1. Spirit Fanfics >
  2. Four Seasons >
  3. What You Mean To Me

História Four Seasons - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


ATENÇÃO! finalmente tive vergonha na cara pra prosseguir com o capítulo qq. Sendo sincera, eu não tinha mais vontade de colocar essa ideia em prática até pq não tenho mais a grande ajuda que estava tendo ao moldar essa fic, porém como estava sem nada pra fazer, vamos escrever né?

Boa leitura pra quem estiver lendo isso e até breve!

Capítulo 2 - What You Mean To Me


As noites de Seoul costumavam ser barulhentas, desgastantes, carregadas de cansaço, estresse e uma infinidade de dores de cabeça. Lidar com tamanho malogro diariamente era complicado para qualquer um. As pessoas andavam ocupadas demais para se desligarem um pouquinho do mundo e sentir os prazeres que a vida ainda podia oferecer.

Os tons alaranjados do pôr do sol que faziam contraste com as nuvens, logo mais dariam espaço para as estrelas brilharem na imensidão negra. Era lindo de se apreciar, porém em meio a arranha céus e toda aquela truculência das ruas, não havia muita plateia para aquele exuberante espetáculo natural. 

Pensar em sair da árdua e monótona rotina para ficar em paz consigo, mesmo que por um breve instante, em um mundo em que tempo é dinheiro, chega a ser irônico. Toda aquela montanha de problemas enfraquecia os mais fortes e transtornava os mais fracos e Taeyeon, estava entre os ditos mais fortes, não vivendo lá um mar de rosas, apesar de estar noiva e prestes a dar mais um passo importante em sua vida. 

Do trabalho para casa, da casa para o trabalho. A loira tentava evadir-se das crises de seu relacionamento, afundando sua mente em seu trabalho como psicóloga, que por outro lado também exigia bastante de si. Sentia-se tensa e via que estava como um copo d'água prestes a transbordar. 

Entretanto, aquela noite seria diferente. Buscava ficar distante de tribulações e aproveitar ao máximo o momento que teria junto de sua noiva, Jessica. Determinada a fugir dos seus aborrecimentos diários, resolveu aceitar o convite para fazer uma visita à boate de sua amiga de longa data, Hyoyeon. Nunca tinha tempo para dar um pulinho no trabalho da amiga, a qual já estava cansada de convidá-la para conhecer seu ambiente. Mas, queria distrair-se um pouco e reparar mais na mulher que estava ao seu lado; mulher essa que era como o seu verão mas que tinha também seus dias de inverno, dias esses que Taeyeon estava cansada de tê-los lhe rondando. 

Kim e Jung estavam dispostas a se divertirem na companhia de seus mais leais amigos e a enterrarem as crises de casal, naquele encontro que seria regado à nostalgia e boas risadas. Desejava derreter a geleira com quem tinha um relacionamento e tê-la ardendo em sua cama como antigamente; estava cansada de brigar com Jessica e de dormir quase sempre em seu sofá. 


— E então, amor, como estou? - Trajando um vestido preto básico que ia até um pouco acima dos joelhos, deixando suas belas pernas à mostra, Jung indagou sorridente ao descer as escadas que ligava o quarto à sala de estar. 


Taeyeon estava maravilhada com o que via em sua frente. A pele branca de Jessica fazia um belo contraste com o preto do vestido e lhe deixava quente no mesmo. Seus cabelos longos e castanhos estavam livres e era possível vê-los brilhar e imaginar o quão eram sedosos. Os mesmos cobriam suas costas, já que ficariam desnudas por conta do corte em formato de V da peça. 

A loira sentia vontade de tomar a outra em seus braços e arrancar todo aquele traje. Fazia um bom tempo que ela não se sentia daquela forma, brigavam tantas vezes que a mais velha esquecia de como sua noiva era gostosa. 


— Quer que eu seja sincera? - Taeyeon retrucou, indo de encontro com Jung. Em sua face, ela demonstrava querer ter segundas e milhares de intenções com a outra. — Vestida assim está me deixando com vontade de desistir dessa festa e fazer uma só nossa, pode ser aqui mesmo na sala ou na casa toda se preferir. - Finalizou com malícia em seu tom, deixando suas mãos deslizarem pela cintura da outra, fazendo Jessica rir e lhe dar um leve tapa no rosto. 


