História Friends - VHOPE - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Taeseok, Vhope
Visualizações 11
Palavras 2.610
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tudo bem com vcs????
Desculpem a demora


Boa leitura🌈

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Friends - VHOPE - Capítulo 3 - Capítulo 3

"notas: todos nos temos nossos problemas, esse é o erro dos adultos, achar que só porque somos adolescentes não podemos reclamar ou ficar triste se algo ruim acontecer, devemos demostrar os sentimentos, isso é uma necessidade, não importa a idade, somos humanos.

Problemas variam, o seu pode ser uma conta para pagar, se seu amor é correspondido, ou até algum problema psicológico que afete sua vida. Mas ninguém deveria diminuir, julgar, ou competir para ver que tem mais problemas, é muita gente pra te criticar, e pouca pra ajudar. Acho que isso tem muito a ver com tudo que eu vou contar, não só nesse capítulo, mas no livro inteiro."

O esperado dia chegou, eu seria popular.

Na hora do intervalo como o combinado Taehyung acenou para mim e gritou meu nome chamando a atenção de todos na mesa para minha direção, eu senti como uma onda de choque por ter toda aquela atenção, como quando estão cantando parabéns no seu aniversário. Meio encolhida andei até ele pensando se era isso que eu queria mesmo, basiado em todos os filmes de romance colegial americano com patricinhas não vai acabar muito bem pra minha reputação se é que eu tenho alguma.

Era isso, eu estava parada em frente dele, sorrindo como se fosse tudo normal, mesmo com os olhares das três garotas do outro lado da mesa que parecia ser feita apenas para 6 pessoas e hoje teria sete, percebi que todas as meninas estavam sentadas do mesmo lado e os meninos de outro, elas estavam me analisando e talvez não me quisessem lá, mas talvez eu passesse uma má imagem me sentando do 'lado dos garotos'.

-essa é minha amiga, Lee Harumi. Essa é Chaeyoung, Momo, Jennie-ele apontou para cada uma das garotas que acenaram simpáticas, ou tentando pelo menos-esses são Seokjin, Hoseok-os meninos estavam comendo e talvez nem tenham me notado, eles apenas acenaram com a cabeça sem dar tanta atenção

-então, Harumi, de onde você conhece o Tae?-acho que era Jennie que perguntou tentandl iniciar uma conversa, porém eu não soube o que responder e olhei para Tae que fingiu não ver meu olhar desesperado

-ah. Meu. Deus!- Chaeyoung falou pausadamente enquanto mexia nos seus longos cabelos avermelhados-Você está dormindo com ele, né? Por isso está aqui!-ela falou com toda a certeza-Como pode se deixar levar pela em cima do mura da escola, TaeTae? Um dia quer um garoto no outro uma garota-sorriu em deboche

-primeiro: não estamos juntos e se estivessemos ainda não seria dá sua conta, segundo: para de tentar constranger ela por um problema seu e terceiro: pra você é Kim Taehyung-ele sorriu falsamente

-enfim...Você quer ser uma vip, não é?-a garota loira, Momo, perguntou para mim eu apenas acenei 'sim' com a cabeça-você está pronta para os desafios? Tem que passar uma boa imagem, não pode vim assim para a escola, aliás você tem uma reputação ruim. Não é bom para a gente-a garota começou a fazer uma lista do que eu deveria fazer eu apenas me permetir entrar em transe para não ter mais que ouvir ela

-espera-meio surpreso Hoseok se virou na minha direçao ainda em pé e sem jeito-Lee Harumi, Gi falou de você-ele me olhou de novo-mas...eu te imaginei diferente-ele sorriu sem jeito, mas eu percebi que aquilo parecia bom

-Gi? A Giovana? Eu nem falo com ela, olha se aquele piranha contou sobre a boneca eu já disse que a cabeça dela saiu sozinha não é culpa minha ela ser demoníaca-falei meio apressada, até hoje Giovana conta que eu tirei a cabeça da boneca mas não é verdade! Eu fiquei mais confusa quando vi ele rir

-não, YoonGi. Seu primo-minha cabeça explodiu naquela hora e eu tive que segurar o riso, Gi? Aquilo parecia tão intimo, Yoongi nunca falou que conversava com Hoseok. Eu mesma apenas o chamava de Yoon, e normalmente era quando eu queria algo.

