História FriendZone(Um Namoro colorido) - Capítulo 11


Escrita por:

Visualizações 92
Palavras 5.940
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


EU VORTEIIII!!!!!!!! Como vão?Eu vou bem,muito mais que bem.Finalmente estou com uma net descente.

Agora vai vir mais capítulos por ai.Muitas surpresas e tudo de bom......

Enfim,bora ler logo não é mesmo?Hehe

Mais pra frente algumas coisas vão mudar,tipo.......o jeito de escrever....Não!Não vou mudar a história,só o jeito mesmo..Vou separar mais as palavras e outras coisas.

Capítulo 11 - O Proibido é Melhor.......................Confusões.


Fanfic / Fanfiction FriendZone(Um Namoro colorido) - Capítulo 11 - O Proibido é Melhor.......................Confusões.

Continuação...
Rae:Eu....
Babs:Você??
Rae:Não to grávida.
Babs:Ufa...
Rae:Dois deram negativo e um positivo.
Babs:Notícia boa.
Rae:Vou ligar pro Richard.
Babs:Ok,só vou pegar uma coisa e já te levo para o esconderijo.
Rae:Ok.
Ela entra no closet dela e fica procurando algo,eu pego meu celular e ligo pro Dick que atende de primeira.
 

Ligação on
 

Dick:O que é?
Rae:Não seja grosso comigo.
Dick:Fale o que você quer não tenho mais tempo pra você.

E se ele achasse que eu estivesse gravida?Ai ele poderia me perdoar talvez.....
Rae:E-eu fiz o teste e eu descobri que. . . . . .Dick,e-eu TO gravida.
Dick:Ai meu Deus

O QUE ESTOU FAZENDO?
Rae:É,então..........e-era só isso mesmo.
Dick:Quero conversar pessoalmente com você,quando estiver em casa me liga.
Rae:Ahn,não conta pros meus pais,nem pros seus nem pra ninguem por favor.
Dick:Eu posso ser muitas coisas,mais,fofoqueiro eu não sou.

 

Ligação off

Realmente ele esta com raiva,meu Deus,por que eu fui mentir pra ele?Afinal,é por causa das mentiras que eu não posso mais falar com ele,quer dizer,ela é uma dos motivos.Mais depois eu resolvo isso.
Babs:Então,vamos?
Rae:C-claro mais o que estava procurando?
Babs:O controle do esconderijo,agora vem é ali em baixo.
Descemos as escadas,e a Babs ia me levar até o lado de fora da casa dela mais a mãe dela nos parou.
Sr.Gordon:Aonde vocês vão?
Babs:Vamos dar uma volta com a Mel.
Sr.Gordon:Ahm,voltem rápido.
Conseguimos sair,ela me levou até a casa da cachorra dela que era um pouco grandinha.
Rae:A casa da sua cachorra?
Babs:Não,o que tem embaixo dela.
Ela aperta alguns botões do controle que ela tanto procurou e a casa se levanta dando espaço para uma grande escada meio funda.
Babs:É só descer.
Rae:Tem certeza que é seguro?
Babs:É claro,foi eu quem fez tudo com os meus amigos....
Rae:Nerds da Oxford?
Babs:Exatamente.
Eu desci primeiro e ela logo veio atrás de mim,apertou outros botões e fechou a passagem.Várias luzes se ascenderam pela a escada que era meio longa.
Rae:Vai demorar muito pra descermos.
Babs:Então vamos como antigamente....escorregando.
E mais uma vez ela aperta os botões e duas grandes barras de metal aparecem na nossa frente.Babs se segura em um e eu em outro e assim descemos.Foi bem divertido.Chegando novamente no chão firme,ela ascende as luzes e tenho que admitir ela é ótima em criar coisas.Um laboratório bem grande,com vários de seus computadores em um lugar feito pra ela Hackear as coisas e me ajudar nas missões,outra parte para treinarmos e nos exercitar, e um manequim de metal que estava em uma plantaforma,onde tinha o meu ``úniforme.´´
Rae:Uau Babs,isso aqui é ....
Babs:Horrivel?Péssimo?Exagerado?Excessivo?
Rae:Íncrivel.Como conseguiram fazer isso?
Babs:Tecnologia é tudo.
Rae:Muito legal.
Eu fui explorando o local e ela foi me informando pra que cada parte servia.
Babs:A área em que você está agora é pra você se exercitar e treinar suas tècnicas de luta.Do outro lado é o laboratório de pesquisas e criações de novos equipamentos ou onde eu posso arrumar os equipamentos que foram quebrados em luta,ali``Ela diz apontando pro local´´.....é a área médica,com certeza você vai precisar alguma hora e em fim a minha parte predileta,onde eu posso Hackear quem eu quiser e obviamente te ajudar nas missões.
Tinha um computador com várias telas,cada uma exibía  algo diferente,tinha a cadeira dela e no centro uma tela grande onde podemos ver o noticíario  e ficar sempre informadas,e em outra tela uma câmera de segurança do esconderijo.
Babs:Então,é isso.Ah não,faltou seu úniforme.
Eu a acompanhei até a área onde estava meu úniforme,e fiquei encarando a roupa.
Rae:É realmente maravilhosa.Em todos os detalhes.
Babs:Que bom que gostou,hora de experimentar.
O manequim entrou um pouco pra dentro onde apereceu um espelho e de cada lado foi se fechando com umas portas de metal,provavelmente o provador.
Babs:Pode entrar.
Eu fiz o que ela disse e fui experimentar a roupa.Depois de um minuto,eu estava pronta.Com a máscara,a jaqueta,a calça e as botas.Tudo serviu perfeitamente.E enfim,sai do provador do futuro.
Babs:Ficou perfeito em você,faltou o capuz e as armas.
Ela me entregou o cinto de utilidades,com os tipos de bomba em cada coldre,um arpão de gancho do lado da minha perna direita,as soqueiras penduradas e uma arma de fogo que não estava carregada,além da faca tátil e os outros objetos portatéis,e enfim os shurikens em forma de corvos.
Babs:Pronto,agora coloca o capuz.
Coloquei e me senti sim uma heroina de verdade.
Rae:Da pra me reconhecer?
Babs:Nenhum pouco,o capuz e a mascara são bem úteis.Quer testar os equipamentos?
Rae:Claro.
Primeiro foi o arpão de gancho,ela me mostrou como é que usa e com o que se usa,para eu não tentar colocar em um lugar que não dá pra me pendurar.Logo depois foram as bombas,as facas foram bem fáceis e em fim os corvos.
Babs:Bem no alvo,vai!
Tinha um boneco de borracha uns dois metros de distancia de mim,peguei um corvo``Ficou estranho falar assim mais enfim,vocês entendem´´...peguei um corvo ninja``Que tal?Horrivel eu sei´´ e lancei,não acertou bem no meio,é claro por que eu ainda tenho que treinar.
Babs:Você vai conseguir ainda Ravena.
Rae:Ravena?
Babs:Seu nome,Ravena significa corvo,então quando acabar uma luta você deixa sua marca,ou seja um shuricorvo``Melhor?´´ a mostra,pra eles ver quem mandar de verdade.
Rae:Shuricorvo?
Babs:Eu sei,é que eu tenho mania de dar nome pra coisas.
Rae:Muito bom,e quando começamos?
Babs:Por mim poderia ser hoje.Mais você disse que tem que resolver algo então,amanhã.
Rae:Ok,eu vou me trocar.
Entrei no provador do futuro,tirei meu Ravena úniforme e sai.
Rae:Então eu vou indo Babs.
Babs:Ok,eu vou ver aqui alguns casos de roubo pra gente começar.
Rae:Ta bom.
Fui até a barra novamente e tentei subir.
Babs:Hahaha,não é assim.
Ela me entregou um relógio.
Rae:Obrigada,agora eu sempre vou  saber que horas são.
Babs:Aperta na tela desse relógio.
Eu fiz o que ela disse e logo subiu uma plantaforma envolta da barra formando um circulo em baixo de mim.
Rae:Éh faz mais sentido,até amanhã.
Babs:Até.
Fui subindo e subindo,logo cheguei na casinha da cachorra,bati a cabeça no teto e a Mel começou a lamber minha boca.
Rae:Ou para com isso.
Limpei minha boca  e me levantei.Fui até a casa da Babs me despedir dos pais dela e fui embora pra casa.
 

