História Frienemies - Capítulo 48


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Colegial, High School, Jeon Jungkook, Kim Taehyung, Taekook, Vkook, Yaoi
Visualizações 81
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


olá :)

Capítulo 48 - Capítulo 48.


[yoon]

ei como está?

[hobi]

a gente chegou e ele foi pro quarto e ta no banheiro tem 40 minutos já

ele não diz nada yoongi

ele só fica calado e olhando algum ponto fixo

eu estou mt preocupado

[yoon]

eu também estou

mas deve ser o modo dele de lidar com as coisas

 são momentos mt difícies para sair da mente dele num clique

[hobi]

eu sei :(

nem eu acredito em tudo isso que aconteceu ainda

você está no hospital?

[yoon]

cheguei tem alguns minutos

o taehyung saiu do coma, a mãe dele acabou de me avisar

[hobi]

que noticia ótima!!!!!!!

[yoon]

sim, mas ainda é tudo muito delicado

a recuperação pode ser rápida, como pode ser lenta

depende de quando ele acordar

o coma pode trazer sequelas, assim como o modo inconsciente

[hobi]

isso me deixa mt triste mano eu nem sei o que dizer pro jungkook, ele está em um modo extremo de negação

[yoon]

verdade, mas o que mais ele precisa agora é da gente

[hobi]

é! eu vou já tirar ele do banheiro

[yoon]

faz ele comer algo e descansar, mesmo que ele tenha dormido mais de um dia, ele deve estar exausto

[hobi]

o pai dele está fazendo uma comida, vou cuidar dele

[yoon]

ok amor

te amo

[hobi]

bjs te amo

{...}

A água extremamente gelada pingava de vez em quando do cabelo de Jungkook, ele estava olhando para a parede à frente dentro da banheira cheia da mesma água que parecia gelo. Sentia parte do seu corpo dormente, estava absorto de tudo ao seu redor e por aquele momento não tinha ideia do que fazer, não tinha forças e só queria que as coisas começassem a fazer sentido.

Prendeu a respiração e pela quinta vez se afundou na água e encostou o fundo, sentia o seu corpo tremer, mas queria tanto acordar, queria tanto se sentir bem, mas quem podia fazer aquilo por ele era quem estava o deixando assim. Seu corpo já começava a dar indícios de querer ar em si, mas Jungkook prendia e aquela queimação lhe consumia. Ouviu sons e logo uma mão lhe puxar para cima.

— Jungkook! — ouviu a voz de Hoseok, balançou a cabeça respirando percebendo seu corpo agradecer pelo ato. — o que você estava fazendo? Essa água está muito gelada, você pode pegar um resfriado se continuar nela. — disse o olhando que suspirou e concordou. — vamos JK. — disse baixo o segurando e o levantando, ele estava pálido e com os lábios roxos.

Hoseok o enxugou e o fez vestir uma roupa quente, mas ele continuava gelado e tremia um pouco. Para Jungkook aquilo era uma maneira de o dizer que estava vivo e pretendia ficar com o corpo naquela temperatura por um tempo indeterminado. Deitou na cama e se abraçou num travesseiro, o que foi uma péssima ideia e lhe trouxe lágrimas aos olhos.

— Tem o cheiro dele. — sussurrou a abraçando mais e Hoseok fechou os olhos suspirando sem saber o que dizer. — eu nunca imaginei o quanto o amor é grande em proporções que nem podemos contar Hoseok, em sentimentos, em cores, a falta que o Taehyung me faz agora é como se eu não estivesse completo e eu realmente não estou, e é tão estranho o quanto uma pessoa se misturar com você a medida que um relacionamento e um amor mútuo se inicia. — disse olhando o melhor amigo que concordou. — ele já é parte de mim e ele longe me deixa pela metade, sem saber o que vai acontecer, sem certeza de que ele vai acordar.

— Você quer algo agora? — o amigo perguntou sentando na cama e ele negou se apertando mais no travesseiro.

— O que eu quero não pode vir até mim, então eu não quero nada. — disse baixo e se cobriu com o edredom até sua cabeça. — obrigado pelo o que você tem feito, mas eu realmente quero ficar sozinho, eu te amo muito Hoseok, mas eu não sei lidar com as coisas quando há pessoas ao meu redor, eu preciso de um tempo pra mim. — o olhou e o mais velho concordou.

— Eu entendo. — foi até o mesmo beijando sua testa. — qualquer coisa é só me mandar uma mensagem, eu estarei aqui embaixo. — Jeon concordou, se afastou e o encarou. — ele saiu do coma Jungkook. — disse e Jungkook pareceu ganhar um fôlego a mais. Mas a angustia não abaixou nenhum pouco. Pois nada era tão simples assim, todos sabiam que não era.

— Obrigado por me dizer. — soou baixo, Hoseok deu um leve sorriso e saiu do quarto.

Jungkook não queria mais chorar, na verdade, apesar de todo o sentimento melancólico ao seu redor, ele já não tinha mais vontade de chorar. Ele queria apenas que aquela sensação angustiante e de vácuo no seu peito desse trégua. Ele nunca foi tão pessimista na vida, mas todas aquelas frases de motivação lhe machucavam, pois ele sabia que elas eram palavras para confortar algo que ninguém tinha ideia do que realmente dizer. Ninguém sabe o que dizer quando uma pessoa próxima e amada está à beira da morte, as pessoas não sabe lidar com a morte e tentam ao máximo esconder suas dores em frase de 'vai ficar tudo bem', elas criam falsas esperanças e são tão piores quanto notícias ruins.

Jungkook já não queria as ouvir, ele já estava cansado delas.

{...}

[jungkook]

eu estou esperando você cumprir a sua promessa.

tem três dias desde a sua última mensagem e tanta coisa aconteceu, eu não me importo de que você leia isso depois, você me dá a liberdade de poder contar dos meus maiores medos para você contar tudo.

percebi que eu não sei lidar com situações muito sérias, não sei lidar com a morte, eu não sei e isso me deixa muito irritado, pois eu entro em um estado quase vegetativo em que eu não sei dizer nada, não sei demonstrar nada...

hoseok me disse que você saiu do coma, uma parte dentro de mim reacendeu tão rápido, mas mesmo assim eu me sinto angustiado e nervoso. eu sinto muito pelo o que aconteceu, e me desculpa por dizer isso, mas eu me sinto tão culpado por isso.

saber que tudo poderia ter sido evitado se ele apenas não nos conhecesse. eu estou com medo de ir no hospital, eu estou confuso e eu quero que tudo se resolva, mas ao mesmo tempo não sei como vai ser.

me desculpa se você ler isso depois, eu estou como raciocínio totalmente perdido e a minha mente está confusa.

eu te amo.

e é eu e você taehyung, hoje, amanhã e pra sempre.

 


Notas Finais


<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...