1. Spirit Fanfics >
  2. F.r.i.e.n.d.s - NCT >
  3. Capítulo 03

História F.r.i.e.n.d.s - NCT - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capítulo 03


Fanfic / Fanfiction F.r.i.e.n.d.s - NCT - Capítulo 3 - Capítulo 03

- O que aconteceu?- Jaemin perguntou em um tom preocupado

- Fala logo, Renjun- disse Jeno apreensivo

- Então, minha mãe me ligou e perguntou se estava tudo bem minha prima vir passar alguns dias aqui com a gente, e eu disse que sim, eu sei que deveria ter falado com vocês primeiro e tud- foi interrompido recebendo um tapa de Jaemin- Por que caralhos você fez isso?

- Você fazendo suspense atoa, eu achei que tinha acontecido alguma coisa

- Está doendo, idiota- reclamou passando a mão no local

- Essa era a intenção

- Mereceu, fica fazendo alarde- comentou Jeno se ajeitando no sofá

Pessoal amoroso esse.

- Quando ela vem pra cá?- perguntei

- Final de semana que vem- respondeu desanimado

- Você não me parece muito animado

- Eu não estou animado, não gosto dela

- Ue, então por que você aceitou que ela viesse pra cá?- perguntou um Jisung confuso

- Porque meu pais vão ter que voltar pra China por conta do trabalho,o Kun viajou para o Canadá, e ela não conhece ninguém aqui em Los Angeles além de mim

- Talvez não seja tão ruim ela ficar aqui com a gente- disse tentando ser positiva

- Você diz isso porquê não conhece ela- diz ele sentando no chão e digitando algumas coisas no notebook

- O que ela fez pra você não gostar dela?- perguntou um Chenle curioso

- Nada que diz respeito à você- diz curto e grosso- Deveria estar se concentrando no trabalho

- Grosso

Ele deu de ombros não lingando muito para o comentario de Chenle, se concentrando na tela do notebook

- Será que o Renjun tem amor reprimido pela prima?- perguntou Jisung para mim em um cochicho

- O que? Você anda assistindo séries demais, não acha não?

- Só foi uma teoria, tudo é possível

- Você e suas teorias, mas acho que não seja isso

- O que tanto cochicham aí?- perguntou Renjun desviando sua atenção do notebook para nós

- Nada demais, é sobre o trabalho- dei um pequeno sorriso- Acho melhor você ir terminar o trabalho, ou ao contrário disso aquele notebook vai ser acertado em você

Ele saiu do meu lado sem dizer nada, se direcionando ao local onde Renjun e Chenle estavam.

Peguei meu celular que estava em cima da mesinha de centro, e sentei ao lado de Jeno me ajeitando no lugar. Fiquei olhando a minha galeria, até que a terceira foto me chama bastante atenção, sorri por vê-la.

Era uma fotografia minha quando era criança, deixando um beijo na bochecha da minha mãe, a mesma estava sorrindo alegremente me segurando em seu colo.

Flashback on

- Ana, minha pequena, nunca abaixe sua cabeça para as pessoas que não acreditam em você, que julgam você. Se ame, se coloque em primeiro lugar, e sempre fale para si mesmo que você é o suficiente. Eu amo você mais que tudo nesse mundo, e nada irá mudar isso.

- Eu te amo mamãe- disse a pequena gatotinha abraçando a sua mãe que no mesmo segundo o abraço foi retribuído

Flashback off

- Você se parece com ela- comentou Jeno, fazendo-me sair do meu pequeno transe

- Você acha?

- Sim, principalmente seu sorriso e seus olhos- disse olhando para foto depois para mim- Você tem a beleza dela

- Ela realmente é uma mulher muito bonita- comentei sorrindo- Obrigada Nono

- Não precisa agradecer- deu um pequeno sorriso

Fiquei mais alguns minutos na sala, até decidir ir para o andar de cima, adentrei o meu quarto e peguei o meu pijama que estava em cima da cama, me dirigindo em direção ao banheiro para tomar um rápido banho. Não demorei muito, saindo do box e vestindo minhas roupas que foram tragas por mim minutos atrás, escovei os meus dentes e logo sai.

