História From Time To Time - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Tags Drama, Miraculous Ladybug, Revelaçoes, Romance
Visualizações 22
Palavras 1.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais uma hoje porque acabou dando certo. Boa leitura.

Capítulo 10 - The Beaver Tamer


Fanfic / Fanfiction From Time To Time - Capítulo 10 - The Beaver Tamer

Eu parei olhando chocado. Ela não lembrou de mim? Só pode ser isso. É claro. Ela nunca me viu sem as roupas de gato.Tem que ser isso.

-Ladybug?

Ela para de beijar o garoto e eu vejo como uma oportunidade. Ela vai lembrar de mim com essas roupas.

-Eu senti tanta falta de você. -me aproximei dela e a abracei. -Desculpe demorar tanto para te encontrar.- me distanciei um pouco e olhei pro rosto dela. Ela me observou um tempo e perguntou.

-Quem é você?

Eu arregalei os olhos. Como? Não pode ser. Ela esta com a roupa de joaninha. Já era pra ter usado os brincos e lembrado. Olhei para as orelhas dela, onde esta os brincos? Essa era a fantasia do circo?

-Pode soltar minha namorada?- o garoto que ela estava beijando perguntou.

Droga! Me distanciei e segurei as lágrimas.

-Me desculpe. Qual é seu nome?- forcei um sorriso.

-Tamer.

-Esse é o seu nome artístico não é? Pode me dizer o real?

-Não.

-Observei ele um pouco. Tinha cabelos brancos um pouco sujo, olhos de duas cores e pele clara. Não demonstrava nenhuma expressão e usava um terno.- Será que eu poderia falar um pouco com a Ladybug?

-Fale.-cruzou os braços e me encarou.

-A sós.- encarei ele de volta.

-Garotos. Sou eu que decide isso, não?- a Ladybug disse um pouco envergonhada pelas pessoas já estarem olhando curiosas.

-Faça o que quiser. -o Tamer falou, neutro, saiu de cima do caixote e foi embora.

-Então, o que você quer?-  ela erguntou

-Podemos ir pra um lugar mais reservado?

Ela me olhou desconfiada mas acabou cedendo.

-Certo.

Ela desceu do caixote e foi para a barraca dela. Eu acompanhei. Ao chegar lá ela me ofereceu um cadeira e depois sentou na cama. Ficamos em um silêncio por um tempo mas eu quebrei.

-Então, seu namorado é do circo?

-Sim. É o domador de feras.

-Uma pessoa de poucas palavras.

-Gosto disso nele.

Escutar isso doeu. Então eu vi os brincos dela em cima de do criado mudo. Me levantei e fui pegar.

-Não encoste nisso!- ela se levantou e pegou antes de mim.

-Desculpa.

-Tudo bem. É só que esses brincos podem ser uma oportunidade de descobrir quem sou.- ela baixou a cabeça.

-Ladybug...- fui me aproximando, não podia me conter. Peguei no rosto dela com as duas mãos e fui me aproximando. Mas ela me empurrou.

-O que você pensa que está fazendo? Saia daqui.

-Mas...

-Agora!

Eu sai e lá fora me encontrei com o Tamer. Ele se aproximou de mim e sussurrou.

-Não chegue mais perto dela.- depois entrou na barraca.

-Droga, e agora?- pensei um pouco e lembrei de uma coisa- Essa não, o Oliver!

Sai correndo, mas esbarrei em um senhor. Era o Mr.Bunk.

-Olá garoto. mas que roupa estranha. Planeja entrar no circo?

-Não senhor. Eu preciso encontrar um garoto com licença.- afastei ele pro lado e continuei correndo até chegar no meu lugar.

-Idiota. Me deixou esperando muito tempo.

-Desculpa Oliver.

-Idiota.- ele me xingou e saiu andando pra saída.

Suspirei e fui atrás dele. Preciso me desculpar melhor.

