1. Spirit Fanfics >
  2. Fragmentos ( Vkook, Taekook) >
  3. Casual - Amor - Suspeito - Confuso

História Fragmentos ( Vkook, Taekook) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Não leia se for uma pessoa sensível.


+18

Alerta

Contém cenas de sexo
Violência
Paranormal
Crimes
Etc...

Capítulo 4 - Casual - Amor - Suspeito - Confuso


Fanfic / Fanfiction Fragmentos ( Vkook, Taekook) - Capítulo 4 - Casual - Amor - Suspeito - Confuso

- Voce  nao quer  tomar  banho junto comigo?

 Ele continuava  parado ao lado da  cama  olhando  para mim.

- Melhor  não.
- Tem certeza?

Insisto.

-Tenho!
-Tudo bem entao

Levantei  da cama e caminhei para  o banheiro. Parei de frente para  o espelho. Assustei  com  situação  que me encontrava. Os cabelos bagucados vergoes e roxos por todo corpo.  Fiquei uns minutos   olhando  para  meu corpo  me tocando  tentando entender como era possivel. 

-  Oh grande mente,  isto é  real ?  É  real , é  real?

Coloquei a mão  no meu rosto apertando meus  olhos.  Continuei de frente para  aquele espelho enorme. Inevitável impedir, deixei  Uma lagrima escorrer  pelo meu rosto

- Eu nao estou sonhando


Sentir todo  meu coração  ser preenchido por uma grande felicidade  que não  sentia  desde há  126 anos atrás. Como sou condenado a lembrar de toda minha vida passada. A tristeza  era  minha companheira  costante.

- É  real.

Nao parava de  repetir  isso para mim mesmo.  Estava dificil acreditar e conter a emoção.


- Te Machuquei muito?

 Dei um pulinho quando sentir sua mão  tocar  minha cintura por tras.

- O que é  real? E por que  esta chorando?

-  Jungkook?

 Ele me abraçou por trás   colocou seu queixo sobre  meu ombro e  nos encarou pelo espelho.

- Bem, voce deixou a porta meia aberta. Eu estava sentado na cama e te vi em frente ao espelho se olhando

Olhou para mim que  estava com o nariz avermelhado e  com o rosto  todo  molhado de lagrimas.

- Entao voce tampou o rosto e começou  a chorar. Fiquei preocupado. Limpou uma lagrima minha.

- Parei  na porta  e você  estava tão  distraido que nem percebeu,  que eu estava  há  uns bons minutos te observando falar sozinho. Deu uma  risadinha e um beijo na minha  bochecha. Ele continuo  me abraçando  por  tras, deixando alguns beijinhos onde  estava roxo.

- Desculpa.  eu acho que me empolguei demais e te machuquei muito. 

Ele se afastou pegando um pouco de papel, valtando a se aproximar,  limpando meu rosto  molhado. 

- Voce nao me machucou. 

- Nao minta.  Eu te machuquei e eu vou  cuidar  de  voce.

Fez um  carinho no meu rosto.

- Desculpa! 

Novamente  se desculpou.


- Nao peça  desculpa.

Toquei seu rosto o acariciando  também.

- Voce  nao me machucou. Eu nao  to chorando  por causa dos hematoma.

 Ele me olhou confuso aproximando mais seu rosto do meu.

- Então,  por que ta chorando?


Segurei  seu rosto  com as minhas   duas mãos, aproximei  mais, esfrequei nosso nariz em gesto de carinho, selei nossos labios fiquei uns segundos sentindo seus labios finos macio tocarem os meus, ainda com a boca meio colada  na dele falei:

- Eu tô  chorando porque eu tô  muito  feliz  é   de felicidade.

Voltei a beija-lo deixando um aperto carinhoso no seu pescoço. Ele sorriu  entre o beijo apertando  meu copo mais ao seu.

- Humm..

Dei um selinho estalado em seus labios doce. Ele sorriu novamente, parecia um pouco envergonhado.