— Besta. Talvez mais tarde eu seja boazinha com você. Agora vamos, faz um bom tempo que não vemos Hyo e as meninas. - Disse, saindo dos braços da mais velha e Taeyeon assentiu, um pouco frustrada pela outra não ter aceito sua oferta. 


--/--


A música estava alta e a grande estrutura com iluminações de diversas cores e intensidade, abrigava quase que um mar de pessoas. As festas da DJ sempre foram de grande sucesso e Taeyeon se sentia feliz por ter apoiado as loucuras da amiga e vê-las dando certo.

Dentro do estabelecimento, logo na entrada havia uma enorme passarela que terminava numa grande pista que ficava no centro do estabelecimento, onde pessoas bebiam e dançavam como se fosse o último dia de suas vidas. Um pouco atrás, ficava os equipamentos dos profissionais e um pouco ao lado, havia um bar onde pessoas conversavam e pediam drinks.

Taeyeon temia se perder e perder Jung de vista, queria encontrar um lugar pra sentar e avistar Hyoyeon. Jessica ria da cara de sua futura esposa, a mesma parecia uma velha que nunca havia entrado em uma casa noturna.


— Sica, quero sentar e beber alguma coisa. - Taeyeon sentenciou ao pé do ouvido da outra. 


— Sentar? Taengoo, vamos dançar, vai. Por favor, está tocando Lady Gaga! - Jessica implorou mas logo recebeu um não da outra. Taeyeon era tímida e acreditava não saber dançar. A mais nova detestava toda aquela timidez mas não insistiu, viu Sooyoung caminhando até a pista e a acompanhou. 

Kim, acenou para mulher de alta estatura que lhe deu um sorriso de orelha a orelha em resposta, em seguida fora puxada por Jung.

 A loira logo arrumou um canto para sentar-se e ficar bebericando uma bebida, enquanto observava sua mulher de longe. Eram naqueles momentos que a baixinha se recordava de que Jung era uma completa americana. A castanha tinha uma fama de ser preguiçosa e de fato era, mas quando estava bem disposta, ninguém a segurava. 

Rindo e admirando Jessica, Taeyeon fora surpreendida por duas mãos tapando seus olhos e uma voz doce entrando em seus ouvidos. A loira nem acreditava quem estava atrás de si. Uma mulher alta e esbelta, com longos cabelos negros e um belo sorriso no rosto, era ninguém mais, ninguém menos que sua antiga colega de faculdade. 


— Não pode ser! Seolhyun, quanto tempo! - Taeyeon levantou-se e a abraçou fortemente. 

— Ah, que saudade Tae! Continua a mesma baixinha fofa de sempre. - Seolhyun respondeu se desfazendo do abraço e fazendo a outra rir. 

— E você continua crescendo, não é? - Taeyeon brincou com a outra, que lhe deu um leve soquinho em seu ombro direito. — E linda também! Deitou no formol? 

— Graças a Seulgi, eu me aproximei da Joohyun e posso usufruir das receitinhas dela. - Seolhyun deu uma piscadela e riu divertida. — Espera aí, isso é um anel de noivado? Conte-me tudo! 

As duas sentaram-se e conversaram a respeito de suas vidas, o que havia mudado e o que esperavam dela futuramente. Obviamente também aproveitaram para relembrar dos bons momentos da época da faculdade. Fazia anos que ambas não se viam, mas muita coisa continuava como antes, Seolhyun continuava no auge de sua beleza e o que a deixava cada vez mais linda, sem dúvida nenhuma, era a sua simpatia e simplicidade. 

Um pouco distante dali, Yoona, Sooyoung, Hyoyeon e Jessica riam como adolescentes no colegial. Jung estava sentindo falta da companhia daquelas três malucas e fazia questão de demonstrar o quão estava feliz em vê-las novamente. Sooyoung e Hyoyeon viviam grudadas, trabalhavam juntas e carregavam a amizade desde a infância; Yoona havia tirado um tempo para rodar o mundo mas já estava de volta. In era a mais próxima de Jung e era a que mais lhe irritava também. Yoona costumava chamar a outra de Ice Princess, sempre que a outra agia de maneira seca ou estava apenas brava e a castanha adotou tal apelido. 


— Estava morrendo de saudades de ter uma noite assim com vocês. Andamos tão ocupadas que não temos nem mais tempo pra nós. - Disse a mais velha, abraçando Yoona pela cintura.