Quebra de tempo.

17:50 Da tarde

Minha casa
Estou esperando o Dick aqui no portão,ele é de se atrasar um minuto ou dois mais ele marcou comigo as três da tarde.Me sentei no degrau da entrada e esperei ele chegar,e chegou.Se aproximou mais de mim e eu me levantei ficando frente a frente com ele.
Dick:Então...
Rae:É...
Dick:E agora?
Rae:Não sei.
Dick:Menina ou menino?
Rae:E-eu mal sabia que estava gravida.
Dick:Qual você prefere?
Rae:Menino.
Dick:Será que terá olhos roxos?Ou azuis?
Rae:Vamos entrar,não é bom ficarmos falando dessas coisas aqui.
Meu pai e minha mãe não estavam em casa,mais logo iriam chegar.Fomos até meu quarto,ele se sentou na cama e eu na cadeira do computador de frente pra ele.Ele parecia estar nervoso,passando a mão no cabelo,balançando a perna e coçando a cabeça.
Dick:Eu acho que não to pronto pra isso.
Rae:Eu também não.
Porque eu fui dizer que estava gravida?Que saco,agora se ele descobrir a verdade não vai mais olhar pra mim.
Dick:Será que o teste não estão errado?Não que eu não queira um filho seu é que...
Rae:Eu fiz tres vezes e a maioria ganhou.
Dick:Bom,se for menino vai ser Richard junior e se for menina?
Rae:Eu não sei...
Eu estou relamente preocupada,mais não com os nomes com minha mentira.Cruzei os braços e evitei olhar para ele.
Dick:Você ficou abalada?
Rae:S-sim,eu não quero um filho,agora não.E nem depois.
Dick:Mais e se o pai do seu filho fosse um gatinho?
Esta voltando?
Rae:Mesmo assim.
Dick:Será que teremos que nos casar?
Rae:Não viaja.
Dick:Ué pelo menos eu estou pensando no futuro do nosso filho.
Ele falando assim me da até um arrepio na espinha,NOSSO FILHO.
Rae:Não é que eu não esteje é só que eu não estou preparada.
Dick:Nem eu.
Ele me puxou com a cadeira mais pra perto dele e me olhou bem fundo nos olhos.
Dick:Tem certeza que é meu?
Rae:C-como assim?
Dick:Sei lá,você e o Roy estão tão proximos agora,eu pensei que talvez....
Eu puxei o rosto dele e o beijei,mais foi rapidamente.
Rae:Eu não sinto nada por ele.
Dick:Então por que o beijou na quadra?
Rae:Esquece isso,por favor.Você também nem precisa estar bravo,não somos mais que amigos.
Dick:Mais é como se fossemos,tipo,nenhum amigo beija a amiga ou vai pra cama com ela ou passa brigadeiro nela pra depois lambe-la,ou faz?
Rae:Não sei.
Dick:Somos amigos coloridos.É melhor umas amizade colorida do que um namoro preto e branco.
Rae:Não somos amigos coloridos.
Dick:Espera ai.
Ele pegou o celular dele e pesquisou algo,e logo que encotrou me mostrou.
Dick:Aqui,leia.
Rae:Amizade colorida é quando uma pessoa que mantém com outra relações amorosas,troca de beijos e relações sexuais  passageiras, sem compromisso de estabilidade ou fidelidade.Ok,mais isso não quer dizer que somos amigos coloridos.
Ele puxa a cadeira mais uma vez e me beija.
Dick:Não?
Rae:É talvez sim.
Dick:E seus pais?Não vão deixar mais a gente se ver?
Rae:Meu pai não quer,enquanto eu não melhorar.
Dick:Então eu venho aqui escondido,pra ver como vai o Dick júnior.``Ele coloca o rosto na minha barriga,é tão fofo mais...uma mentira.´´..ouviu Dickinho,o seu pai bonitão,vai te visitar todos os dias e te dar muita comida,mais vai depender da sua mãe.
Rae:``Eu tirei as mãos dele da minha barriga,que só tinha orgãos e pão com mortadela.´´Para com isso.
Dick:Aff em...
 **Luna:Rachel,chegamos.**``Meus pais gritaram lá de baixo.´´
Rae:Eles chegaram,vai pula a janela.
Dick:Ah,ok amanhã nós vemos.
Eu abri a janela pra ele que me encarou,ia me beijar mais parou no meio do caminho.
Dick:Ah é ainda to com raiva.
Rae:Qual é não me deixa na vontade.
Ele revira os olhos e me beija,logo depois desce pela árvore e vai embora.Eu fechei a janela e as cortinas,e logo pulei na cama.Peguei um livro e fingi que estava lendo,eles logo entraram no meu quarto e se sentaram na cama.
Arthur:Como foi a escola?
Que audácia,ele me proibe de conversar com o Dick e ainda vem me perguntar como é que foi a escola.
Rae:Péssima,horrivel,indescritivel,um lixo,muito triste,depressiva e todas as outras palvras de negação.
Arthur:E por que?
Rae:Você ainda pergunta?
Arthur:Pergunto,e quero uma resposta.