- Nossa foda foi tão  boa assim? pra te fazer chorar de felicidade?

- Sim  e para voce? 


Perguntei curioso em saber o que ele sentia.  Ele afastou um pouco para trás, continuo olhando para mim, agora esboçando  uma expressao confusa. Deu uma risadinha  timida, abaixando o olhar para o chão
 
- Me sinto  feliz tambem. Nao sei te explicar, mas sentir algo muito  estranho quando coloquei meus olhos em voce naquele bar

Aproximou se  da pia e   encostou nela  de  costa para espelho, bagunçou seu cabelos, parecia  nao entender  muito  bem seus sentimentos.

- É  como se eu te conhecesse há  muito tempo.

Me aproximei dele ele  me olhou chegar mais perto.  Colei nosso corpos em um abraço excitante, deslizei minhas  mãos   por toda suas costas larga.. podia sentir seu  coração:  batia forte igual  ao meu, no mesmo ritmo. Abraçados.. delizando  as mãos  salientes sobre nossos  corpo sentindo toda  maciez  de nossas  peles. 


- Eu Também  sinto  que te conheço  há  muito tempo, tipo há  muito anos.. 

Falei.


- Sim,   estranho ne?

Sem  lhe responder nada voltei a beijar-lo. Um   beijo que começou  delicado e foi se tornando mais afoito na medida que nossas linguas se entrelaçavam.  O desejo que nunca nos abandonou, tornou se predomiante entre nós. Já  nao tínhamos  mais Controle  de nossos corpos e novamente   o tesão  e a vontade de sentir  um ao outro era muito  maior do que  qualquer razão. Quando dei por mim, ele estava me carregando no colo, apertando minha bunda me colocando em cima daquela pia enorme.  Abrindo minhas pernas, arranhado  entre meio arrancando de mim gemidos de prazer. Gemidos que guardei  só  pra ele. Quanto mais suas mão  forte e lingua passeavam pelo  meu corpo mais   Sentia meu corpo todo  arder, queimar, pulsar , desejando senti-lo  novamente.

- Que feitiço  foi esse que  voce jogou em mim Taehyung ?

Falou  durante  o trajeto  de sua boca pelo meu corpo. raspava seu dentes   na minha virilha fazendo movimento circulares proximo ao meu membro ereto  com a  língua  descendo ate minhas coxas. 

-ahhh isso 

Gemi de  tesao.


Apertei seu cabelos  com força. Ele gemeu  aproximando mais do meu membro. Segurando firme, iniciando  uma punheta

- Eu mal te conheço  e nao quero tirar minha boca de voce,  minhas mãos.. 


Falou  voltando a Raspar  suas unhas na lateral da minha coxa.. subindo ate a bunda,  apertando  forte  e gemendo.   Com  a boca tocou meu pescoço queimando  minha pele com seu hálito  quente.   Deslizando a lingua molhada  por toda minha pele que feito lavas de vulcão  meu corpo todo  fervia  de desejo. 

-  Eu precisava te sentir assim 

Falei meio aos gemidos estava quase entrando em erupção.  Ele continuo  lambendo  meu corpo com sua lingua quente e agil.  Ele puxou  mais o meu corpo pra frente, arreganhou minhas  pernas   o máximo  que podia. Jk  acaricou o meu cuzinho  com delicadeza. Meu cu pulsava sem parar só  ao senti-lo tocar, então ele agachou se um pouco, se posicionou entre as minhas pernas e enfiou a sua boca no meu cuzinho. Me cortocia por interio sem domínio  algum sobre meu corpo


- HMMMMM AHHHH

 Gemi alto de prazer.

- Ta gostoso?

