História Fourteen Blood Diamonds. ( BTS) - Capítulo 18


Escrita por: e YangMiWang

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Romance, Tortura, Violencia
Visualizações 56
Palavras 3.636
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltamos! Esperamos que gostem!
Desculpinha por qualquer erro ❤️ 👀

Capítulo 18 - Dias para serem recordados


Aiko On


Acordo cedo para tomar o café da manhã junto com minhas irmãs e com os príncipes.


Antes de descer as escadas checo para ver se está tudo em ordem: Se meus cabelos não estão bagunçados, se não estou com hálito forte etc. Amanhã seria o grande dia do casamento de minha irmã Dandara, todas as outras estavam ansiosas. E ainda mais eu que serei uma das madrinhas e ficarei ao lado de meu príncipe! Digo, Jungkook. Quem será madrinha também é Kazue e Haruka.



– Bom dia!– Digo descendo as escadas saltitante.


Todos estavam na mesa.


– Bom dia, Aiko.– Disse Kazue sorrindo.– Parece muito feliz, posso saber o motivo?


– É nada de mais, Kazue.– Digo sorrindo olhando para Jungkook.


Misaki percebe e logo diz:


– Hmm...


– Que foi Misaki? Por que o "Hmm"? – Perguntou Namjoom.


– É que...– Ela olha para mim.– Está muito bom esse bolo.


– Realmente.– Concordou Namjoom.


Sento-me ao lado de Jungkook que estava lendo o mesmo livro de ontem.


– Bom dia!– Digo dando um beijo em sua bochecha.


Ele toma um susto, pois estava muito concentrado no livro.


Todos da mesma ficam surpresos.


– O q-que...pensa que está fazendo?– Ele diz corado.


– Te desejando um "bom dia."– Sorriu.


– Apenas tome seu café, e me deixe em paz.– Ele diz voltando ler seu livro.


– Jungkook não é assim que deve falar com sua noiva.– Disse Yoongi tirando uma com a cara dele.



Jungkook não dá ouvidos.


Estranho o Jungkook o encarando disfarçadamente, nem parecia que aquilo aconteceu ontem. Quando me lembrei do nosso beijo logo deixei escapar um sorriso.


– Está tudo bem, Aiko?– Perguntou Dandara que estava na minha frente.– Está parecendo um tomate, toda vermelha desse jeito. Está com febre?


– Ahm?! Não, não.– Digo voltando para terra.


Depois que todos nós tomamos nosso café, fui atrás de Jungkook saber o que aconteceu.


Ele estava andando pelo corredor do andar principal do castelo acompanhado de Jimin. Consigo alcançar eles.


– Oi!– Digo agarrando a manga de sua camisa branca.


– Tsc...o quer?– Disse ele me encarando.


– Ah, olá Aiko.– Disse Jimin.


– Por que está assim?– Pergunto para Jungkook.


– É...vou deixá-los.– Disse Jimin indo para direção oposta.


– Assim como?– Ele pergunta.


– Desse jeito, me ignorando.– Digo triste.


– Eu sempre te tratei assim.– Respondeu ele.


– Mas...e ontem?!– Pergunto.


– Aiko, foi um beijo nada de mais.– Disse ele soltando minha mão de sua camisa.



– Então...é ASSIM?– Gritei.– Não quis dizer nada para você? 


Meus olhos começam a ficar marejados.


– Mas foi você que me beijou!– Gritei mais uma vez.


– Foi um erro.– Ele diz me encarando.


– JUNGKOOK SEU IDIOTA!– Digo dando um tapa que fui capaz de ouvir o estralo.


O rosto dele ficou com uma expressão de surpreso e sua bochecha toda vermelha.


Lágrimas começam a escorrer pelas curvas do meu rosto.


– E-eu Não queria...M-mas você quem pediu.– Digo chorando cada vez mais.– Você se torna mais idiota não falando nada.


O mesmo fica com a mesma expressão.


Me distâncio dele correndo para o meu quarto.


Tranco a porta e me jogo no chão.


– Eu não queria...– Digo chorando mais ainda.– Não queria...me perdoa. Me perdoa!


JIMIN ON


  Achei melhor deixar meu querido irmão e sua noiva sozinhos antes que sobrasse para mim, mas devo admitir que internamente eu queria muito rir. Tadinha da Princesa Aiko.


