História FUCK ME DADDY - Imagine hot BTS - Jungkook - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 315
Palavras 1.321
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei, vocês lembram de eu ter prometido uma fanfic, né? (Isso em outra história) pois bem... eu estou em duvida entre dois temas. Só que um eu já tenho a ideia mais formada que o outro então tá difícil.


Boa leitura

Capítulo 5 - Capítulo 5



... só que ele não deve ter visto meu pai bem na nossa frente.

Eu joguei ele pra longe, comecei a gritar para ele não fazer isso novamente. Claro que era só para meu pai não desconfiar que eu tinha feito de propósito e não dar ruim pra mim, com tudo... o Yoongi vai ficar ferrado.

- Yoongi! Não encosta mais em mim, seu idiota! - gritei enquanto fingia passar o braço pela minha boca como se estivesse limpando. Mas pisquei pra ele e fiz sinal para ele olhar pro lado. Ele imediatamente entendeu e fez o que eu quis dizer.

- S/n, me desculpa... me empurraram! Eu ia dizer que... que sempre quis jogar futebol igual... igual o Neymar! - bela mentira. Eu não falei mais nada e fiquei parada na frente do meu pai que cruzou os braços e fez sinal negativo com a cabeça enquanto me olhava com cara de "em casa a gente conversa".  Eu não disse uma palavra para não piorar a situação.

Fui para a minha sala, escutei o Yoongi me seguindo mas não olhei para trás. Com meu pai na minha cola é melhor eu evitar o meu amigo, pelo menos na sua frente.

Quando chegamos estava sem professor, isso foi um bom sinal! Pois eu não levaria bronca por chegar atrasada. Tudo que fiz foi me sentar no meu lugar e observar os outros alunos. Uns estavam lendo, desenhando, outros estavam jogando bolinha de papel e o Yoongi estava dormindo. Daí tem os que só ficam quietos mesmo por quê não sabe fazer nada ou não se descobriu, tipo eu.

Tentei acordar o Yoongi mas o mesmo permaneceu imóvel, o chamei, cutuquei, bati nele. Mas nada adianta, e é melhor deixar quieto, talvez ele não tenha dormido direito à noite e na escola é o único momento que ele consiga, só me pergunto como ele dorme com esse barulho.

Me virei para minha mesa e cruzei os braços deitando sobre os mesmos. Só escutava o barulho todo que a sala fazia, isso até todos ficarem em silêncio e eu escutar meu nome ser chamado.

Olhei para todos os lugares, todos estavam comportados e o Yoongi ainda dormindo. Até me deparar com meu pai parado na porta, ele olhou para a sala inteira, provavelmente procurando o responsável por nós, mas não tinha ninguém.

Depois de uns 10 minutos esperando na porta meu pai resolveu sair, mesmo sem professor a sala permaneceu quieta, talvez meu pai vai voltar e eles saibam disso. Até lá ninguém dá um pio.

Se passou um tempo e o Jeon apareceu com o outro professor sendo segurado pelos pulsos pelo mesmo. Pela sua expressão deve estar doendo e não é pouco. Jungkook jogou ele dentro da sala e todos pararam para olhar.

- vou comunicar para a diretora o que você estava fazendo, com um pouco de sorte você será demitido! - disse o Jeon fazendo o outro se arrepiar. O que ele estava fazendo é tão grave assim? Para ser demitido precisa ser bem mais que grave.

- Jeon! Se você abrir a boca pra falar merda eu vou acabar com a vida da tua adorada filha! Me ouviu bem!? - toda a classe ficou surpresa, isso porquê o Jungkook parece ser mais novo do que realmente é e não aparenta ser pai, e também, ninguém sabe que ele me "adotou".

- toca um dedo nela pra você ver! S/n! Chame a diretora aqui! - eu me levantei rápidamente e fui correndo para a sala dela. Umas das regras da escola é não correr mas eu não tinha escolha.



S/n off

Jungkook on 



Após a S/n sair o professor de língua coreana ficou olhando pra mim e para os alunos, não podia fazer nada pois está encrencado e preso, eu não vou deixar ele sair por nada.

