História From Darkness To Light-Kim NamJoon - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Lovememarques
Visualizações 261
Palavras 1.490
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Harem, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Será Que Estou Amando Ela?


Namjoon on

Aquela filha da puta, não sai da minha cabeça, e isso me deixa puto,não sei pra que fui deixar essa garota atravessar meu caminho,ela me tira do serio como se eu fosse um moleque qualquer, muito marrenta ,ela me desafia sempre,mas ela não se cria comigo.

Ando me drogando mais do que o normal ,depois que essa infeliz apareceu,me drogo pra tentar tirar aquele olho assustado que chama atenção de qualquer um,eu não me interesso em mulheres nenhuma a anos, e não vai ser agora que vou da espaço pra essa porra entrar na minha mente,mulher não presta e, não vale a pena sentir porra nenhum por elas.

Ontem me droguei demais,e ao chegar em casa fui ver ela,e ela estava chorando a beira da cama,por um segundo algo bem la no fundo dentro dizia que a culpa era minha,e a vontade estranha de ir ate ela me veio.Mas não fiz e nem nunca vou fazer,eu não quero me permitir sentir algo por ela,ter carinho. pena nada ou qualquer outro sentimento por mulheres,so faz o cara virar um babaca sentimental .e depois joga fora como se fosse uma roupa velha. que não serve mais,sentimentos que tenho so pela minha Irma e minha filha.Eu não quero toca-la por diversão e nem prazer,eu sei que vai da merda.

Mina- que você quer?veio ver minha  desgraça?ja viu,agora sai-Gritou alterada quando abro a porta do quarto, e vejo ela sentada a beira da cama como de costume.EU sabia que de uma forma ou outra ela estava certa de ser tão arrogante comigo,ate porque sou pior.

Eu me transformei no pior pesadelo dela,é melhor assim,quanto mais ela me odiar melhor,pra longe ela vai ficar,se não vou acabar me envolvendo com essa garota ,que ela tanto protege ate eu me machucar de novo,Eu não quero sentir nada por ela, mas também não quero machuca ela,mas ela desperta o meu pior lado sempre vem me peitar acabo perdendo o controle,e machuco ela,eu sinto tanta raiva daquela morena ixa,merda,isso ta tenso,eu odeio sentir algo pelo sexo oposto,e ela me faz sentir desejos por ela,to perdendo o controle da minha vida da minha sanidade por ela porra não me reconheço.

Nam-já vi que o amor carinho ternura que te dei você deixa de lado pra ficar de marra-falo soando sarcástico frio e cruzo os braços,tentando ser quem eu sempre fui,mas que perto dela não consigo ser não tivesse na ondas das drogas,sei não...

Mina- O que você faz comigo so me faz ter mas ódio de você,a cada segundo que se passa,idiota -se vira deitando na cama e virando de costas pra mim e mesmo contra luz apagada e so com a luz do lado de fora clareando o quarto,consigo ver ela com um short mostrando a sua bunda quase toda aquilo me exita.

Nam- Melhor assim -sai do quarto rápido e fecho a porta.

Fui pro meu quarto indo direto pro banheiro e tomo um banho gelado pra vê se esse calor passa,merda,não posso tocar nela,por mais que eu queria,se fosse em outras situações ou com outras mulheres,eu já teria feito de tudo,ela me deixa maluco ela e gostosa,Respira Monster respira antes que você faça merda.

EU preciso tirar ela da minha cabeça,preciso arrumar alguém pra foder gostoso,me condenem seu eu não arrumar alguém vou fazer com ela e vai ser a força.Sai do banheiro pegando uma toalha e enrolando na cintura sem me secar ,ta calo aqui ou sou eu exitado?.

Fui ao closet pegar uma cueca boxer amarela,e uma bermuda vinho,fico sem camisa,passo um desodorante e um perfume bem cheiroso,pego bastante camisinha  e coloco nos bolsos da bermuda perto do joelho.pego as chaves da minha moto e saio do quarto batendo de frente com um ser humaninho de cabelos bagunçados -So-ra?,que ela faz a essa hora acordada?.

So- Papai a tia mina ta chorando,ela ta dodói?- me olha com aqueles olhos fofos e lindos,como resistir fiz uma filha mais maravilhosa do mundo.cada dia que se passa mas ela se parece comigo,fazer o que somos uma obra de arte,

Pego ela no colo dando um monte de beijos ela e ela sorrir sentindo cosquinhas,ela ainda tem meu lado carinhoso,so espero que ela nunca mude,já a tia dela tem me tirado do serio,infelizmente a uruka mudou.