Voltei para o quarto me deitando na cama, não estava nem um pouco com sono, mas tinha que tentar dormir, já que no outro dia haverá aula. Fechei os meus olhos, tentando manter minha mente limpa, mas todos os meus pensamentos estava completamente um turbilhão naquele momento, que droga.

- Ana?- me levantei olhando em direção da porta, vendo Jeno abrir a mesma- Te acordei?

Fiz que não com a cabeça.

- Desculpa abrir assim, mas eu estava te chamando e não obtive respostas, fiquei preocupado, então abri- se explicou meio sem jeito

- Está tudo bem, aconteceu alguma coisa?- perguntei

- Não não, só vim saber se não vai comer algo?

Neguei.

- Estou sem fome- complementei

- Tudo bem, me chama qualquer coisa- disse com um pequeno sorriso- Boa noite Nani

- Obrigada, Boa noite Nono

E por fim, ele saiu do quarto fechando a porta logo em seguida.

Me deitei novamente, fiquei encarando o teto branco esperando o sono vir, fiquei o tempo todo me revirando na cama, peguei meu celular para olhar o horário e já era 1:45 a.m. É sério isso?

Levantei da cama saindo do quarto, não escutei nenhum barulho, presumi que todos estavam dormindo. Fui em direção da cozinha para tomar um copo de leite, abri a geladeira e peguei a caixa e coloquei o líquido branco no copo que estava em cima da bancada, guardei a caixa, fechando a geladeira em seguida.

- Acordada uma hora dessas?- olhei pra trás assustada vendo um Jaemin com cabelos bagunçados e a cara toda amassada

- Meu Deus Jaemin- respiro profundamente tentando me recuperar do meu pequeno susto- Eu não estava conseguindo dormir e vim tomar um pouco de leite. E você, por quê está acordado?

- Bom, eu fui no banheiro, mas escutei barulho aqui em baixo e vim checar o que era- disse coçando seus olhos- Quer que eu fique com você?

- Não precisa Nana, obrigada- sorri- Já já estou subindo

- Tudo bem, você sabe onde me encontrar se não conseguir dormir- deu beijo na minha testa e logo saiu da cozinha

Terminei de tomar o leite e fui em direção da sala, deitei no sofá me acomodando no mesmo, fiquei encarando a tela apagada da TV. O sono começou a invadir sentindo minhas pálpebras pesaram, me deixei por vencida dormindo ali mesmo.

• • • •

Estava em um sono profundo, até sentir um peso em cima de mim, achei que estava sonhando, então tentei me mexer mas estava meio que impossível, escutei algumas risadas e cochichos, abri meus olhos lentamente, até que vi o esverdeado em cima de mim.

- Acorda, acorda, acorda- Chenle bagunçava meus cabelos freneticamente dando risada

Olhei para o lado e vi Jeno e Jisung sentados no sofá dando risada com a cena.

- Para de ser barulhento Lele- disse colocando minha mão em seu rosto afastando o mesmo

- Não, até você levantar

- Ana se eu fosse você, levantava daí e iria se arrumar- comentou Jisung cessando os risos

Meu Deus, levantei rapidamente, fazendo com que Chenle caísse no chão, resmungando algo que não consegui entender.

- Desculpa Lele- pedi, correndo em direção ao meu quarto, e pude escutar a risada dos meninos, suponho que foi por conta do tombo de Chenle

Entrei rapidamente no banheiro, para tomar um banho não muito demorado. Estava frio então nada melhor que tomar um banho quente. Não demorando ali, sai do box indo escovar os meus dentes. Voltei em direção ao meu quarto para me arrumar, optei por usar uma roupa confortável e quentinha, uma calça jeans clara e o meu precioso moletom, calcei meu all star, antes de sair do quarto dei uma última olhada no espelho e peguei minha bolsa que estava perto da escrivaninha, saindo do quarto logo em seguida.