Ele perguntou olhando para mim de baixo. Seus olhos se mantinha fixo em minhas expressões  de prazer, enquanto  ele trabalhava  com a lingua  no meu cuzinho, penetrando  sem piedade com seu músculo quente,  molhado.  Fazendo eu delirar de tesao.  Tudo o que eu sentia era  o meu  cuzinho pulsar e o quão  era maravilhoso  tê-lo  ali, todo para mim. Logo ele enfiou um dedo invadindo bem devagarinho todo meu ser, depois dois, assim acertando gostoso meu ponto sensível.


- Eu nao vou aguentar jk  ahhh 

Falei sôfrego sentindo o gozo vindo. O meu cu pulsava sem parar.  Estava sensível demais, eu estava prestes a gozar em cima daqueles dedinhos maravilhosos. 

-  Aahhhhhh , hmmm , ahhh Que gostoso  ahhh haa  não para ahhh

O meu corpo tremia  todo e eu  gozei muito em cima daqueles dedos que entrava e saia devagarinho do meu cuzinho. Assim que me acalmei ele então me  desceu da pia e me virou  de costa. Segurou as minhas perna trêmulas com a sua mão firme. Cuspiu  no seu pau e posicionou a glade rosada   na minha entradinha pulsante. forçou  a entrada fazendo nos dois soltar um gemido  de prazer juntos

-   Aaaaaa ahhhh

Sentir  queimar sua mão  na minha  bunda,  ele me deu um tapa que fez minha bunda estremecer mais que terromoto. Bateu de novo ate minha bunda ficar toda vermelha. soltei mais um gemido  de tesão

-Tô louco pra  te  comer  de novo

Enfiou  seu pau  bem  devarinho arrancando mais gemidos  de mim.

-    Meu pau tá  latejando de tanta vontade de te  sentir.

Ele então deixou seu mastro   um tempo lá dentro sem se mexer e começou a acariciar  minhas  nadegas com suas mãos  deliciosas.   

- Gostoso! Hmmmm ,   Bunda gostosa! Voce é  todo ashiii ahhh  Safado  gostoso hmm ahhh eu quero  me derreter em voce. 

- Derrete  todinho no meu cuzinho 

Falei monhoso contraindo todo seu membro dentro do meu cuzinho. Contraia r soltava, deixando ele mais excitado doido pra fuder  fundo meu cuzinho.    Fiquei  louco de tesao ouvindo  as coisas que ele me falava no ouvindo.  Depois de provocar  ele se afastou e começou a meter devagarinho


-AHHHH  GOSTOSO É  VOCE ME COMENDO  ASSIM, AHHH , DELICICIAA

- É , entao pedi mais

Tirou o pau grosso do meu cuzinho que pulsava disparado. Colocou de volta e tirou , colocou de volta e tirou. colocou  de volta agora acertando mais fundo.

- Ahhh mete, mete,mete,mete

Segurei sua bunda o puxando  para meter mais forte. Ele empolgou   bombou como um louco  bem fundo me fazendo revirar  os olhos acertando o pontinho sensivel.  

- Vem aqui,vem

 Me tirou de perto da pia e  samiu  guiando  pelo banheiro  a fora. colou meu rosto contra o boxe,  empinei minha bunda, ele levantou  um pouco minha perna direita  e me fodeu ali,  ate as pernas  nao aguentar mais,  logo depois  me carregou no colo, fudendo um pouco em pé.  Beijei sua boca  enquanto  sentia seu pau invadido com força meu cuzinho. Ele cansou  e  me colocou  no chão, foi me conduzindo para de baixo  do chuveiro, ligou a água  no quente.    ficamos ali de baixo d'água  metendo devagarinho.. nos acariciando. 

- Vai jk Gostoso! Me fode !  Ahh 

 Gozei mais um vez em cima do seu mastro maravilhoso.

- senta aqui 

 Ele se sentou no chão  e pediu para calvagar nele com as pernas meio bambas deslizei no seu pau ereto lindo. Sentei tao gostoso que achei que iria gozar de novo. Ele me fudeu feito um louco, podia sentir  meu cu  ardendo de tanto levar Tora, mas rebolei e gozei mais uma vez..  agora sem força  para continuar, todo mole,  ele encostou meu corpo no seu peito,  segurou minha cintura  e bombou  ate encher meu cuzinho  de porra.. 



