História Friendzone - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 29
Palavras 599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Yasmin, por que sinto que te perdi? (novo)


Fanfic / Fanfiction Friendzone - Capítulo 14 - Yasmin, por que sinto que te perdi? (novo)

Christopher

As coisas estavam difíceis em casa. Cheguei atrasado por ter que levar a mamãe no médico. Parece que as coisas sempre acontecem ao mesmo tempo. Entendo que mereci, mas isso não torna nada mais fácil, muito pelo contrário. Sorri pela morena que parecia me esperar. Será? As aulas foram voando, menos mau. Ofereci uma carona para a Yasmin. Foi bom conversar com ela para descontrair do tédio dos meus dias sem ela. Era como antes.

Meu celular tocou _ Desculpa. Preciso atender.

_ Tudo bem, imagina?

Era a minha mãe precisando de mim de novo _ Eu tenho uma emergência agora. Preciso ir _ parei na frente da sua casa nos despedimos e logo fui embora.

Mais tarde, notei que ela me desbloqueou no wattsap. Mandei um emoji feliz, que foi ignorado, embora ela estivesse online. Devia estar com este novo cara. O seu jeito mudou comigo, deixei de ser o centro do seu universo. 

Matei o tempo com meus games. Até adormecer e sonhar que nada de ruim aconteceu entre nós.  

Sentamos em duplas, durante as atividade acadêmicas. Viajei no sonho que tive algumas vezes. Depois de terminar a proposta do trabalho, ficamos conversando. 

_ O professor de teatro quer montar uma nova peça _ comentei.

_ É mesmo? _ sorriu.

_ Sim. Os testes serão neste fim de semana. 

_ Que bom! Eu vou participar, vou voltar ao teatro. 

 Seria tão bom ter sua presença em meus fins de semana! Seu olhar sobre mim, me fez pensar se eu disse isso em voz alta e disfarcei em seguida.

_ Preciso te dizer uma coisa _ começou.

 _ Fala.

_ Não tenho um namorado.  Eu ainda te amo _ falou muito sincera.

Tomei um susto. Apesar daquilo ser a melhor notícia que eu já recebi, senti o meu coração parar de bater por um instante. Beijei a linda boca daquela adorável mentirosa. No fundo eu sabia que era mentira, mas queria tanto que não fosse!

Nos aplaudiram assobiaram.Vivi aquele momento como se nao soubesse. 

_ Você vai na minha casa para a gente namorar? .

_ Não posso _ sorriu _ Eu marquei de ir ao orfanato a tarde e não posso faltar. Eles contam comigo. 

_ Tudo bem, mas sinto a sua falta. 

_ Você pode me buscar no orfanato às seis, se quiser. 

_ Combinado _ segurei a sua cintura já caminhando para fora _ Vou te levar para casa, agora _ informei. 

_ Yasmin _ chamei a morena que conversava com alguem. 

Notei quando ela o cumprimentou que aquele nao era um alguem, ele era o quem de toda a historia da vida da Yasmin sem mim.

Lamentei por toda a minha hesitação e por todo o tempo que perdi esperando pela Yasmin. Eu achei que estava no controle, que ela sempre seria minha, nunca pensei em perdê-la para outro mais esperto do que eu. No meio do meus pensamentos, nem ouvi o que ela disse. apenas entrei no carro, girando a chave. 

_ Vocês tomam banho no orfanato? _ falei, apesar do meu inconsciente me dizer mil vezes para nao dizer.

_ Às vezes é preciso. Nos sujamos fácil, ajudando a cuidar das crianças. 

_ Parece divertido. 

_ E é. Gratificante também. 

_ Acho que vou me voluntariar _ tá aí outra coisa que eu não deveria dizer, o ciúme nos deixa tapados.

Ela notou, pois ficou quieta.

Ela agia como se nada tivesse mudado e, eu incomodado. Queria conversar, mas nada de bom sairia disto... Então, como se nada me perturbasse, beijei o seu pescoço e aproveitei o tempo que ainda me restava com ela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...