— De fato! Mas sempre convidei você e a aquela anã de jardim pra tirarem o traseiro preguiçoso de vocês da cama e virem aqui. - Hyoyeon retrucou, dando um leve peteleco na testa de sua unnie.

— E falando na anã, pra onde ela foi? Com aquele tamanho ela deveria ter cuidado pra não se perder. - Sooyoung sem perder uma oportunidade sequer, tirou sarro da estatura da amiga fazendo Yoona e Hyoyeon gargalharem.

— Yah! Parem com isso! Ela deve estar por ali naquele balcão do bar, venham. - Jessica ordenou e todas assentiram.


Atravessando toda aquela multidão, os olhos de Jessica buscavam encontrar aquele rosto familiar que tanto gostava de ver e por fim o encontrou. Suas amigas correram até a baixinha que conversava com Seolhyun, que também fora surpreendida pelos berros e abraços das garotas. 

Diferente de Yoona, Sooyoung e Hyo, Jessica havia mudado sua feição. Antes tinha um sorriso estampado em seu rosto, mas naquele instante o mesmo se desfez ao ver Taeyeon muito próxima daquela mulher. Jung sentia ciúmes de Kim e qualquer mulher desconhecida por ela, que se aproximasse de sua noiva, era vista como uma espécie de ameaça.

— Amor, essa é Seolhyun! Uma grande amiga da época da faculdade. - Taeyeon e Seo levantaram-se e a morena cumprimentou a castanha, curvando-se brevemente em sinal de respeito. — Seo, essa é Jessica, minha noiva!

Jessica sorriu forçado e logo abraçou Taeyeon pelos ombros, demonstrando que tinha posse da mesma. Seolhyun queria rir da situação e poupar Jung de fazer todo aquele circo, mas se conteve. 


— Taeyeon falou muito sobre de ti e somente mil maravilhas a respeito de você, Jung. É um prazer conhecê-la e fico feliz em ver que Taeng tem uma protetora ao seu lado. - Seolhyun disse, lançando o seu mais belo sorriso.

— Quando o assunto é mulher, essa é expert. - Hyoyeon disparou fazendo todas rirem, menos Jung, que estava de cara amarrada.


Todas subiram para o segundo andar, que era mais sofisticado e reservado para os mais poderosos, assim podia-se dizer. Logo sentaram-se em uma mesa e colocaram as novidades em dia. Jessica dava apenas respostas curtas e parecia não estar nem um pouco interessada no que Seolhyun falava. Kim, não deu muita importância, achava que sua noiva só estava com fadiga e querendo ir embora cedo. Jung estava enfurecida. 

Vendo a Ice princess arquejar, coberta pela raiva e ciúmes, Yoona a chamou para ir ao banheiro junto de si. Jessica abruptamente assentiu e levantou-se, deixando as outras conversarem. Queria arrancar os cabelos de Seolhyun e fazê-la os engolir.

Já no toilet, Yoona ficou frente a frente com sua amiga e estava disposta a querer entender o que havia de errado com a mesma. Jessica não queria olhá-la nos olhos e se pudesse, saia correndo dali somente pra voar em cima de Seo. 


— Sica-ah, o que houve? Você estava tão animada até poucos minutos atrás, o que está acontecendo? - Yoona indagou, pondo suas mãos nos ombros da outra.

— Nada, Yoong, nada. - Jessica respondeu fugindo do olhar da outra e afastando-se da mesma.

— Eu te conheço, Sica, põe pra fora logo. Te fiz algo? As meninas disseram alguma coisa que não gostou?


Vendo que não conseguiria escapar de In, Jessica suspirou e começou a falar, tentando ficar calma.


— Taeyeon, Yoona, sempre ela! - exclamou, já ficando exaltada. — Viu como ela olha pra aquela vadia? Trata ela como se um tesouro e eu apenas lá, parecendo uma figurante. - Jessica sentenciou, correndo suas mãos sobre seu cabelo.

— Fala sério, Sica. Está com ciúmes da Seo? Essa é boa! Eu só vi apenas velhas amigas batendo um bom papo e você que não quis participar da nossa conversa. Você está vendo coisas inexistentes, Jessica. - Yoona disparou, encostando seu corpo na parede.

