1. Spirit Fanfics >
  2. Foto por acaso... >
  3. Quando ele te reconhece...

História Foto por acaso... - Capítulo 2


Escrita por: corniopreto

Notas do Autor


Regras:
Imagine com todos os membros. Cada capítulo pode ter outro membro, mas os capítulos podem ter mais um do que outros.
Se quiser ler os capítulos separadamente também pode, mas é bom acompanhar a história toda.
Juro que é legal.

Obs: Cada capítulo tem uma música. Vocês podem escutar enquanto leia. Representa tanto a música do local ou o tema do capítulo.

Capítulo 2 - Quando ele te reconhece...


Fanfic / Fanfiction Foto por acaso... - Capítulo 2 - Quando ele te reconhece...

Música: i wanna be your girlfriend - Girl in red. 

Pov Namjoon

Enquanto cantávamos no casamento, havia uma garota tirando fotos com uma câmera. Ela não parecia pertencer a festa. Suas roupas estavam casuais, diferente das pessoas daquele ambiente. Até poderia ser a fotógrafa do casamento, mas por precaução eu queria confirmar. Quando terminamos de nos apresentar, eu avisei ao segurança, mas ele não a conseguiu encontrar. Eu conseguia me lembrar da sua roupa, mas não do seu rosto. De uma coisa eu sabia. Ela não era coreana, então seria fácil reconhecer quando eu a visse. Coloquei minha máscara e acompanhei o segurava por toda a mansão. Avistei a garota de longe, ela massageava os pés. Apontei para onde ela estava e o segurança andou até lá. Quando ele pegou a câmera, ela pareceu chateada. Resolvi intervir. Sabia que não era o certo, mas o fiz.

- Foi ela que eu vi. - Falo chegando mais perto do segurança. A garota olhou para mim com olhos grandes. - Ela que tirou fotos. - Falei. Ela continuava me avaliando. Eu não devia ter vindo. Ela se levanta, mas se desequilibra, por causa do pé sem o outro sopato. Olhei para baixo, me repreendendo. Por que eu vim aqui? 

- Eu sou fotógrafa do casamento. - Olhei supreso para o segurança e passo a mão na testa. Reparei no seu sotaque. Era fofo. Ela só estava fazendo o trabalho dela. Tenho lidado tanto com paparazzi idiota que acabei desconfiando de uma pessoa que estava apenas fazendo o seu trabalho. 

- Sinto muito. Eu não sabia. Pensei que fosse paparazzi. - Tento me desculpar. O segurança entrega a câmera para a garota. Ela pega a câmera a segurando bem. Olhei bem para ela, por causa da adrenalina do meu corpo não percebi na sua beleza. Será que eu estava olhando demais? Devo dizer algo? Ela se sentou no banco se calçando e depois respirando fundo. Estava um silêncio constrangedor então resolvi falar algo. - Sinto muito. O que posso fazer para me desculpar? - Ela ainda amarrava o calçado, ela ainda não havia olhado para mim. Eu apenas queria ver novamente aquele rosto. 

- Não se preocupe. Tá tudo bem. - Ela se levanta e sorri para mim. O que está acontecendo com meu coração? Ela se despede de mim. Que reação era aquela? Por que ela estava tão calma? Pera aí. Eu não sabia o nome dela. Eu precisava saber. Segurei o pusso dela. 

- Como é o seu nome? - Tiro minha máscara para ver se a reação dela mudava. Fiquei nervoso por dentro. Ela me olhou desconfianda. 

- Por que? Vai me denunciar? - Eu sorrio. 

- Não. Só quero lembrar, caso nos encontrarmos novamente. Te devo uma. - Solto o braço dela quando percebo que estava a bastante segurando o mesmo. 

- Como nunca vamos nos ver novamente. Acho que não tem problema. - Ela estende a mão para mim. - Me chamo S/n. - Eu cumprimento ela. Sorrio e ela sorri de volta. Por que eu estava tão nervoso? Ela fez uma reverência e saiu. Ela não ia perguntar o meu nome? 

Coloco a máscara de volta e ouço os membros me chamarem.  Volto correndo para a sala onde estávamos e dali para o carro. 

Por S/n 

Aquilo ainda não havia saído da minha cabeça. Eu agi mal? Eu devia estar parecendo uma idiota. Por que eu fui tirar a bota ali? Trevor falava algo que eu mal entendia. Minha cabeça ainda estava naquele encontro maluco. Se eu não estivesse tão ligada eu iria direto para a cama, mas eu precisava colocar tudo isso para fora. Se eu contasse para as meninas elas iam enlouquecer. 

