História Free Love (Malec) - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Asmodeus, Church, Clary Fairchild (Clary Fray), Elaine Lewis, Emma Carstaris, Hodge Starkweather, Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Jonathan Christopher Morgenstern, Kaelie, Lady Camille Belcourt, Luke Graymark, Madame Dorothea, Magnus Bane, Maia Roberts, Maryse Lightwood, Maureen Brown, Max Lightwood, Meliorn, Personagens Originais, Raphael Santiago, Rebecca Lewis, Robert Lightwood, Sebastian Morgstren, Sebastian Verlac, Simon Lewis, Stephen Herondale, Valentim Morgenstern
Tags Clace, Malec, Rizzy, Shadowhunters, Sizzy
Visualizações 182
Palavras 1.154
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei, e voltei em uma quinta....
Eu fiquei um mês sem postar, e para arrumar isto, esta semana e mais 3 eu vou postar por quinta ou sexta, mas vou, não garanto a semana que vem. Mas ta, ai.

Boa leitura 😍

Capítulo 11 - Interesses.....


× Alexander ×

Hoje eu acordo assustado, ouço algo e acabo acordando, vejo que Jace está ali perto de meus pés, sentado em minha cama, com um livro na mão.

- Jace?- Pergunto me sentando lentamente na cama.

- Ah, olá bicho preguiça.- Ele fala sem tirar os olhos do livro.

- Fale baixo, vai acordar Magnus.

- Magnus não está no quarto, ele não estava aqui quando vim aliás.

- Por que você está aqui mesmo?

- Me escondendo, mamãe vem hoje, não sabemos porque nem com quem ela virá….

- Ela já está aqui?

- Não, não sei nem que horas ela vem. Estou aqui pra não te deixar sozinho quando ela viesse, não, não foi por isso. Na verdade, vim te buscar para fugirmos para o quarto se Max.

- Pra que?

- Alec, qual é. Ela vai vir aqui antes de ir ver qualquer outro, você é o mais " responsável e organizado ". - Jace faz uma expressão com os dedos. - Que, pelo visto, não é tanto. Nem sabe onde o namorado está.

- Magnus e eu não.……..

- Namoram? Ah irmãozinho, eu não sou tão burro.

- Nós não temos nenhum compromiInspeçãome declarei para ele, ele se declarou pra mim. Nunca ficamos, ou assumimos nada.

- Okay, disso eu não sabia. Sinto muito.

Depois se um tempo, eu e Jace continuamos a falar sobre a Maryse, ela vê qualidades em quase todo mundo, vê defeitos também. Pra ela Max é o mais esforçado ( o preferido ), o Jace é o que mais sai a noite e menos esforçado, Isabelle é uma princesa, e eu sou, como Jace disse, o mais organizado e responsável. Claro que, não sou eu que acho isso, é ela, mas naverdade, está totalmente errada.

Eu e Jace ouvimos batidas na porta e se olhamos com pavor, eu estou totalmente desarrumado, meu cabelo está bagunçado, estou de pijama e Jace esta está com bafo de bebida.

- Aqui é o vice-diretor Luke, abra a porta, por favor.- Diz alguém do outro lado, Eu vou até a porta e a abro.

- Sim?- Pergunto sem saber o por que dele estar ali.

- Qual é a cama onde o senhor Bane fica?- Ele pergunta e eu aponto para a cama, ele agradece com um gesto pela cabeca.

- O que ouve com ele?

- Ele foi a quadra hoje sedo, esvaziar seu armário de jogo, e Hodge apareceu e tentou agarrar ele…. Magnus tentou se defender e empurrou o outro garoto para longe, só que, ele tem força, Magnus não..….. Resumidamente, Hodge, bateu em Magnus, porque não consegui ficar com o menor.

- O que? Onde? Onde Magnus está?- Alec sai do banheiro ligeiro, vestido formalmente.

- Na Enfermaria. Mas, já tem duas pessoas lá com ele… Não sei se deixaram você entrar..

- Alec!- Jace grita pra mim, mas já estava no corredor.


× Magnus ×

- Clary, eu já disse que estou bem..- Tento acalmar Clary, que logo que vim para cá, ela soube e, está aqui até agora.

- Não, é claro que não está bem! Olhe para seu rosto! Hodge vai se arrepender de ter feito isso.- Ela resmunga.

- Clarissa Fairchild, não faça nada que não seja necessário.

- Necessário? Foi necessário ele fazer isso - Ela aponta para meu rosto.- Com você? Ah Mag, por favor.