Rae:Porque eu não falei com o Dick hoje,foi só por causa disso,sinto que meu dia está incompleto,meu mundo sendo destruido e eu não podendo fazer nada.´´Larguei meu livro em cima da cama e o encarei.´´
Luna:Só por que você não pode falar com o indeliquente do Richard?
Rae:Ele não é indeliquente,é o meu melhor amigo.E eu não posso mais velo por culpa do Arthur.
Arthur:Quando você melhorar,vai poder falar com ele denovo.
Rae:Como é que você se sentiria Arthur,como você se sentiria se seu pai te proibisse de ver minha mãe?O amor da sua vida?
Arthur:Então Richard é o amor da sua vida?
Rae:N-não foi isso que eu quis dizer é só que,se ela fosse sua melhor amiga,e você não poderia mais falar com ela por que seu pai te proibiu?
Arthur:A questão aqui é você.
Rae:Mãe,como você se sentiria?Não podendo falar mais com seu melhor amigo,que sempre te apoiou,te ajudou e te deu conselhos?
Luna:Eu ficaria muito triste.
Arthur:Você não está ajudando Luna.Eu quero melhorar ela e você não esta ajudando.
Rae:Não é assim que você vai me melhorar,me afastando de um amigo.Só vai fazer eu piorar.
Arthur:Tente piorar pra você ver.
Rae:Mãe eu tenho que te contar uma coisa.
Luna:Fale.
Rae:O Arthur não pode ouvir.
 Luna:Arthur!?
Arthur:Você vai ter que me contar depois Luna.
Ele saiu bufando,e trancou a porta.
Luna:O que foi?
Rae:E-eu,eu e o Dick,somos............amigos coloridos.
Luna:Como assim Rachel?
Rae:Somos amigos que se beijam,se pegam e que vão pra cama juntos.
Luna:Você já foi pra cama com ele?
Rae:Sim mãe,mais prometemos não criar sentimentos um pelo outro,e ele não conseguiu manter a promessa...........e  está me amando.
Luna:E você?O que sente por ele?Acha que ele é só um melhor amigo?
Rae:E-eu não sei,meus sentimentos estão meio confusos...mais,quando me aproximo dele,eu fico mais quente e feliz,sinto que é com ele com quem eu deveria estar sempre.Se o meu pai,me deixar afastada dele por muito tempo,eu posso até ficar doente.
Luna:Então filha,você está amando.
O QUE?Não não não não,o plano era se pegar mais sem criar sentimentos né?Pegar sem se apegar.....
Rae:Como pode ter tanta certeza?
Luna:Já passei pela puberdade também,adolescência.Me apaixonei varias vezes e sei exatamente que o que você descreveu é amor.
Droga!Estou amando o Richard,alguma parte de mim já meio que sabia disso mais a outra está em desespero.
Rae:Por favor,não conte pro Arthur.
Luna:Pode deixar,eu invento algo.``Ela beija o topo da minha cabeça e sai.´´
Eu me levanto e tranco a porta.Me jogo na cama,e fico pensando nos milhões de jeitos de contar ao Dick que eu não estou gravida sem ele me odiar,mais perece impossivel.
???:PSSSSSSSSIUUU``Alguem me chamou na varanda.´´
Me levantei pra olhar e era o Richard.Será que ele escutou o papo com a minha mãe?Eu abri a porta de vidro e fiquei lá fora com ele.
Rae:O que foi?
Dick:Eu esqueci meu moletom.
Ele aponta pro lado da cama e eu vejo o moletom vermelho dele,ainda bem que o Arthur nem minha mãe viram.Eu entrei,peguei o moletom  e devolvi pra ele.
Rae:Você n-n-não estava aqui o tempo todo estava?
Dick:Eu?Não.....n-não.
Rae:Hm...
Dick:Então eu vou indo.Tchau``Ele beija meu rosto,e se ajoelha colocando seu rosto na minha barriga como fez no quarto.´´
Dick:Papai está indo denovo,mais depois eu volto.Vou trazer chocolates pra você.``Haha,é desesperador mais engraçado ele falando com minha barriga sem saber que está falando só com meus orgãos.´´
Rae:Não precisa.
Dick:O bebê quer.
Rae:Ele nem sabe pensar.
Dick:Não seja estraga prazeres.É filho,sua mãe é boba,vai se acostumando.
Rae:E seu pai um chato.
Dick:``Ele se levanta e me encara.´´...Imagina só,ele ou ela nascer com um olho roxo e o outro azul,haha.
Rae:Ele vai ser diferenciado na escola.
Dick:Rachel Roth,o pessimísmo em pessoa.Como posso te amar?
Rae:Você não gosta de me amar?
Dick:Gostar eu gosto só que é meio difícil amar uma pessoa que não me ama.
Mais eu te amo.
Rae:Ahm...
Dick:Já tentei te esquecer uma vez,e não consegui.Agora que você está gerando um filho meu,vai ser meio impossivel.
Rae:Dick eu. . .
Dick:Te amo Rachel.
Ele segurou o meu rosto e olhou nos meus olhos.
Dick:Mais ainda to com raiva.``E sorri,larga meu rosto e se encosta na grade de proteção.Achei que ele ia me beijar(Autora:Eu tmb)´´
