História Frases de uma depressiva - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 12
Palavras 369
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Estupro, Incesto, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Não tente imitar oque se passa nessa história.

Capítulo 5 - Não somos invisíveis.


Fanfic / Fanfiction Frases de uma depressiva - Capítulo 5 - Não somos invisíveis.

Mas um dia chato. Mas ainda me preocupo com Gabriel, não sei do que a mãe dele é capaz. Mas eu fui pro colégio, todos me ignorava como se eu fosse um cachorro de rua, mas ai uma pessoa me parou eu fiquei surpresa ao vê quem era a pessoa que me parou, era o Gabriel ele estava vermelho com vergonha e isso me fez sorrir pela primeira vez no colégio, todos ficaram olhando pra nós dois e eu não me importei, só fiquei olhando pra ele e vi que ele estava machucado, peguei sua mão e ele ficou mais vermelho do que antes, puxei ele com migo e isso fez todos do colégio nos perceber, levei ele ate a enfermaria não tinha ninguém la e isso era bom, ele se sentou na maca enquanto eu limpava o sangue de seu rosto, o seu jeito de ajir deixava ele fofo, o jeito dele falar, o jeito dele mecher no cabelo isso me atraiu nele.

Em casa eu me cortava com frequência mas não era como antes, eu via o sangue e me lembrava da sua vergonha e isso me fazia me lembrar dele, ele foi a primeira pessoa que me atraiu desse jeito, eu não sei o que sinto, que sensação é essa? Eu não sei, mas sei que gostei. No colégio eu e ele sempre andávamos juntos eu sempre estava com ele, quando o direitor queria brigar com ele eu estava la segurando sua mão pra dar forças pra ele ja que ele não tinha ninguém ao seu lado, mas teve que não foi assim, Gabriel me ligou e pediu pra eu encontrar ele, quando eu encontrei ele estava sangrando muito a mãe bateu nele, eu não sei o que eu sentir eu vi Gabriel chorando e chorei junto, vendo seu rosto sangrando muito, eu levei ele pra minha casa, e fiz um curativo eu não aguetava ver ele assim e falei pra ele que não ia mas deixar isso acontecer isso tinha que parar, pedi pra minha tia pra ele dormi aqui hoje e ela deixou. Eu sei que uma coisa aconteceu, todos nos percebeu, não somos invisíveis. 

Vamos correr.

Vamos cansar.

Mas vamos sempre alcançar o que queremos.

Ass. Naomi_Fox



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...