História Fotos, separação e um adeus - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Personagens Originais
Tags Changwon, Hyungkyun, Hyungwon
Visualizações 7
Palavras 726
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente!
Inspirada na música Devolva-me.

Desculpa Henry, é esses nomes mesmo

Capítulo 1 - Devolva-me


Acordei tarde, pois dormi muito tarde. Afinal, eu havia terminado com meu namorado.

Ele me traiu.

Trouxa, eu penso, eu sou trouxa.

E com um suspiro eu encaro as apredes do meu apartamento, tinhamos muitas lembranças juntas, fotos, perfumes, filmes, cinema, abraços e beijos. Então porque ele fez aquilo? Porque simplesmente não me dizer diretamente que quer terminar?

Respiro fundo, eu preciso de forças para o que eu vou fazer. Arranca-lo da minha vida. Saio da cama, me banho e me visto da melhor forma. Vou até todos os perfumes que ele me deu de presente. Os jogo contra a parede, partindo-os e misturando o ar formando uma camada forte de cheiros variados.

Vou até as camisetas que ele me deu e que eu comprei para ele, que estão no meu guarda roupa, coloco todas as peças na lata de lixo e... Não, vou doar. Coloco em um saco plástico para o síndico doar para alguém.

Vou até a estante, pego todos os filmes e CDs e faço o mesmo que as roupas, não quero saber de nada que venha dele. Ainda não passou a raiva que senti naquela hora.

Agora, vou fazer o mais difícil para mim. As fotos. Todos os momentos felizes que vivemos e guardamos. Porque ele fez aquilo? Éramos tão felizes... Ou era só eu? Se ele não era feliz por que ele não me contou?

Rasguei as fotos de nós dois. Uma a uma. Todas as Polaroids. Todas as imprimidas na minha impressora. Uma a uma. Cada foto destruída eram lágrimas de saudade e tristeza por lembrar que o momento registrado não durou para sempre. Porquê?

Todas as fotos de aniversário de namoro. Todos os seis anos. Todos os seis Dia do Namorados. Todos os seis Dia da Mulher. Todos os cinco Natais. Mas, faltou uma. A foto que dei a ele logo no começo do nosso namoro. A nossa primeira foto juntos. Eu preciso destruir essa também. Porém não está comigo.

Está com ele.

Suspiro. Estava determinada a acabar com qualquer rastro de romance entre eu e ele. Acho que todos os nossos amigos sabem, família também, então não tem o que esconder. Eu quero romper totalmente com ele. Ponto.

Peguei uma jaqueta, pois estava muito frio, o período do Natal está um pouco abafado por este acontecimento.

Depois de quarenta minutos andando, se exercitar é bom neste frio, eu cheguei a seu prédio, o porteiro já me conhece a anos, sempre brincava sobre o dia do nosso casamento. Tão engando quanto eu.

No décimo primeiro andar eu bati a porta mogno, que depois de minutos, foi aberta. Por ele. Tão lindo quanto no primeiro dia que o vi. Cabelos pretos e olhos castanhos. Boca rosada e macia, pele clarinha e cheirosa. Alto e um belo dançarino.

"Oi..." ele começou. "Eu queria conversar melhor com você. Me escute..."

"Não! Eu quero a nossa foto! Agora!" estendi minha mão impacientemente. "Se ainda tens eu não sei, mas se tiver... Devolva-me!"

"Tenho, mas eu quero lembrar de você!" ele tinha seus olhos lacrimando "Você já sabia, eu te contei lembra? Não finja que não sabia, eu confiei em você!"

"Eu sei..." suspirei, me sentindo derotada "Mas devia me dizer, não me trair assim! Não queria que me enganasse! Eu também confiei em você! E você me traiu!" comecei a chorar para valer "Agora, me devolve a foto. AGORA!"

"Não. Se você não quer lembrar do que vivemos, eu quero! A foto é minha. A lembrança também!"

"O que está acontecendo?" a causa da discussão chegou no corredor com sua voz inconfundível e inigualável. Os cabelos castanhos do meu problema eram lindos. O meu problema era mais bonito que eu.

"Nada demais, só quero uma foto" respondi sem interesse no ser que chegou.

"Entre,a casa é sua agora, certo?" o meu ex falou. Nunca foi minha casa aqui. Mas é passado, lembro a mim mesma.

"Vai me dá a foto ou não?"

"Não."

"Então adeus" me viro para ir embora, mas sou impedida por sua mão em meu ombro.

"Me perdoe, eu não soube agir na hora. Sabe que ainda é novo para mim..." ele diz de cabeça baixa, me fazendo suspirar.

"Tudo bem. Eu sabia, mas eu me apaixonei. Isso foi o que aconteceu e doeu aqui" apontei para o meu coração.

"Daila, me perdoe..."

"Tudo bem Hyungwon. E viva feliz com seu novo.... Rapaz. É Changkyun, ne?" ele assentiu. "Boa sorte com ele" e saí.

Eu preciso tirá-lo do meu coração e seguir em frente.


Notas Finais


Pequeno só para aquecer o coração. Inspiração faz isso com as pessoas...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...