História Friends (ABO) - Capítulo 2


Escrita por: e nay_reis

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Amor, Baekyeol, Bangtan Boys, Bts, Chanbaek, Jikook, Jimin Ômega, Jimin!bottom, Jungkook Alfa, Jungkook!top, Namjin, Romance, Taeyoonseok, Vhope, Vmin, Yaoi
Visualizações 53
Palavras 1.619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - II


Fanfic / Fanfiction Friends (ABO) - Capítulo 2 - II

De algum modo aquele local onde estávamos era confortável, um ar calmo e relaxante, algumas pessoas em volta, me trazia belas lembranças de quando a gente ia à alguma lanchonete só que agora era um restaurante familiar.

- Jimin você fuma ainda ou parou? - Jungkook disse enquanto paramos ao lado da entrada, olhando para um bolso em meu paletó, peguei o pequeno pacote que havia em meu bolso o retirando.

- Bom ainda sim, mais estou pensando em parar só que talvez ano que vem - dei um mero sorriso o vendo sorrir - Quer um? Eu ainda tenho alguns aqui - estiquei o pacote para ele - Quer dizer você... Você ainda fuma? - ele riu de leve pegando um cigarro para sí.

- Sim eu fumo querido Park e muito bem - rimos e então peguei meu isqueiro para acender para ele - Cof Cof.. - ele tossiu rapidamente rindo logo em seguida.

- Está tudo bem Jeon? - bati em sua costa meio preocupado.

- Que formalidade é essa já disse me chame de Jungkook igual sempre chamou... E sim eu estou bem - disse suspirando - Isso que da parar de fumar por um tempo não é?

- Então você estava parando de fumar? - guardei então o meu pacote e o isqueiro no paletó, enquanto ele fez um bico, pensando no que eu havia lhe perguntado.

- Na verdade, eu parei quando minha filha nasceu e então, eu e minha esposa decidimos parar por ela... - entrando em silêncio nos sentamos em uma das mesas vegas, fiquei sem saber o que dizer então esperei ele continuar, depois que fizemos o nosso pedido e logo a garçonete chegava agora com ele - Minha esposa dizia - começou a contar, pensei que teria esquecido ou que não queria contar - Que não seria um bom exemplo para nossa pequena se ela nos visse fumando por ai - respirou fundo pegando uma colher e comeu um pouco do omelete que havia pedido - Então prometemos que enquanto ela não tivesse consciência disso ser o errado a gente não voltaria... Então eu parei por ela - disse por final olhando para mim sorrindo.

- Ah sim isso é uma coisa... Legal Jeon, q-quer dizer Jungkook - peguei uma colher comendo agora do meu prato - Por isso viemos nesse restaurante, você precisa ir logo não é?

- É por isso mesmo - respondeu voltando a atenção para o prato.

- Sua esposa... - o mesmo me olhou - Como ela é? - o mesmo sorriu fraco e logo suspirou virando o olhar para frente, parecia lembrar de cada passo que deram juntos.

- Bela... Essa é a palavra que a descreve, tanto na beleza que todos veem por fora quanto por dentro, ela era uma beta gentil, que divertia a todos em sua volta, era a minha companheira em todos os momentos. Sabe minha filha foi um grande presente que ela me deu, os cabelos negros e enrolados nas pontas, as mãos e pés, até mesmo o narizinho dela são iguais a da mãe, se tem uma coisa que eu tenho certeza é que na parte do nariz ela teve muita sorte - disse rindo e eu o acompanhei.

- Capaz seu nariz nem é... - parei para tirar sarro dele fazendo um cara de pensativo - Pensando bem é sorte mesmo a dela - disse rindo da sua cara de surpresa que logo começou a rir.

- Eu só posso dizer... Que aquela criança para mim foi a coisa mais valiosa que já tive Jimin - disse voltando ao seu prato e eu ao meu.

Ficamos um momento ali comendo em silêncio, eu sentia que ele queria falar algo a mais para mim, porém parecia que o mesmo se relutava para isso.

- Então... Não é por nada mas parece que ainda tem algo a dizer ainda - descido acaba com aquilo mesmo que ele não me respondesse eu iria perguntar - Foi só isso que tinha para me falar? - ele me olhou confuso mais depois abriu a boca como um perfeito "O" e me respondeu.

- Bom é sobre ela - pegou seu suco com uma das mãos o levando para perto da boca - Ano passado minha esposa veio a falecer - droga eu realmente não esperava por essa resposta, olhava para o mesmo surpreso, tínhamos acabado de comentar sobre como ele gostava dela - Pelo que parece foi um acidente de carro inocente, mais ambos da família acham que ela praticou suicídio, mas isso não vem ao acaso e bem - ele olhou para mim com um sorriso singelo - Agora são somente eu e minha pequena em casa - abri e fechei a boca algumas vezes sem conseguir o responder, o mesmo riu de minha cara - Não precisa falar nada Jimin está tudo bem isso já faz um tempo.

- Por que... Por que você não me contou antes Jeon, quer dizer Jungkook? - ele deu uma leve risada e ficou ali olhando para seu prato.

