História Freezerburn Here - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias RWBY
Personagens Weiss Schnee, Yang Xiao Long
Tags Freezerburn, Yang X Weiss
Visualizações 34
Palavras 1.319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, FemmeSlash, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sinopse: Yang vai para um encontro às cegas com uma garota chamada Blake que segundo o aplicativo de namoro seria seu par ideal, mas ao chegar lá, logo descobre que a sua pretendente é muito mais compatível com sua irmã do que com ela, será que Yang ficará sozinha?
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Aviso: pouquinho de ladybug de fundo.
Nota pessoal da autora: ladybug é o ship mais fofo de RWBY *-*

Capítulo 4 - Encontro Duplo


Fanfic / Fanfiction Freezerburn Here - Capítulo 4 - Encontro Duplo

— Tá nervosa? — Ruby perguntou com um sorrisinho irritante do rosto, ela estava sentada ao seu lado com a cara enterrada em um livro.

— Não seja ridícula, Ruby! Yang Xiao-Long não fica nervosa, muito menos, por causa de um encontro.

— Você já tomou dois desses, e dos grandes! — Sua irmã comentou apontando para dos dois grandes copos de milk-shake de morango que Yang já havia tomado.

— É o meu preferido! Será que eu nem posso mais tomar meu milk-shake preferido sem ser julgada?

Ruby riu:

— Certo, me desculpe, mas então, como ela é? Como vamos reconhecê-la?

— Ah, no aplicativo tem uma foto! — Yang puxou seu celular e abriu o aplicativo de namoro que ela havia usado para marcar aquele encontro. — Aqui!

Ruby viu a garota na tela, tinha o cabelo negro e olhos amarelos felinos.

— Ela é bonita!

Yang assentiu, ela estava realmente disposta a pedir outro shake de morango quando, quando sentiu Ruby lhe cutucar entre as costelas, depois apontou para frente mostrando as duas garotas que se aproximavam de sua mesa na lanchonete do shopping, uma delas, era igual a foto do aplicativo, com certeza se tratava de Blake, a outra, tinha um longo cabelo branco e uma postura séria e altiva.

Ela se levantou ajeitando as dobras de sua roupa:

— Olá! — Yang cumprimentou as duas, a morena lhe deu um sorriso mínimo, a outra, lhe lançou um olhar aborrecido.

— Oi, você que é a Yang, certo? — A morena disse.

— Ah, sim! E você deve ser a Blake, estou certa? — A garota assentiu, Yang ficou nervosa, o que ela deveria dizer?

— Eeeeh… — Yang começou, mas ela sentiu dois pares de olhos azuis lhe queimando, ela viu-se para a menina ao lado de Blake. — Oi, para você também, sua amiga? — perguntou se dirigindo a Blake.

— Ah, essa é minha amiga, Weiss. — respondeu parecendo um pouco sem graça. — Ela é super protetora e…

— Estava preocupada de sua boa amiga acabar nas mãos de um maluco psicopata assassino. — Weiss completou interrompendo Blake, ela deu um passo a frente encarando Yang com uma expressão ameaçadora. — Você não é nada disso, não é?

— Eu… — Yang começou, mas Ruby se interpôs entre elas.

— Ei! Como pode acusar minha irmã dessas coisas horríveis? Yang é a pessoa mais gentil do mundo, como o Eliot Wood.

— Quem? — Weiss perguntou totalmente confusa.

— Ele é protagonista deste livro! — Ruby quase bateu o livro na cara de Weiss quando o colocou na frente do rosto dela. — Ele é um guerreiro super habilidoso, com um passado trágico e um futuro incerto, luta pelo que acredita e sempre trata bem todos, mesmo aqueles que não merecem. — Ela falou tão rápido e empolgada que mal Weiss conseguiu acompanhar seu raciocínio, mas ela viu Yang revirar os olhos como se tivesse ouvido aquilo milhares de vezes antes.

— Eu não acredito que você está lendo A Corte de Pedra! — Blake disse soando extremamente animada.

— Siiiim! E minha saga preferida no momento.

— Eu já li até o quarto livro, estava tão bom, o meu preferido é o Thomas, principalmente depois que foi revelado que ele era um espião inimigo. — falou Blake deixando Weiss e Yang de lado.

— Ah, nem me fala, eu fiquei em choque quando isso foi revelado, que plot twist incrível!

— Eh, com licença? — Weiss tentou chamar a atenção das duas morenas que conversavam empolgadas. — Nós ainda estamos aqui! — disse ofendida por ter sido ignorada.

— Ah, desculpe. — Blake disse parecendo realmente envergonhada pela gafe.

— Foi mal, eu fico empolgada fácil. — Ruby se desculpou também, mas não parecia nem um pouco envergonhada pelo que fez.

Weiss estava pronta para dar uma bronca nelas quando Yang interrompeu.

— Que tal nós quatro compramos alguma comida e depois assistimos a um filme? — Ela propôs sorrindo.