Desci as escadas e não havia ninguém na sala, então fui em direção cozinha onde se encontrava 5 garotos barulhentos.

- Não é nem 7:00 e já está esse barulho todo- comentei sentando ao lado de Renjun

- Quando eles não são barulhentos? Principalmente Jisung e Chenle que não param quietos- comentou Renjun- Enfim, por que estava dormindo no sofá?- perguntou dando uma mordida na sua torrada

Contei o que havia ocorrido na noite passada, tomando um gole do meu café.

- Eu disse pra você, que poderia ir no meu quarto se não estivesse conseguindo dormir- comentou Jaemin me encarando

- Hummm

Olhei para Jisung que estava com uma cara maliciosa.

- Pare de pensar besteiras, você é o mais novo, e o que tem mais mente suja daqui

- Hormônios- comentou sem dar muita bola para o que eu havia dito

Terminamos de tomar o nosso café da manhã, e fomos em direção a principal porta da casa, saindo logo em seguida.

- Estava esquecendo isso aqui- Jaemin balançou o celular na minha frente me entregando o aparelho

- Obrigada- agradeci

Hoje iríamos andando, a nossa faculdade não era tão longe da nossa casa, porém as vezes, Kun, irmão do Renjun se oferece para levar a gente.

- Desculpa Lele- pedi, caminhando em sua direção

- Pelo o quê?- perguntou confuso

- Por derrubar você hoje mais cedo

- Desculpo, pórem com uma condição

Lá vem.

- Chantagem agora, Zhong?- olhei pra cara do mesmo

- Não diria chantagem, mas um pedido, talvez

- Tá, e qual seria esse pedido?

- Bom, é sobre a- passou a mão na nuca

- Sobre a?- perguntei incentivando que ele continuasse

- Sobre a Naomi- disse com voz baixa

- Chenle, eu não escutei

- Sobre a Naomi- disse um pouco alto dessa vez

Naomi é minha melhor amiga, conheci ela no refeitório da faculdade, quando eu percebi que a garota estava sentada sozinha, um pouco afastada dos outros estudantes, então a convidei para sentar comigo e os meninos, e a partir desse dia nos tornamos inseparáveis. Ela faz curso de música, junto com o seu irmão Lucas, já conversei com o mesmo, porém foram poucas palavras.

- E o que tem ela?- perguntei com um sorrisinho

- B-bom, eu queria que talvez, não sei, se pudesse

- Desembucha logo

- Não é tão simples- comentou chutando uma pedrinha- Enfim, queria saber você pode me ajudar a contar sobre meus sentimentos pra ela

- Você quer que eu me declare pra ela junto com você?- perguntei um pouco confusa

- Não, sua lerda- ele abaixou o tom de voz assim que percebeu eu ter lançando um olhar mortal pra ele- Desculpa, eu pretendo contar pra ela sobre o que estou sentindo, mas pra isso preciso da sua ajuda

- Tudo bem, eu te ajudo sim, vou pensar em algo e falo com você depois- disse adentrando o portão da faculdade junto com os outros

- Obrigado Nani- me abraçou depositando um beijo na minha bochecha

- De nada- ri com a empolgação do garoto

Chenle saiu do meu lado, e foi para perto do Renjun e Jisung. Fiquei olhando em volta procurando a Naomi, achei estranho já que a mesma sempre está no portão de entrada.

- Ana!- senti uma mão no meu ombro já reconhecendo a voz

- Ah, oi Lucas. Bom dia- sorri mínimo

- Bom dia-sorriu- A Naomi está na secretaria conversando com a professora, se estiver procurando ela

- Ah sim, bem obrigada- agradeci, indo em direção a entrada da faculdade

- Hey, espera- parei no mesmo momento assim que ele me chamou novamente- Eu preciso falar com você depois, pode ser no intervalo?

- Claro- concordei achando aquilo estranho, já que Lucas não é muito de conversar comigo- Aconteceu algo com a Naomi?

- Não, não tem nada haver com a Naomi, não se preocupe- riu sem jeito

Okay, isso está muito estranho.

