História Fucking pickle - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Gorillaz
Personagens 2-D, Murdoc Niccals, Noodle, Personagens Originais, Russel Hobbs
Visualizações 10
Palavras 1.063
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


>:^

Capítulo 18 - Extra8: Olho por olho e o mundo ficará cego.


Fanfic / Fanfiction Fucking pickle - Capítulo 18 - Extra8: Olho por olho e o mundo ficará cego.

•°•°•°•°P.O.V 2D.°•°•°•°•

- Estava na sala, fumando e ainda me recuperando daquele incidente de ontem, quando Ace aparece se sentando do meu lado.- Ei bro.- Ele me chama, eu me viro para ele curioso.- Já tá melhor daquele bagulho que aconteceu lá?- Ele pergunta.- Sim, mas minha cabeça ainda dói um pouco.- Eu digo, ele ri.- Tá rindo do que?- Eu pergunto confuso.- O fato que finalmente a gatinha usou a cabeça e se defendeu usando os poderes, e da forma mais debochada possível.- Ele diz.- Você tá do lado de quem ein?- Eu pergunto meio estressado.- Tô do lado de ninguém não, tô só no meio, como o sabor baunilha no meio do morango e do chocolate num napolitano.- Ele diz.- Boa lógica.- Eu digo, logo em seguida tendo uma ideia.- Aí, me ajuda a zuar a S/A?- Eu pergunto para ele expressando um sorriso maligno.- Depende, o que você pretende fazer?- Ele pergunta.- Nada tão pesado, apenas uma brincadeirinha de nada, cê vai ver, é capaz até dela voltar a falar comigo de tão engraçado que vai ser.- Minto, precisava dele para isso, espero que ele me perdoe.- Beleza, qual seu plano?- Ele pergunta sorrindo da mesma forma.- Bem, você vai chamá-la aqui em baixo, e ela vai parar na sacada da escada, aí eu vou dar um leve susto nela, só isso.- Eu minto novamente.- Ok, quando vamos fazer isso?- Ele pergunta.- Agora.- Eu digo. Terminamos de arquitetar o nosso plano, para que nada desse errado, Ace já estava alí no lugar em que devia estar, eu estava encostado na parede próxima porta do meu quarto, fiz um sinal para ele avisando que era para começarmos agora.- EI GATINHA, VEM VER UM BAGULHO AQUI!- Ace diz, ele fingiu bem, não é atoa que é um ator nato.- Tô indo!- Ela diz saindo do quarto e indo para a sacada da escada, eu rapidamente corro e paro atrás dela, penso um pouco e rapidamente a empurro dalí para não me arrepender antes de agir, mas assim que ela já estava no ar senti uma pontada forte no peito, como arrependimento, ela caiu de cara no chão, a escada não era tão longa mas o suficiente para que ela tenha chance de ter se machucado gravemente, Ace olha para mim confuso e assustado, eu fico em choque, como pude fazer isso, porque eu fiz isso?- Que barulho foi esse?- Noodle diz saindo do quarto, eu me viro para ela em choque.- Toochi, o que aconteceu?- Ela me pergunta com uma expressão preocupada, ela chega perto.- O..o que aconteceu com a S/A?- Ela pergunta olhando para e em seguida olhando para mim.- Você... não fez o que eu tô pensando que fez, não é?- Ela pergunta colocando a mão no meu ombro, os olhos dela começaram a ficar úmidos.- O que tá acontecendo?- Russel diz saindo do quarto também.- Ele a empurrou da escada.- Noodle diz se virando para Russel.- D, isso é verdade?- Russel pergunta, eu sem conseguir dizer uma palavra concordo com a cabeça.- Ow gente, eu devo chamar a ambulância ou coisa assim?- Ace diz.- Claro idiota!- Noodle diz, Ace pega seu celular e faz a ligação, enquanto isso Noodle e Russ desceram as escadas e foram ver como S/N estava, e eu? fiquei alí parado como um idiota, em choque, apenas pensando no que poderia acontecer depois disso, se S/N ficaria bem, o que os outros iriam dizer e pior...o que iria acontecer comigo se Murdoc descobrisse isso. Estávamos todos na sala de espera do hospital, esperando alguma notícia sobre S/N, quando o celular dela vibra, Noodle o pega no bolso, a expressão dela muda para medo.- Algum problema Noodle?- Eu pergunto.- É o Niccals.- Noodle diz, todos nós nos entreolhamos em pânico, Noodle atende.- Alô.- Ela diz.- A S/A? Uh...não vou mentir pra você, ela está no hospital em estado meio grave.- Noodle diz, é possível se escutar uns ruídos vindo do celular, creio que Murdoc estava puto.- Calma, você quer que eu te explique ou não?- Ela diz.- Toochi a empurrou da escada.- Ela diz, ouvimos novamente os ruídos, só que mais altos.- Não grita, ok? Qualquer coisa eu te aviso quando ela sair do hospital, tchau.- Ela diz desligando a ligação na cara dele.- Cê tá ferrado Toochi.- Ela diz, eu sinto um calafrio percorrer por todo meu corpo.- Relaxa, até ele sair da prisão ele já esqueceu Bro.- Ace diz, isso faz eu ter um pouco de esperança em não apanhar em breve, enquanto conversávamos um médico apareceu na sala de espera, Noodle avançou nele.- Como a S/A está!?- Ela pergunta.- Senhorita se acalme um pouco por favor, a S/N acabou de acordar, vocês podem ir vê-la.- O doutor diz calmamente, nós fomos até o quarto dela.- Toochi, melhor você não entrar, você sabe como a S/A é.- Noodle diz.- Eu tô preparado pras consequências Noods.- Eu digo, nós entramos, lá estava S/N, com o braço engessado, e uns curativos.- Eae.- Ela diz sorrindo.- Como cê tá se sentindo gatinha?- Ace pergunta.- Bem, tirando o braço e todo o resto.- Ela diz.- Ficamos com tanto medo de você ter se machucado sério.- Noodle diz se aproximando dela e a dando um abraço, as duas se abraçam e logo se soltam.- O importante é que eu tô bem, mesmo que isso seja horrível para algumas pessoas.- Ela diz olhando para mim.- Err...Desculpe.- Eu digo.- Do que adianta eu te desculpar se talvez você possa fazer a mesma coisas de novo?- Ela diz cruzando os braços, ou quase, por causa do braço engessado.- Bem, eu posso conquistar o seu perdão pelo menos?- Eu pergunto de forma meio insegura.- Você pode tentar.- Ela diz sorrindo de forma desafiadora.- Ah, S/A-san, esqueci de te dizer, Murdoc te ligou.- Noodle diz.- Oh, Doc?...Então vocês já devem saber que eu falei com ele durante todo esse tempo.- Ela diz meio constrangida.- Sim, porque não nos disse?- Noodle pergunta.- Bem, achei que não seria do interesse de vocês, desculpe.- Ela diz.- Tudo bem, só não esconda mais nada de nós.- Russel diz.- Ok!- Ela diz sorrindo. Depois daquela conversa com S/A, resolvemos ir embora, já que ela não estava mais em risco, me disseram para ficar, já que como eu que a empurrei da escada fazendo ela se acidentar, eu tenho que cuidar dela até ela melhorar do braço, talvez seja divertido.


Notas Finais


o título faz sentido com o cap? não sei dizer
só sei pra mim combinou um pouco


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...