1. Spirit Fanfics >
  2. FuckBoy >
  3. Confessar

História FuckBoy - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Confessar


Fanfic / Fanfiction FuckBoy - Capítulo 13 - Confessar

Depois de beber quase uma garrafa daquela bebida que eu não lembro o nome eu estou tão alterado que mal sei onde estou.

Jimin me chamou para dançar com ele eu fui, e um cara loiro vem até mim e me puxa para dançar com ele.

Ele coloca a mão em minha cintura e beija meu pescoço, se eu tivesse em perfeito estado eu ia afastá-lo, mais como eu não estou eu deixo.

Ele aperta minha bunda e cochicha algo que eu não ouvi,mais que se foda eu já nem ligo mais

Ele me puxa com ele para dentro da casa, ele me leva até o quarto e me joga em uma cama.

Acho que me bate um pouco de noção então tento me levantar,mais ele deita novamente.

-"Você é tão lindo"-ele beija meu pescoço e eu tento empurra-lo.

Ele coloca a mão na minha cintura e aperta a mesma com força.

-"P-para"-digo tentando sair de baixo dele.

-"Amo os que se fazem de difícil"-ele sorri e puxa minha blusa com força a rasgando um pouco.

Ele aperta meu pescoço enquanto tenta abrir minha calsa.

-"S-socorro!"-tento gritar mais falho.

-"Eu tranquei a porta amorzinho fica tranquilo..."-ele morde meu ombro por cima da roupa.

Começo a chorar e rezar.

-"Que delicia..."-ele diz lambendo meu rosto me dando repulsa.

Escuto um barulho forte vindo da porta,mais ele nao para.

Os barulhos se almentam e logo a porta é aberta com tudo.

O cara que estava em cima de mim vai com tudo para o chão e vejo Jungkook o encher de socos, o cara tenta acerta-lo mais falha.

Ele solta o cara já desacordado e vem ate mim me olhado serio.

Me encolho com medo e começo a chorar mais ainda.

Ele olha para mim e suspira.

-"VOCÊ TEM MERDA NA CABEÇA? "-ele grita me assustando-"QUAL É SEU PROBLEMA?"

-"E-eu..."

-"MERDA,toda vez você..."-ele para de falar e me encara.

Ele suspira e vem até mim,ele segura minha cintura e pega no colo me assustado.

Ele sai do quarto e sai da casa que estava vazia, ele sai pela porta dos fundos e vai até um carro preto.

Ele abre a porta e me coloca dentro dele.

Ele fecha a porta e entra e sai com ele com tudo.

Eu o encaro e vejo que ele esta com o maxilar travado.

Viro para janela e fecho meus olhos.

Meu corpo doi...

Mais não mais que a dor que eu estou sentido no peito.

Sinto o carro parar e Junkook desce do carro, abro a porta e coloco um pé para fora mais cambaleio para o lado.

Jungkook me encara e suspira e vem até mim e me pega novamente no colo.

Ele fecha a porta do carro e ativa o alarme.

Coloco meu rosto ma curva de seu pescoço e sinto seu cheiro amadeirado. Fecho meus olhos e sinto meu corpo se arrepiar com suas mãos em minhas coxas.

Eu não senti isso com aquele garoto....

Jungkook entra no elevador e eu ameaço descer mais ele me sobe mais.

Não falo nada apenas volto meu rosto para seu pescoço.

Depois de alguns minutos escuto o barulho de sua porta abrir.

Ele me leva até o banheiro e me coloca sentado na pia.

-"Tome um banho..."-ele sai me deixando ali sozinho.

Tomo um banho e pego uma blusa que Junkook deixou para mim.

Assim que termino saio do banheiro e ele entra sem falar comigo.

Me sento na cama e suspiro sentindo meus olhos marejaram.

Jungkook sai do banheiro de calsa moletom e camiseta branca.

Ele para de frente para mim e fala:

-"Ainda esta bebado?"-nego-"Porque fez isso? "-ele pergunta agora calmo.

-"Por sua causa..."-digo e ele ri

-"Por minha causa?"-faço que sim-"Porque aceitou aquela maldita aposta?"

-"Porque os meninos não paravam de me encher..."-digo e ele concorda.

-"E o que eu tenho aver com fato de você beber tanto?"

-"Você não sai da minha cabeça!"-digo lhe fazendo arregalar os olhos-"Eu odeio o fato de pensar em você, eu beijei aquele garoto e não senti absolutamente nada, porque eu estava pensado em voce, eu odeio me arrepiar quando você fala, me toca ou se aproxima, você me irrita de uma forma que meu Deus! Eu odeio a sensação de quando eu te vejo beijando outra menina eu..."-começo a chorar-"E-eu vou embroa..."

Me levanto e saio andando mais ele me puxa e me abraça.

Sinto meu coração errar a batida.

-"Desculpa por ter falado aquelas coisas e gritar com você..."-ele diz desfazendo o abraço e limpado minhas lágrimas-"Mais você me tira do serio! Nunca vi alguem se meter em tanta confusão antes, e quando eu vi você beijando aquele cara eu surtei, eu nunca senti isso antes, eu estou confuso,eu não consigo lhe tratar mal ou lhe ver chorando isso me quebra"-ele acaricia minha bochecha-"Eu nunca achei que diria isso e não queria admitir mais eu gosto de você e quero você para mim, eu quero poder lhe beijar lhe tocar..."

Sorrio e ele morde o lábio.

-"Posso te beijar?"-faço que sim.

Ele segura meu rosto e aproxima nosso rostos devagar.

Assim que ele junta nossos labios sinto todo meu corpo se arrepiar.

Ele circula minha cintura e

eu coloco minha mão em seu cabelo o puxado de leve.

Ele morde meu labio e sorri entre o beijo.

Sinto sua língua se entrelaçar com a minha me fazendo sentir meu corpo queimar.

Acada toque seu mais uma sensação nova em meu corpo.

Ele desce os beijos até meu pescoço e me pega no colo e me coloca sentando encima da mesa.

Ele fica entre minhas pernas e aperta minha coxa me fazendo arfar.

Sem ar nos separamos nossas bocas, Jungkook junta nossas testas e sorri.

-"Nossa..."-ele diz ofegante e eu solto uma risada anasalada-"Acho melhor pararmos por aqui se não eu  vou perder o controle"-ele diz afastando seu rosto.

-"E seu eu não quiser parar? "-digo o olhando e ele trava o maxilar talvez o álcool não tenha ido embroa por completo.

-"Mais você ainda esta com alcool em seu corpo então vamos esperar"-ele diz me decendo da bancada-"Vamos dormir"

Ele me puxa para a cama e se deita ao meu lado me puxando para perto dele nos fazendo dormir de conchinha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...