- Ana, temos que ir, nossa aula já vai começar!- exclamou Jaemin aparecendo ao meu lado, colocando seu braço em volta do meu pescoço, olhando fixadamente para Lucas

- Tudo bem, até mais - acenei e logo adentrando a faculdade junto com Jaemin- Cadê os outros?

- Estão lá dentro em suas respectivas salas, você estava batendo papo e não prestou atenção- pude sentir o sarcasmo no seu tom de voz- O que ele queria?

- Nada demais, eu não sabia onde estava a Naomi, então ele estava me informando sobre ela

- Entendi

Seguimos o caminhos em silêncio, até pararmos em frente à nossa sala. Não havia nenhum professor, então segui diretamente para o meu lugar, Jeno estava à minha frente e Jaemin atrás de mim.

Não demorou muito até o professor adentrar a sala, fazendo com que a classe fosse se acomodando aos poucos com a sua chegada.

- Bom dia alunos!- exclamou sorridente- Espero que tenham tido um bom final de semana, e que tenham feito o trabalho nesse meio período, lembrando pra quem não fez ainda, o prazo será até quinta. Bom, quero que façam agora uma breve leitura da página 220 até 224, logo em seguida façam resumo sobre o assunto tratado, qualquer dúvida venham até a minha mesa.

- É individual?- perguntou Jeno

- Sim Jeno, a ideia da atividade é colocar a opinião de cada um de vocês em prática, e que possam interpretar não só a escrita, mas o significado de cada imagem dentre as páginas citadas. Mais alguma dúvida?

Ninguém havia respondido.

- Então podem começar

Comecei a leitura, e fui fazendo o resumo aos poucos, algumas vezes ia tirando as dúvidas com o professor, que facilitava bastante. Depois de um bom tempo, consegui terminar o exercício, estava pronta para ir mostrar a atividade, mas havia dado o sinal impossibilitando o meu objetivo.

- Alunos, irei analisar as atividades na próxima aula, e não se esqueçam, o prazo do trabalho é só até quinta. Boa aula pra todos

As aulas passaram rapidamente, assim chegando o tão milagroso intervalo. Eu e Jaemin estava esperando Jeno arrumar seu material. Assim que o mais velho finalizou, saímos da sala encontrando os meninos encostados na parede conversando com a Naomi.

- Achei que tinham prendido vocês aí dentro- comentou Jisung sarcástico

- Culpa do Jeno, que demora um ano pra arrumar o material- comentou Jaemin

- Eu sou organizado, a culpa não é minha se você não

Sai dali sendo puxada por Naomi.

- Estava com saudades de você, não conversamos muito nesse final de semana- disse fazendo biquinho

- Estava com saudades de você também, vamos sair qualquer dia para recompensar o final de semana- comentei tendo algo em mente

- Ótima ideia!- concordou animada

Seguimos para a fila, que por incrível que pareça não estava tão grande.

- Obrigado por esperar- agradeceu Jeno ironicamente

Dei de ombros, sendo a próxima pegar o lanche, fui em busca de algum lugar enquanto os outros estavam pegando seus respectivos lanches. Achei uma mesa vazia, logo me acomodando no lugar. Dei uma mordida no meu sanduíche, não demorou muito para os outros chegarem. Ficamos conversando sobre o feriado que seria na próxima semana, até Jaemin se levantar nos avisando que iria ao banheiro.

Jaemin on

Estava seguindo em direção ao banheiro, mas fui puxado para dentro de uma das salas, sendo impedindo de continuar o meu trajeto. Estava prestes a perguntar o porquê de me puxarem, sem mais nem menos, porém não consegui formular as palavras, já que uma figura de cabelos castanhos, e que havia me chamado bastante atenção, estava parado me encarando, fiquei analizando seu rosto, convicto que eu o conhecia de algum lugar, mas não conseguia me recordar de onde.

Espera, é o mesmo garoto da foto, que estava com Ana no parque.

- É você?


Notas Finais


Eita eita eita

Espero que gostem ^-^

Continua???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...