   Caminhando pelos enormes corredores, avisto minha noiva concentrada em um banco desenhando, mas ela estava de costas para mim
  Cuidadosamente me aproximo e coloco minha mão sobre seus olhos


⁃ Quem ousa interromper meus desenhos?

  Apenas dou um riso


⁃ Quem quer que seja pare de rir se não vai ser castigado

      Continuei com minhas mãos em seus olhos

⁃ Pelo amor, sério que está fazendo está brincadeira tola? Pois bem vamos acabar com isso logo. Quem é?


⁃ O amor da sua vida- falei convencida

⁃ Que eu saiba bolos e gostosuras não falam

Sério que ela prefere um bolo a mim?

Retirei minhas mãos e fiquem em frente a ela, que apenas ria

⁃ Um bolo Aisha? Sério?

⁃ Queria que eu falasse seu nome? Por que razão ou circustância eu iria te mencionar como o amor da minha vida?- falou olhando em meus olhos

   Me sentei ao seu lado e a fiquei encarando enquanto ela ainda esttava concentrada em seu desenho


⁃ Pare de me encarar, estou ficando desconfortável

⁃ Respondendo a sua pergunta Aisha, você mencionaria meu nome porque eu te amo e você me ama

  Ela tomou um susto e deixou o caderno dela cair


⁃ N-não f-fale b-besteiras- falou estendendo sua mão para pegar o caderno

Por reflexo, acabei estendendo também e nossas mãos se tocaram
  Nos olhamos por alguns segundos até eu pegar o caderno e reparar no desenho

⁃ Uau Aisha, um retrato de Dandara e meu irmão? Está lindo

⁃ Aa obrigada Jimin, não está totalmente pronto, na minha opinião tenho que melhora-lo mais

⁃ Está ótimo Aisha, como sempre, a Princesa mais talentosa que meus olhos enxergam

  Ela ficou corada e me aproximei, pegando sua mão e colocando sobre meu peito


⁃ Aisha por que meu coração bate tão rápido quando está perto?

Ela iria responder quando ouvimos duas pessoas rindo.


AISHA ON


⁃ Senhor, que tática ruim de conquistador Princípe Jimin- falou Kazue rindo junto com seu marido

⁃ Suas táticas realmente pioraram

   Os dois riam feito loucos, realmente quando querem esses dois se completam


⁃ Por favor Princesa Kazue, me chame apenas de Jimin, você é minha cunhada não tem porque tanta formalidade- disse ele sorrindo para Kazue que logo retribuiu

Não posso acreditar que ele está cortejando minha irmã bem na minha frente


⁃ O mesmo vale para você Jimin, me cansa chamar as pessoas de Príncipes ou Princesas, creio que deve cansá-lo também- falou el sorrindo


Kazue? Por que não está sendo grossa?

⁃ Ei...Jimin você está cortejando minha irmã que está casada com o seu bem na minha frente? E você Kazue? Quer saber continuem, vou me retirar, aqui não é um bom lugar mais para desenhar


  Peguei meu caderno e saí de lá apressadamente, fiquei extremaebte irritada.


KAZUE ON


Ela entendeu errado...Meu Deus, Aisha acha que eu estava dando corda para Jimin?


⁃ Acho que vou fazer como Aisha, talvez eu esteja apenas atrapalhando a minha esposa- falou Jin me dando as costas e começando a andar

⁃ Me desculpe Kazue, mal casaram e eu acabei de dar problemas- falou Jimin tristonho sentado no banco

   Me sentei ao lado dele


⁃ Não se preocupe Jimin, Jin não é uma pessoa fácil de se lidar, nem Aisha. Ela vai entender, não se preocupe. Eu até iria falar com ela, mas eu acho que será melhor se você conversar com ela

  Ele olhou nos meus olhos e sorriu


⁃ Obrigada Kazue, Jin está casado com a pessoa certa, mas creio que Aisha vai me matar se tentar falar com ela

   Dei uma risada

⁃ Jimin, Aisha sempre foi assim, olha que eu a conheço muito bem. Apesar de Haruka ter passado mais tempo com as gêmeas, eu sempre ajudei com tudo, ela nunca se irrita de verdade, e posso afirmar que ela gosta de você