            POV LISA 


  
Abracei  hoseok ele estava se preparando para  ir embora.  Segurei ele tentando impedir-lo de ir e me deixar ali solitária.

-  Dormi comigo, Por favor!  Ja ta quase amanhecendo, fica!

Fiz carinha de pidona e ele revirou os olhos, em seguida abrindo um  sorriso.

- É  justamente  por isso  que tenho que ir embora. Está  quase  amanhecendo  e é  arriscado  jk chegar a qualquer  momento.

Respirie fundo soltando  o ar pela boca me    virando de costa para ele.

- Voce nao disse que ele entrou no motel ?

- Sim, mas ele saiu do bar  sozinho . Ele parecia bastante bebado meio doido falando sozinho

Voltei  a virar de frente, fiquei  olhando-o  vestir  suas roupas.

- Só  de imaginar que você  quase transou com ele me dar calafrios

 Hoseok se aproximou  puxando para um  beijo.

- Foi voce que pediu para seduzir ele!

Falou finalizando nosso beijo com selinho meio a um sorrisinho safado

- Ainda bem que levou um fora dele.

Falei andando  um pouco  para trás  ele voltou aproximar, apertando meu maxilar selando  meus labios, beijando  novamemte  minha  boca. 


- Nao vai..

Implorei .

Apertando ele com minhas pernas. Ele se soltou e sentou se no sofa.

-Tenho que realmente  ir

 Dei uma Bufada  socando a almofada. 

- ok , Nao vou insistir mais.

 Pegou seu blazer me deu mais um beijo quente de despedida

- Espero que dê   tudo certo 

Sorrir para ele assentindo com cabeça. Ele saiu fechando  a porta..


                          POV Taehyung

Suas mão firme deslizavam sobre  meu corpo fazendo  espuma.  Tentei  me concentrar  na agua correndo  sobre nossos corpos, mas logo meus olhos voltaram a encontrar  os seus. O beijei debaixo daquele chuveiro era de imensa saudade. Sentindo nossos corpos escorregadio, nossas mãos  afoitas acariciando nossos  corpos..  a água  queimar nossas peles..  nossas bocas feitos imas coladas em beijos..   

  Um tempo depois saimos do banho. Ficamos um tempo nos acariciando e nos beijando  aproveitando  cada minuto juntos.

Na cama.


- Então,  de onde voce é ?  Reparei que seu coreano nao é  muito  fluente.

Ele perguntou acaricando meu rosto. Fazia bastante tempo que nao conversava  em coreano com alguem. Sabia que desconfiaria que nao era da coreia. 

- ah é  que sempre morei fora da coreia.

Mentir para ele.

- Entendo  e você  esta morando definitivo aqui agora ?

Fiquei confuso nao sabia o que dizer, resolvir ser sincero 

- Não.

Ele  fez uma carinha triste,  parecia querer perguntar mais.

- Humm..

Sentou se um pouco na cama encostando na cabeceira. Um clima estranho  surgiu  entre nós.

-Ahh estou tao cansado

 Curvou se um pouco jogando seu corpo para o meu lado,  encostando a cabeça  no meu ombro. Acaricei seu  fios lhe fazendo um funezinho.

-   Olha eu estou quebrando todas as minhas regras agora.

Ele imediatamente levantou  um pouco,  agora olhando  para mim me aconchegou- se melhor na cama. O encarei  de  volta, ele tocou meu    rosto  e sorriu.

- Eu quero o seu número.

Saiu a procura de   seu celular  pelo quarto. o encontrou no bolso da calça  e me entregou para anotar  meu número.


- Quando  estiver na coreia podemos  marcar de nos ver novamente?

Arregalei os olhos.. engoli seco.

