História Fotografia Que Nos Une (Imagine Park Jimin) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Ah! Não ia aguentar até amanhã! Tá aí!

Capítulo 3 - Como Assim Park Jimin?


Fanfic / Fanfiction Fotografia Que Nos Une (Imagine Park Jimin) - Capítulo 3 - Como Assim Park Jimin?

Anteriormente♡

Entro no meio daquelas pessoas e me abaixo, ficando ao lado da garota. Eu corro as mãos pelo rosto dela, preocupado. Logo ela começa a abrir os olhos.

-Oi? Tá tudo bem?

☆Agora

Pov s/n

Percebi que estava ficando consciente de novo, minha cabeça latejava de tanta dor, devo ter batido com muita força! Eu só conseguia ouvir um zumbido ensurdecedor ecoando na minha cabeça! Mas logo esse zumbido foi diminuindo. Consegui ouvir uma voz, masculina, mas jovem.

?: Menina, moça, sei lá?! Tá passando mal? 

Sinto uma mão passando em meu rosto, em seguida no meu cabelo. Abri meus olhos lentamente. Minha visão estava turva e tudo estava girando, além de meus olhos pesarem como pedras! Mais algumas palavras do cara que não entendi e olho para cima, ainda jogada no chão, em direção ao cara. COMO ASSIM PARK JIMIN ESTÁ FALANDO COMIGO??? 

-JI-JIMIN? AI MEU DEUS!

Eu me sento rapidamente, sentindo a dor na cabeça, da qual eu abaixo, e ponho minha mão nela, sinto duas mãos nos meus ombros me puxando pra deitar novamente.

-Opa, opa! Nada disso, você não está bem! 

Jimin me faz deitar minha cabeça no colo dele. Eu ponho minhas mãos no rosto, uma lágrima quente cai enquanto Jimin acariciava meu cabelo.

Pov Jimin 

Percebi que ela estava chorando, mas porquê? Será emoção de fã? Provavelmente...

-Está chorando?

Ela não responde, apenas dá uma soluçada confirmando.

-Por quê?

Ela retira as mãos do rosto rapidamente.

-Isso não é um sonho!

Então deixa as mãos caírem de novo sobre seu rosto, fazendo um barulho.

Solto uma risada fraca e abafada. Olho para um segurança que estava perto, o chamo apenas com um olhar, ele me entende.

Segurança: muito bem pessoal! Circulando, anda! 

Logo aquela multidão em volta de mim começa a sair.

-Qual seu nome?

-S-s/n...- ela diz por debaixo das mãos.

Ah!!! Cansei dessas mãos! Eu as retiro do rosto dela, mas ela resiste.

-Não vai tirar? - ela responde balançando a cabeça negando - então vem aqui!

Eu a pego em meus braços e levanto. Vou em direção aos outros 6 com s/n. Hoseok olha pra mim surpreso.

Hoseok: Quem é essa?

-Alguém que vou deixar em casa!

Caminho com ela em meus braços, os outros garotos e um segurança atrás de mim até o estacionamento, onde vamos até o carro, peço a Namjoon para dirigir e então sento no fundo do carro com s/n no meu colo.

Saímos do shopping. Tímida pra caralho, ela dizia o caminho de sua casa pra mim e eu repetia a Namjoon. Chegamos de primeira por um milagre.

Ela estava saindo do carro, eu olho pro lado e de repente, sou surpreendido por um abraço tímido.

S/n: obrigada - ela sussurra em meu ouvido.

-De nada, cuida dessa sua cabeça em! Que eu ouvi a pancada!

S/n: eita! Por isso que ta uma dor da porra...- ela diz baixo mas eu consegui ouvir. Sorrio e fecho a porta do carro e ela entra em casa.

Pov s/n

Eu entro em casa e vejo minha mãe no sofá, dormindo feito pedra. Tá né, sigo meu caminho, vou até a escada, a subo e vou pro quarto, lá vou até meu banheiro e tomo uma ducha demorada e relaxante. Saio com uma toalha em volta de mim e outra enrolada no cabelo.

Visto um pijama larguinho e confortável e me deito na cama, com cuidado por conta da cabeça que doía muito ainda. Logo levanto e vou até o banheiro de novo e pego um remédio pra dor de cabeça no armário de remédios. 

Pego um comprimido na mão e volto ao quarto, vou até meu criado-mudo ao lado da cama, pego minha garrafa d'água, ponho o comprimido na boca e bebo um gole de água, me deito novamente. 

Pego no sono pensando em Jimin e no porquê d'ele ter se importado e preocupado comigo além  de ter me tratado daquele jeito....

Nem vi que horas eram quando dormi, só sei que foi a melhor/pior noite que já tive desde que tô morando em Seoul, há 8 anos!

No outro dia...

Acordo bem mansa de novo com a porra do despertador do celular tocando no meu ouvido! Preciso parar de colocar o celular em baixo do travesseiro!

-Ah mais que caralho mesmo em! 

Desligo e vou ao banheiro de cara fechada e com dor na cabeça. Faço minhas higienes, tomo mais um remédio pra dor e tiro minhas roupas, entro no box e tomo um banho rápido. 

Saio com uma toalha em volta do meu corpo e separo uma roupa confortável, formal, casual e mais curta já que estava fazendo um sol do caramba na minha janela.

Vou pra cozinha, onde vejo minha mãe sentada já na mesa tomando seu café.

Mãe: Bom dia dorminhoca! Já são 6:30! 

Eu fecho a cara. "6:30?? QUE DESPERTADOR FILHA DA PUTA É ESSE QUE INVENTOU DE SE PROGRAMAR SOZINHO PRA ME ACORDAR MAIS CEDO AGORA? QUE CARALHO MESMO!" É, eu estava explodindo de raiva dentro de mim! 

Faço uma xícara de café de máquina de novo e umas torradas. Como e bebo e ajudo a lavar a louça com a minha mãe, ela lavava e eu e secava. Quando terminamos, 6:50, chamo um uber pra mim e pra minha mãe pra levar ao apartamento dela, ela faz tudo que tem que fazer, chamo outro uber e saímos pra empresa.

Chegando lá, vou até a sala que fui no dia anterior e pergunto a minha mãe pra que são esses figurinos.

Mãe: São para um MV novo de um grupo. Inclusive, seu trabalho hoje é maquiá-los para a gravação do MV.

-Tendi...





Continua??







Notas Finais


Acho que está aí a resposta do desmaio da s/n, kkk! Emoção! Como já disse várias vezes, eu seria assim no começo, mas logo me tacava no Jimin tascando um beijo 😏 é pessoal, sou uma safadinha sim!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...