Eu faço  o mesmo que ele,me encosto na grade de proteção,ele se vira e me cerca,colocando cada mão de um lado do meu corpo,e me olhando,não reparei que ele era grande.Parou de me encarar,e começou a olhar pro céu,que já estava escuro.Eu tentei dar um beijo nele,e tive que levantar o pé,mais consegui.
Dick:Você é tão pequena.
Rae:E você parece uma girafa.
Dick:Ridícula.
Rae:Mané.
Dick:Linda.
Rae:Gatinho.
Dick:Doida.
Rae:Palhaço.
Dick:Malabarista.
Rae:Gordo.``Que romântico.´´
Dick:Eu não sou gordo.
Rae:É sim.
Dick:Eu não sou.
Ele levanta a camisa.
Rae:Exibido.
E levanta a minha.
Rae:Ei.
Dick:Uhn,vai ficar gordinha.Ta precisando também.
Rae:Prefiro manter a forma.
Dick:Vou ficar aqui um tempinho,meu pai não tá em casa e minha mãe também não.
Rae:Mais meus pais estão.
Dick:Mais eles não vão me ver,eu sou um ninja.
Rae:Ah é.
E ele retorna a me olhar fundo denovo.
Rae:Por que me olha assim?
Dick:Caso algo acontecer,quero me lembrar dos seus traços.
Rae:Algo tipo?
Dick:Você se mudar ou sei lá,eu ir pra viajar pra algum lugar e ficar muito tempo.
Rae:Um lugar tipo?
Dick:Gotham.
Rae:Você vai pra lá?
Dick:Ainda não sei.
Rae:Mais está tendo aula.
Dick:Se eu for,irei faltar uma semana.
Rae:O que você vai fazer lá?
Dick:Umas coisas.
Rae:Tipo?
Dick:Ah sair,namorar.
Rae:Ei,e eu?
Dick:Como você disse,não somos mais que amigo.
Poxa,minha frase se voltou contra mim.
Rae:Eh.
Dick:Haha to brincando,eu vou lá só visitar uns amigos,e meu pai vai ver como anda a Empresa por lá.
Rae:Ah melhorou.
Ele sorri pra mim e me da um beijo.
Dick:Então Rachel Roth,como é ter um humano dentro de você,por experiência própria eu diria que é ótimo está dentro de você,na verdade só uma parte minha sabe como é.
Rae:Palhaço.``Eu dei um tapinha no braço dele´´
Dick:Hahaha.
Rae:Mudando de assunto totalmente,onde aprendeu tocar violão?
Dick:Em um lugar onde eles ensinam violão.
Rae:Para de graça.
Dick:Haha,quando eu morava em Gotham,meu pai me colocou em uma aula de música,gostei do violão e comecei a aprender mais e mais.
Rae:Hm,seu pai é legal?
Dick:As vezes.Falando no meu pai,por que você disse que pegaria ele?
Rae:Hm?
Dick:É,quando você estava tarada.
Rae:Eu não estava Tarada,e eu não me lembro disso.
Dick:Huhum,acredito.
Ele vestiu o moletom e colocou as mãos no bolso.
Rae:Tira as mãos do bolço.
Dick:Por que?
Rae:É chato.
Dick:Não é,aff você também implica com tudo.
Rae:Coloca a mão em mim.
Dick:Aonde?
Rae:Aonde você quiser.
Dick:Bem se é assim.
Advinha onde ele colocou?Isso mesmo na...
Rae:Minha bunda?
Dick:Não fale assim,é feio.Fale minhas nádegas.
Rae:Aff.
Ele apertou mais.
Rae:Ou.
Dick:Você disse onde eu quisesse,agora não reclama.Até que é melhor que ficar com a mão no bolso.
Ele estava encostado e eu na frente dele,com as mãos no ombro dele,e fitando os seus lindos olhos azuis.E ele me encarando com um sorrisinho bobo no rosto.
Rae:É tão bom ficar aqui com você.
Dick:O proibido é melhor.
Rae:Faz mais sentido agora essa frase.
Eu descansei minha cabeça no peito dele,e o abraçei.
Dick:Me diz,o que você sentiu quando você e o Roy se beijaram?
Rae:Nada,só gosto de sanduiche de peito de peru.
Dick:Achou bom?
Rae:O sanduiche ou o beijo?
Dick:Eu gosto de sanduiches então os dois.
Rae:O beijo....bom,o beijo foi carinhoso e lento.
Dick:Então gostou.
Rae:Um pouco,ele parece ser bem carinhoso.
Dick:Do sanduiche?
Rae:Para de falar disso.
Dick:Mais foi melhor que o meu?
Eu apoio o queixo no peito dele e o encaro.
Rae:Não....o seu é melhor.
Dick:Eu sei.
Rae:Ja deixou a barba crescer?
Dick:Não.
Rae:Você não deixa crescer ou você não tem?
Dick:E-eu não deixo crescer.
 **Arthur:Rachel,vem jantar.**``Ele me chama através da porta´´
Rae:Já vou.Eu vou lá jantar,quer algo?
Dick:Água.
Rae:Ok,já volto.
Eu tento beijar ele mais ele vira o rosto.
Rae:Vai ficar de graça?
Dick:Vou.
Rae:Então to indo.
Me solto dele e me viro,mais ele me puxa denovo.
Rae:Tenho que descer rápido.
Dick:Só uma coisa que eu tinha me esquecido.
Ele me beijou,passando a lingua pela minha boca,se afastou e mordeu meu lábio.
Rae:Porque se fez isso?
Dick:Você fez isso comigo na festa da Kori,é só o troco.
Beijo ele denovo e desço pra jantar.
  Alguns minutos se passaram.

