1. Spirit Fanfics >
  2. Fucking Love - Lisa Manoban >
  3. Meu mundo caiu

História Fucking Love - Lisa Manoban - Capítulo 39


Escrita por:


Notas do Autor


Postei e sai correndo!

Capítulo 39 - Meu mundo caiu


Olho para Lisa, depois para Sana e de volta para Lisa. Não há maneira nenhuma de que isto vá terminar bem meu povo.

_O que é que está fazendo aqui? - pergunto a Lisa, mesmo que não queira ouvir a resposta, especialmente na frente da Sana.

_O QUE É QUE ACHA ESTOU FAZENDO AQUIVOCÊ SAIU ENQUANTO EU ESTAVA DORMINDO, O QUE DIABOS FOI ISSO? - ela explode. Prendo a respiração enquanto a voz dela ecoa pelo quarto. O rosto da Sana fica vermelho de raiva e sei que ela está começando a juntar as pecinhas do quebra-cabeças.

Estou dividida entre tentar explicar a Sana o que está acontecendo e tentar explicar a Lisa porque é que sai.

_RESPONDE! - Lisa grita e fica à frente do meu rosto. Fico surpreendida quando Sana dá alguns passos e posiciona-se entre nós duas.

_Não grite com ela! - Sana rosna para Lisa. Estou congela no lugar quando o rosto da Lisa torce de raiva. Porque é que ela está tão chateada por eu ter saído do quarto? Ela teria me chutado de lá para fora de qualquer maneira. Preciso dizer alguma coisa antes que isto tudo exploda no meu colo. Lisa deve esta espumando de raiva porque não me fez chorar primeiro.

_Lisa... por favor, não faça isso agora.- imploro. Se ela sair agora, posso tentar explicar a Sana o que está acontecendo.


_Fazer o que, S/N? - Lisa pergunta e contorno a minha namorada. Espero que Sana se mantenha à distância, acho que Lisa não hesitaria em derrubá-la. Sana tem um bom corpo, especialmente comparado ao corpo magro da Lisa, mas não tenho dúvidas de que Lisa iria arranjar uma solução e muito provavelmente ganhar. O que raio está acontecendo na minha vida para que eu tenha que me preocupar com Lisa e Sana lutando no meu quarto?

_Lisa por favor vai embora e depois falamos sobre isto mais tarde.- digo e Sana balança a cabeça.

_Falar sobre o quê? O que diabos está acontecendo, S/A? - interrompe Sana. Céus. Alguém me dá serenidade para matar essa garota.

_Diz, anda diz pra ela.- provocá Lisa. Não posso acreditar que ela está fazendo isto. Eu sei como ela para um outro nível.

_Me dizer o quê S/A? - pergunta a Sana.

_Nada, é só que eu fiquei na casa da Lisa é do Xiumin a noite passada.- minto, cadê a Globo me contratar. Tento cruzar os meus olhos cinzentos com os da Lisa na esperança de que ela vá parar com essa palhaçada agora, mas ela desvia o olhar imediamente.

_Diz para ela S/A ou digo eu.- Lisa rosna e eu começo a chorar.

_Sana... eu... eu e a Lisa temos andado...- começo. A carranca irritada da Lisa muda para uma expressão presunçosa. Não posso acreditar que passei a noite com ela, na noite passada parecia incrível, mas eu sabia que eu iria acabar me arrependo. Eu só não sabia que iria ser assim tão ruim.


_Oh céus.- Sana gagueja e os olhos dela começaram a ficar com água. Como é que pude fazer isto? O que raio é que eu estava pensando Sana é tão gentil e Lisa é cruel o suficiente para me fazer contar para Sana sobre nós na frente dela. As mãos dela vão para a testa e ela balança a cabeça.

_Como é que pode, S/A? Depois de tudo o que passamos? Quando é que isso começou? - as lágrimas escorrem pelo seu rosto de olhos castanhos claros. Eu nunca me senti tão monstruosa, eu causei estas lágrimas. Olho pra Lisa e depois para Sana. O meu ódio pela Lisa me consume e eu empurro para trás em vez de responder à Sana. Lisa é apanhada de surpresa e tropeça para trás, mas estabiliza-se antes que caia.

_Sana... desculpa, sério. Eu não sei o que estava pensando.- estou sendo honesta, não sei o que raio estava pensando. Acho que estava pensando que a Lisa poderia ser decente e talvez eu pudesse acabar com Sana e começar a namorar com a Lisa. Como é que posso ser tão estúpida? Ou que poderia ficar longe da Lisa e a Sana nunca saberia o que aconteceu entre nós. O problema é que não consigo ficar longe da Lisa. Eu sou a droga de uma traça que caminha em direção às chamas, dela e ela não hesitou em me queimar. Ambas as opções são estúpidas e ingênuas, mas ainda não fiz uma boa escolha desde que conheci Lisa.

_EU TAMBÉM NÃO SEI O QUE SSTAVA PENSANDO, EU JÁ NEM SEQUER TE CONHEÇO.- Sana grita e caminha em direção a porta.

_SANA, POR FAVOR! ESPERAAAA! - grito e corro atrás dela. Lisa agarra o meu pulso e tenta me puxar para trás.

_NÃO ME TOQUE, NÃO POSSO ACREDITAR QUE FEZ ISTO! ISTO É BAIXO LISA, ATÉ MESMO PARA VOCÊ! - grito e empurro o braço para fora do seu alcance. Empurro ela novamente. Nunca empurrei ninguém na minha vida, exceto ela, várias vezes.

_Se vai atrás dela, acabou.- ela diz e a minha boca fica aberta. Ela quer guerra? Vamos duelar porra.


_Acabou? Acabar o quê? Foder as minhas emoções? Me manipular? Me humilhar? EU TE ODEIO! Não pode acabar com algo que nem sequer começou.- digo, a minha voz já não grita. As mãos dela caem para os lados e a sua boca abre, mas as palavras não saem.

_SANA! - chamo e corro para a porta. Corro pelo corredor e finalmente a alcanço no estacionamento. Ela se observa e anda mais rápido.

_Sana... por favor, me ouvi. Desculpa, sinto muito. Eu estava bêbada, eu sei que não é uma desculpa, mas eu...- limpo os meus olhos e o rosto dela suaviza.

_Não consigo ouvir mais...- diz ela. Os seus olhos estão vermelhos. Tento chegar à mão dela mas ela se afasta.

_Sana por favor, estou tão arrependida. Por favor me perdoa.- não posso perder ela e à Lisa no mesmo dia. Mesmo que a Lisa nunca tenha sido minha e nunca será, ainda dói ver o seu novo nível de ódio por mim. Especialmente depois da maneira como ela me segurou e chamou por mim enquanto dormia.

_Eu só preciso de algum tempo, S/A. Não sei o que pensar.- diz ela e passa os dedos pelo seu cabelo perfeitamente arrumado.

_Ok.- suspiro em derrota. Ela só precisa de um tempo para superar isto e depois podemos voltar ao normal.

_Eu te amo S/A! - ela diz e me pega de surpresa quando beija a minha testa e entra no carro dela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...