História "Friends" 1 Temporada - Capítulo 7


Escrita por: ~

Visualizações 409
Palavras 1.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom como prometido e cumprido !
Fortes emoções e confusões...

Capítulo 7 - Party end...


Fanfic / Fanfiction "Friends" 1 Temporada - Capítulo 7 - Party end...

- Como é bom te ver Amanda !- Abri o meu melhor sorriso falso- A desgraçada da sua mãe não lhe ensinou a ter educação ? Porque desde que eu saiba essa casa também é minha- Estou amando a cara dela

- Você não é bem vinda aqui 

- Ui e desde quando eu preciso ser bem vinda para entrar na minha própria casa ?- Ela ficou calada engolindo seu próprio veneno- Foi o que eu pensei- Me solto de seu aperto facilmente, o garotinha fraca- Se você já terminou eu gostaria de desfrutar da nossa festa- Sem dar tempo para ela retrucar caminha para dentro, indo em direção ao balcão de bebidas e misturando as minhas preferidas em copo grande as bebendo rapidamente- Argh !- Vamos nos divertir !

POV Cebola

Assim que me a dela e fui para o segundo andar, vi coisas que não gostaria de ver e muito menos de presenciar... Todos que estavam aqui, ou  estavam passando mal, desmaiados, bêbados, fumando, cheirando ou transando. Assim que cheguei no quarto dá Mônica, coloquei todos aqueles drogados e bêbados para fora e trancando o quarto, para que mais ninguém entre. Vou de quarto em quarto procurando aquela ruiva dos Infernos, mas não a encontro, porém recebo uma mensagem da Mônica, dizendo que já havia a encontrado e resolvido as coisas e também para eu relaxar e aproveitar a festa, como se fosse possível. Pego dois copos de alguma bebida e os bebo, mas não irei beber muito porque sei que depois a princesa marrenta vai estar tomada pela bebida e portanto precisarei estar bastante lúcido para poder ajuda-la e defende-la se for preciso.

Depois de ficar mais ou menos uma hora na fila do banheiro, resolvo ir para o terraço até que ouço gritos no andar debaixo dizendo:

- TIRA, TIRA, TIRA TUDO !- Pelo amor de Deus que não seja quem eu esteja pensando por favor Deus ! Vou até a escada e por uma sorte do quinto dos Infernos, era ela Mônica Sousa em cima do balcão dando uma de  stripper rainha do Pop dance na barra de ferro, somente com um short e um biquíni, que eu não sei de onde ela havia o tirado, porém admito a visão era maravilhosamente sexy e excitante... Concentre-se Cebolácio ! Concentre-se ! Empurro todos da multidão, subo no balcão e a agarro imediatamente tirando-a dali e depois de estarmos a colocar em meus ombros a levando para a área da piscina, longe daqueles babacas bêbados que no momento estavam me xingando de tudo o que era possível, dei dedo para todos enquanto saia com aquela retardada rindo e dando tapas na minha bunda, me socando, esperniando, me xingando e beliscando.

- Me larga Cebola !- Começou a gritaria...- Eu quero dançar !

- Daquele jeito de lá ?! Mas nem que eu estivesse morto e no Inferno !- E a coloquei novamente no chão em pé- Mônica o que você bebeu ?

- Nada...

- Mônica !

- Ok seu chato ! Eu só o negócio que estava no drink que eu criei, o "Crazy Mix"- Ah mereço viu ?! Para quem não sabe o "Crazy Mix" é uma bebida que ela inventou misturando as bebidas mais fortes e de melhor gosto em um copo só, que em altas doses que nem essa, causa um grande aumento de velocidade na embriaguez e uma ressaca dos infernos.- Mas eu só bebi uns 10 copos ! Nada demais !

- Naaaaaoooo senhora, isso é a mesma coisa de você entornar 4 garrafas de Borbón junto con Catuaba porra !

- Aí me erra Cebola !- E saiu andando até que do nada a Amanda chega batendo nela, o pior erro de sua vida... Mônica misturada com álcool, raiva, estresse e ódio não é a melhor das combinações. A mesma foi pra cima da ruiva como um leão que é, dando-lhe socos, chutes, marretadas, cotoveladas, puxão de cabelo e unhada, fui correndo segurar Mônica e um cara foi tentar ajudar, mas a minha pequena fúria estava pior do que Pitbull de tinha quando queria matar, não a soltava por nada até que por um milagre elas se soltaram, mas não duros muito tempo, pois de algum jeito a estressadinha aqui se soltou e assim deu uma voadora na barriga de Amanda jogando ela e o cara com tudo na piscina e foi atrás acompanhado por mim tentando a segurar dentro d'água gélida da piscina. Em volta de nós toda a festa ali torcendo e apostando no que eu pude entender na Mônica.

Depois de tentar, tentar e tentar a única coisa que conseguiu as separar foram as sirenes da polícia, a fuga de todos pelos juros e pelo azar mesmo a chegada do senhor Souza e Alana, que por sinal estavam muito irritados, não muito é pouco não sei como dizer, porém coisa boa não viria após disso tudo.

- QUE MERDA É ESSA ?!- Gritou Alana

- O QUE VOCÊS FIZERAM AQUI ?!

- Mãe!- E Amanda correu para os braços da mãe- Foi ela , quando eu cheguei da casa das minhas amigas, a casa estava destruída pela festa e quando eu fui impedir essa louca bêbada veio para cima de mim me agredindo- Começou o teatro

- COMO É QUIÉ SUA VAGABUNDA!- A segurei com mais força- Pai pode perguntar para o Cebola e para qualquer um que esteve nessa festa quem é que estava aqui bebendo e entornando todas quando eu cheguei e chamou a todos ! Foi ela que começou, ela que armou para mim ! Mas espera só um momento, vocês não tinham viajado ?

- Nós não viajamos Mônica, estávamos em um evento social e depois fomos para o desfile de moda, porém não mude de assunto! Já para dentro ! E você Menezes saia da minha casa agora- Ordenou

- Não ele fica !

- Não me contradiga garota ! Vá embora garoto agora !

A puxei para mais perto de mim e sussurrei- Não irei embora, te esperarei no seu quarto- E ela concordou me dando um abraço e saindo da piscina logo após de mim- Adeus- fui pelo jardim me escondendo em um lugar onde poderia ver e ouvir tudo, mas para meu ódio crescente, eaqhele senhor lhe desferiu novamente um tapa na cara dizendo coisas horríveis enquanto a mandava entrar, porém eu não poderia fazer nada por mais que quisesse. Vou até a lateral da casa e a escalo até seu quarto, entrando, destrancado a porta e ficando perto da escada que dava para a sala aonde neste momento todas aquelas pessoas estavam.

Não acreditei em tudo que estava ouvindo e agora mais do que nunca que eu poderia ir embora depois dessa...

Continua...



Notas Finais


O que será que aconteceu ?
Bem feito para aquela ruiva de laboratório mesmo ! As(os) vejo no próximo capítulo bye guys ! Obg por lerem e me acompanharem 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...