Eu voltei pro meu quarto com o copo de água do Richard,abri a varanda e ele estava sentado no chão encostado na parede.Eu me sento do lado dele e entrego o copo de água.
Dick:Valeu.``Em um só gole ele bebe tudo e me entrega o copo´´
Rae:Uau.
Ele fica olhando pro nada.
Rae:Que foi?
Dick:Nada ué.
Ele se deita nas minhas pernas virado pra minha barriga denovo começa a conversar com ela.
Dick:Richard Júnior,está me escutando?Cambio.
Ele assim,desse jeito...bobo é tão....apaixonante.
Dick:Papai para Richard Júnior,não quero que você fassa gracinha na hora de nascer,se não quando você tiver com dezesseis anos eu vou me lembrar disso e te dar uns cascudos.
Rae:Você sabe que ele não pode te entender não sabe?
Dick:Shiiii,Richard Júnior,sua mãe é uma boba,cambio.
Rae:Você que é um chato.
Dick:E você uma ridícula.
Rae:E você um cachorro.
Dick:E você uma vaca.
Rae:Ei.
Dick:Haha.
Rae:Cara,você é tão doce as vezes.Definitivamente o oposto de mim.
Dick:Nunca ouviu falar naquela famosa ``Quase´´ frase?
Ele se senta e me olha.
Rae:Qual?
Dick:Os opostos se atraem...
Rae:Bem bolado....
Dick:Não foi bolado,eu peguei de um livro que estava lendo.
Rae:Richard Grayson lendo?Que novidade.
Dick:Na verdade eu só tinha ido lá na biblioteca pra relembrar algumas coisas mais ai peguei um livro e li essa frase.
Rae:Relembrar o que?
Dick:Quando a gente ficou de castigo,e tivemos que arrumar a bagunça da biblioteca.
Rae:Ahn,quando a gente trocou algumas palavras.
Dick:Aquele dia eu ia te pegar.
Rae:Eu nem te conhecia direito,e ainda diz que eu sou a Tarada.
Dick:Você é quem ficou bêbada e me agarrou.
Rae:Você que me embebedou.
Dick:Eh,e foi muito legal.
Rae:Pra você.
Dick:Você se divertiu eu sei.
Rae:Eu não me lembro de quase nada na verdade,mais enfim...
Dick:Haha,tenho que te embebedar mais vezes.
Rae:Ata se vai sim uhum``Ironicamente dizendo´´.
Dick:Hum..
     (. . .)
Rae:Se os opostos se atraem....
Dick:Por que sua boca ainda não está colada na minha?
Ele me beija e segura no meu pescoço delicadamente.Seu beijo era rápido,mais muito bom,ele puxava mais com a sua outra mão minha cintura e ia se deitando devagar por cima de mim.Logo depois de me deitar completamente,ele continuou em cima de mim e beijando meu pescoço,mais voltando pra boca rapidamente.
Arthur:Rachel o Bruce e a Janete está aq....O QUE SIGNIFICA ISSO!
Richard se levantou rapidamente,como um ninja como ele disse,e me ajudou a levantar.Ficou do meu lado mais um pouco distante.Todos provavelmente escutaram o grito e subiram rapidamente.
Bruce:O que houve?Richard?O que está fazendo aqui moleque?
Luna:Rachel...você...
Janete:Richard,não erá pra você está em casa?
Arthur:Viu Bruce,eu disse,seu filho é uma má influêcia pra Rachel.
O Bruce se aproximou do Richard rapidamente e segurou ele pelo braço.
Bruce:Eu disse pra você ficar em casa!
Dick:Pai é que......
Arthur:É que nada moleque,você está atrapalhando a vida da Rachel,será que só você não notou?
Rae:Ele não atrapalha minha vida,ele melhora.
Dick:Me solta pai.``Ele balança o braço fazendo Bruce o soltar.´´
Dick veio pra trás de mim e me abraçou pela barriga.
Arthur:O que você acha que está fazendo?Tire as mãos dela,agora.
Bruce:Richard largue a Rachel agora.
Dick:Não,vocês não vão nos separar,não vão me separar do meu filho.
Todos se olharam pasmados e logo olharam pra mim e pra minha barriga.
Arthur:V-você está grávida?
Luna:Rachel?
Dick:Sim ela está e é de mim.
Bruce:Richard Wayne,largue essa garota agora e venha pra cá,me obedeça.
Arthur:Eu vou matar você.
Bruce:Você está falando com meu filho.
Bruce olhou pro meu pai com raiva.
Arthur:E dai?Ele engravidou minha filha,tem noção disso?Ela só tem dezesseis anos,não é madura o suficiente,muito menos o maluco do seu filho.
Bruce:Ninguem manda sua filha dar bola.
Arthur:O que está querendo dizer com isso?
Bruce:Você sabe muito bem.
Arthur:O seu filho que é um bandidinho indelinquente que levou a Rachel para o mal caminho.
Bruce acertou um soco na cara do meu pai que caiu no chão mais rapidamente se levantou,Janete tentou segurar Bruce assim como minha mãe tentava segurar meu pai mais as duas tentativas foram falhas.Meu pai tentou socar Bruce mais ele foi mais rápido e desviou.
Dick:Chega vocês dois.
Arthur:Cala boca moleque.
Meu pai acertou um soco na boca do Richard que caiu no chão e logo começou a sangrar.
Rae:Richard!Richard!Você ta bem?
Ele se levanta e limpa o sangue.
Dick:Vamos embora Rachel.
Rae:Pra onde?
Dick:EU NÃO SEI,SÓ NÃO QUERO FICAR MAIS AQUI.
Ele segura minha mão e me puxa para a saida do meu quarto e logo depois da minha casa mais obviamente nossos pais nos seguiram.
Arthur:Onde pensam que estão indo?
Ele continuou andando rapidamente e me puxando.Meu pai e Bruce  nos pararam.
Bruce:Vamos pra casa,e você está de castigo,não pode mais falar com a Rachel.
Arthur:O mesmo pra você.
Dick:Não,eu não vou te obedecer pai,não nesse caso.Eu amo ela,e não vou parar de vela só por que estão bravos uns com os outros.Vamos Rachel.Meu pai me segurou pelo pulso e me puxou,me deixando longe de Richard.
Dick:Me devolva ela.
Arthur:Vamos,você está de castigo.
Bruce pegou Dick e o levou na outra direção.
Dick:Rachel !!Eu vou te buscar.
Bruce o colocou dentro do carro e chamou sua esposa,logo foram embora.E eu?Bom....meu pai me fez entrar em casa,me jogou na minha cama,fechou a varanda e trancou a porta do meu quarto.Me fez uma prisioneira.
Rae:Richard.....
 