— Está me chamando de louca?! Me poupe, Yoona, pensei que fosse ficar do meu lado. Conheço Taeyeon e não sou boba. - Jessica bufou e Yoona só revirou os olhos diante daquilo. — E quer saber? Eu vou embora, não estou com clima pra mais nada.


Sem esperar Yoona respondê-la, Jessica saiu como um foguete. A outra apenas suspirou e caminhou atrás de sua amiga. Não conhecia aquela Jung. 

Taeyeon estava entretida conversando mas ao ver Jessica de cara fechada, passando por ela sem dizer uma palavra sequer, deixou a mesa e foi tentar alcançar sua parceira. Todas ficaram confusas, até Yoona voltar e explicar o que ocorria.

Já fora da boate, Jessica bateu a porta do carro com demasiada força e Taeyeon adentrou o veículo bastante confusa. Jung tinha vontade de passar aquele automóvel por cima da noiva um milhão de vezes.


— Ei, o que há com você? Está brava assim por quê? - Taeyeon indagou.

— Quero ir embora, em casa conversamos. - a mais nova respondeu ríspida e Taeyeon não iria se atrever a indagar mais uma vez.


O trajeto até em casa fora percorrido em o mais absoluto silêncio da parte de ambas. Jung não queria ouvir a voz de Taeyeon e muito menos olhar em seu rosto. Kim só queria entender o que estava havendo com sua mulher. 

Em casa, Jessica subiu para o quarto com a fúria tomando conta de seu corpo. Taeyeon entrou na casa e trancou a porta, em seguida jogando seu corpo no sofá. Iria aguardar Jessica aparecer e caso não viesse, já teria que se ajeitar para dormir ali mesmo.

Kim subiu as escadas e ouviu o barulho do chuveiro ligado, podia entrar em seu quarto despreocupada. Queria entender a mudança de humor repentina da outra mas também não queria dar início à suas indagações novamente. Não sabia o tinha feito de errado e Jung com certeza usaria de sua distração para usar contra Taeyeon.

A loira tirou suas roupas e aguardava poder entrar ali para resfrescar seu corpo. Poderia entrar com Jessica mesmo, mas com a castanha agindo daquela forma, era melhor deixá-la sair. 

Alguns minutos se passaram e Jessica saiu banhada e ainda sem dizer nada. Taeyeon mais parecia um cachorrinho com rabinho entre as pernas. Se sentia totalmente sem credibilidade naquela situação, exercia uma profissão de respeito e sabedoria e ali estava, submissa às vontades da outra. 

Enquanto Taeyeon tomava seu banho, Jessica hidratava sua pele e fingia que não havia ninguém com ela naquela casa. Gostava de mostrar que tinha o controle da situação e adorava ver sua noiva retraída.

Em breves instantes, Taeyeon já estava vestida e esperava Jessica começar a dizer o que houve e o que el tinha feito de errado. Jung, então pegou um travesseiro e um cobertor e os jogou contra o peito da outra, fazendo a mesma revirar seus olhos e bufar impaciente. 


— O que eu fiz pra você? Vai ficar agindo assim até quando? Já sei que vou pra sala mas poderia me dizer que merda eu fiz? - Taeyeon jogou o travesseiro na cama e cruzou os braços, já arquejando.

— Como você é ingênua, né Taeyeon? Eu não posso sair de perto de você e você já vai ciscar com outra. Eu vi o jeito que você olhava e sorria pra aquela cadela enquanto conversavam, eu não sou idiota! - Jung exclamou furiosa.

— O que?! Jessica, não viaja! Tudo o que eu fiz foi conversar com Seolhyun, fazia um bom tempo que não a via. Seu ciúmes doentio já está me tirando a paciência, sempre que brigamos é por causa disso. Eu estou cansada de você me cercando e me privando até de falar com minhas amigas. Já que vai ficar assim, eu não dormirei em casa. - Taeyeon sentenciou firmemente, fazendo Jessica arregalar seus olhos. Era inesperada tal atitude de Kim.


Taeyeon tirou suas roupas de dormir e rapidamente vestiu um suéter vermelho e uma calça escura e em seus pés, botas os vestiam. Desceu as escadas sem dar atenção para Jessica atrás de si a xingando e dizendo não se importar com a mesma. Pegou a chave de seu veículo e bateu a porta na cara de Jung.

Ali Jessica pode ver que Taeyeon estava cansada e se continuasse, perderia a loira de vez. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...