História Friends with benefits - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Colorida, Gay, Hetero, Lesbicas, Violencia
Visualizações 9
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi oi 😂✌

Capítulo 2 - Japa's


Fanfic / Fanfiction Friends with benefits - Capítulo 2 - Japa's

Jeh

  Desde de pequena, Flav e eu sempre fomos melhores amiga.

Eu sou a única pessoa que conversa com ela é a única que ela não odeia, nunca vi ela conversando com outra pessoa e nem sorrindo. Uma vez ela disse que não avia motivo para sorrir no meio de gente chata, ela nunca gosto de nem um garoto,pelo menos agora não.

Acho que ela ficou com ressentimento depois do ex dela ter a traído, depois disso nunca mais falou mais de meninos. Ate nós conhecermos o Vik, ele a salvo de um carro que estava vindo em alta velocidade ai do nada ela se apaixonou por ele. Ao ver a Expresso do Raym ela ficou com muita raiva, tipo ela chegou em casa quebrando tudo como uma doida varrida.

Fui tenta fala com ela mais não adiantou muita coisa, ainda mais pelo comentário do Vik sobre o Raym.

"- Esse Raym é meio estranho,mas é bonitinho."

Amigo, Dragão de Jade perdia longe pra ela. Eu nunca gostei do Vik com duplo sentido, pra mim ele sempre foi como um irmão mais velho que sempre se preocupa. Mais se ela gosta dele minha única saída e apoiar.

Flav 

Aquele pirralho quem ele acha que é, de olha nas coisas dos outros. Não que o Vik seja meu e sim uma força de expressão, ele nem o conhece e porque o Vik achou ele bonitinho?! Raym é um filhinho de papai de merda e faz tudo que o povo manda. Porque o Vik iria gosta de alguém assim, e não iria gosta de mim já que nós conhecemos a muito tempo?! AAAAAAAAAAA MAIS QUE RAIVA DESSE FILHO DA P***

Mas claro que por mais que o Vik gostasse dele,Raym jamais poderia namorar ele já que seu pai nunca irei permitir... E também eu o Vik fazemos um casal bem mais legal e "normal".

- FLAV VEM COMER FOFUXA...

- JA TE FAKEI PARA NÃO ME CHAMA ASSIM..

Desci as escadas e me deparei com aquela coisa sorridente arrumando a mesa, ate parece que vai receber visita ou algum assim... 

- Por que a felicidade toda? Vamos ter visitas?

-Haaai.

- Serio? Quem? 

- Vik.

Meu coração acelerou na hora, o cá e que eu gosta estava a caminho da minha casa para jantar comigo. ( E esse gnomo magico). 

Se passaram 15 minutos ate que a campainha toca e fui correndo abrir a porta.

- Oiiiiiii. 

Ele me da um abraço forte.

- Ooo...Oi

Assim se dirigiu ate a Jeh para da um abraço nela tbm... A Jeh e a única que eu não me importo com a aproximação, já que ela não gosta dele desse jeito.

- Qual o cardápio de hoje, estou faminto.

- Agua e torrada.

- Ha ha 

- Kkkkkkkkkkkkkk

Jeh sabia como anima o clima independente de com o esteja. Nos nos sentamos a mesa, Jeh faz frango com purê de batata e arroz.

- Me da uma vasilha que vou leva marmita. - Vik disse antes de colocar a comida no prato. 

- Então meninas, o amigo de vcs...

Interrompi na hora.

- Ele não é nosso amigo.

- Nossa, calma. Na verde Vik ele é so o menino que faz nosso dever.

- Tendi. Ele namora??

- PQ QUE SABER?- Sem percebe, estava de pé e batendo a mai na mesa.

- Calma, Flav porque vc ta assim? - Vik disse me olhando.

- Desculpa, eu vou subir primeiro.

Acabei por sair dali sem olha para traz, deixando lá o amor da minha vida.

Jeh

A Flav pirou agora, ele só tinha feito uma pergunta. 

- Oque ela tem? 

Fui desperta pela voz masculina que ainda rondava o ambiente.

- Não sei.

- Bem, volta do ao assunto. Ele é bem gatinho, você sabe se ele namora?

- Não sei. Mas creio que não, os pais dele são muito rígidos e acho que ele não liga muita pra isso.

- Que pena. Tava interessado.

- Olha Vik, se você gostou dele tente ao menos não demonstra isso na frente da Flav.

- Não vou deixa de expressa minha opinião só porque ela gosta de mim.

- Como você sabe? 

- Percebisse. Bom é melhor eu ir agora. Vou na sua escola manhã ver vocês e seu " amiguinho".

 - Você brinca demais com o perigo.

- Eu riu na cara do perigo, há há ha.

- Idiota.

Dei um soco no ombro dele o levei ate a porta, ele me dê ou um beijo no rosto e foi embora.

Vik

- Raym! 







Notas Finais


😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...