-eu vou matar aquele retardado, o que ele falou? Espera como se conhecem? Ele fala muito de mim?-eu perguntei meio preucupada, Yoon adorava estragar meus planos

-respirar não faz mal, e não precisa matar ele-Hosoek parecia se divertir-Gi...Yoongi falou que você era parecida com ele, mas era mais em personalidade com certeza, fisicamente não tem muito em comum, nos conhecemos do clube de literatura e na verdade ele não fala muito, sobre nada-com toda a calma ele falava ainda sorrindo, era um belo sorriso, vi que Taehyung também sabia apreciar e todos sorriam juntos porque era algo inevitável.

-bom, não fique chateado ele é assim mesmo-falei calma

-mas...ele me disse que você gosta de ler, porque não está no clube também?-ele mudou de assunto

-sabe, eu sou rebelde demais pra ler em um clube-falei meio risonha a verdade é que eu não gostava dos clubes era perda de tempo, eu só participava por obrigação

-então, está em que clube?

-jornal, mas eu só estou lá porque achei que seria mais legal, você gosta do seu clube?-tinha algo sobrenatural em falar com Jung, talvez tenha muito a ver com o sorriso dele em formato de coração, percebi como eu já falava mais calma, como se conhecesse ele à tempos.

-não é ruim, a gente fala sobre livros e faz algumas campanhas para incentivar a leitura

Percebi que provavelmente meu primo não falasse com Hoseok mesmo, mas se falasse algo ainda iriam parecer melhores amigos, porque o moreno tem esse jeito de nos deixar confortáveis apenas com um sorrisso e nos tratar como amigos de longa data, mesmo que não saiba nada sobre você, era apenas uma pessoa muito gentil.

Hoseok abriu espaço no banco para mim sentar ao lado dele e começamos a conversar sobre os assuntos mais aleatórios, as meninas tentavam falar algo mas não conseguiam acompanhar a conversa bem, Seokjin não estava interessado na nossa conversa e como um favor começou a distrair as meninas falando sobre algum k idol, ouvia algumas vezes a voz de Taehyung mas ele não estava fazendo questão de participar da conversa, apenas falava quando perguntavam algo.

Infelizmente o sinal tocou, mas Hoseok pediu meu número e eu tentei não surtar, ele até disse que eu era legal! Eu estava perto de me tornar uma vip, era esse meu objetivo...eu acho.

Na verdade só fiz tudo isso pra desafiar Taehyung, tudo só por causa do prazer que eu sinto em conseguir surpreender as pessoas, se ele disse que não posso me tornar popular eu mostro o contrário, mas eu quero mesmo ter que acordar mais cedo só pra me maquiar? E ficar com garotos populares só porque é bom pro status? Parece um mundo tão tóxico e eu não sou a pessoa menos influenciável do universo, me deixaria levar. Mas eu conversei com Hoseok, e gostei, eu podia conhecer mais pessoas legais se continuasse andando com eles, isso parece bom...é bom?


Jiwoo

Acordei assustada, e um pouco suada, queria acreditar que era por causa da falta de ventilador e realmente estava calor, mas sabia que era por conta do pesadelo. Olhei rapidamente e vi que ainda era 4 da manhã, mas sabia que não iria conseguir dormir, por isso devagar e tentando não fazer barulho eu levantei do colchão e fui andando até a porta, olhei para trás e vi meu irmãozinho dormindo tranquilo. Minha mãe provavelmente nem voltou para casa, as vezes passa dias no trabalho, pelo menos é o que fala pra gente.

Olhei para minha casa, apenas um reboco mal feito, uma porta velha, uma janela pequena no canto com grade, queria fazer melhor. Era por isso que eu dei tudo de mim nisso, eu quero dar a chance dele estudar, é um bom garoto, meu irmão não tem culpa de ter nascido num lugar desse. Odiava acordar assim, perdia o sono e também não conseguia evitar de pensar sobre tudo.

A gente sempre evita pensamentos ruins

Mas é só eu baixar a guarda e me pego pensa do neles...por quê?

Já faz 4 anos, isso podia apenas me deixar em paz!