  Ele me olhou surpreso

⁃ Sério?- perguntou

⁃ Sim, bom eu vou praticar um pouco na sala de instrumentos

⁃ Não vai falar com o meu irmão?- perguntou confuso

⁃ Jimin, seu irmão não é mais criança para ter ciúmes do próprio irmão, e eu não vou ficar correndo atrás dele. Ele entendeu mal, e foi grosso então se ele se arrepender, que venha falar comigo

⁃ Obrigada mais uma vez Kazue

  Assenti e fui para a sala de música

Peguei minha flauta e começei a praticar mas por algum motivo não estava dando certo

⁃ Não estou concentrada...mais um vez Kazue


    QUEBRA DE TEMPO


Se passaram algumas horas e eu estava extremamente cansada e por mais que estivesse treinando sem descanço, estava desconcentrada
Coloquei meu instrumento no lugar e saí da sala


⁃ Como ele pode desconfiar de mim? Tendo nem uma semana de casados? Meu deus

  Ao andar pelos corredores, os quais todas as portas eram salas de treinamento, passei por uma que estava meio aberta

  Por algum motivo me aproximei e pude ver que Jin praticava espada


⁃ Como ela e Jimin puderam fazer isso?


  Fiquei irritada e entrei na sala


⁃ Sinceramente Jin, está com ciúmes do seu próprio irmão?

  Ele me olhou surpreso


⁃ Kazue? O que faz aqui?

⁃ Minha sala de treino fica quase ao lado da sua, estava treinando

⁃ Jimin estava treinando com você?

Meu Deus do céu, ele é burro?


⁃ Jesus me ajuda, Pela última vez Jin, eu NÃO ESTAVA DANDO TRELA PARA SEU IRMÃO

⁃ Não foi isso que meus olhos viram

⁃ Quer saber, entenda como quiser, eu não vou ficar correndo atrás de você, adeus

  Me virei mas logo depois senti alguém me abraçando por trás


⁃ Me desculpe, mas eu sinto medo de te perder

   Fiquei chocada, ele estava mesmo me abraçando?

⁃ Jin, eu...eu...nós somos casados, você nunca vai me perder, somos o apoio um do outro, somos um...um casal

   Ele me virou e levantou minha cabeça para que olhasse em seus olhos


⁃ Me desculpe Kazue, eu não quero ser um marido possessivo

⁃ Não se preocupe, tenho certeza que não será, mais saiba que não vou ficar correndo atrás de você

⁃ Kazue será que posso te dar um beijo?


  Me surpreendi. Meu deus o que respondo?


⁃ Pode, mas não se acostume, pois ainda não nos damos bem

  Ele sorriu e selou nossos lábios, o beijo era delicado e assim continuou até o final


⁃ Bom eu vou ver minhas irmãs, até o jantar

  Saí da sala apressadamente, pois estava com vergonha


⁃ Jesus Kazue, o que está acontecendo com você?- murmurei


Dandara On


Que tal esse daqui?!– Digo escolhendo as flores para colocar nas mesas junto com o Taehyung.


– São lindas, igual você.– Disse ele sorrindo.


– Não posso dizer o mesmo.– Digo irônica.


Ele ri.


– Que tal essas?– Digo pegando as flores de Gardênia que eram brancas.


– Muito bonitas, sabe o que significam?– Ele me pergunta.


– Faço a mínima ideia.– Respondo.


– Elas representam a sinceridade e o amor sincero. Eu prefiro essas, do que as demais.– Ele diz.


– Eu também, são lindas de verdade.– Digo.


Jungkook On


Vou até o quarto de Aiko para ver se ela está bem.


Bato duas vezes na porta e nada.


– Aiko...por favor abra a porta.– Digo.– Me Desculpe, eu errei. Para ser sincero eu realmente fui um idiota, um babaca, um tolo. Mas me dê uma chance! Aiko eu te amo.


Espero dois minutos e não obtive resposta.


– Aiko?– Pergunto.


Não ouvindo nada, mexo a maçaneta da porta e vejo que estava aberta o tempo todo. Abro de vagar e entro.


Aiko não estava lá.


– Aiko!? Onde está?– Digo rondando seu quarto. 


Logo a frente vejo sua janela toda aberta e suas cortinas balançando com o vento.


– Não, não.– Digo desesperado.– Isso não!