- E-u nao tenho um celular

Ele fechou a cara olhando para mim desconfiado.  Sentou-se ao meu lado.

- Se nao quer  passar seu número , era só  falar.  Nao precisa mentir.

Toquei seu Braço  quando sentir que ele iria sair.

- É  verdade. Eu nao tenho um celular.

Nao neste planeta - pensei

- Todo mundo tem  um celular.

Falou  deixando nítido  sua cara de decpção. 

- Cara você  é  muito  estranho.

Dei um sorriso  sem graça.  Ele se levantou  pegou sua  carteira e tirou um  cartão  e me deu.

- Caso queira me ver de novo, quando  estiver aqui na coreia do sul

Peguei o cartão  que tinha o endereço  de seu  escritório  e  o numero de seus telefones.  Ele  sentou- se novamente  na cama  ao meu lado, olhando  para mim, aparentando está  incomodado.

- Eu com certeza vou te procurar  quando estiver  aqui na coreia.

Falei para ele  que logo abriu um longo sorriso largo. Jogou o corpo  em cima  do meu me enchendo  de beijo

- Acho melhor  eu aproveitar  mais,  ja que não  vou te ver nunca  mais mesmo

Falou dando risadas meios  aos beijos que dava. Nao sei se ele vai continuar  me vendo  ou o que aconteceu foi apenas um delírio. Nao sei o que vai acontecer de hoje em diante.. sinto medo! Mas, nao vou pensar  em nada disso agora.   Ele se aconchegou  em meus braços  fechou os olhinhos. Eu lhe abracei mais forte.  Sentindo todo seu corpo  colado ao meu. Nao demorou muito jungkoook  apagou.  Dormiu como um anjinho em meus braços. Aproveite para lhe fazer  carinhos  em seu ombro, subia acariciando seus fios sedosos. oh céus.. como  eu amo este homem.   Eu posso  viver  para sempre aqui com ele envolvido nos meus braços.. eu seria a pessoa mais feliz do mundo.

Meia hora depois sentir meu corpo estranho, e meus  olhos pezarem. Sentir que estava partindo e antes  de partir,  olhei para ele novamente em meus braços  e lhe beijei na testa.

- Eu te amo! 

Falei triste.

- O quê?

 Tomei um susto.  Ele estava meio acordado.   

- Eu ouvir o que você  disse

Tentou se virar mas eu o empedi. Acariciei novamente  seu rosto delicado sentindo a maciez de sua pele.

-  Nao É  nada. Eu só estava pensando  alto.

 Falei sentindo a tristeza  me invadir  novamente.

Ele nao falou mais nada. Ao sentir meu toques  voltou a dormir.    Aproveitei   para lhe sentir pela ultima vez.  Lhe beijando com todo meu coração cheio de gratidão  por ter vivido  com ele um momento, assim. 

 Nao pude evitar  segurar as lagrimas, e mesmo ali, ja podia sentir  saudades.

- Eu te amo ! Te amo muito..

Fechei meus olhos rezando para quando acordar ainda esta ao seu lado.


                    HORAS DEPOIS...


- ACORDA!

Jimin gritou  no meu ouvido. Levantei assustado olhando para os lados,    havia voltado  para Vitzy. Comecei  a chorar  desesperadamente. 

Jimin que me olhava sem entender nada tentou me acalmar 

-Calma!  Por que ta chorando ?

Corri para o espelho  e procurei  os hematomas  pelo meu corpo e todos estavam ali

- Entao foi real.  Suspirei  aliviado.

- O que aconteceu com  você? Voce ficou bastante  Tempo na terra dessa vez.

 Começou   mexer em mim como se estivesse procurando  algo. Bagunçou  meus fios de cabelo,  tocou meus hematomas, olhou para mim confuso,  se afastou  coçando  a cabeça.