Não ajudou muito, Yang tentou puxar algum assunto com Blake, mas não encontrou nenhum ponto de interesse comum entre elas e a morena parecia mais interessada em discutir com Ruby teorias sobre os tais livros “A Corte de Pedra”.

A loira chegou a revirar os olhos enquanto pegava os quatro copos de refrigerante para elas e Weiss pegou a bandeja com as pipocas.

— Sua irmã, é sempre assim… intensa? — Weiss perguntou levantando uma sobrancelha.

— Bem… sim, ela é.

— Não vejo Blake animada assim a muito tempo.

— Sério? — Yang a viu assentiu e depois olhou para sua irmã conversando empolgada na fila da bilheteria.

— Ei, Yang, veja só que ainda estão exibindo aquele filme do menino que vai parar na terra dos gnomos, vamos ver de novo! A Blake ainda não viu! — Ruby falou.

— Terra dos gnomos? Acho que a Blake prefere um romance, como Um Amor a Meia Noite. — Weiss comentou.

— Não, tudo bem, podemos ver o filme dos gnomos, não tem problema. — Ela respondeu sorrindo.

— Sério? Gnomos? — Weiss levantou uma sobrancelha desconfiada.

Blake deu de ombros.

— Podemos ver outro filme. — Yang disse.

— Mas, Yang… — Ruby choramingou.

— Não é isso, eu quis dizer que você e Blake pode ver esse filme e eu e Weiss escolhemos outro.

Todas olharam surpresas para a loira.

— Tem certeza? — Blake perguntou parecendo sem graça novamente.

— Não! — Yang a interrompeu sorrindo. — Está tudo bem, vocês duas se deram tão bem juntas e é sempre uma satisfação ver minha irmãzinha contente. — Yang bagunçou o cabelo de Ruby que resmungou afastando a mão de sua grande irmã.

— Próximo! — O atendente da bilheteria chamou.

— Era para ser nosso encontro, eu deveria… — Blake começou, mas Yang a interrompeu novamente.

— Besteira, não é como se tivéssemos algum compromisso ou algo assim.

— Próximo! — O atende chamou novamente ainda mais impaciente, Yang foi até ele e colocou o dinheiro no balcão.

— Dois ingressos para A Terra dos Gnomos e dois para Um Amor a Meia Noite. — Yang pegou os ingressos e colocou na mão de Ruby. — Aqui, se divirtam! — Ela dividiu as bandejas, colou duas pipocas e dois refrigerantes em cada uma e deu uma deles nas mãos de Blake. — Cuida da minha irmãzinha, ela é o que eu tenho de mais precioso. — Vamos, Weiss, nossa sessão vai começar agora.

Yang pegou uma Weiss bem atordoada e a levou para a entrada das salas do cinema deixando uma Blake confusa para trás.

— Me desculpe, eu nem perguntei se você queria ver esse filme. — Yang disse parecendo meio sem jeito enquanto elas entravam pela sala onde seu  filme seria exibido.

— Eu não me importo, apesar de não ser a maior fã do mundo de romances. — Weiss respondeu puxando Yang para os primeiros assentos vagos que viu.

— Eu também não.

— Então porque não escolheu outro filme? — questionou.

— Tava sem ideia, foi mal. — Yang riu nervosa.

— Tudo bem… Yang? — Weiss chamou olhando para o chão, ela colocou a bandeja de lado e começou a mexer nervosamente na bainha de seu vestido.

— Sim? — perguntou ficando apreensiva com o tom dela.

— Aquilo que você fez por sua irmã… eu… foi bem legal.

— Ah, isso, não foi nada demais, eu faço tudo por ela. — respondeu Yang relaxando ao perceber que não era nenhum assunto ruim.

— Eu também tenho uma irmã, sabe. — disse Weiss ainda sem manter contato visual. — Eu gosto muito dela e gostaria de ter uma relação mais próxima assim como você e Ruby… — Weiss levantou a cabeça e olhou chateada para a tela escura do cinema como se ela fosse a fonte de seus problemas. — Mas ela está sempre tão ocupada…

— Ei, tenho certeza que ela gosta muito de você também e quer ficar perto. — Yang sorriu confiante e Weiss se sentiu melhor.

— Obrigada. — disse genuinamente agradecida, seu sorriso ficou um pouco mais jovial. — Quer dizer que agora estamos em um encontro?

Yang riu.

— É, parece que sim.

— Será que Blake ficará chateada de eu ter roubado sua pretende? — Weiss disse divertida.

— Bem, eu não fiquei quando minha irmã roubou a minha.

As suas riram, foi quando as luzes apagaram e o filme já começaria, Yang deslizou a mão pelo braço da cadeira encontrando a mão de Weiss que a recebeu contente, ambas sorrindo na escuridão da sala.


Notas Finais


Me deixe saber se gostou ou não, comente ai! ;)
Se gostou, dê uma olhadinha nas minhas outras fics! ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...