-Ei amigão, não fica assim. Me desculpa está bem?- ele me ignorou- O que acha de jogarmos bola quando chegar na hospedaria?- ele parece considerar.

-O que mais?- ele pergunta com um sorriso malandro.

solto um suspiro -Também deixo você dormir no meu quarto.

-Oba! Está bem. Também não vou dizer pra mamãe que você me deixou sozinho. Certo?

-Melhor assim mesmo.- sorri pra ele que ficou super feliz.

Chegando na hospedaria o Oliver foi contar pra mãe dele como foi o circo e eu fui pro meu quarto descansar um pouco antes dele me chamar pra jogar. Eu preciso fazer com que a Ladybug se lembre de mim antes do circo sair da cidade. Mas como fazer isso?

 

 

 

 

 

 

 

 

No outro dia acordei muito cedo. Eu tinha dormido mal. Mas precisava ir cedo para o circo hoje. Pedi para o Mr.Backer avisar para a Mra.Middleford que eu voltaria antes do almoço e sai. Chegando lá me transformei atrás de uma tensa e fui atrás do Mr.Bunk, queria pedir pra entrar no circo. Encontrei ele em uma barraca que me indicaram.

-Mr.Bunk?

-Mas você é o garoto de ontem. Como vai querido?

-Mr.Bunk, eu gostaria de entrar no circo.

-Hora, bem, vamos para a tenda do circo e me impressione.

Acompanhei ele até a tenda principal.

-O que eu devo fazer?- perguntei.

-Apenas me impressione. 

Eu pensei um pouco e peguei me bastão. Apoiei ele no chão e subi o mais alto que podia comigo em cima dele. Deixei ele apoiado no chão e fiquei em pé me equilibrando. Em seguida me segurei apenas com uma mão e deixei as pernas no ar. Não consegui mais pensar no que fazer e desci.

-Você tem um ótimo equilíbrio, mas precisa ter uma performance e mais glamour. A sua aparência e fantasia também são ótimos.- ele de repente apareceu atrás de mim e acariciou meu peitoral. Eu me arrepiei e me afastei.

-O que você está fazendo?- perguntei assustado.

-Sim, também tem um ótimo físico. Está contratado. Por enquanto não terá um número apenas seu mas poderá trabalhar com a Dolly.

-A garota da corda bamba?

-Sim. Ela lhe ensinará tudo que precisa saber. Terá até amanhã para se despedir dos seus familiares. Esteja aqui com suas coisas pessoais pois iremos partir.

Eu não tinha pensado nisso. Como explicarei para os MIddleford que não ficarei mais com eles? Não pense nisto Adrien, você não é desta época, precisa voltar para Paris na sua época.

Voltei para a hospedaria e fui conversar com a Sra. Middleford. Ela ficou um pouco triste mas entendeu que eu precisava seguir meu próprio caminho. Mas quando fui falar com o Oliver ele não aceitou, ficou com raiva de mim e me ignorou o resto do dia. O dia passou e eu fui dormir.

No outro dia eu já estava com as malas feitas. Fui tomar o café da manhã e me despedir das pessoas que me acolheram tão bem. A Sra.Middleford em deu um pacote com frutas, queijos e pães, eu agradeci e a abracei. Ela me disse que me considera um filho, e isto me deixou feliz. O Oliver nem havia saído do quarto. No dia anterior eu comprei um coelho de pelúcia pra ele. Entreguei para a Sra.Middleford e pedi para ela entregar para ele e dizer que ele era meu irmãozinho especial e que eu iria sentir falta dele. Abracei mais uma vez ela e fui embora.

No circo o Sr.Bunk me levou para uma barraca que eu dividida com mais um garoto. Ele era um malabarista. Eu não tinha uma barraca exclusiva como a Ladybug porque não tinha meu próprio número. Bem, agora tudo que devo fazer é me concentrar em fazer ela lembrar e mim. O meu único problema é o Tamer. No fim tudo da certo não é? Estou esperançoso.


Notas Finais


Obrigado por visitarem o meu circo de hoje. Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...