História Fuck Boy - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Skam (Vergonha)
Tags Chris, Eva, Skam
Visualizações 1.119
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus amores! Demorei mais como sempre, voltei! Haha Pessoal fui olhar a quantidade de favoritos e ... PÁ 45 😱😍
Quase cai pra trás, estou muuuuuito feliz pelos mesmos, principalmente pois estou ausente aqui! Obrigada por não me abandonarem 🙏🏼

E os comentários, que amoooor vocês sendo tão presentes 😍😍😍

Minha bebe nada de querer nascer até agora hahaha, em SP está fazendo muito frio esses dias, acho que ela não quer abandonar o quentinho 😂

Bem, o capítulo de hoje vai ser narrado pelo Chris, porque eu queria que vocês tivessem uma visão mais ampla sobre o personagem e para isso acontecer utilizando a Eva iria demorar muuuuuito. Então, aceito criticas elogios e sugestões, pois nunca escrevi com 2 personagens 😍

Espero que gostem! 💕

Capítulo 11 - Um outro lado


POV - Christoffer Schistad 

Depois de deixar a Eva na sua casa, fui para a casa do William guardar o carro. Já eram três da manhã, como à noite passou tão rápido? No meu celular tinha algumas mensagens dos caras dos Penetrators e uma da minha mãe.

"Você vai vir almoçar comigo amanhã?" 

Como eu não sabia se iria, preferi não responder. Já era tarde eu estava cansado, e quando William perguntou se eu não queria dormir lá eu acabei aceitando. 

- Valeu cara! - Agradeci enquanto arrumava o sofá da sala. 

- Cara, a Eva é uma garota legal e ela é amiga da Noora. 

- Idai? - Nao entendi o motivo dele ter falado aquilo. 

- Idai que a garota é mais nova, não vai sacanear ela! Noora disse que ela já passou por uns problemas com bebidas. 

- Relaxa cara! Estamos só curtindo. - Sorri e tirei a camiseta para deitar. 

- Estou vendo que estão mesmo. - William deu risada enquanto olhava para o meu ombro. - Boa noite irmão. 

Desejei boa noite confuso e olhei para o meu ombro, tinha alguns arranhões avermelhados no mesmo e eu ri. Ia mandar uma mensagem pra Eva, mais acabei mudando de ideia, William pediu para ir com calma com a garota. 

Acabei dormindo logo em seguida, depois de olhar o Instagram de algumas pessoas, inclusive de Julie. 

                            XXX

No outro dia acordei com algumas risadas que vinham da cozinha, quando entrei no ambiente para tomar água vi Noora e William no maior amasso. 

- Pow foi mal, não queria atrapalhar vocês. - Dei risada enquanto bebia direto da garrafa. William revirou os olhos e Noora me encarou sem graca. 

- Vai ficar para o almoço? 

- Nao quero atrapalhar o casal, vou pra almoçar com a minha mãe cara. - William me encarou sério por alguns segundos. 

- Sua mãe? 

- É. 

- Hoje? 

Concordei com a cabeça e fui para a sala me trocar. William não disse nada, não havia o que dizer. A verdade era que nem eu sabia o porque de ir almoçar com aquela mulher, mais ela insistiu tanto que não sei como falar que não. Antes de passar na casa dela, passei em casa para tomar um banho rápido. 

- Oi madrinha. - Dei um beijo em seu rosto. 

- Christoffer eu já pedi que me avise quando for dormir fora! - Ela parecia irritada. 

- Desculpa, acabei dormindo no William. 

- No William? Tem certeza? 

- Tenho. - Dei risada e entrei no banheiro. 

Durante o banho, eu pensei em algumas formas de dizer para minha madrinha que iria almoçar na casa da Elise. Nenhuma delas amenizariam a situação. 

- Voce vai sair novamente? - Ela perguntou quando eu passei pela cozinha. 

- Vou almoçar na casa da Elise. 

- Na casa de quem? - Ela me encarou surpresa, eu diria até chocada. 

- Ela está pedindo faz dias... 

- Voce tem certeza disso? 

- Se eu não me sentir avontade, vou embora. 

- Chris...

- Relaxa! Eu me viro. 

Depois de um longo suspiro, ela concordou. 

-  Você vai ficar bem? 

- Vou. Só peço que tenha cuidado, e paciência. Ela é sua mãe. 

- Nao. Você é minha mãe. - Dei um beijo no seu rosto. - Julie vem pra cá hoje? 

- Eu não sei, não sei como estão as coisas com Julie e Antony. - Concordei com um aceno e sai. 

Minha madrinha foi quem me criou desde os 9 anos, pois minha mãe sempre teve um pequeno problema com homens e bebidas. De uns tempos para cá, ela dizia estar limpa e pediu para que eu fosse lá algumas vezes. Minha mãe não era uma pessoa muito confiável, por isso não me surpreenderia se ela fizesse alguma merda. 

Quando cheguei na porta do Trailer em que ela morava, a porta estava aberta e o cheiro de comida exalava. Bem, pelo menos dessa vez o almoço ia rolar. 

Entrei sem pedir licença, e fiquei parado no balcão que dividia a cozinha da "sala". Elise cozinhava e cantava ao mesmo tempo, mais parecia estar chateada. Ela nem tinha notado minha presença. 

Cocei a garganta, e ela virou me encarando surpresa. 

- Christoffer.... 

- Oi Elise. - Respondi seco, não de propósito, mais era a forma que eu havia aprendido a lidar com ela.

- Oh meu Deus! Você veio! - Ela me abraçou forte e beijou meu pescoço. - Como você está lindo! Já faz tanto tempo... 

- Bem, você me convidou.. 

Ela concordou sorrindo, e arrumou uma cadeira para que eu me sentasse. O trailer estava a mesma coisa, um pouco mais arrumado do que a última vez que eu estive aqui, mais ainda era a mesma coisa. Olhei para o bar a procura de bebidas. 

- Nao tenho mais. - Ela se adiantou em dizer. - estou limpa Chris, eu te avisei. Concordei com um aceno. 

Ela voltou a cozinhar, dessa vez mais distraída do que antes. 

- Como sua madrinha está? 

- Minha mãe. - Corrigi, e ela me olhou triste engolindo a seco. 

- Como ela está? 

- Minha mãe está bem Elise, mandou lembranças. - Ela sorriu mordendo os lábios e se virou para as panelas. 

Nao era de propósito, mais Elise iria ter que lutar muito para mostrar que realmente mudou. 

- Voce e Julie ainda namoram? - Engoli a seco.

- Não! Julie está casada com outra pessoa. 

- Ah sim, me desculpa. 

- Tudo bem.. 

Um silêncio constragedor reinou, pelo jeito esse almoço seria longo. Uma mensagem chegou no meu celular de William. 

"Depois dai, vem aqui pra casa... Sua garota está por aqui." 

Uma foto de Eva tomando cerveja surgiu na tela, e eu sorri. 

"Haha, não deixa os caras chegarem perto da minha garota." 

                         XXX 


Notas Finais


💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...