História Fuck and Weak - Chanbaek - - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Visualizações 128
Palavras 1.327
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Genteeeee meus pãezinhos de mel
Mil perdões pela demora meses, mas é que estava um pouco difícil e confesso que eu perdi o foco da fic e estava pensando em abandonar mas ai retomei forças e agora vou continuar porque vocês são especiais bjo sem enrolas aproveitem a fic e muito obrigada por não desistirem❤❤❤

Músicas pro cap.

✓Umbrela - Rihanna
✓take me down - Troye Sivan
✓how - the neighbourhood

Capítulo 8 - Destino?


Fanfic / Fanfiction Fuck and Weak - Chanbaek - - Capítulo 8 - Destino?

Naquela noite tudo estava de ponta cabeça para Chanyeol, apenas restava um Park Chanyeol em pedaços dando passo lentos sob aquela chuva de ácido e dor.

Chanyeol andava sem rumo até se deparar com uma lojinha de conveniência, por si, resolveu ali mesmo beber aquela noite até o sol nascer. O gigante entrou dentro da loja tapando metade de seu rosto com uma máscara e dali saiu  com seis garrafas de soju, das quais seriam  maior veneno do rapaz naquela noite. A chuva era um pouco mais forte agora, Chanyeol se jogou na beira de uma ponte e ali sentado começou a ingerir todo aquele álcool sem nenhuma moderação.

Baekhyun Estava indo em direção a sua casa, um tanto apressado por conta da chuva e por estar atrasado, o que resultaria em sua pai bravo consigo.

—Aish! Tinha que estar chovendo logo agora?

Resmungou baixinho, então pode observar uma pessoa sentada na beira da ponte, o que o deixou um tanto confuso e assustado, apertou o guarda-chuva que segurava e arrumou sua mochila, e seguiu em direção a pessoa, colocando o guarda-chuva em cima da mesma, impedindo que a chuva o molha-se mais, então percebeu que era Chanyeol:

—Oh! Você de novo? O que está fazendo aqui? Está se molhando todo.—Perguntou.

—Ah...eu não tô me mo...mo...molhado....morango... molhando...—Respondeu Chanyeol em meio a vários soluços devido ao álcool. 

-Ah! Está bêbado! — Baekhyun reclamou ao sentir o hálito do mais velho, então levou uma de suas mãos a cintura do mais velho, tentando o tirar da beirada. —Vamos desça dai vou levá-lo para casa.

—Não! Ahahahaha .... Eu sou um lixo .... Devo morrer.—Park se inclinou mais para pular da ponte.—Eu não tenho nenhum motivo pra viver ahHahHahaha.—Sorria fraco mas ainda sim psicopático.

—O que? Ya! Pare de falar isso.—Baekhyun Falou rápido, apertando a cintura de Chanyeol quando este se inclinou para frente.—Deve ter um motivo pra viver sim. Todo mundo tem. Vem, desça dai! Agora!

—YAY!!—Gritou Chanyeol quando este estendia seus braços como se fosse uma asa.—Meu único motivo de vida já se foi, eu sou só um boneco de lixo, eu quero morrer.—Chanyeol ia dar seu passo para frente, mas por conta do escouro liso acabou por escorregar e cair sobre Baekhyun.

O peso de Chanyeol os fez cair no chão, fazendo com que Baek caísse por de baixo de Chanyeol, fazendo o guarda-chuva cair também, mas quando estava quase voando Baek o segurou, enquanto com seu outro braço segurava Chanyeol.

—Oh! Meu Deus! Você é pesado.—Disse Baekhyun.

Chanyeol estava completamente perdido dentro de si mesmo e já quase esgotado de forças mas conseguiu se jogar para o outro lado da calçada assim saindo de cima de Baekhyun. 

—Eu estou ..... com .... fo-fo-fome ahhhaha.—Chanyeol ria, mesmo estando jogado no chão em plena chuva, seu celular apitava mostrando que a bateria havia esgotado.

Baekhyun suspirou aliviado ao sentir o mais velho sair de cima de si, se jogando a seu lado, então BaekHyun se levantou, estendendo suas mãos para o mais velho, para que este se levantasse.

—Ta. Vou te levar pra casa e lá faço alguma coisa pra você comer.—Falou rapidamente enquanto levantava o mais velho.

Depois de praticamente arrastado, Baekhyun levou Chanyeol para um quarto de um mini Motel ali perto da qual Chanyeol sem saber pagou.

Dentro do quarto, Chanyeol era movido sem nenhum senso, o mesmo se jogou na cama pegando no sono tão rápido quando o flash, mesmo estando todo molhado e ainda de sapato.

Baekhyun observou Chanyeol se jogar na cama todo molhado e logo adormecer, o fazendo suspirar e ir até o mesmo, retirando seus sapatos e os colocando perto da porta.

—Não acredito que você dormiu assim.—Resmungou começando a retirar as roupas de Chanyeol, as colocando no banheiro para secar, voltando até o mais velho, que estava apenas de cueca, então vestiu um roupão em si, o cobrindo em seguida.

—O que aconteceu com você em? Bebeu tanto...—Murmurava enquanto acariciava os cabelos de Chanyeol, logo ligando para o serviço de quarto, pedindo para que trouxessem dois pratos de comida e bebida, então começou a retirar suas roupas, podendo ver o estrago que seu pai havia feito em si.

