História Freedom Ômega (ABO) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Alfa, Beta, Hoseok Bottom, Jikook, Jimin Ômega, Jin Power Bottom!, Jungkook Alfa, Mpreg, Namjin, Ômega, Vhope
Visualizações 584
Palavras 1.042
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá.
Como vocês estão?
Eu estou bem.
Daqui a pouco eu volto a ativa com Freedom .
Por hora vou postar devagarinho!
Vamos lá 🍓🍫

Capítulo 8 - Arco I: Um pequeno contato


Fanfic / Fanfiction Freedom Ômega (ABO) - Capítulo 8 - Arco I: Um pequeno contato

Yoongi ainda chorava, eu deixei ele ter seu tempo, fazia bons minutos que estávamos ali, eu o observava chorar com admiração, até porque um ser tão pequeno, que pareceu aguentar tanto tempo apenas para chegar aqui, tão forte e destemido.

 — E-Eu consegui.— repetia a si mesmo pela incontável vez.

 — Você foi um bom guerreiro.— disse sorrindo.— Está pronto para ir?  

Ele assentiu, o puxei com cautela até meu cavalo, ele olhou admirado para o animal, o ajudei a subir e montando logo em seguida. 

— Segure firme.— avisei divertido.  

 Com um olhar medroso ele apertou minha cintura, com isso disparei em direção a cidade, Constelação era um dos cavalos mais rápidos de Freedom e claro foi dado ao melhor soldado, no caso eu, Yoongi gargalhou com os cabelos ao vento, era isso que eu queria, dar a ele uma pitada da liberdade que conseguirá aqui. Assim que chegamos a visado vários ômegas nos cercaram. 

— Quem é Jimin?— Youngjae, dono de um restaurante no centro, me perguntou.

 — Esse é Yoongi, nosso novo companheiro.— apresentei puxando a criança pelos ombros. 

— Seja bem-vindo.— todos disseram unidos surpreendendo o pequeno.

 — O-Obrigado!— o loirinho disse feliz.  

Peguei Yoongi pela mão e fui até o casarão, eu precisava dizer a Seokjin que teríamos mais um morador na casa, assim que vi esse pequeno ômega eu senti que precisava cuidar dele, lhe dar uma devida criação, com isso em mente adiei a ida até o hyung e levei o menor para o meu quarto. 

— Eu vou pegar roupas minhas de quando era mais novo para você, enquanto isso vá naquela porta e comece a tomar banho.— apontei para a porta de madeira escura e decorada.

 Ele obedeceu sumindo no cômodo, Jin fez questão que eu guardasse alguma roupas minhas de quando era criança, devo agradecê-lo por isso, ouvi o barulho do chuveiro seguindo de um choramingo. Abri a porta devagar para não assustá-lo, Yoongi estava de costas, havia um grande corte em suas costas, me pergunto como não percebi esse machucado antes.

 — Dói muito?— me sentia um idiota por perguntar isso, mas eu precisava saber mais sobre aquilo, nada melhor que perguntar se estava doendo. 

— S-Sim.— me responde baixinho.

 — Como aconteceu?— vi seus ombros ficarem tensos em receio.— Pode falar para mim? 

— Minha mãe era uma beta, e-ela era uma prostituta que engravidou de um alfa da Black Pack, um soldado, mesmo sabendo que agora alfas são mais racionais, ela preferiu não contar a ele que eu sou seu filho... Ela me jogou em um orfanato e como eu era ômega as betas de lá tinham certo ódio de mim, eu era maltratado e às vezes chicoteado, teve um dia em que eu não fiz nada, apenas fiquei lá parado e mesmo assim a dona daquele lugar tentou me esfaquear, eu fugi no momento que tive a chance.— seu olhar era cheio de dor e rancor.— Eu ouvia as betas falando de um lugar, falando do sul do mundo, onde os ômegas viviam em paz longe dos alfas, Freedom Ômega.  

Quando percebi eu estava lá com ele, debaixo do chuveiro, acariciando seus fios loiros e amenizando sua dor, de uma coisa eu tinha certeza: Yoongi era minha responsabilidade a partir de agora.   

  ╰─────╮F✧O╭─────╯

[Hoseok]

Jimin saiu para cuidar do problema na barreira e eu fui passar o tempo na biblioteca, desde do episódio do tapa a atmosfera entre eu e Taehyung anda estranha, quando nos encontramos às vezes entre os corredores ele me olha profundamente, mas não fala uma palavra sequer, seu olhar queima minha pele de um jeito estranho. 

Eu não podia acreditar que estava desejando Kim Taehyung. 

Ele aparentemente me odeia por não me submeter a ele e ainda lhe dar um tapa, mas mesmo assim me sinto a flor da pele com ele por perto. Suspirei com meus pensamentos, eu me sentia tão errado em gostar dele, fico imaginando mil e uma formas de como ele me humilharia em saber que eu sinto um desejo carnal por ele.

 Acabei batendo em alguém e isso resultou em mim caindo, mas a pessoa me segurou forte contra si me fazendo sentir seu cheiro embriagante. 

— Devia olhar por onde anda.— me assustei com a voz de Taehyung e seu rosto a centímetros do meu.— És tão tonto que não consegue desviar de uma simples pessoa? 

— Você podia ter desviado também.— respondi grosseiro tentando me soltar.— Me solta!  

Ele negou me puxando para a primeira porta que viu, por azar era biblioteca, completamente vazia.

 — Para um ômega que não se submete você é bem fraco e fácil de se prender.— disse me puxando mais contra se, de uma forma que nossos corpos ficassem mais colados e eu posso o sentir mais. 

— Não faz isso.— choraminguei sentindo meu interior se remexer.— Taehyung para. 

— Mas eu não fiz nada.— disse se fingindo de inocente.— Não ainda. 

Seus olhos estavam vermelhos, sua boca parecia mais brilhosa e convidativa, mordi o lábio inferior totalmente hipnotizado por sua face, ele sorriu quadrado e por fim tomou minha boca com a sua, suas mãos antes segurando meus braços agora circulavam minha cintura o puxando mais para si, o som erótico das nossas línguas se chocando fazia minha lubrificação começar a surgir entre minhas nádegas e assim espalhando meu cheiro pelo cômodo, isso era mal. 

— T-Taehyung não podemos.— sussurrei contra sua boca, minhas pernas estavam bambas e eu apenas o queria da forma mais suja possível.

— Eu não consigo aguentar essa necessidade que tenho por você, a porra desse sentimento crescendo dentro de mim desde quando você me deu aquele tapa, sabe eu gostei, talvez eu seja uma porra de masoquista, mas eu gostei de sentir a dor de um tapa, ainda mais de um ômega, eu fiquei doido para te jogar na minha cama e receber seus arranhões.— ele dizia tudo no meu ouvido fazendo minha pele se arrepiar e eu ficar mais excitado.

 Aquele não podia ser o Kim Taehyung, ele não podia ser aquele loiro que tentou usar a voz de alfa, mas eu não podia negar que gostei, eu o queria e ele me queria, mas também sabia que esse desejo entre nós vai me machucar muito.

『••✎••』


Notas Finais


(Capítulo Revisado)

VHope reinas amores!
Até mais! 🍓🍫


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...