Coloco as mãos na minha cabeça.


– Por que, Aiko? Por que cometer suicídio por minha causa!?– Escondo minha cabeça entre minhas pernas.


– Jungkook?– Ouço a voz dela.


– Não, não é você. Estou ouvindo coisas.


– O que está fazendo?– Senti a mão dela em meu joelho.


Levanto a cabeça e vejo que realmente é ela, com seus olhos inchados e vermelhos.


– AIKO!– Digo abraçando ela fortemente.


– Ei!– Ela diz.


– Pensei que tivesse pulado da janela, Aiko nunca mais me dê mais sustos.– Digo.


– Mas Jungkook, o meu quarto fica no segundo andar. No máximo torceria meu pé ou quebraria minhas pernas.


– Ah? É mesmo?


– É...


– Por que nunca me disse?– Digo olhando ela.


Ela começa a rir.


– V-você! É o mais idiota que eu conheço!– Disse ela dando gargalhadas.


– E-eu?– Digo.


– Sim, sim. Você!– " Eu fui um tolo, um babaca, um idiota."– Disse ela imitando minha voz.


– Estava ouvindo tudo, não é...?– Digo indignado.


– (Risos) Que! Magina meu querido idiota, digo meu querido amado.


– Oras...!– Digo me levantando.


Ela para de rir e sorri para mim.


– Por que demorou tanto!? Deu até tempo para eu tomar um chá.


Encaro ela ainda indignado.


– Ei...!– Ela disse se aproximando.– Te amo também.– Ela me abraça.– Me desculpa pelo tapa.


Abraço ela de volta.


– Talvez eu tenha realmente merecido.– Digo rindo.


Misaki On


Estava esperando escondida com um capuz atrás de arbustos como tinha dito para Namjoom.


Ouço barulhos atrás de mim, logo me preparo para fugir ou preparar uma boa dica para estar alí.


Era o Namjoom, ele também estava com um capuz.


– Achei que não viria.– Digo sorrindo.


– Me dê um tempo, nunca fugi desse jeito.– Ele sorri de volta.


– Está vendo aqueles dois guardas?– Digo me referindo aos dois homens  que estavam no portão.


Eles estavam conversando sobre bebidas


– Sim.– Ele responde.


– Temos que despistar eles, mas não sei como.


– Tive uma idéia.– Disse Namjoom se levantando.


– Ei, volte aqui!– Susurro.


– Hey, caras!– Disse ele se aproximando dos guardas.


– Boa tarde príncipe Namjoom.– Disseram os dois se curvando.


– Ouvi a conversa de vocês, parecem gostar de um bom velho vinho, estou certo?– Disse ele.


Os dois concordam com a cabeça.


– Que tal eu dar dois vinhos para cada um?– Namjoom sugere.


– Eles não vão aceitar...– Penso.


– Em troca de que?– Um dos guardas pergunta.


– Deixarem eu sair.– Ele responde.


– Temos ordens se-


– Dois vinhos...um pra cada um.– Namjoom joga.


– Ok.– Concordaram e então abriram os portões.


– C-como!? Como podem ser tão fáceis?– Penso.


– Thank you! Segredo está bem?– Disse Namjoom.– Vamos.


Me levantando e corro para seu seu lado.


Com os portões já fechando um diz: 


– Princesa?


* Quebra de tempo*


– Achava que eles não iriam ser subornados tão fáceis.– Disse caminhando ao lado de Namjoom por uma floresta que ficava perto do castelo então mesmo tempo da aldeia.


– Para ser sincero, nem eu.– Disse ele.– Pedirei que mandem embora. Não poderei dormir vendo que não está segura.


– Eu me cuido.– Digo tomando a frente.


Quase me deixo cair por conta de um buraco que não vi. Se não fosse Namjoom segurar o meu braço teria caindo no chão com tudo.


– Sim, estou vendo.– Disse ele sorrindo.


– Nada de mais.– Sorriu de volta.


– O sol está quase se pondo.– Disse olhando para o céu.


– Eu nunca vi o sol se pondo.– Digo.


– Quer ver?– Ele pergunta.


Faço "sim" com a cabeça.


O mesmo então começa a escalar uma árvore.


– Me dê sua mão.– Disse ele estendendo sua mão direita.