POV Dick

Dick:Rachel.....
Meu pai me trancou no porão,onde tinha uma cama,um armário,uma geladeira,e comida.Acho que vou ficar aqui um tempo.Me sentei em uma cadeira,peguei um caderno e  um lápis,comecei a anotar meu plano de fuga.Minha mãe,como entendia o meu lado e não gostou nem um pouco do que meu pai fez comigo,me deu meu celular,escondido do meu pai.Me deitei na cama e liguei pra Rachel.

Ligação on

Rae:Dick?
Dick:Amor,minha mãe me deu meu celular.
Rae:A minha também,Dick e agora?O que vamos fazer?Não consigo ficar sem você.
Dick:E-eu to planejando uma fuga,ficar na minha casa da árvore,ela não fica aqui perto de casa,fica na rua de cima,é bem escondida.
Rae:E como exatamente quer fazer isso?
Dick:Eu pego o carro do Jason,te pego ai e te levo pra casa da árvore.Ai ficamos livres deles,por um tempo....horas.E depois decidimos pra onde ir.
Rae:Esse plano é bem maluco,mais saiba que eu não posso viajar agora,tenho várias coisas pra fazer aqui...com a Babs.
Dick:Eh,não vamos viajar,vamos ficar na casa de um amigo.
Rae:Sim,sim.
Dick:Então,eu passo ai meia noite,esteja pronta.
Rae:Mais como eu vou fugir?O Arthur me trancou aqui.
Dick:Pela janela.
Rae:Mais..é muito alto.
Dick:Não teha medo,pense na recompensa...nós dois,juntos.
Rae:Ok,eu vou pegar algumas roupas.
Dick:Eu também,e a chave do carro.É capaz da minha mãe me ajudar.
Rae:Ok então até daqui a pouco.
Dick:Até...
Rae:Dick?
Dick:Que foi?
Rae:Eu te amo.
Dick:Também te amo.
 

Ligação off

Pronto,estávamos prontos para realizar o plano que era:Pegar o carro,ir dirigindo até a casa da Rachel,pegar a Rachel,levar ela para a casa da árvore,depois pedir para um amigo nos hospedar.Ótimo,estou nervoso mais creio que ira dar certo.

23:50 Da noite

Minhas roupas já estavam prontas,não era muita coisa mais estava bom.Minha mãe disse que ira me ajudar então ótimo.Ela me entregou a chave do carro,distraiu meu pai e eu consegui sair.Ela pediu só pra mim não fazer besteira,e dizer onde estaremos.Liguei o carro,``Sim,eu também sei dirigir.NOSSA UAU QUE DEMAIS.´´.....e sai em direção a casa da Rachel.Quando cheguei lá,me estacionei um pouco mais atrás e sai do carro.Vi ela jogando uma corda pela janela.Me aproximei sorrateira mente e fiquei embaixo dela,que tinha acabado de descer com suas roupas em uma mochila.Eu a abracei.
Dick:Você está bem?
Rae:Só um pouco estressada.
Dick:E o Richard Júnior?
Rae:Ahn...d-d-deve estar b-bem.
Dick:Ótimo,vamos.
Peguei a mochila dela e coloquei no banco de trás do carro.Ela entrou e colocou o sinto,eu fiz o mesmo e dei partida no carro.
                                                       ~#~ 
Chegamos no local onde eu disse.Estacionei na garagem que não era usada por ninguem.Peguei nossas mochilas e coloquei dentro da casa na árvore.
Rae:Uau,isso parece uma mansão na árvore.
Dick:Você tem que ver por dentro.
Ajudei ela a subir e eu também subi.
Rae:Linda,tem até um tapete super macio e fofo,com travesseiros.
Dick:É pra dormir.
Rae:E um freezer?
Dick:Tem comida.
Rae:Aqui é ótimo para se esconder.
Dick:Éh.``Liguei o segundo e último abajur ao meu lado.´´Eu usava esse lugar para me esconder na infância.
Rachel se sentou no tapete,ela parecia estar preocupada.Eu me sentei ao seu lado e a abracei.
Dick:O que foi?
Rae:Ahn nada,só...estou pensando.
Dick:Em que?
Rae:Hmm,no futuro.
Dick:Esquece o futuro amor,viva o agora.
Rae:Mais eu não consigo viver o agora,pensando se o que eu fizer aqui afetara o meu futuro...o nosso futuro.
Dick:Como assim?Teremos um filho,isso é bom demais.
Rae:Richard..eu tenho que te contar um negócio.
Dick:Pode contar.
Rae:Promete não gritar comigo e não ficar bravo?
Dick:Prometo mais é tão grave assim?
Rae:É...Richard eu não......
Ela parou de falar,se levantou correndo e vomitou pela janela,deve ser o efeito da grávidez.
Dick:Você está bem?
Rae:E-eu..não.Não to bem,Richard......vou ligar pra Babs.

