História FUCK-ME Oppa - (Incesto Jeon Jungkook) (Hot) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Henai, Hot, Imagine, Jungkook, Você
Visualizações 580
Palavras 1.597
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiieeeeeeeeeeeeeee
Hahahahahahahhahahhahah
Bom dia!
Boa tarde!
Boa noite!
"Isso são horas de postar essa caralha, unnie?"
Mas é losgicooooooo
Toda hora, é hora de postar cap!
E como prometido!
Aqui está! Hahahahahahahhahahhahah
Já vou avisando que esse cap tá muito VIDA LOKA😎
"Mas, porquê esse cap tá muito VIDA LOKA, unnie??"
Vcs verão!!!
Hehehehehebehebe
prontas???
Preparar...
Apontar....
Bultaureone!
Fireeeeeeeeeeeee
Fireeeeeeeeeeeee eo eo💥💣

Capítulo 5 - Fuga


                           (s/n): 



Li- (s/n)? Esta acordada? - ouvi a voz de Lalisa me chamar. 

(s/n)- Sim... - respondi sonolenta. 

Li- Está se sentindo bem? - a mais velha adentrou meu quarto e se sentou no canto da cama. 

(s/n)- Estou sim. - sorri minimamente.

Li- Eu ainda não consegui entender o porquê de você fazer aquilo...

(s/n)- Ah, já vai começar de novo? Eu já disse que eu não vou voltar atrás! - exclamei.

Li- Desculpe, mas eu não concordo! Não é justo você assumir uma culpa que não é sua! - revirei os olhos e só então notei que Lisa estava magnífica em vestido preto.

(s/n)- Nossa! Você está linda! - desconversei.

Li- Não mude de assunto, (s/n)! 

(s/n)- Olha, Lisa-unnie. Eu sei que você está preocupada, mas não precisa... Eu estou bem! 

Li- Se você está dizendo. - desviou o olhar. - Bom, só vim ver se você está bem. Nós já estamos de saída. Se precisar, você sabe o meu número. 

(s/n)- Certo. 

Li- Vê se você e Jungkook não põe fogo na casa, pelo amor de Deus! - brincou.

(s/n)- Tá! - sorri. - Pode deixar! - a mais velha saiu pela porta, me deixando sozinha novamente. 

Soltei um longo suspiro e me levantei. Me olhei no espelho e vi o quanto minha cara estava péssima. Parecia mais que um caminhão tinha passado por cima de mim. Olhei de relance para o relógio na parede e vi que já passava das nove horas da noite. 

Só então percebi que eu não havia comido nada desde o café da manhã. Vesti um moletom bem largo, prendi meus cabelos e sai do quarto, indo em direção a cozinha. Desci vagarosamente, vendo que as luzes estavam apagadas, indicando que minha mãe, Junghyun e Lalisa já haviam saído. 

Preparei um sanduíche bem rápido e um suco de laranja. Peguei meu lanche e caminhei até a sala, em seguida me joguei no sofá e liguei a televisão, assistindo um dorama qualquer. 

Jk- Opa! Que maravilha! - Jungkook brotou na sala e arrancou o sanduíche de minha mão. - Minha irmãzinha vez um lanche pra mim!

(s/n)- Jungkook! - reclamei. - Era meu!

Jk- Falou certo, garotinha! "ERA", não é mais! - se jogou ao meu lado no sofá.

(s/n)- Folgado! - lhe dei um soco no braço.

Jk- Pelo amor de Deus! Você gosta de assistir essas baitolagem? - se referiu ao dorama de romance. 

(s/n)- Gosto! - ditei simples. 

Jk- Mereço... - revirou os olhos. - Toma... - me estendeu o sanduíche mordido de volta.

(s/n)- Não quero mais! - cruzei os olhos. 

Jk- Ah, qual é! Foi só um pedaço! 

(s/n)- Não interessa! Era meu! Porque você não foi fazer o seu?

Jk- Jesus ensinou a compartilhar o pão! - ironizou.

(s/n)- O suco também? - apontei para o meu copo de suco nas mãos do garoto. 

Jk- Chata! - ficamos em silêncio por alguns minutos. - Éh... - começou. - Então... Eu queria te .... te agradecer, pelo que você fez hoje.

