1. Spirit Fanfics >
  2. Fragmentos >
  3. Talvez

História Fragmentos - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Hey galeris!

Bom, era pra atualização ter sido feita no domingo anterior e novamente hoje, mas eu acabei abrindo o pulso e ficando com ele imobilizado mais tempo do que eu esperava, então me desculpem pelo atraso gente :/

A história está em uma fase que os detalhes vão contar muito hshahah

Espero que gostem!

Bjox

Capítulo 13 - Talvez


O coração batia tão rápido que Sakura sentia a pulsação em seus ouvidos. Havia se enfiado na primeira porta que encontrou, por sorte era o banheiro feminino. Suspirou.

Enquanto abria a torneira deixando a água gelada escorrer por seus pulsos causando um arrepio, Sakura observou seu reflexo no espelho.

Mordeu os lábios enquanto respirava fundo na tentativa de se acalmar. Por que estava tão agitada? Ainda era capaz de sentir os braços firmes de Neji a sua volta, o desespero em sua voz batendo contra seu rosto.

- Sakura?

Como se alguem estalasse os dedos em sua frente a rosada voltou a si com Temari a encarando preocupada.

- Você está bem? Tá muito pálida! Quer que eu chame alguém?

- Não, não precisa, eu já estava voltando pra sala.

Viu a loira semicerrar os olhos.

- É sério, eu só precisava de um pouco de ar.

Ofereceu o melhor sorriso que conseguiu naquele momento enquanto saía do banheiro e se encaminhava a sala.

Viu Sasuke em um dos corredores.

- Hey, você tá bem? Eu fiquei preocupado

Sentiu o toque delicado de Sasuke em sua mão.

- Você está tremendo! O que aconteceu?

Os olhos negros agora refletiam preocupação e o semblante do moreno era aflito.

Haruno havia perdido a voz, se sentia patética e isso a irritava em um nível anormal. A sintonia com Sasuke se mostrou presente mais uma vez quando os braços finos do Uchiha a envolveram em um aperto caloroso e seguro.

- É alguma coisa sobre Neji ?

A voz firme porém doce de Sasuke em seu ouvido fez com que a rosada afastasse o rosto e suspirasse

- Não, bom, sim. Arg, eu quero dizer..

Sakura esfregou a testa com as mãos.

- Chicletinho, você pode me contar o que quiser.

Sakura sabia disso. A facilidade em se abrir com o moreno era com certeza uma das coisas preferidas sobre sua relação com ele.

- Eu só..., eu não sei. Ver Neji mal, me causa uma sensação estranha.

Quando ergueu os olhos se deparou com um Sasuke sério balançando a cabeça como se dissesse " entendo"

O sinal soou estridente, era troca de horários.

- A gente devia voltar.

- Tem razão, não quero que sua mãe pense que estou te levando para o mau caminho.

Um sorriso sincero surgiu nos lábios da garota enquanto empurrava gentilmente Sasuke pelas costas.

Neji não apareceu na aula, e Haruno não podia evitar os olhares que lançava rumo a porta de tempo em tempo.

Viu Sasuke sentar sobre sua mesa no final da aula.

- A senhorita me concederia o ilustre prazer de desfrutar de sua companhia enquanto tenho a honra de leva- lá em sua residência?

Sakura gargalhou.

- Sem dúvidas meu caro admirador.

Viu um sorriso travesso brincar nós lábios do Uchiha enquanto ele se levantava e fazia uma reverência em sua frente.

- Você é impossível.

Sasuke jogou a mochila de Sakura sob os ombros ignorando os protestos da garota enquanto caminhavam pela calçada. Bom, enquanto Sasuke caminhava pela calçada,Haruno parecia imensamente concentrada em andar sobre o meio-fio tentando se equilibrar.

- Eu sou muito boa nisso.

O tom de orgulho refletido na voz da garota fez Sasuke sorrir abertamente. Sakura que havia se virado para mostrar a cara orgulhosa se perdeu na imagem do Uchiha sorrindo com sua mochila nas costas e uma mão no bolso.

- Vai se foder, Sasuke.

Os olhos negros agora estavam arregalados enquanto uma sobrancelha era arqueada? De onde aquilo havia saído?

- Você é muito lindo.

Sasuke gargalhou.

Dando um passo a frente o Uchiha segurou o rosto da garota entre as mãos enquanto mantinha um sorriso doce.

- Acho que você não tem se olhado no espelho, Chicletinho. Qualquer coisa fica sem graça quando comparada a você.

Sakura sentiu as bochechas corarem quando Sasuke se aproximou beijando a ponta de seu nariz.