POV Rae.

O  que foi isso?Eu vomitei,mais eu nem comi algo que me faz mal,será que ...........não não não não,não é possível,os testes disseram que não.Dois pelo menos.Peguei meu telefone e liguei para a Babs,mais antes eu desci para que o Dick não pudesse escutar.

Ligação on.

Babs:Rachel tenho que te contar uma coisa super importante.
Rae:Eu tenho que te pedir uma coisa super importante.
Babs:Então fala.
Rae:Não,pode falar.
Babs:Ok,eu peguei os dois de seus exames que deram negativos,analisei e vi que os resultados estão errados.Dos dois.
Rae:Eu....o que quer dizer com isso?
Babs:Peguei o único que deu positivo,analisei também.
Rae:E?
Babs:Os dois testes que deram negativos,como eu disse estão  errados.Então,examinei denovo e deu compátivel com o único que deu positivo, e descobri que você está grávida.Realmente grávida.
Rae:E-eu estou grávida,ai meu Deus.
Babs:É e teremos que adiar esse negócio de heroinas,talvez desistir.
Rae:Não não,eu prometi que seria uma heroina e serei.
Babs:Mais você pode machucar o bebe.
Rae:Eu não vou,só adia isso por mais um tempo.Até eu me resolver direito.
Babs:Ok,cuide-se bem.E eu quero ser a madrinha em...
Rae:Pode deixar...
Babs:Tchau amiga.
Rae:Tchau e obrigada.
 

Ligação off
Então eu esta grávida o tempo todo?Então,todas as vezes que o Dick falou com a minha barriga,ele não estava sendo um retardado?Guardei meu celular e subi novamente,me sentei no chão e Dick ficou do meu lado.
Rae:Eu estou grávida.
Dick:Sabemos disso.
Rae:Eu estou realmente grávida.
Dick:Sim,e do seu melhor amigo colorido.
Rae:Não podemos mais ser amigos coloridos.
Dick:O que por que não?
Rae:Ah Dick,esquece.
Ele coloca a mão na minha barriga.
Dick:Você sabe que eu te amo Rachel.
Rae:Eu sei.
Dick:Agora vou te amar duas vezes mais.
Rae:Éh,mais...eu não estou pronta pra ser mãe,tenho tanta coisa pra fazer ainda,esse projeto de gente que esta dentro de mim não vai gostar da mãe dele.
Dick:Mais o pai vai ajudar,porque eu sempre estou e e sempre estarei do seu lado.
Rae:E se....e se eu o machucar sem querer?E se eu não conseguir cuidar dele?
Dick:Ei,eu vou estar aqui,pronto para proteger você e ele,ou ela.
Rae:Não decidimos o nome,não fizemos nada ainda.
Dick:O nenem nem tem quatro dias ainda,vai demorar.
Rae:Dick...
Dick:Rae...
Rae:Te amo.
Dick:Eu também te amo,você é a melhor amiga que alguem poderia ter.
Ele me deu um selinho.
Dick:Será que faz mal a gente......
Rae:Enquanto eu estou grávida?
Dick:É,....estou com a maior vontade.
Rae:Eu acho que não faz mal,afinal não tem nem quatro dias.
Dick:E ainda tenho proteção aqui.
Rae:Ótimo.
Ele sorri e me beija,fazendo eu me deitar.Tira a camisa mais antes fecha as cortinas que tinha nas janelas.Logo depois tira os sapatos,as meias,a calça e......a cueca.Tirei a minha blusa,beijei mais ele e depois meu sutiã.Ele estava por cima então eu mudei as posições.Tirei minha calça e em poucos instantes estava nua como Dick.Ele apagou os dois abajures e ficou escurinho aqui dentro.Beijava meu pescoço,e descia até minha barriga em seguida voltava,eu gemia baixinho para provocá-lo mais.
              .............................................Tempo depois..........ATCHIIMMMM!!!!!!!

Quebra de tempo

2:12 Da manhã

Dick e eu estávamos conversando sobre a escola e como eu iria fazer pra ir quando minha barriga estivesse grande.Estavamos de conchinha.
Rae:Ah eu acho que sei lá,vou esperar ganhar primeiro.
Dick:É,deve ser melhor mesmo,até porque você pode machucar o bebe se você cair e tals.
Rae:E comigo nenhuma preocupação né?
Dick:Ahn,eu me preocupo com você sim..``Ele beija meu pescoço e se deita de novo´´
Rae:Não quero ir na aula hoje,to muito esressada pra isso.
Dick:Eu também não,e se fossemos nossos pais iriam nos procurar lá.
Rae:É mesmo...
Eu ainda estava nua como ele,mais coberta com o cobertor que tinha aqui.
Dick:Tem certeza que não gosta de mim?
Rae:Ahn,por que essa pergunta agora?
Dick:Ah sei lá,depois de tudo que passamos...achei que você tinha criado algo por mim.
Rae:E-eu..não..não criei sentimentos por você.
Affe,não quero mentir pra ele,mais...to com medo de adimitir...tipo,medo de ele ta conseguindo me esquecer e eu dizer pra ele que o amo,mais ele não ligar pra isso,como eu não ligava...
Rae:Você ainda gosta de mim?
Dick:O que você acha?Mais é meio impossível continuar,por que eu te dou toda a atenção e carinho,mais você não me retribui da mesma forma,então...agora eu tento te esquecer um pouco,parar de gosta de você...talvez eu não tenha mais problemas.
Rae:Han,e se eu disesse que te amo de verdade?Da mesma maneira que você me ama?Ficaria com raiva de mim?
Dick:Não,com raiva não...mais meio estressado,tipo...te amo faz um tempão,e já assumir isso várias vezes,esperando uma resposta que enfim nunca recebi.
Rae:Hm...
Dick:Mais por que isso agora?
Rae:Ahn?N-nada...nada não.
Dick:Hm...
Eu virei de frente pra ele que ainda me abraçava,eu olhava bem nos olhos dele.
Rae:Dick...
Dick:Rae...quando você estava bêbada me chamava de Rich,ou dinossauro.
Rae:Rich é?
Dick:Aham.
Rae:Então Rich,aquele dia eu fui quem ficou bêbada...e agora é a sua vez.
Dick:Quer que eu fique bêbado,as duas da manhã?Em uma casa na árvore?
Rae:Algum problema?
Dick:Não é que. . .ah,eu não tenho bebida aqui.
Rae:Busca ué,tem um barzinho que sempre fica aberto até essa hora.
Dick:Mais agora?
Rae:Aham.
Dick:*Bufou*Ok,eu vou lá pegar.
Ele se levanta nu e me cobre de novo,pega a roupa que usava antes e veste.Arruma mais ou menos o cabelo e pega o dinheiro,em seguida desce.
.....Algum tempo depois......