(s/n)- Não agradeça! Você vai ter que me mimar muuuuuito! - sorri convencida.

Jk- Ah, pilantra! - jogou uma almofada em minha direção. 

(s/n)- Eu estou brincando! - joguei a almofada de volta. - Não precisa me agradecer. 

Jk- Você era a última pessoa que eu esperava uma coisa dessas. - desviou o olhar.

(s/n)- Pois é, mas eu fiz. 

Jk- E eu vou ser eternamente agradecido por isso! - sorrimos um para o outro. - Tá! Deixando a gayzice de lado, dá pra mudar de canal? - revirei os olhos. 

(s/n)- Não! Eu tô assistindo! 

Jk- Tava! - mudou de canal. 

(s/n)- JUNGKOOK! - gritei. - Mas que porra garoto! Qual o seu problema!?

Jk- Ai! Para que gritar! Que escândalo! - sorrio cínico. 

(s/n)- Ah, seu viado! - pulei em cima dele na tentativa de arrancar o controle de sua mão. - Me dá essa desgraça! - gritei.

Jk- Não vou dar nada! - continuei tentando pegar o bendito controle, mas parecia impossível. Num ato inesperado, Jungkook ficou por cima e me jogou sobre seus ombros, como se eu fosse um saco de batatas. 

(s/n)- JUNGKOOK, SEU MALDITO! ME PÕE NO CHÃO AGORA! - ordenei. 

Jk- Tá! Foi você quem pediu! - do nada, o garoto me largou no chão de uma vez. 

(s/n)- Ai! - reclamei passando a mão no bumbum, local do impacto. - Isso doeu!

Jk- Oxe! A culpa foi sua! 

(s/n)- Porque você não vai ver se eu tô lá na puta que pariu?!

Jk- Nossa, sabe nem brincar! - se sentou no sofá.

(s/n)- Vai se fuder... - murmurei. - Na moral, minha vontade de te encher de porrada não é pouca não! 

Jk- Só vem, pirralha! - Jungkook se levantou e parou a minha frente. O garoto tinha quase o dobro da minha altura, me fazendo parecer uma anã. 

(s/n)- Deixa pra lá... - me sentei no sofá. 

Jk- Bom mesmo! 

 Ficamos um bom tempo assistindo um filme qualquer que eu não sabia nem o nome. Jungkook me obrigou a ir fazer ao pra ele comer diversas vezes. Folgado. Por incrível que pareça, nós conversamos bastante, sobre vários assuntos aleatórios. 

Descobrimos que temos muito em comum. Acabei por saber também, do amor de Jungkook pela IU, que por sinal, nem sabe que ele existe. Iludido. 

Jk- Já sei! - exclamou, dando um pulo do sofá. 

(s/n)- Já sabe oque, doido? 

Jk- Já sei oque a gente pode fazer, pra não ficar aqui nesse tédio!

(s/n)- Que? 

Jk- Menina sonsa! 

(s/n)- Ah, Jungkook! Vai se ferrar! 

Jk- Vai pro seu quarto e se arruma.

(s/n)- Oxe! Me arrumar pra que? 

Jk- A gente vai sair.

(s/n)- Como? Cê tá louco, menino? Fumou maconha? Eu já tô bem ferrada, se Junghyun descobrir, eu vou tomar no cu bonito!

Jk- Anda logo! Deixei de ser cagona! - me deu um soquinho de leve no braço. 

(s/n)- Tô fudida até o pescoço e tu ainda me vem com essas idéias? - franzi o cenho. - Tô muito bem aqui!

Jk- Puta merda, viu! Tu é chata pra caralho! - cruzou os braços. - Vamos logo! A gente volta antes deles chegarem, eu prometo! 

(s/n)- Jungkook, uma coisa é você querer fazer merda, outra coisa é você querer me arrastar junto! Então, não! Eu não vou sair daqui! 

Jk- Já vi que eu vou ter que apelar...

(s/n)- Apelar? Como assim...

Jk- Se tu não for se arrumar agora, eu conto pro meu pai que você mentiu pra ele! 

(s/n)- Se você falar, tu vai se fuder também... - estreitei os olhos.