Quando o ar puro bateu no meu rosto me senti mais aliviada, o céu escuro com poucas estrelas, ouvi conversas de longe e uma garota que estava sozinha caminhando na direção do barulho acenou para mim de longe logo sumindo de vista. Tentei fechar os olhos e sintir a brisa de leve, mas a as imagens daquele dia vinham a minha mente e eu começei a ficar inqueita.

-Que merda!! Vão embora!! Por que? Por que?-começei a gritar tentando descontrar a ansiedade e raiava que eu sentia-apenas...me deixem em paz-disse com a voz mais calma, acordando do transe

As vozes foram chegando mais perto, fiquei um pouco amedrontada, não devia ter nenhum evangélico louvando a Deus essa hora e principalmente nesse bairro, por isso...santo pai, uma mão tocou meu ombro.

-o que uma bela moça faz na rua essa hora, principalmente nesse lugar-uma voz masculina se fez presente-se perdeu, docinho?

Ferrou, quais são as chances do dono dessa voz grossa e desse aperto meio forte no meu ombro ser na verdade magricelo e baixinho? Será que eu consigo dar um chute no meio das pernas dele e correr?

Antes de agir me veio um pensamento, eu conheço todo mundo nesse bairro não é possível que ele não seja nem amigo do meu amigo mais distante, essa voz...

-docinho? Como quer conquistar alguém assim?-me virei revirando os olhos com firmeza, provavelmente ele me reconheceria se eu agisse do jeito certo, no pior dos casos eu tenho certeza que alguém daquele grupinho iria me reconhecer e me ajudar ou me matar.

-Jiwoo! que pena, de costas pareceu uma garota bonita-fingiu estar decepcionado, mesmo estando sorrindo, olhei no seu rosto e me lembrei! Como pude esquecer essa voz?

-Jogin!-falei um pouco animada vendo os outros meninos me olhando confusos, voltei com a expressão comum-está dizendo que eu sou feia?

-não, só estou dizendo que não é bonita

-idiota-dei um tapa nele com força e sorri

-ai, ai. Isso dói, Ji-ele falou passando a mão no lugar, de repente ficamos em silêncio

-faz tempo que você não aparece-eu disse olhando para o céu meio estrelado, agora eu estava encostada na parede de tijolos da casa de uma vizinha

-e você continua nesse lugar, envolvida com eles e ainda namorando aquele babaca-ele disse num suspiro

-você sabe que eu preciso disso, Jongin-não queria ter essa conversa de novo-ter a proteção dele nesse lugar é um fator muito importante na minha sobrevivência-falei séria

-odeio quando você começa a usar palavras difíceis pra explicar algo simples, até parece inteligente-ele riu

-Kai, Kai balão. Kai, Kai, balão, aqui na minha mão-cantarolei, eu fazia isso pra zuar ele e sair de assuntos chatos também

-as pessoas estão tentando dormir-ele tentou tampar minha boca, mas eu passei a língua na mão dele-sua nojenta-ele fez careta e eu sai correndo ainda cantando e rindo com ele correndo atrás de mim

-Jogin, chegou hoje e já quer roubar minha garota?-uma voz sarcástica por trás de nos fez com que eu prendesse minha respiração por um segundo e me virei calmamente em direção dele

-Onew, querido. Não sabia que estavam aqui-cheguei perto dele e o abraçei porém ele me empurrou com força o bastante para mim cambalear

-você acha que eu gosto de ter fama de corno?-ele me olhou com desprezo

-JinKi, depois...estamos na frente dos nossos amigos-eu abraçei ele e sussurei no ouvido dele

-sua vadia, vamos nos acertar depois.

    

Taehyung

Parece que fazem anos, mas em apenas 2 dias Hoseok e Harumi não se desgrudam mais. Já se chamam pelos apelidos, trocam mensagens toda hora, como por exemplo agora que eu estou tentando manter uma conversa mas era mais fácil fazer isso com a Yuki, que aliás eu acho que ela estava latindo, o que é estranho já que estamos sozinhos, mas aí eu lembrei que ela é a cachorrinha do Hoseok, e os cachorros são como o reflexo dos donos, então é claro que ela gosta de fazer barulho sem nenhum motivo.

Voltando para o que esta acontecendo agora.