Nam- E so aquele negocio de mulher igual a tia uruka meu amor,a deixe sozinha jaja ela fica bem,um dia você tiver grande como elas também vai passar por isso,e ruim mas e uma fase que toda mulher tem que passar ok- menti para ela não queria de modo algum que minha filha visse esse meu lado monstro,ela e pequena de mas pra ver quem realmente e seu pai,acho que ela não ia aguentar saber que sou ruim a ponto de bater em uma mulher quando estou tomado pelas drogas.

So-ra- Posso chamar ela pra brincar papão por favor- faz biquinho e me agarra no pescoço com seus dois bracinhos pequenos olhando pro quarto da mina.

Nam- pode,aproveita e chama ela pra comer,e diz que eu tive que sair ta?-dou um beijo em sua bochecha.
coloco ela no chão e ela sai correndo indo direção do quarto,ela parece gostar da mina,e seu eu dizer não pra essa amizade ela vai ficar sentida conheço bem a filha que tenho.

A So-ra e muito esperta para a idade que ela tem,e sei que mentir para ela e bem difícil quando se tem a verdade bem na cara,ela vive prestando atenção,ela e minha copia,esse lado esperto dela faz ela perceber tudo,ela so não ficar forçando as perguntas mas sei muito bem a cria que tenho,so questão de tempo pra ela ligar uma coisa a outra.

Jin- Fala minha bicha -sai entrando dentro de casa assim que abro a porta pra sair.

Yoongi- Ta me traindo filho da puta não acredito-começa de viadagem,esses dois não vale nada credo.-dei um tapa na orelha dele.

Yoongi- porra monster essa merda dói cara-Passa a Mao na orelha e entra reclamando.

Jin- Cadê  a Uruka?-Vai em direção a sala olhando pra vê se achava ela.

Nam- Se não me engano pago a faculdade dela,a essa hora-olho o relógio -ela esta la,- me repsonde uma coisa o que vocês dois filhos dap uta tanto quer com ela posso saber?

Yoongi- Ela.....

Jin- Ela pediu pra vir aqui buscar uns ingressos de show ,o Shaw Mendes vai fazer um grande show aqui na coreia do sul cara to doido pra ver,mano amo de mas as musicas dele,e o Stiver Aoki também vem-fala eufórico.—Falou com cara que não convenceu nada pura encenação conheço bem esses dois e sei quando estão mentindo,mentem bem a ponto de qualquer um acreditar,mas sou macaco velho,dessa vida de mentira sou o rei coitado.

Yoongi- Qual é monster,não confia mas na gente não?:,somos seus amigos parceiros dessa vida de crime qual e irmão to me sentindo magoado,póe a Mao no peito se finge de ofendido.

Escuto a So-ra na parte de cima da casa,e lembro da mina,não quero ver ela,e nem quero que eles a vejam aqui.Se eles souberem que aceitei ela em troca de dividas que o pai dela tinha,isso vai da merda,e a ultima coisa que quero e brigar feio com meus irmãos.

Ouvir a risada gostosa da mnha filha brincando me deixa feliz e ao mesmo tempo triste pos sei que ela nunca viu a mãe,e quando a mãe dela aparecer pra ver ela isso não vai ser legal,ela vai sofrer,não sei o que faço tento me manter firme nisso tudo mas tenho medo de desabar,e não ter ninguém eu me segure quando esse dia chegar,-respiro fundo.

Nam-Acredit em vocês,so que ela não esta aqui,eu estava indo pro casarão resolver umas paradas pendentes,os armamentos que você foi pegar jin ,tenho que ver como estão,se são o que quero se estão em boas condições,confio em você mas quando uma guerra estourar não quero meus soldados se dando mal compreende?.-Disse abrindo a porta e saindo rápido.

A Uruka entra com uma bela mulher de cabelo pretos em forma ondulada,de sorriso meigo e acanhado,estava trajando uma camiseta de alcinha azul clara, com um sobretudo de renda,de calça jeans preta,e um tênis All star preto nos pés estava linda,nossa onde minha Irma arruma tanta amiga gata?,to a perigo nessa casa cheia de mulher Deus- respiro fundo.

Seu sorriso muda  ao me ver?,acho que sou um carrasco mesmo,pos a menina ficou seria ao mesmo tempo assustada,porra to vendo que o mundo me odeia mesmo.

Jin- Quem é essa?-Olha pra Mina que esta assustada ,no alto da escada,parece não esta respirando,OI,pera,que?--Ela ta passando mal,não faz isso,Deus,ela não se meche parece que vai desmaiar,não acredito.

Uruka--- A Nossa,vocês não sabem?,vou apresentar,essa e a nova prisioneira do meu irmão,Não e mesmo maninho?-Não tinha contado com esse personalidade dela ,-Olhei pra ela,e o ódio subiu a cabeça,ela chamou eles aqui pra armar uma pra mim,a irma safada que eu tenho manipuladora,ela criou meios contra mim serio isso?-eu te banco sem vergonha,não acredito.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...