1. Spirit Fanfics >
  2. Fotografias (femanta) >
  3. Você não me abandonou; único.

História Fotografias (femanta) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


OKAY, talvez você que acompanha os meus conteúdos pode estar meio confuso agora, quando viu a notificação, pois bem, deixe-me lhe explicar.

a garota aqui tbm shippa outras coisas, como femanta (felipe x samanta) e recentemente vi uma fanfic dos dois e pensei: porque não escrever algo tbm? eu shippo, não vejo problema

MAS QUE FIQUE CLARO que o meu coraçãozinho pertence inteiramente a brulipe 😁

~ essa fanfic não tem inspiração em algum vídeo, mas sim em uma música: footprints da Sia, essa deusa! recomendo
~ banner aleatório :)

LET'S GO GUYS!!

Capítulo 1 - Você não me abandonou; único.


Fanfic / Fanfiction Fotografias (femanta) - Capítulo 1 - Você não me abandonou; único.

A primeira coisa que Samanta fez ao chegar em casa foi jogar suas coisas no sofá e caminhar abatida para o próprio quarto. Ainda não conseguia acreditar na notícia que havia recebido durante mais um dia de trabalho. Parecia impossível acreditar e ela não queria, mas não tinha outra opção.

Seu chefe estava de casamento marcado e seria em breve. Tudo bem, você pergunta exatamente o porquê dela estar incomodada com isso, bom, digamos que ela e Felipe Neto possuíam mais que apenas um relacionamento entre funcionária e patrão. Samanta havia se apaixonado por Felipe e tudo indicava que ele também, porém continuar com seu relacionamento com Bruna Gomes e aceitar marcar um casamento com ela não parecia muito conveniente.

Quando chegou ao quarto, nem se deu a importância de tirar os sapatos, apenas se jogou na cama, agarrando o travesseiro com toda a força que possuía. Os cabelos que estavam amarrados em um coque se desprenderam, bagunçando-se conforme os movimentos. Enterrou o rosto no travesseiro e começou a derramar lágrimas. Samanta não era de chorar por homens, sempre foi alguém forte quando se tratava de seus relacionamentos, se sofria por algum, fazia de tudo para esconder. Mas Felipe não era qualquer um, era seu chefe, nunca imaginou se apaixonar pelo próprio chefe e ser correspondida.

Mas Samanta já devia imaginar que seria enganada cedo ou tarde. Felipe só estava entediado, não amava mais a namorada, mas nunca se separaria dela para ficar com a funcionária. Contudo, mesmo sabendo disso, a garota se deixou levar pelas palavras e toques do Neto, e errou, errou quando se apaixonou por ele. Samanta precisava daquilo, não se relacionava com alguém romanticamente há três anos, apenas beijos com desconhecidos em festas ou as vezes nada mesmo, por isso, quando Felipe admitiu estar interessado nela, ela se permitiu amar também, mesmo que fosse errado e tudo garantisse que iria se arrepender depois.

Nunca quis atrapalhar o relacionamento entre Bruna e Felipe, mas se realmente pensou que Felipe largaria tudo para ficar com ela, viver um namoro com ela, isso teria que acontecer. Bruna era uma pessoa boa, e se sentia mal enganando ela – mesmo não tendo tanta empatia assim pela garota.

Pegou o celular vendo a hora. A esse momento Felipe deveria estar prestes a entrar no avião, rumo a algum lugar bonito dos Estados Unidos, com sua futura esposa, para planejar os preparativos do casamento e lá mesmo se casar. Só de pensar nisso seu coração doía, sentia um enorme buraco se formando ali. Continuou fuçando o aparelho, se deparando com a última conversa que teve com Felipe, onde ele dizia que estava com saudade e não via a hora de vê-la novamente. Tudo mentira... Pensou Samanta, enxugando algumas das gotas que escorriam pelo seu rosto. E no meio de tudo isso, acabou entrando na galeria, encontrando diversas fotos dela junto a Felipe. Várias expressões diferentes, mas a principal era a felicidade, estampada em seus rostos. Eles combinavam. Samanta só precisava vê-lo gargalhar para rir também, mesmo com seu jeito rígido e firme, ele conseguia ser alguém amoroso com ela.

Mas num passe de mágica, tudo se acabou. Felipe se casaria com Bruna, voltaria e fingiria que nada aconteceu entre eles. A possibilidade de ter que olhar Felipe todos os dias, com uma aliança no dedo, só a deixava desmotivada. Nisso, começou a chorar outra vez, agora com mais intensidade, desejando desaparecer. Seu celular, que estava ao seu lado começou a vibrar, alertando sobre uma nova mensagem. Era Felipe, ele estava ligando. Como assim?

— Oi Sam... — Felipe começou, com a voz um pouco baixa. — Como está?

— Como acha que eu tô, Felipe?! — Alterou a voz, tentando esconder que estava chorando recentemente. — Vou para o trabalho, e descubro que você vai se casar, como acha que eu tô?

— Olha... Sobre isso... — Felipe foi interrompido.

— Felipe, eu sei que estamos vivendo algo errado, que eu me apaixonei por você, mas pensei que tivesse um pouco de consideração por mim... — Samanta disse, a voz melancólica tomando conta de sua fala. — Eu amo muito você, mas você me decepcionou muito continuando o seu relacionamento.

— Não seja tão dramática, Vegana. — E então Felipe apareceu na porta do quarto de Samanta, soltando um sorriso bem grande quando a olhou. Ela se assustou quando o viu ali, quase caindo da cama.

— Mas... Você? — Ela perguntou, o observando gargalhar como nunca. — E a viagem? E o casamento? E... A Bruna?

— Cancelei tudo. — Felipe escondeu os dentes, parando de sorrir. — É claro que a Bruna não aceitou muito bem, mas ela disse que temos que ser felizes com quem amamos.

— Ela realmente aceitou tão fácil assim? — Deu ênfase em "realmente".

— Não seja chata, Samanta. — Felipe se aproximou dela, sentando-se na cama. — Estamos juntos e agora é oficial.

— Não gostei disso. Vão ficar me chamando de estraga relacionamentos, dizendo que eu acabei com o melhor casal do YouTube, que não sou páreo para Felipe Neto e... — Foi interrompida pelos lábios de Felipe, roçando contra os seus.

— Você fala demais. — Comentou, após beijá-la.

— Só estou sendo realista. — Balançou a cabeça.

— O importante é que estamos juntos, dane-se a opinião dos outros. — Felipe pegou na mão de Samanta, iniciando mais um beijo.

— E será que vou ter um aumento por ser a namorada do chefe? — Samanta questionou, recebendo um olhar descontente do outro.

— Eu devia te obrigar a comer carne, isso sim.

— Ah, nem vem Felipe. — Samanta o empurrou. — Nem devia dizer isso, tu também não come carne.

— Mas quero muito morder a sua. — O garoto se aproximou de Samanta, beijando sua bochecha, descendo para o pescoço.

Pelo menos Samanta não precisava ter mais dúvidas sobre Felipe. Ele a amava com todas as forças e estava disposto a seguir com esse relacionamento, agora que nada e nem ninguém os impediam, eles só necessitavam de amor. E de algumas fotos clichês de casais de mãos dadas na praia. 


Notas Finais


ai, eu achei fofinho. melhor do que nada k

por incrível que pareça, eu estou postando uma fanfic no último dia do mês, mereço palmas

👏 okay, obrigada!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...