara , qual bolso ? Deve ser esse ... isso são.....

*Bob: Deixa que eu pego , não meche nisso...

*Jhon: Flores Bob, é sério,  cara você está muito estranho,  pra quem é isso , hummm o pequeno Benjamim tem um namorada, quem será ?

*Bob: Deixa isso,  eu vi na rua , achei bonito e vou levar para minha mãe.

*Jhon: Qual é Benjamin, eu te conheço desde de pequeno, não que você tenha crescido muito, mas eu sei que você está me escondendo algo.

*Bob: Eu  não estou escondendo nada,  quer saber eu vou pra sala, você está insuportável hoje. 

*Jhon: Eu? Você só pode está ficando louco. 

" Talvez eu esteja ficando mesmo".

"Parece que as horas não passam , bem que eu não vi Helena na aula de hoje,  estranho ela está na escola,  mas não veio pra sala. Será que aconteceu alguma coisa? "

Sinal toca

"Graças a Deus, já estava achando que ficaria grudado nessa cadeira pra sempre".

"Onde ela pode está?  Já procurei por toda a escola  e não a achei,  será que que se sentiu mal e foi pra casa".

*Porque você não me deixa em paz em garoto? 

*Deixa de ser chata Helena é só uma brincadeirinha.

"Helena".

*Quer saber eu vou embora .

"Será  que eu deveria ir lá?  Ela deve está precisando de mim".

*Bob:.Porque você não deixa ela em paz e vai arranjar encrenca com alguém do seu tamanho?  " Droga,  eu não saiba que eram 3".

* E quem você acha que é pra falar assim?

*Bob: Eu não acho certo você mecher com ela. 

* Nossa me desculpa, não sabia que tinha que pedi sua autorização,  que bancar o herói pra que se ela já foi embora,  sabe o que ele merece meu acompanheiros pela bravura? 

*Bob: Pra que isso cara, me solta por favor. 

*Ele está com medo,  tadinho , pega a bolsa dele , vamos ver o que temos aqui, flores?,  já estava adivinhando  seu interro ou será que era pra alguém... Helena,  é por ela que bancou o valentão, você não se encherga,quando que uma menina como a Helena vai dar bola pra  você , ainda mais com essas flores ridículas. 

*Bob: Não faz isso por favor. "Ele está destruindo as flores".

*Você vai chorar? Está vendo ela nunca vai gosta de um bebê chorão,  você não falou que era pra procurar alguém então , achei você , vamos  , está esperando o que. 

*Bob: Por favor me deixa ir.

* Vai , sai da  minha frente antes que eu mude de idéia,  já deve ser bem difícil ser patético  e rejeitado, você não precisa de mais nada. 

" Eu quero sumir daqui,  por que eu fiz isso, ela njnca ia olhar pra mim mesmo ,  ele destruíu as flores, por que tem que ser assim".

*Mãe: Benjamim chegou cedo hoje como foi com a Helena? 

*Bob: Eh não falei com ela.

*Mãe: Mas você saiu todo animado pra isso, o que aconteceu? 

* Bob: Eu não quero far sobre isso. Eu vou pro meu  quarto .

*Mãe: Você pode me dizer o que aconteceu, vem cá diz pra mim.

"Caminhar até ela ,era como se eu tivesse acabado de sair do matadouro,  talvez não fosse pra falar com Helena hoje, talvez seja pra não falar com ela nunca, mas é como se algo no meu peito dissese que não vou parar de amar ela, minha mãe disse que eu sou muito novo e que vou conhecer outras garotas,  que Helena foi só um paixão de escola, que esse amor é muito imaturo,  Helena não tem culpa, eu que fui bobo por ama-lá , mas como vou deixar de amar, se naquela noite eu prometi que em quanto a nossa estrela brilhasse no céu eu amaria ,  iria amar somente ela,  mesmo que ela nunca me ame. O que posso fazer se nosso amor foi forjado nas estrelas. 

                          Helena

"Aquele idiota pegou meu caderno , ele vai ver... O que aconteceu aqui?"

* Helena, voltou pra resgatar seu Príncipe? 

*Helena: Que Príncipe?  Está ficando louco, se fosse um sapo saberia que se tratava de você.

*Engraçadinha, o idiota que lhe trouxe flores.

*Helena:Onde está as flores? 

* Eu sem querer pisei em cima,  mas sobre esse cartão,  sério nunca li coisas tão ridículas .

*Helena:Me dá o cartão,  e sério me entrega você falou que era pra mim, então me dê. 

*Pega, mas se prepara pra bolar de rir.

"Será que é da mesma pessoas que deixa as rosas na minha casa?"

*Helena: Você não sabe quem é? 

*Não,  só sei que é um bebê chorão e cafona, acho que ele está apaixonado por você. 


"O que será que diz a carta? Quando chegar em casa eu leio."

*Helena:Mãe já cheguei.

*Mãe: Lave as mãos e venha almoçar.

*Helena: Certo ,daqui  a pouco eu desço. 

"Vamos ver o que diz a carta"

'Querida Helena, 

Eu não sei  muito bem o que dizer, mais quero que saiba que tudo que sinto é verdadeiro, não sei quando começou esse sentimento,  mas sempre que estou triste lembro do seu sorriso (Não ache que estou te espionando).

No silêncio,  quando estou voltando pra casa , pensar em você faz com que eu nunca erre o caminho. Amar as vezes dói ,pois talvez eu nunca seja a pessoa que vai segura sua mão , mas amar você é a única coisa que conheço,  e quando fica difícil,  saber desses sentimentos me faz sentir-se  vivo. 

Quando estou olhando as estrelas, imagino que poderemos um dia fazer isso juntos, mesmo que sejamos só amigos. Talvez o horinzonte se divida em dois eu eu veja as estrelas sozinho mas sempre me perguntarei se você também estará as observando e quem sabe um dia elas me guiem até você. 

Você não precisa me amar de volta,  não precisar sentir pena,  só quero que saiba que é especial pra mim. Existe uma estrela ao topo da montanha dá pra vê-la do canto mais alto da cidade ,sempre que olhar pra ela lembrasse que enquanto ela estiver brilhando no céu existirá alguém te amando.'

Por todas as estrelas  Be( borrões).




Notas Finais


Espero que tenham feito uma excelente leitura.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...