1. Spirit Fanfics >
  2. Fruto Proibido >
  3. Complicado

História Fruto Proibido - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - Complicado


Fanfic / Fanfiction Fruto Proibido - Capítulo 17 - Complicado

Pov's Dag

Stoico arregalou os olhos em choque.

-O QUE!?!-berrou furioso.

Engoli o seco.

-Calma pai,não é da maneira que imagina-afirmou Seeylfe-Eu e Dag nos amamos.

-SE AMAM?VOCÊ TÁ ESTÁ LOUCA,SEEYLFE!?!-se indignou-ELE ESTÁ SE APROVEITANDO DE VOCÊ!ELE É UM HOMEM E VOCÊ É UMA MENINA!

-Ei,eu não sou assim!-protestei ofendido.

-Cale a sua boca ou vou voar no pescoço-ameaçou cerrando os dentes,o que me fez arregalar os olhos assustado e recuar pra trás.

-Eu não sou uma menina,não mais!-rebateu Seeylfe decidida-Tenho 18 anos de idade agora!

-Há quanto tempo tem essa besteira?-questionou sério.

Putz...

-Ah...alguns meses-respondeu ela fazendo uma careta.

Stoico arregalou os olhos e me encarou,ficando vermelho de raiva.

-SEU...PEDÓFILO!-gritou furioso avançando na minha direção e pulando em cima de mim.

Pov's Seeylfe

-DAG!-me assustei ao ver meu pai pular em cima dele com tudo e começar a esganá-lo-ALGUÉM FAZ ALGUMA COISA!

Soluço,Astrid e mamãe se moveram e com muito esforço,fizeram papai soltar meu namorado.

-VAI EMBORA DA MINHA CASA!-ordenou furioso se soltando dos três-E NUNCA MAIS CHEGUE PERTO DA MINHA FILHA!

-Mas Sr.Strondus...-Dag contestou.

-AGORA!-disse furioso.

Dag suspirou e se afastou,indo embora.Astrid logo o seguiu.

Papai me encarou profundamente.

-De todas as decepções que você me deu,essa foi a pior-afirmou.

Meus olhos se encheram de lágrimas.

-Eu o amo,pai-declarei chorosa.

-Não diga isso!-mandou irritado-Vocês não vão se ver nunca mais!Escreva o que eu digo!

E então,se retirou,junto com mamãe.

Arfei incrédula,encarando Soluço.

-Ele não pode me proibir de ir pra escola!-alertei e arregalei os olhos em seguida-Ou pode?

Ele suspirou.

-Eu não sei de mais nada-confessou-Só sei que a situação vai piorar e muito!

Engoli o seco.

(...)

No dia seguinte...

Papai nem sequer olhou na minha cara,mas não tentou me impedir de ir pra escola,o que de certa forma,me deixou um pouco aliviada.Talvez a raiva dele tivesse passado mais,porém,quando ele estivesse pronto,iríamos  conversar.

Era segunda-feira e o primeiro tempo era História.Aguardei na sala,sentada na minha cadeira,ansiosa para ver Dag.Queria saber se ele estava bem.

Minutos depois,o diretor North entrou na sala.

-Caros alunos,vocês terão esse tempo liberado,até acharmos um outro professor de História-anunciou.

Arregalei os olhos em choque.

-Porque?O que houve com o Professor Hofferson?-indagou Heather confusa.

-Recebemos uma denúncia anônima de que o Professor Hofferson assediou uma de nossas alunas-explicou me chocando-Não há provas contra ele,mas enquanto ele estiver sendo investigado,ficará afastado da escola.

Não quero acredito que meu pai fez isso!Dag não me forçou a nada!

Quando North se retirou,esperei um pouco antes de sair da sala.

Pov's Dag

Coloquei a caixa dentro da mala do meu carro e em seguida,a fechei.

-Dag!Espere!

Virei-me surpreso,vendo Seeylfe se aproximando.

-Pelo visto você já  soube...-comentei.

-Isso não é justo!Meu pai não podia ter feito isso!-disse revoltada e em seguida fez uma expressão triste-Sinto muito...

-Nós já sabíamos das consequências,Seeylfe-lembrei-Agora teremos que enfrentá-las.

Ela desviou o olhar,segurando choro.

-Você vai ficar bem?-perguntou aflita-Afinal...é minha culpa por você estar passando por isso.

Me aproximei dela,erguendo seu queixo e fazendo-a me encarar.

-Eu não me arrependo de ter me apaixonado por você-afirmei-Vou ficar bem.

Lhe dei um beijo delicado nos lábios e em seguida,me afastei,abrindo a porta do carro e entrando no veículo.

(...)

Dias depois...

Pov's Seeylfe

Eu tinha certeza que meu pai tinha feito a denúncia,apesar dele não ter confessado nada.Porém,meu nome nem sequer foi mencionado na investigação contra Dag.

É claro.Meu pai não ia querer que soubessem que sua "filhinha querida" se envolveu com o Professor de História.Ele quer manter a "honra" dos Strondus.

Soluço me contou que por Dag estar afastado do emprego,ficou sem o salário.Ele e Astrid ainda tinham um pouco de dinheiro herdado dos pais,mas não ia durar por muito tempo.

Franzi a testa determinada,me levantando da cama.

Eu vou ter que fazer alguma coisa e já!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...