Um sorriso bobo se manteve no rosto de Haruno durante o caminho pra casa, vez ou outra se desequilibrava na sua aventura e sentia as mãos de Sasuke a segurarem evitando que sua cara se chocasse contra o chão.

- Bom, acho que é aqui que a gente se despede.

- Você não quer entrar?

- Sua mãe não iria se importar?

- Claro que não.

Sasuke sentia o coração acelerado, precisou respirar fundo o que não passou despercebido pela dona de olhos verdes

- O que foi?

O Uchiha apenas sorriu de lado com as bochechas levemente vermelhas.

- Você está nervoso ? Meu Deus, você é muito incrível, porra.

Sakura agora havia entrelaçado suas mãos com as do moreno o que resultou em uma sensação gostosa e um sorriso aliviado do mesmo.

Haruno selou seus lábios levemente por um segundo sorrindo em seguida antes de abrir a porta.

- Mãe?

Um sorriso simpático surgiu nos lábios de dona Mebuki ao avistar Sasuke vermelho como um tomate em sua sala de estar.

- Oh, nós temos visitas. É um prazer conhecê-lo

- O prazer é todo meu dona Mebuki

- Esse é o Sasuke,mãe.

- Sim sim, me lembro. O garoto do encontro de alguns dias atrás.

O Uchiha agora tinha um sorriso doce enquanto acenava positivamente com a cabeça.

- Bom, o almoço está pronto. Espero que goste de macarrão ao molho branco, Sasuke.

- Sem dúvidas.

Sakura se sentou na cadeira ao lado de Sasuke enquanto observava a mãe fazer uma montanha de macarrão no prato do garoto.

- Mãe, você vai fazer ele passar mal assim.

Ouviu Sasuke dar uma risada nasalada e a mãe acenar mão em sua direção a mandando ficar quieta.

- A senhora é uma cozinheira excepcional.

A rosada sorriu ao notar como Sasuke e sua mãe começavam a ter uma conversa só deles.

- Bom, já vi que você aprecia as coisas que eu faço não é mesmo?

A frase mal havia saído de sua boca e a mãe piscou apontando a cabeça em direção a filha. Sasuke engasgou e Sakura ficou vermelha.

- Mãe !!

- Ora Sakura, estou apenas brincando.

O Uchiha agora gargalhava.

- Então Sasuke, você conhece o amigo da Saky? Neji? Um menino adorável.

O silêncio cortante que surgiu fez com que dona Mebuki encarasse a filha como se perguntasse o que estava errado.

O moreno tossiu.

- Sim, eu conheço sim.

Haruno agora havia se perdido em seus pensamentos novamente. A cena de Neji jantando naquela mesma mesa a fez passar a mão na nuca tentando aliviar a tensão que havia surgido.

- Sakura? Sakura? Minha filha?

- Hãn? Oi?

A mãe a encarava com uma sobrancelha arqueada enquanto Sasuke mantinha uma expressão neutra.

- Eu estou perguntando se vocês querem sorvete.

- Oh. Você quer?

A rosada agora encarava o moreno com um sorriso doce.

- Na verdade eu preciso ir. Fica pra próxima dona Mebuki.

- Você é um amor, é muito bem vindo .

Sasuke se despediu acenando gentilmente enquanto Sakura o acompanhava para fora.

- Você tem certeza que está bem?

Sakura juntou as sobrancelhas em um ato involuntário.

- Por quê?

Sasuke agora tinha as mãos no bolso e um olhar sério.

- Sempre que alguém toca no nome do Neji, você, bom, você fica aérea.

Haruno encolheu os ombros.

- É complexo, Sasuke.

- Sim, é.

Os olhos verdes agora encaravam o moreno passar as mãos no cabelo bagunçado.

- Alguma parte de você se arrependeu da escolha Chicletinho?

Foi como se alguém a chutasse no estômago.Os olhos negros possuiam uma mistura de paciência e medo.

Sakura era apaixonada por Sasuke, não havia nenhum dúvida sobre isso. Mas poderia dizer que não se sentia nenhum pouco balançada por Neji?

Suspirou.

- Eu não me arrependo de estar com você Sasuke.

Viu o Uchiha sorrir de lado enquanto se aproximava e beijava o topo de sua cabeça.

- Eu te ligo mais tarde,linda.

Sakura abraçou o garoto sentindo o calor familiar e reconfortante entrar em contato com sua pele.

- Eu vou estar esperando.

A medida que a imagem de Sasuke ia sumindo ao final da rua e a brisa amena entrava em contato com sua pele, Sakura abraçou o próprio corpo enquanto se sentava na escadinha na porta de casa fechando os olhos e se perdendo nos próprios pensamentos mais uma vez.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...