1. Spirit Fanfics >
  2. Furação de tranquilidade - Kakasaku >
  3. A culpa que me corrói

História Furação de tranquilidade - Kakasaku - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - A culpa que me corrói


Fanfic / Fanfiction Furação de tranquilidade - Kakasaku - Capítulo 2 - A culpa que me corrói

- Não o defenda vovó, olha essas marcas em seus braços vovó,a senhora vai morar comigo vovó, vamos sumir e arrumar suas coisas-falou Yamato irado

- calma filhos por favor- falou ela.

- Você aceite ou não ficarei aqui a partir de hoje é você encostar um dedo na vovó ou falar um pouquinho mais alto com ela , eu a levo comigo ouviu!- falou Yamato

- Me desculpe Yamato, me perdoe vovó, isso nunca mais acontecerá eu prometo!- falei meio desesperado.

Os dias seguintes foram estranhos, vovó me tratava normalmente e ver seus braços com a marca dos meus dedos acabava comigo, pedia perdão dia e noite a ela. Era bem cedinho quando vovó me acordou para tomar o café da manhã e avisar que sua instrutora estava quase chegando, ela parecia animada e Yamato entrou e sentou a mesa.

- Vovó é hoje que a tal instrutora vem?- perguntou

- Sim filho, vai participar comigo também?-la perguntou com brilho nos olhos

- Vou sim vovó, estou precisando relaxar também- falou ele

- oh filhos estou tão feliz por ter os dois comigo hoje- falou e sorri minimamente ao vê-la feliz.

Estávamos na sala que usávamos como academia quando a campainha tocou e Yamato foi atender.

Ele entrou no quarto com uma mulher linda , parecia um anjo, perdi o ar por segundos.

- oie sakura- falou chiyo

- Oie vovó, a senhora está bem, fiquei preocupada quando sumiu vovó, não faça mais isso por favor- falou ela e foi abraçada com força pela vovó

- Filha senti tanta saudades , estive ocupada por isso não entrei em contato filha- falou vovó

- E vocês quem são?-perguntou sakura

- Eu sou Yamato- falou e estendeu a mão pra ela

- sou kakashi- falei meio desconfiado e um pouco sem fôlego

- Esses são meus filhos filha, eles me ajudaram quando eram bem novinhos e se tornaram meus filhos, cuidam de mim com carinho, atenção e amor- falou ela e tive vontade de chorar.

- Vovó a senhora só me avisou de um aluno e aqui tem dois vovó-ela falou e chiyo riu

- oh filha deixa essa velha ser feliz em ter todos aqui comigo- falou ela.

- Ainda bem que tenho mais de um tapete vovó- falou e deu uma tapete pra mim e outro para Yamato, colocou uma música que ela falou que era uma mantra para ajudar a trazer paz, sentamos naquela posição e puta que pariu achei que isso era besteira, mais quando ela finalizou me senti o homem mais feliz e cheio de tranquilidade.

Finalizamos e levantamos com calma.

- vocês gostaram filhos- perguntou vovó e notei que a Sakura estava esperando a resposta

- vovó isso foi a melhor coisa que fiz na vida, tô me sentindo tão leve vovó- falei e ouvi Yamato rir

- Gostei muito vovó- Yamato falou

- Então vocês vão praticar comigo sempre que puderem ?-perguntou vovó

- kakashi precisa de 7 dias na semana para não comer o fígado de ninguém- falou Yamato e olhei bravo pra ele é ouvi vovó e Sakura caírem na risada e acabei rindo também.

- pode contar comigo vovó, eu preciso de um tapetinho desses – falou Yamato

- Vou deixar os tapetes aqui para as próximas aulas- Sakura falou

- gostei muito vovó, quantas vezes a senhora vai faz na semana – perguntei

- Eu faço três filho- falou

- ok vovó depois me fala os dias e os horários que farei com a senhora- falei

- Eu também, aliás tenho que ficar de olho nesse idiota- falou Yamato, me calei todas as vezes que Yamato me chamou de idiota por que havia cometido uma idiotice que ainda pesava em mim.