Chegamos na balada e logo entramos. Pegamos uma mesa e começamos os drinks. Trevor não estava bebendo, pois ele ia dirigir mais tarde. Acho que virei muitas tequilas. Minha cabeça estava pesando. Eu só queria ir para casa. Saio da pista de dança avisando que ia ao banheiro. A fila do banheiro estava longa, então decido ir em outro. Eu andava esbarrando nas pessoas. Provavelmente me achavam uma louca. Esbarro em uma pessoa extremamente alta e acabo caindo no chão. 

- Aiii. - O baque da minha bunda batendo no chão havia doido. - Não tá vendo que eu tô querendo passar aqui? Você é um paredão ou o que? - Digo e a pessoa me ajuda a levantar. 

- Sorry. Eu não entendo o que está dizendo. - O cara fala em inglês. Percebi que eu havia falado português. Olho para a pessoa que eu havia esbarrado e arragalo os meus olhos. - S/n? - Namjoon estava alí? Ou era algo que eu estava imaginando por estar bêbada? 

- Sabe você parece muito com aquele membro do BTS. Por acaso você é o R...- Ele coloca a mão na minha boca e me faz entrar em uma sala. - É você sim. - Ele me coloca sentada em um sofá. - Eu achei que fosse um sósia. - Continuo a falar e ele apenas sorria para mim. 

Pov Namjoon 

Não acredito que eu havia a reencontrado aqui. Que mundo pequeno. Ela estava bêbada certamente. A trouxe para dentro da sala que eu e os membros estavam. Eles olharam para a situação alí. Ela continuava falando que eu parecia o membro do BTS, ela era engraçada. 

- Namjoon Hyeong quem é está mulher? - JK fala enquanto os outros olhavam. Como eu iria explicar? 

- É uma longa história. - Falo passando a mão na testa. O que eu iria fazer? Ela podia sair dizendo a todo mundo da balada que nós estávamos aqui. 

- Ya!!! Quem é essa mulher? - Jin Hyung fala saindo do banheiro assustado. 

- É uma longa história. - Yoongi fala bebendo um pouco de uísque. 

- Aii. - A garota fala colocando a mão no cotovelo. Ela havia se machucado. Me abaixo para olhar o machucado. Estava sangrando. 

- Namjoon Hyeong ela está machucada. O que houve? - JK pergunta curioso. Outros membros se levantam para ver. 

- Uau. Vocês são mesmo bonitos. Eu sou S/n. - Ela fala apontando para os meninos. 

- E aí S/n. - Hobi responde animado. Eu o olho. 

- S/n você está com mais alguém aqui? - Ela concorda jogando a cabeça para trás. Não pude deixar de notar a beleza dela. - Você consegue acha-los? - Ela me dá um legal. Eu sorrio. 

- Eu queria muito fazer xixi. - Ela fala colocando a mão na boca. Eu levanto ela e a levo no banheiro. 

- O que tá pensando em fazer? - Hobi me pergunta. 

- ...- Eu não sabia o que fazer. Pedi ago para cuidar do machucado dela. - Pedirei que um dos seguranças a acompanhe até os amigos dela. - Falo pegando a caixinha de primeiros socorros. Ela saiu do banheiro. Hobi a ajudou a se sentar. 

- Você veio realmente com alguém? - Jimin que até agora estava calado havia vindo ver a garota. Ela concordou. Ela sorriu e ele sorriu de volta. Eu sei que ele só estava sendo legal, mas Jimin não perdia tempo. 

Terminei de fazer o curativo no cotovelo da garota. Pedi que o segurança a acompanhasse. Assim que ela saiu da sala, alguns membros tiraram a máscara do rosto. 

- Vamos embora. - Falo para os demais. Eu sorri. Tinha sido engraçado. Ela ainda continuava bonita mesmo bêbada. Que estranho que o universo era. 

- Onde você arrumou aquele problema? - Yoongi pergunta quando a gente sai pelas portas dos fundos. 

- Foi apenas coincidência. - Eu queria saber se ela tinha chegado bem aos seu amigos. Decidi ir no último carro sozinho. Fiquei esperando até a garota sair da balada. Assim que eu a avistei com duas garotas e um garoto me senti mais tranquilo. Eles pareciam ser legais. Eram estrangeiros, assim como ela. Me senti aliviado e pedi que seguisse o carro. Era um região de apartamentos universitários. Ela desceu do carro com as duas outras garotas e entrou no prédio. Pude dormir tranquilo aquela noite. 






Notas Finais


Desculpem qualquer erro.
Devo continuar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...