Eu disse que iria para uma festa e normalmente Hobi fala que pode ser perigoso ir sozinho e me acompanha, ou tenta me convencer de sair pra comer doces porque sabe que eu gosto muito. Mas hoje ele apenas disse para eu tomar cuidado!

É claro que estava furioso, Hoseok não devia nem ter ouvido direito o que eu disse porque não saia da droga do celular, era melhor falar com a parede.

-hobi, não quer ir junto?-falei neutro, ainda mexendo no cabelo escuro dele que estava com a cabeça no meu colo mexendo do celular enquanto eu estava sentado vendo o desfile de moda que passava na tv, ou pelo menos tentava.

-ah, você sabe que eu não gosto. Você pode ir de táxi? Estou cansado da aula do treino-ele diz manhoso, é verdade que o treinador pegou pesado hoje, mas ele SEMPRE, SEMPRE me leva mesmo que não fique na festa comigo, ele olha pras pessoas e vê o lugar e se achar seguro volta pra casa, mas dessa vez ele não estava nem aí!

-mas...pode ser perigoso, eu não conheço a pessoa que está dando a festa-ta ouvindo esse som? É minha dignidade indo embora. Eu poderia começar a dançar samba só pra ele me notar

-é claro que conhece esqueceu? É o Yukine, ele é bem festeiro, mas em plena quarta feira? Ele é bem doidinho

-ah, claro. Eu acho que os pais viajaram e já vão voltar amanhã, era a única chance dele de curtir-eu disse suspirando em desanimo

-se eu desse uma festa toda vez que meus pais viajassem seria muito popular-ele bloqueou a tela do celular e deixou em cima da mesinha, eu ouvi um amém, irmãos?-poderia dar uma festa agora

Até que enfim ele estava me olhando, ainda deitado no meu colo, conseguia ver a pintinha debaixo do lábio mordido e secos, pude notar uma espinha em sua testa quando joguei a franja para trás, e eu olhei os pequenos cravos em seu rosto que minhas mãos coçavam para espremer, mas era raro ele deixar eu fazer isso.

De perto seu rosto não era perfeito, mas angelical e sem pedir licença um sorriso bobo surgiu no meu rosto.

-o que você quer dizer?-questionei confuso, ainda com um pequeno sorriso

-Que tal darmos uma festa?-Hoseok falou com um sorriso meio sombrio. Ele dar uma festa? Cadê o Hoseok e o que fizeram com ele? Eu sabia que um dia a divindade iria buscar o anjinho que esqueceu na terra-uma festa pequena, vamos chamar Jin, Lalisa, Jennie, Bambam, e Jackson. Haru vai querer chamar alguns amigos, ok?-ele falou pegando o celular em cima da mesinha de centro que tinha vibrado. Claro que aquilo não era ideia dele, era da naja que eu chamava de amiga. Vulgo Lee Harumi.

-tanto faz, mandem eles trazerem algo para beber-eu disse dando de ombros, tirei sua cabeça do meu colo sem delicadeza nenhuma e levantei indo até a caixa de som fiquei irritado por algum motivo que eu nem mesmo sabia.

Como aquele projeto de demoninho tinha tanta influência no Hobi a ponto de ele dar uma festa escondido dos pais? Eu sabia que aquela naja manipulava os outros, mas isso está em outro nível, eles se conhecem a apenas 2 dias! Peguei meu celular e começei a mandar mensagem para Harumi

você|

v ada

vc tá querendo o q com o hobi?

|Haru🐍

nunca nem vi

do q ta flnd?

Você|

se cuida

Haru🐍|

ue

pq ta fofo cmg?

você|

não to sendo fofo

é um aviso

Haru🐍|

...

credo Tae

Baka


 Eu resolvi não continuar mais a conversa, apenas bloquei o celular e fui esconder para nenhum dos convidados pegarem, eu sei que na primeira oportunidade eles levariam uma coisa de valor conhecia bem esse tipo de riquinho que gosta de fazer isso apenas pela adrenalina, infelizmente olha pra muitos deles e sorrio todo dia.



Notas Finais


Espero q tenham gostado💕
Comentem e favoritem que me ajuda muito e tbm compartilhem😉


Bjs da haru😘💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...