Seguro então ele me ajuda a subir e me apoiar em um tronco e me sentar ao seu lado.


– Que lindo!– Digo me referindo ao sol.


– Sim, quando eu era criança minha mãe me levou para ver esta mesma cena pela primeira vez. Ela era destemida e teimosa como você.– Ele ri e então sorrio.


– Ela dizia que não queria que ficasse preso naquele castelo que não entrava nem um pingo de sol e alegria, quando ela estava grávida de Jungkook sabia que iria morrer no parto pois estava tendo uma doença terrível no reino no qual ela tinha pegado. Ela me disse para se casar com alguém que amo, para eu proteger, amar, cuidar e dar a vida se fosse possível. Quando soube que iria me casar me esforcei para gostar de você, mas você mesma já me ajudou a me apaixonar de verdade por você.


– Namjoom...– Digo o olhando.


– Mesmo se não entrar um pingo de sol e alegria em seu coração, mesmo que meu amor por você for em vão...eu quero apenas lembrar que tentei fazer o que minha mãe pediu.– Ele diz vendo o sol se pondo.


– Eu serei a prova que tentou.– Digo segurando sua mão entrelaçando nossos dedos.


Deito minha cabeça em seu ombro fechando minhas pálpebras lentamente, ouço:


– Nunca irei te deixar.


HARUKA ON


⁃ Você vai ficar quanto tempo nesse celeiro?

⁃ O tempo que não te interessa Yoongi, por que está aqui?

  Ele sorriu


⁃ Sabia que aqui era seu lugar favorito, também a Princesa da Montaria só se da bem com animais

⁃ Está se referindo a você?

   Ele fechou a cara e eu dei risada. Peguei meu cavalo e saí com ele do celeiro


⁃ Não me dê as costas- falou ele me seguindo

⁃ Acha que é quem para me dar ordens?

⁃ Yoongi seu noivo, não é uma ordem...só não me de as costas

  Sem nem ligar, subi no cavalo mas algo aconteceu e me desequilíbrei


⁃ Cuidado Haruka

Antes que eu caísse, Yoongi me segurou em seus braços


⁃ Acho que te salvei Princesa da Montaria

    Não pude responder pois estava imprecionada

⁃ Ficou muda?

Agora que me toquei, estou em seus braços parecendo uma Princesa Indefesa


⁃ Me coloque no chão

  Ele me colocou no chão e foi ver o que ocasionou meu quase acidente


⁃ Sua cela estava solta, você poderia ter se machucado seriamente, precisa ter cuidado Haruka

  Ele me olhou sério

⁃ Não ia ser tão grave assim, ia ser apenas uns arranhões

⁃ Haruka não estou brincando...você poderia se machucar seriamente, quer mesmo ter o risco de nunca mais fazer o que gosta?

⁃ Yoongi pare de ser sério, não te reconheço, cadê as piadas? Para que toda essa preocupação?

⁃ O que seria das minhas piadas sem ter alguém? Sem ter você? Haruka podemos não nos dar bem, e eu não querer me salvar com você, mas nunca, nunca deixaria você se machucar

  Ele se virou e começou a andar


⁃ O que acabou de acontecer aqui?



HARUMI ON


   Estava lanchando no jardim quando Hoseok chega e se senta ao meu lado


⁃ Vai comer tudo isso?

Perguntou de referindo a uma pequena mesa cheia de pães e doces

⁃ Estou ansiosa, costumo comer muito quando estou ansiosa

  Ele começou a dar risada

⁃ Vai acabar gorda até nosso casamento desse jeito

  Olhei para ele de cara feia

⁃ Acha que estou ansiosa por causa do nosso casamento?- perguntei e ele assentiu

⁃ Está errado, estou nervosa sobre o casamento de Dandara, ela e Haruka são as que menos achamos que se casariam

⁃ Por que acham isso?- perguntou

⁃ Porque elas são quase feitas de gelo, elas nunca se apaixonaram...aa Haruka já se apaixonou, mas acabou mal

⁃ Entendo...sabe Harumi, você pode não estar ansiosa, mas eu estou e muito. Nunca pensei que dividira minha vida com alguém tão encantadora

⁃ Eu sempre pensei que estaria sozinha, fora minhas irmãs, não tenho mais ninguém

⁃ Você tem eu...eu prometo Harumi, eu nunca sairei do seu lado

   Sorri


⁃ Sei que você nunca me descepcionaria- falei

⁃ Parece que este bolo está uma delícia- apontou para uma fatia de bolo de morango, meu favorito

⁃ Sim, amo morangos

  Falei dando uma pequena mordida


⁃ O que você gostaria de fazer um dia Harumi?- olhei para ele confusa- você e suas irmãs passam todo o tempo de vocês aqui, seria bom sair

Ele está certo...