Pouco tempo depois minha filha voltou com a diretora, se sentou no lugar dela e apenas esperou para assistir nós discutindo. Mas eu pedi para que saissemos da sala e que isso não era problema deles.



Jungkook off

S/n on 



Todos os mais velhos saíram da sala e fecharam a porta para que nós não soubessemos o que falavam. Foi esperto mas vai me deixar muito curiosa. Talvez em casa eu posso perguntar-lhe o que aconteceu se não estiver bravo.

Esperamos mais um pouco e tudo que ouvimos foi um "despedido" bem alto da diretora. Agora eu estou realmente curiosa, quer dizer, o que alguém poderia ter feito de tão grave que chegaria a ser expulso?



Quebra de tempo...



Meu pai não conseguiu falar comigo, mas não tem problema. Podemos conversar quando ambos estiverem no carro, ou quando chegarmos em casa.

A sala estava esperando bater o sinal, todos de material guardado e com a cabeça baixa, pois nossa professora pediu para ficarmos assim.

Quando faltou 3 minutos a professora decidiu liberar todos, nós saímos ainda em silêncio; quando eu estava quase chegando no portão escutei o Yoongi me chamar e correr até mim, meu pai passou por nós e ficou esperando o meu amigo dizer o que queria.

- é... então, eu só queria me desculpar por hoje, eu juro que não foi por querer! - disse piscando, ainda bem que o Jeon não viu isso, pelo que eu saiba. Me despedi do meu amigo e fui para o carro com o Jungkook.

Ele dirigiu o tempo inteiro em silêncio, nós estavamos entranhos um com o outro. Quer dizer, eu tenho que suportar ele e a Yuma se beijando todo o tempo mas eu não posso dar um abraço no meu melhor amigo que já estamos juntos à 3 meses, já tivemos nossa primeira vez, agora eu tô grávida e vou morar com o Yoongi. Deve ser isso que passa na cabeça do Jungkook.

Chegamos em casa em poucos minutos, eu sai do carro, fechei a porta e acelerei o passo para não ter o risco dele me parar.

Abri a porta de casa e entrei tirando meu calçado (costume asiático), os deixei do lado de fora e corri para o meu quarto. Peguei meu celular e mexi um pouco nas redes sociais. Não tinha nada de interessante, apenas meninas colocando que estão em um relacionamento sério com fulando de tal.

Escutei meu pai me chamar lá da sala, sei que agora fodeu de vez. Me levantei, deixei meu celular de lado e fui ver o que ele queria. Quando abri a porta do meu quarto dei de cara com a Yuma fazendo cara feia. Ignorei sua existencia e desci as escadas a qual ela veio atrás.

Me sentei no sofá que o Jungkook estava, só pelo seu olhar já dá pra saber que eu terei problemas, provavelmente.

- que história é essa de você beijar o Yoongi? - pronto, ele tinha que falar na frente da sua namorada sobre isso. Eu queria que ele tivesse esquecido - você não ouviu? - perguntei - ele disse que foi empurrado e aquilo aconteceu sem querer!

O Jeon deu um sorriso ironico, eu devia ter falado a verdade mas talvez seria bem pior, ou não.

- como? Se no momento não tinha ninguém atrás dele? E outra que deu pra ver claramente ele puxando teu rosto e as piscadas que um deu pro outro - é tarde demais pra voltar no tempo e apagar tudo?

O Jungkook ficou me olhando esperando minha resposta, eu não conseguia pensar em nada em minha defesa. Sempre soube que papai era inteligente e esperto mas não sabia que era tanto.

- tá! - falei - você me pegou! O Yoongi me beijou por querer mesmo, mas foi roubado e a culpa não foi minha! - merda S/n! O Yoongi vai ficar com problemas e a culpa é toda tua! Pela cara que o Jeon tá fazendo o Yoongi é um homem morto.

- eu sabia! Uma vádia igual você sai beijando todo mundo em vez de estudar e ter um bom futuro! - disse a Yuma, como se eu fosse chorar por isso. Eu nem em importei mas o Jungkook... bem... ele ficou alterado!

- vádia!? Vou te mostrar quem é a vádia!


Notas Finais


Jungkook tá pistola.


O que vai acontecer? Nem eu sei😂 de verdade, eu não tenho a mínima ideia.


Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...