- Clary, temos que ir.- Raphael diz, puxando a garota pelo braço.

- Como é? Por que?!- Clary tenta se soltar de Raphael, mas ele tem umas três vezes a mais da força de Clary.

- Clary, vamos.- Raphael a puxa novamente e fala algo, baixo demais para eu escutar, mas vejo Clary se soltando de Raphael, saindo emburradas com os braços cruzados.

Os dois saem do quarto em silêncio, a enfermeira me traz um copo da água dizendo para mim que não devo ficar tomando álcool, porque não tenho idade... Grande Coisa……

- Magnus! - Vejo Alexander na porta, longe um pouco, mas ele vem caminhando mais rápido em minha direção e, quando percebo ele já esta aqui, me pegando de cima da cama onde estava sentado ( aquelas camas de médicos sabe? Altas, com uns lençóis brancos e desconfortáveis.) e me abraçando. Eu correspondo o abraço dele, entrelaçando minhas pernas em sua cintura, e ele me aperta mais forte, estou sendo literalmente esmagado aqui. Ele me solta lentamente e olha para meu rosto, Hodge tinha socado minha cara, perto do meu olho direito e perto de meu queixo. Estava roxo, mas a enfermeira falou que passaria rápido estas marcas mas, óbviamente eu vou passar maquiagem para tapar, não vou lagar de fraco para todos. - Você está bem?

- Estou melhor que antes. - Respondo tentando o acalmar.

- Ótimo..- Ele me abraça novamente.

- Alec?- Escuto a voz de uma mulher vindo da porta, não era Clary, não era Izzy, não era Dot, muito menos Camille. Era uma voz firme, vejo que Alexander se assusta ao ouvir a voz da tal moça.

- Ah, oi Mãe….- A mãe de Alexander está aqui? Que constrangedor, a mãe chegar agora e ver o filho que ela acha que é hetero agarrado num cara como eu. Não digo agarrado pelo abraço, é porque literalmente estamos agarrados.

- Alec, quem é esse?- A mulher pergunta olhando para mim com uma cara não muito feliz.

- Este é Magnus meu….. Colega de quarto.- Ele demora pra responder, mas pelo menos não falou amigo. Na verdade, eu e ele não assumimos nenhum compromisso.

- Claro, bom, Alec depois que você…. Termine o que estava fazendo, vá até o corredor 9, eu, Max, Isabelle e Jace estaremos lá.- Ela sai.


× Clary ×

Eu quando soube de Magnus, não desdonfiei nada, já sabia que isso iria acontecer, mas não deste jeito.

Eu depois que Alec entrou na sala com Magnus, fui obrigada a sair só que assim, eu estava lá desde manhã, com meu amigo, então, eu me importo a este ponto, perdi todas as aulas da manhã por ele e ele me troca assim? Tenho poucos amigos, e medo de os deixar ir.

- Clary?- Alguém chama, deve ser Raphael, não quero falar com ele, tipo, somos amigos sim, ele me tirou de lá com Magnus, não vou chegar de boa e falar com ele.- Clary?

- Não enche!- Respondo tentando não ter uma linguagem meio inadequada perto de uma enfermeira.

- Nossa, o que eu te fiz?

- Como assim oqu….- Eu viro e não é Raphael.- Ah, desculpa, eu achei que fosse Raphael….

- Sou mais bonito.

- Realmente…- Digo baixinho para meu Crush Supremo não me ouvir.

- Você deve ser a Dot?- Me desanimou agora cara, me comparar com aquela vadia imunda?

- Clary.- Ele fica com uma cara desconfortável, como se estivesse esquecido algo importante, como trabalhos em grupo.

- Ah, desculpe, Clary.- Estou ficando paranóica por ele, meu deus do céu, que homem maravilhoso.- Eu sou…- Eu o interrompo.

- Jhonatan, eu sei…

- Jhonatan? Só Maryse me chama assim…

- Maryse é sua namorada?

- Definitivamente não, é minha mãe, mãe adotiva. - Ele falou. - Pode me chamar de Jace.

- Okay, Jace. Olha, o papo tá ótimo, mas tenho que ir. Tchau.….

- Tchau…..


Notas Finais


Eai, o que acharam?
Clary ta meio boba, mas logo ela vai se mostrar uma mulher independente e, não tão sertinha....
Gente pelo amor de jesus cristo, não me abandonem, neste tempo sem escrever, to vendo que aqueles que comentavam e me davam idéias pararam sabe? Não sei se perdi ou se estão sendo discretos, mas não me deixem!

Bye ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...