Vovó nos levou para cozinha e brotou com umas tortas dos Deuses, puts estava relaxado e rechonchudo, e ainda estava amando olhar para aquela mulher maravilhosa, percebi que ela também me olhava as vezes e eu fingia olhar para outro lugar, assim que terminamos de comer e coloquei toda a louça para lavar, saí dali e fui para sala e Yamato me jogou um dos controles do videogame.

- ai filho da puta vamos jogar uma partida – falou ele, ainda sentia raiva em sua voz.

- Me perdoe Yamato, tenho me sentido horrível desde daquele acontecido- falei sentindo a voz embargada, ele largou o controle e me abraçou.

- Você errou muito feio kakashi, me prometa agora olhando nos meus olhos que isso nunca mais acontecerá- perguntou me segurando com força e com os olhos marejados

- Eu jamais , jamais farei isso de novo Yamato, só essa vez já me destruiu meu irmão, nunca mais Yamato falei chorando.

- Você vai trocar a cama da vovó por uma ortopédica e vai trocar nosso videogame por outro de última geração está ouvindo e então nunca mais ficaremos nesse assunto novamente – falou enquanto lágrimas escorriam por seus olhos.

- tá bom Yamato, vou providenciar logo pela manhã- falei

- presta atenção pois eu falei que você o fará kakashi, leve a vovó para passear e compre a cama que eu vi ela muito feliz com lado bom da cama e o videogame vou junto para escolhermos todas as parte sobressalentes- falou e enxuguei minhas lágrimas e concordei com a cabeça.

- agora me fala kakashi gostou da rosadinha né, eu vi como vocês se olharam- perguntou

- Ah realmente eu a achei linda, maravilhosa, ah um anjo Yamato- falei

Depois de um tempo e de perder mais um jogo , roubado por Yamato, fui em direção a cozinha e ouvi a conversa delas.

- Chiyo do céu o que é aquele seu filho kakashi hein, poxa ele está de parabéns , os dois são um monumento, mais aquele kakashi, ual, deu até um calor chiyo, vamos sair daqui que essa cozinha está um forno- falou sakura e eu sorri

- ah filha você aquele pãozão está solteiro filho, só aparece mulher interesseira filha, faria muito gosto se ele se interesse em você filha, você outra que é tão linda, maravilhosa e fica se iludindo com aquele Uchila filha, ele é um famoso embuste que chama né, embuste filha é isso que aquela cara é, meu Yamato está apaixonado por uma mulher bacana, estou torcendo por ele sabe, o nome dela é Ino, ele fala dela de um jeito que dá gosto de ver- falou

- Ino vovó?

Ino yamanaka?- perguntou

- não sei filha, peraí vou chamar Yamato- falou ela

- Yamato , filho bem aqui rapidinho filho- vovó chamou e me escondi, vendo Yamato vir correndo e me olhar com um sorriso na cara.

- Oie vovó- falou ele

- Filho qual o nome da mulher que você ama?- perguntou

- ah vovó por que está me perguntando isso na frente da sakura?-perguntou ele

- Você está apaixonado por Ino yamanaka?- perguntou sakura e viu Yamato ter uma crise de tosse.

- Sim,por que?-perguntou depois de se recuperar

- ahhhhhh estou tão feliz Sakura falou abraçando a vovó

- Por que filha você a conhece?-perguntou chiyo

- Ela é só minha melhor amiga vovó e estou feliz em saber que você gosta dela, ela também está gostando de você- falou

- mais mais ela só me manda ir embora, e manda jogar minhas flores no lixo, até os doces que eu mandei me disseram que ela jogou fora- falou Yamato

- pois sua fonte está te contando mentiras , as flores estão todas vivas em seu apartamento e ela gostou muito dos doces e até procurou um lugar aonde os tivessem e ficou bem frustrada, ah as flores em vasos foi o que ela mais gostou, ela adora cuidar delas , ela estava bem paranóica com seu sumiço nesses dias, até dormiu lá em casa se lamuriando – falou ela e vi Yamato se iluminar

- oh meu Deus vovó, a mulher que eu amo também me corresponde vovó, aí vovó, caralho, tô feliz para caralho, puta que pariu- falou Yamato

- Filho quanto palavrão- falou vovó

- Desculpe vovó, ah vovó me fala, eu devo enviar uma flor para ela agora mesmo vovó, por favor faz aqueles doces de novo vovó, tô muito feliz-gritou Yamato



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...