História Friends - Capítulo 5


Escrita por: e bonitoide

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Red Velvet, Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Irene, Jeon Wonwoo, J-hope, Jimin, Jin, Joy, Junghan "Jeonghan", Jungkook, Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Personagens Originais, Rap Monster, Seulgi, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Suga, V, Wen Junhui "JUN", Wendy, Xu Ming Hao "THE8", Yeri
Visualizações 15
Palavras 978
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


UUUUH LEIAM AQUI, POR FAVOR!
🔥ESSE CAPÍTULO FOI EDITADO!!!!!!!!!🔥
O capítulo cinco postado antes foi apagado por mim por eu não ter me agradado dele, então eu decidi apaga-lo e escrever outro.

Desculpem-me pelo capítulo quatro curtinho ^^

Não fiquem com raiva do Chim, okay? Amamos vocês!^^

Capítulo 5 - Capítulo cinco: (EDITADO)



Um bolo de lágrimas se formava na minha garganta, enquanto eu apressava os passos para chegar em casa. Finalmente cheguei e não pude mais segurar elas, as lágrimas desciam sem minha permissão pelo meu rosto, deixando nítido o quanto magoada eu estava. 

Eu não era sensível demais nem nada do tipo, sequer choraria se fosse outra pessoa me xingando daquela forma, até mesmo Jeongguk. Mas ouvir Jimin me xingar tão sério daquele jeito, me desprezar como se eu fosse um nada para ele, me machucou bastante. Eu e Jimin já havíamos brigados várias vezes e não era a primeira vez que ele se irritava comigo, mas... Ele se importava comigo, sempre se importou. Mas agora, é como se não se importasse. 

Andei até a cozinha e por azar, esbarrei de frente em Hansol, e ele notou o quanto eu chorava. Eu não tinha a melhor relação do mundo com ele ou com os outros, mas ele parecia realmente preocupado comigo, o que me chocou. 

— ... Tudo bem? — perguntou confuso, sem saber oque falar. 

— Hansol, me abraça? — pedi, abraçando ele e escondendo meu rosto no pescoço dele, molhando a camiseta dele com as minhas lágrimas. Doía tanto, tanto e eu sabia que Hansol não poderia fazer nada quanto a isso. Mas mesmo assim eu o abracei. 

Hansol retribuiu o abraço, passando os braços pelas minhas costas e me abraçando forte, uma das mãos alisando minhas costas e outra fazendo carinho no meu cabelo. Ficamos calados, eu apenas fungava e o apertava cada vez mais, como se ele fosse fugir. 

— Aconteceu algo? Sei lá... Você quase nunca chora. — Hansol disse, alisando meu cabelo e eu assenti com a cabeça. — Foi àquele tal de Jeongguk? — falou o nome de Jeon trincando os dentes, não era novidade que Hansol não suportava Jeongguk, e não me pergunte porque porque eu também não sei. 

— Não, Hansol...não foi o Guk. Não precisa se preocupar. — respondi-o e me afastei dele, não precisei dizer nada para ele saber que eu não estava mesmo bem, e então eu subi para meu quarto, me enfiando lá e me deitando na cama. Clichê? Sim, mas quem se importa se é ou não clichê enquanto seu peito dói de tristeza? Isso aí mesmo, ninguém, cara. Ninguém. 

No colégio, um pouco antes

Jeongguk pov's

— Jeon! — ouvi a voz de Seokjin hyung me chamar, me segurando pelos ombros, mas eu o empurrei com um braço, voltando a segurar Jimin hyung a minha frente. — Jeon! — Jin repetiu e eu o ignorei. 

— Jimin, qual o seu problema, cara? Ser babaca é sua especialidade? — grunhi de raiva, apertando mais o aperto. Não estava me importando com as pessoas nos olhando chocadas e alguns estudantes até filmando, eu só queria entender que diabos estava acontecendo com o Jimin hyung e a Mia noona esses dias, cara! 

A culpa de tudo isso é daquela garota irritante que anda colada com nós agora, Kang Seulgi. Eu e os hyungs sempre soubemos que Mia não gostava da Kang e Jimin também, mas ele se tornou tão idiota que ignorou isso e passou a manter a Seulgi próxima a nós. E por mim estaria tudo bem, a não ser ela querer arrumar problemas com a Noona e Jimin a tratar de forma tão desprezível. 

Mia estava machucada por causa de Jimin hyung, e saber que ela estava machucada e que eu estava com ela e mesmo assim não pudia fazer nada, me deixa frustrado. Talvez seja por isso e mais um pouco que eu esteja quase esmurrando a cara de Jimin aqui mesmo. 

Sim, eu estou muito irritado! 

Jimin não respondeu e eu decidi que também não ia fazer mas merda nenhuma ali, tendo noção de que Mia estava provavelmente acabada agora. O pensamento de que eu precisava ir vê-la gritava na minha cabeça, e eu bufei.

Soltei Jimin e puxei minha mochila um pouco longe, não dei ouvidos a Jin hyung muito menos as piadinhas de Taehyung, só saí do colégio e fui andando até a casa de Mia, eu provavelmente estava feito um louco correndo nas ruas! 

Aish, Mia! 

Mia pov's

Eu estava a mais de dez minutos jogada na cama, sem fazer nada. Sendo sincera — e bastante trouxa —, eu gostaria de ver Jimin e dizer o quão babaca ele era e que eu estava irritada consigo, mas outra parte de mim gritava para mim ligar para Jeongguk. 

Minha cabeça estava quase explodindo de tanta dor, consequência de chorar tanto, mas mesmo com a dor terrível de cabeça, eu não conseguia parar de pensar neles. Doía ainda mais pensar em Jimin e no que ele tinha dito, mas era inevitável não pensar. As palavras deles pareciam duras demais sempre que eu lembrava.

Ouvi alguém bater na porta e resmunguei, não tinha como ter paz nessa casa de jeito nenhum. Me levantei, passando as mãos no rosto para tirar as marcas de choro antes de abrir a porta, dando de cara com Hansol. 

— Tem alguém lá em baixo. — falou e se retirou, indo para o próprio quarto. Eu juro que pensei em voltar ao quarto e ignorar seja lá quem fosse, mas decidindo que não era a melhor escolha eu só me forcei a descer e ir até a sala. 

Caminhei até a sala e bufei ao ver que Hansol não tinha deixado a pessoa entrar, onde é que estava a educação desse garoto? Eu hein. Fui até a porta e a abri, dando de cara com o moreno me encarando preocupado, com o coração na boca.

Jeongguk não me deu nem tempo de pensar, só me abraçou com tudo, me envolvendo nos braços dele. E eu? Eu não fiz nada, fiquei sem saber oque fazer, aliás, àquela altura do campeonato o máximo que eu poderia fazer era retribuir seu abraça e deixa-lo cuidar de mim. 


Notas Finais


DON't kill me, pls!

E agora??? #TeamJeon #TeamPark #TeamMin ????????

🔥ESSE CAPÍTULO FOI EDITADO!!!!!!!!!🔥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...