—Aquela vaca......eu vou matar meu pai.....—Chanyeol dormia feito pedra mas tinha o péssimo hábito de falar enquanto dormia, suas falas não passavam de resmungos quase inundáveis.—Eu vou mandar meu pai....ele não vai....... mãe?...—Chanyeol falava enquanto rolava apenas sua cabeça na cama assim começando a suar dando a oportunidade para que seu rosto começasse a esquentar.

Baekhyun vestiu seu roupão, assim que retirou todas as suas roupas e se virou para Chanyeol, vendo que este, estava tendo um pesadelo, então Baek correu até o mais velho, começando a chacoalha-lo para tentar de alguma forma o acordar enquanto chamava várias vezes por seu nome, pedindo que acordasse de seu pesadelo.—Você está bem Chanyeol?—Perguntou um tanto desesperado, assim que viu os olhos do outro se abrirem.

—AHHH!! O QUE?! QUEM É??? A POLÍCIA AINDA TA AQUI??!!! —O maior praticamente gritou quando se despertou.— Ah é você....ah.... é.... você....MAS QIE CARALHOS EU TO FAZENDO AQUI?? COM... VOCÊ??—Se alterou novamente ao ver em seu lado um baixinho de olhos brilhantes.

—Ya! Calma! Eu te ajudei! Você deveria me agradecer.—Reclamou assim que Chanyeol começou a gritar desesperado, então Baek lhe segurou os ombros, fazendo este parar quieto.—Aish! Para quieto! Você estava bêbado e falando que ia pular da ponte, então eu te trouxe pra cá. Te tirei da chuva e pedi alguma coisa pra comermos porque você estava reclamando de fome! Deveria me agradecer, sabia?

—Eu não....bebo...—Dizia meio fraco, o flashback do que tinha ocorrido se passava na cabeça de Chanyeol como um tornado de lembranças.—Ah quanto tempo eu estou dormindo? E que lugar é esse?

—Bebe sim.—Informou se ajeitando na cama, já que Chanyeol já estava mais calmo.—Quase uma hora. Estamos em um motel. Não tinha nem um lugar próximo aberto, então resolvi entrar aqui mesmo.—Deu de ombros, não se importando muito com o local onde estavam.

—Porra! Caralho...—Escondeu seu rosto nas mãos.—Motel garoto!! Ainda bem que você que está pagando essa merda!—Chanyeol se levantou meio bambo e andou até o frigobar, e lá pegou mais uma garrafa de álcool.—O que foi? Quer uma?

—Qual o problema de estarmos em um motel? A cama é bem confortável, sabia?—Perguntou batendo suas mãos no colchão, testando a macies da mesma.—Quero um refrigerante! E não te aconselho a beber mais. Isso pode te fazer mal sabia? Eu disse que você estava bêbado minutos atrás e tentou se matar, então você vai beber novamente? Sério isso?—Perguntou um tanto indignado.

—Não servem refrigerantes em um motel garoto, ainda mais nesse aqui que parece uma espelunca, só tem álcool e....—Chanyeol fraquejou um pouco, por conta da tontura o mesmo quase caiu.

—Ya! Era o que tinha, ta bom?—Falou alto, se levantando rapidamente da cama quando viu Chanyeol se desequilibrar e quase cair, então segurou o mais valho e o levou de volta a cama.—Aish! Fica sentado aqui até a comida chegar. Depois disso você pode beber.—Tirou a bebida das mãos de Chanyeol e a colocou no chão, se virando para o mais velho e o encarando.—Porque bebeu tanto?

—Não é da sua conta.—Chanyeol iria continuar mas ao encarar as mãos do menor a sua frente, acabou entrando em um estado de viajem -algo como brisar-.

Chanyeol p.o.v# on

Merda! Estou em um motel com o garoto mais chato da cidade, a festa de meu pai é amanhã, e eu não tenho quem possa me acompanhar... ninguém gosta de mim caralho.

Nesta hora em cada lado dos meus ombros surgiu dois Chanyeol's

Chanyeol 1- Convide Baekhyun, afinal vai ser só por alguns minutos....

Chanyeol 2- Não convide essa ameba, você pode muito bem resolver sozinho esses Problemas.

Chanyeol 1- Se você convidá-lo, vai poder sair da festa o mais rápido possível.

Chanyeol 2- É melhor nem ir nessa festa, ninguém te quer lá e o velhote só quer te deserdar.

Ambos Chanyeol's- Pense bem..

Que merda que acabou de acontecer? Convido ele ou não? Ele não vai aceitar...ele vai aceitar....ele vai me levar para a polícia...eu preciso de uma cobaia pra essa festa...ahhnn...sim... não.... talvez.... não....sim...CARALHO CHANYEOL!

                  Eu devo convidar ele?

                                                       [...]


Notas Finais


Mil desculpas pela demora, demorei muito para postar, mas eu estou meio que desencorajada pra continuar, estou voltando agora graças aos apoios que tenho recebido<3 Muito obrigada pelos 55 favoritos.
Me desculpem pelo cap pequeno :/ eu farei maior da próxima**** Estou voltando, Muito obrigada leitores lindos ❤❤❤❤❤❤

https://chat.whatsapp.com/6uF1AzdC3LzEVQt5GF4qRu

Entrem no meu grupo sobre a SM, assim podem me dar as indiretas hehehe😫😫😫❤❤

Amo vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...