⁃ Queria poder ir a uma festa na vila, todos nós juntos, ou ver os campos de morango com você

  Ele me abraçou e sorriu

⁃ Um dia com certeza iremos fazer isso, acha que serei um bom marido para você?

  - Nunca duvidei que seria, desde a primeira vez que te vi me apaixonei

   Eu estava falando sério...desde que o vi, meu coração palpitou e agora estou completamente apaixonada por ele
  Mas tem algo que me deixa com medo...

⁃ Hoseok, poderia me prometer apenas algo?

  Ele assentiu

⁃ Por favor, não me abandone...quero dizer, por favor não me descepcione

⁃ Eu prometo

⁃ De dedinho?- estendi meu dedinho

⁃ Não acha que está grandinha?- perguntou rindo

⁃ Ei, por mais que eu seja adulta, sempre terei minha alma de criança, prometa de dedinho- sorri

Ele ergueu seu dedinho e o apertou junto ao meu

⁃ Prometido- falou.


Dandara On


– Finalmente!– Disse olhando o salão todo arrumado para amanhã. A decoração era nas cores ouro e branco.


– Achava que nunca ficaria pronto.– Disse Tae colocando seu braço em meus ombros.


Eu e Taehyung decidimos arrumar nosso próprio casamento com ajuda das servas. Nós dois concordamos que esse momento é único e especial portando vamos fazer dele o mais marcante possível.


– Então agora teremos que ficar afastados...– Disse Taehyung.


– Sim, até o dia da cerimônia não podemos dar ver.


Em nosso reino a tradição era que o noivo pudesse só ver a noiva na hora da cerimônia. A noiva passará o último dia junto com suas amigas, será o único tempo que ela terá para elas, enquanto o noivo passará uma noite se divertindo com seus amigos. 


Kazue e Jin decidiram não seguir isso. Ambos estamos muito ocupados.


*QUEBRA DE TEMPO*


Eu e todos minhas irmãs combinamos de passar uma noite no quarto da irmã que teria o maior quarto para caber todos nós, quem tinha era o antigo quarto da Kazue já que a mesma dorme com o Jin.


Todos minhas irmãs já estavam me esperando só faltava eu. Abri a porta delicadamente quando Harumi me assusta jogando papeis coloridos em mim.


– PARABÉNS PELO CASAMENTO!– Disseram todas.


– Por essa eu não esperava, que minha irmã durona iria se casar.– Disse Haruka.


– Eu achei que ela cortaria seu dedo para não ter que usar o anel.– Disse Aiko.


– Eu achei que-


– Tá bom gente eu já entendi.– Digo ridno entrando no quarto.


Elas tinhas jogado um monte de travesseiros no chão no qual até caiu as penas.


– Parabéns irmã.– Disse Kazue me dando um abraço.


– Obrigada.– Digo.


– Agora podemos abrir os presentes?– Perguntou Aisha.


Rimos e depois dissemos:


– Sim, Aisha.


O primeiro presente Aisha trouxe para mim.


– Eu que fiz espero que goste.– Disse ela sorrindo.


Abro e vejo que é um retrato desenhando a mão com eu e Taehyung.


– Isso é...lindo!– Digo abraçando-a.


Haruka me deu um arco e flechas novinho em folha, Harumi me fez um vestido lindo dourado com brilho, Kazue me deu uma caixinha de jóias que tocava música dentro dela havia brincos e colares muito lindos, Misaki me presenteou com um prendedor de cabelo em formato de uma rosa vermelha com pedras azuis escuras, Aiko me deu parabéns de sapatos altos na minha cor preferida, vermelho vinho.


Depois de várias risadas e histórias de terror caímos em um sono profundo...




Notas Finais


E aí gostaram? Próximo capítulo casamento da nossa querida Dandara ❤️❤️❤️❤️~ YangMiWang


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...