Dick acabou de chegar,fechou a porta com chave  e colocou as bebidas no chão.
Dick:Você quer me ver bêbado?
Rae:Sim..
Eu já tinha vestido minha roupa,e estava sentada com o cobertor na perna.
Dick:Ok né,o que eu não fasso por você.
Rae:Para de blá blá blá e bebe logo.
Ele pegou pegou um abridor e abriu obviamente as quatro garrafas de uma vez.
Rae:Não usa copo?
Dick:Não preciso.
Virou a primeira garrafa e logo em seguida a segunda a terceira e a quarta.

MINUTOS DEPOIS. . . .

Não tenho nem o que falar....Dick se sentou na minha frente e começou a dizer merda.
Rae:Dick?Haha,se tá bem?
Dick:Pss,lógico que tou,por que não estaria?
Rae:Sei lá....
Dick:Ei garota,sabia que na festa da Kori,eu peguei a Kori!
Rae:Como assim?
Dick:Peguei tipo haha beijei ela...
Rae:Sério mesmo?
Dick:Ahan...
Rae:Que legal....mais....e eu?
Dick:Você o que?Nós s-somos amigos não é?Você prefere outros do que eu aqui...esse lindo rapaz na sua frente,que está com a maior vontade de te beijar.
Rae:Eh...
Dick:Eh o que?Eu também tenho uma vida,não posso te esperar pro resto dela.
Rae:Tem razão...queria que me disesse isso quando estivesse sóbrio...
Dick:Eu não fico muito bebado com quatro garrafinhas.
Rae:Haha,não diga.
Dick:Não diga...hahahaha,Rachel,to com sono...
Rae:Deita aqui.
Dick:Não,quero deitar na suas pernas...
Rae:Ah ok...
Me encostei na parede e ele se deitou,colocou a cabeça nas minhas coxas,pegou o cobertou e nos cobrimos.
Dick:Faz carinho.
Rae:Ta exigindo demais.
Dick:Por favor.
Revirei os olhos e comecei a fazer carinho nos cabelos dele.Ele se virou em direção a minha barriga e fechou os olhos enquanto eu acariciava.
Dick:Rae?
Rae:Oi?
Dick:Nada não haha.
Rae:Que graça.
Dick:To com saudades do Marley.
Rae:Tá?
Dick:Humhum, me promete?
Rae:Oque?
Dick:Cuidar de mim todos os dias?
Rae:Por que esta falando isso agora?
Dick:N-não é nada,só queria que você nunca me abandonasse.
Rae:Mais eu nunca vou te abandonar.
Dick:Que bom.
Rae:E você vai?
Dick:Não consigo imaginar eu sem você,tipo..quando você entrou na escola achei que seria só mais um casinho....mais você se tornou tudo pra mim.
Rae:Quando eu entrei  achei que você era só um garoto idiota pegador ridiculo que só ligava pra si mesmo.E você é...
Dick:Ei..
Rae:Haha to brincando,você só é pegador e ridículo.
Dick:Eu não sou pegador.
Rae:É sim Rich,adimita.
Dick:Não Rae,eu não  sou O Pegador,mais tipo,eu só curtia.Na verdade estava esperando a garota certa chegar e agora que ela chegou,não tenho mais nada pra fazer por que ela não me quer.
Rae:Você acha que eu sou a garota certa?
Dick:É claro,quer dizer....eu achava que era a Kori,mais me enganei muito.
Rae:Ahn Dick.
Dick:Richard Júnior cambio,esta me ouvindo?Chute a mamãe se estiver.
Rae:Ei por que eu?
Dick:Você é a única que pode senti-lo.
Rae:Ele ainda nem criou pernas pra me chutar.
Dick:Ah é mesmo,mais enfim,papai ama você.Quando você nascer,papai vai comprar muitas roupas,muita comida,e várias outras coisas.
Rae:Hm...
Dick:E pra mamãe também não é Rae?
Rae:Mais tipo,a gente nem namorando está....somo só amigos coloridos.
Dick:Melhor uma amizade colorida do que um namoro em preto e branco.
Ele já desistiu do namoro...ahn.
Rae:Eh,eh mesmo...
Dick:Que foi mor?
Rae:Ahn,n-nada...nada não.
Dick:Certeza?
Rae:``Na verdade não´´,tenho.
Dick:Ok então,vamos dormir.
Rae:Eh vamos.
Ele saiu das minhas coxas e se deitou no tapete super macio,eu fiz o mesmo só que pro lado oposto dele.
Dick:Durma bem.
Rae:Você também.
Ele me abraçou e ficamos de conchinha de novo.Ele ficava dando selinhos nas minhas costas.
Dick:Nunca vou te esquecer...
E dormimos agarradinhos até de manhã.


Notas Finais


Então o que acharam?Comentem aqui em baixo e favorite.
Dsclp qualquer errinho.......
E Flwzz.........


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...