Jk- Você sabe muito bem o quanto meu pai odeio mentira...

(s/n)- Você não faria isso! 

Jk- Quer pagar pra ver? - nos encaramos por alguns segundos. 

(s/n)- Tá bom! - me dei por vencida. - Mas já vou avisando que se der ruim pra mim, eu corto seu pipiu fora! 

Jk- Tá doida? Perdeu o juízo menina? Como ousa ameaçar meu aniquilador de úteros? - soou indignado.

(s/n)- Sério Jungkook? "Aniquilador de úteros"? Poupe-me disso! 

Jk- Você tem dez minutos pra se arrumar. 

(s/n)- Ah, qual é! Nem você se arruma em dez minutos! 

Jk- Tem razão! Eu preciso de pelo menos uma hora pra me arrumar! 

(s/n)- Sei não, hem! - o olhei de cima a baixo. - Tô achando que essa Coca-Cola é Fanta! - comecei a rir histericamente.

Jk- (s/n), dez minutos! - bateu o dedo no relógio de pulso, sério.

(s/n)- Aí, tá! Eu já tô indo! - caminhei em direção às escadas. 

Jk- E PRA SUA INFORMAÇÃO, EU SOU MUITO MACHO, TÁ! - exclamou.

(s/n)- Macho? - me virei pra ele. - Tá mais pra bixa histérica! 

Jk- Se fuder, (s/n)! - me virei de costas a comecei a subir as escadas.

Tomei um banho rápido e escovei os dentes. Vesti uma roupa simples, porém estilosa. Calsei um par de botas pretas e sequei meus cabelos, fazendo um coque desajeitado em seguida. Por fim, fiz uma maquiagens bem simples.

Sinceramente, eu não sei porque caralhos Jungkook me inventou de querer sair! Parece que ele adora uma confusão ou criar rixa com o pai. Jungkook sabe muito bem que eu estou proibida de sair de casa, e oque ele faz? Me obriga a sair de casa! Ótimo "irmão" que eu tenho! 

Eu sei que se Junghyun descobrir que "fugimos" de casa, nós vamos estar totalmente fudidos! Afastei todos esses pensamentos da minha cabeça e coloquei meu celular no bolso,  seguindo para a sala. Desci as escadas e encontrei Jungkook parado perto da porta dos fundos, que dava na garagem. 

Jk- Você está bonita. - e elogiou.

(s/n)- Obrigada... - respondi sem jeito.

Jk- Só não está mais bonita que eu, é claro! - se gabou.

(s/n)- Jungkook, me poupe! - revirei os olhos. 

Jk- Tá, vamos logo. - passou pel porta dos fundos.

(s/n)- Ei! A saída é pra lá! - apontei para  a porta principal. 

Jk- (s/n), cala a boca e vem logo! - me puxou pelo braço. Jungkook praticamente me arrastou até a garagem, onde eram guardados os inúmeros carros de Junghyun. - Fica aqui. - Jungkook me largou ao lado de  dos automóveis. 

(s/n)- Jungkook, oque você tá fazendo? - questionei sem entender, já que as chaves dos carros ficavam no escritório de "nosso pai", e sempre estava trancado.

Jk- Olha isso! - o moreno parou ao lado de um veículo menor, coberto por uma lona preta. - Pronta?

(s/n)- Anda logo! - Jungkook deu um sorrisinho de lado e puxou a lona de uma só vez, revelando uma moto Honda, magnífica. - Oh my god! - exclamei.

Jk- Linda, não é? 

(s/n)- Eu não sabia que você pilotava motos! 

Jk- Há muitas coisas sobre mim que você ainda não sabe, pirralha. Pega... - me estendeu um capacete. - Pronta para a nossa fuga?




Notas Finais


Opaaaaaaaaaaaaaaa
Comué????
Fuga?????
Com o biscoito????
Só se for agr, meu bem!!!!!
Hahahahahahahahahhahahahahahaha
Só chegar, que nois tá aqui! 😂😂😂😂😂😎
Gostaram?
Querem saber oque vos aguardam nessa tal "fuga"?
Pois é só continuar acompanhando a Fic, que no próximo capítulo vcs vão saber!!!
Beijinhos no coração e até mais😊😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...