- Que porra  é  essa? Voce ta todo  roxo, arranhado?  E pelo visto andando meio torto 

Coloquei a mao na bunda e dei uma risadinha ao lembrar.. realmente  estava andando meio assado.  Andei  pro  lado e pro outro pelo quarto a fora com a mão  na cabeça, sentindo  que nada daquilo fazia  sentindo. 

- dá  pra parar e me explicar o que  aconteceu  ?
- Quanto dias fiquei  ausente?

- 10 dias

- Como assim? Eu fiquei só  um dia na  terra

- Ue?

Nos olhamos confuso. Limpei meu rosto molhado  e sentei  no sofa ainda pasmo.

- Jimin ele me viu e a gente transou.

Ele arregalou os olhos  tampando a boca com  a mão. Contei  tudo  para jimin que  se recusou acreditar. 

- Voce com certeza bateu  a cabeça  em algum   meteoro solto  pelo  espaço.

Nao lhe respondir nada. Estava tao confuso quanto ele. Nao sabia o por que desse milagre ter acontecido, mas estava feliz.

- Sabe o que é  mais estranho?

- o que?

Ele pulou em cima do sofá  aconchegado  em mim.

- Eu nao me lembro  do trajeto na volta. eu sentir meu olho pesar e nao tive controle, apenas fechei meus olhos e acordei  aqui.

- Voce  nao parou  em nenhuma dimensão?

- Não.

-uauuu, Irmao eu realmente  estou começando  a ficar preocupado com você.

- Ta tudo bem!  Nao se preocupe

Passamos  o dia todo falando  sobre esse assunto e tentando  chegar em alguma conclusão.  Nenhum  cálculo   nos daria uma resposta exata. 



                     Pov Jungkook


Acordei  as 16 horas da tarde   ainda me sentindo exausto.  Olhei para o lado da cama e ele nao estava lá. Ele foi embora  e se quer levou meu cartão.  Me levantei da cama o pegando o do chão. 

- Canalha!  e ainda teve coragem  de  dizer: "Eu te amo "

Imitou fazendo uma voz fininha.

- Anhamm queria enganar quem  falando isso? E o papo: " Eu tô  muito  feliz" 

Continuo  imitando.


Pior que me sentir bem demais com ele. Preenchido. feliz! aquela pele macia..  seus beijos.. ashii -Pensei

Vestir minhas roupas  e  passei  o cartão de crédito na recepção.  Paguei a noitada e e sair daquele motel.


- Foi sexo só  sexo jungkoook 

Falei para  mim mesmo ja dentro do carro.

Não podia parar de pensar naquele desgraçado  gostoso, maluco..

- Ele me deu um fora.  Nao quis  meu número.   Nunca mais vou vê-lo.

Estava incomodado com isso, queria repetir a dose de ontem,  nosso sexo foi diferente, tinha quimica e ele é  tao lindo. Pensei que rolaria um sexo matinal de despedida pelo menos

- Ashiii filho da puta

Bati no volante do carro.


Meia hora Depois  cheguei em casa. Lisa estava  no escritório  olhando alguma fofoca no computador , quando me viu chegar venho ate a mim furiosa.

- Lembrou  que é  casado e tem  casa?

Suspirei  fundo  e sair andando tirando o terno e jogando em cima do sofa.

-  17 :30 quase 18 horas da tarde e voce nao foi para o trabalho.  Eu mereço  respeito ok? 

Gritou ao prantos. 

- Lisa eu tô  com dor de cabeça, por favor! 

Entrei no closet Procurando uma roupa mais folgada para vestir. Ela se sentou  na cama , continuo  a me encarar  com cara fechada.

- Amanhã  vamos ao médico fazer nossos exames. 

Falou ríspido.

Olhei para ela desanimado, mas como estava com a consciência  pesada,  concordei em ir















 











Notas Finais


Sorry pelos erros

Tudo vai fazer sentindo em algum momento da fic kkkkk eu acho


Obs ( quem leu raro vai entender o pq o tae ter falado eu te amo tao rapido p jk)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...