- Eu tentei Jimin... Eu juro que tentei falar com você, mas você não me respondia, nunca mais recebi uma mensagem sua e nem ligação que eu... - respirou fundo e me olhou - Pensei que tivesse desistido de nossa amizade.

Essa era a verdade, eu fui o tolo que inventou de fazer drama por um simples casamento.

Mesmo assim não podia sentir pena dele, era mais um sentimento estranho, como se aquilo fosse menos um obstáculo para a minha paixão não correspondida por ele.

Isso me da medo e ao mesmo tempo nojo de mim mesmo, como poderia gostar de uma notícia como essa.

                   " Eu sou horrível

- Quem sabe... - Jungkook disse me tirando da minha viagem em meu consciente - Você poderia ir me visitar e conhecer a minha pequena como modo de desculpas por ter sumido de mim, tenho certeza que vocês se dariam bem - disse com aquele olhar "Você vai não é?" um olhar que não pude negar a reposta com um sorriso.

- Claro eu iria adorar conhecer ela - o mesmo sorriu, aquele sorriso que eu tanto amava quando criança.

- Ela vai ficar tão animada, você vai amar minha pequena ela ainda não demonstrou o que é, a e ela tem até meu sorriso - disse mostrando em seguida seu sorriso faceiro me fazendo achar fofo aquela cena - Aish não vejo a hora - ele voltou a atenção ao prato que por incrível que parece estava no final - Hum e falando em hora - apontou para o relógio que ali havia - Já são quase sete, eu tenho que ir buscar ela na escolinha - disse se levantando e eu o mesmo ato fiz - Não pode ficar ai mesmo, eu irei pagar já que te convidei - não tive nem tempo de negar pois ele saiu na frente.

Parei para pensar, mesmo o tempo ter passado entre nós, aquele alfa não havia mudado tanto o seu jeito, seu perfume ainda era o mesmo que eu tanto amava sentir, - não que ele fosse mudar, mas eu sentia algo atraente, talvez seja por ele ter virado adulto - a companhia ao meu lado que sempre me aquecia e fazia com que eu me sentisse protegido como um bebê no colo de sua mãe ainda estava presente entre nós, ah isso me deixava feliz.

Após termos saído do restaurante fomos até o metrô, onde nós sentamos para conversa mais um pouco a espera de nossos transportes. Infelizmente ambos eram diferentes.

Ao avistar o seu transporte, ambos nos levantamos, Jeon se despediu e seguiu em direção a ele.

- Te mando mensagem depois - acenou um pouco mas distante e continuou seu caminho, eu fiz o mesmo seguido para o outro lado da estação.

- Tomara que ele me mande mensagem - pensei comigo fechando os olhos - Mensagem... Mensagens?!Espera! - me virei rapidamente olhando as costas do mesmo andando alí ainda - Como ele vai fazer isso se não tem o meu número? - corri até o mesmo que já iria entrar no trem para partir - JEON!! - gritei o mesmo me olhou assustado - Você... Você é mesmo um bobo não é? - falava tentando controlar minha respiração - Como vai me mandar mensagem se nem tem o meu número? - o mesmo ergueu as sobrancelhas e logo começou a rir.

- Verdade, como sou idiota, nem pensei nisso - pegou o seu celular e me entregou - Me passa ele - peguei e disquei o meu número.

"Atenção passageiros o trem 131 irá partir "

Ouvimos o som da voz eletrônica que avisava sobre a partida de seu trem, entreguei o celular ao mesmo que entrou e me olhou sorrindo.

- Prometo que entro em contato com você - a porta fechou e só pude escutar uma ultima frase baixa - Senti sua falta - se era ou não imaginação a minha, não iria descobrir tão cedo.

Em menos de um minuto meu celular vibro, o peguei, a identificação era de um desconhecido mas mesmo assim já sabia quem era.

Desc: Senti sua falta meu pequeno ômega.

Bom retiro o que disse, eu descobri que não era minha imaginação, mas o que fixou em minha cabeça era a parte do " Meu pequeno ômega ".

- Eu também sinto sua falta alfa - disse com um sorriso bobo no rosto.

Estava a caminhar para uma das máquinas de bebidas, ao chegar parei na frente da mesma olhando para qual eu deveria escolher para beber.

- Quem diria você por aqui querido - escutei aquela voz, a voz em que um dia eu chamei de meu namorado.

- Oh Tae como está? - o mesmo se aproximou de mim fazendo um carinho em minha bochecha com um sorriso singelo em seus lábios.

- Bem... Mais senti sua falta meu amor.


Notas Finais


Oi amoreeeees tudo bom? Espero q ss
Demorei? Obvio q sim mas pelo menos não sumi por completo kkkk

Algumas opções de fanfics para vcs 😉

Help me find you: https://www.spiritfanfiction.com/historia/help-me-find-you-13824131

Amor Curioso: https://www.spiritfanfiction.com/historia/amor-curioso-8778543

Beyond the Frontier: https://www.spiritfanfiction.com/historia/beyond-the-frontier-11947091

Aluga-se um Ômega: https://www.spiritfanfiction.com/historia/aluga-se-um-omega-13717766


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...